As Crônicas de Nárnia: Príncipe Cáspian

Segundo filme da série é melhor do que o primeiro, mas ainda assim não empolga

Marcelo Forlani
29 de Maio de 2008

As Crônicas de Nárnia: Príncipe Cáspian

As Crônicas de Nárnia: Príncipe Cáspian

The Chronicles of Narnia: Prince Caspian
EUA , 2008 - 124
Aventura

Direção:
Andrew Adamson

Roteiro:
Andrew Adamson, Christopher Markus, Stephen McFeely

Elenco:
Ben Barnes, Georgie Henley, Skandar Keynes, William Moseley, Anna Popplewell, Sergio Castellitto

Bom
As Crônicas de Nárnia: Príncipe Cáspian
As Crônicas de Nárnia: Príncipe Cáspian

Existe um quase consenso de que As Crônicas de Nárnia: Príncipe Cáspian (The Chronicles of Narnia: Prince Caspian, 2008) é melhor do que o filme que abriu a série, As Crônicas de Nárnia: O Leão, a Feiticeira e o Guarda-Roupa (2005). Para começar, o título é bem melhor, mais curto. Pena que não se pode dizer o mesmo da duração, que passou dos 125 minutos do primeiro episódio para as 2h24 dessa nova aventura. Outro ponto que pesa a favor é o fato dos quatro irmãos Pevensie não estarem mais sozinhos no centro das atenções. Entra em cena agora o Príncipe Cáspian do título, interpretado por Ben Barnes, vendido por aí como o novo galãzinho do momento.

Quando conhecemos Cáspian, sua vida encontra-se em perigo. Embora o príncipe telmarino de direito, ele vê sua coroa em risco quando um de seus conselheiros - e também seu tio - Lorde Miraz (Sergio Castellito) coloca em ação um golpe de estado. Na sua fuga, o jovem recebe de seu mentor a trompa mágica, que é utilizada para chamar os reis e rainhas da Era de Ouro de Nárnia: Pedro, Susana, Edmundo e Lúcia.

Para os quatro Pevensie, apenas um ano se passou e Londres ainda sofre com a Segunda Guerra Mundial e eles com saudade dos seus dias de realeza. Mas em um novo passe de mágica, a estação de metrô onde estavam se transforma na Nárnia que eles ajudaram a salvar na sua aventura anterior. Muita coisa, porém, mudou por lá. Entre a sua primeira passagem por aquela terra mágica e essa foram 1300 anos narnianos, o suficiente para que os cenários que eles conheceram tenham virado ruínas e as criaturas falantes quase entrado em extinção.

Embora obviamente use elementos do primeiro filme, Príncipe Cáspian quase funciona como uma história independente. Muito em conseqüência da enorme própria passagem de tempo, que realmente deixa pouco além de lembranças do que vimos anteriormente. E, verdade seja dita, isso é bom, pois dá à série um certo frescor e, como já foi destacado, diminui os holofotes jogados em cima dos atores que fazem os Pevensie, que continuam duros em seus papeís. O melhorzinho é o mais velho, William Moseley, o Pedro, que no início da trama tem uma disputa com Cáspian pela liderança do grupo que vai invadir o castelo e tirar do trono o tirano Miraz, autoproclamado novo Rei.

As batalhas, aliás, são mais uma vez um dos destaques positivos do projeto, ao lado dos animais. Na primeira delas, a invasão ao castelo, há toda uma estratégia envolvida, coisa digna dos bons filmes de espionagem. A outra, o clímax, é mais grandiosa, e mostra outro bom diferencial em relação ao seu antecessor: é bem menos parecida com outras adaptações de livros para o cinema.

Mas apesar de todas essas melhorias, existe algo na série que ainda não convence. Difícil dizer o que é, mas a impressão não é só minha. Ao contrário de outras grandes franquias que só vêem seus cofres cada vez mais cheios, o público que foi ver Príncipe Cáspian na sua estréia nos cinemas norte-americanos conseguiu ser inferior aos que se deslocaram para a abertura de O Leão, a Feiticeira e o Guarda-Roupa (56 milhões de dólares contra 65, se você quiser números). E assim o Reino de Nárnia continua sendo a Mônaco do cinema. É rica. É bonita. Mas a maior parte do tempo ninguém está nem aí para ela, com a única exceção sendo o fim de semana do grande prêmio de Fórmula 1 ou, no caso do filme, do fim de semana da estréia.

Assista a clipes do filme



Galeria de vídeos

Publicidade

Comentários (6)

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar.
Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

sem avatar Rômulo (05/09/2012 12:05:34)   10 0
Roteiro do filme está centrado 6 reis. O Princípe Caspian que revendica seu reino por direito na linha de sucessão, seu tio ambicioso que tornar rei de qualquer jeito e por isso usa metódo nada convencional e por último os 4 irmãos reis que volta a terra média para liderar um exército de criaturas mitológicas.



Kevin Kevin (27/02/2011 00:02:52)   95 -2
Lixo, o 1° foi 1000x melhor que esse lixo



Matheus Matheus (02/01/2011 21:38:17)   33 0
Não querendo ser o dono da verdade, mas acho que sei o que falta no filme: Emoção, mais desenvolvimento de personagem(dizem que são adultos mais não agem como tal), e um pouco de ousadia, mudança. Ele tem um ar meio falso, mais eu gosto dele mesmo que um pouco... Falta mais escuridão, mesmo os maus não impressionam, e parece que os personagens nunca correm perigo, é como um episódio de pokemon mais aqui é um filme e não funciona tão bem.



sem avatar Mikhael (24/11/2010 12:30:01)   -42 -1
O forlani tá se contradizendo nessa critica:o filme está mais curto[1 minuto a menos?].pena que não se possa dizer o mesmo da duração?''Hã?E as lutas empolgam?Se as lutas desse filme empolgarem alguém tenho certeza que sera um alejado,aguardando o terceiro na qual vai ter um tal de primo choramingando,alguns irmãos presos na terra,descobrindo um leão criador de narnia,na maior aventura de todas em 3-D!HAHAHAHA!Eles vão se ferrar!a lúcia e o Edimundo!HAHAHAHA!Spoiler atrás!



Dalton Dalton (23/07/2010 06:35:16)   326 -1
po forlani que critica ruim , eu sei ki vc pode fazer melhor ! vc disse que o filme nao enpolga ! entao oke enpolga pra vc ? akela droga do harry potter 6 ? que nao enpolga nem uma criança de 5 anos ? um filme sem açao ! + como e harry potter e sempre 4 ovos nao importa ! eu gosto muito do seu jeito de pensar nas suas criticas + nessa 3 ovos foi desmerecido !




Omeletop : cinema

Cinema

Os filmes em cartaz, a programação das salas de cinema, bilheterias, trailers, criticas de filmes, cartazes, entrevistas com astros e as novidades de Hollywood.

Séries e TV

As séries de televisão dos EUA, minisséries, os destaques da TV e as novidades na programação.

Música

Os shows que vem por aí no Brasil, os lançamentos musicais, novos álbuns e música grátis para download.

Games

Os novos games, críticas de jogos, trailers, imagens e mais novidades do mundo dos videogames.

Quadrinhos

As novidades das histórias em quadrinhos no Brasil e no mundo, previews de HQs e críticas de lançamentos nas bancas e livrarias.