Assista Agora

Até que a Sorte nos Separe 2 | Crítica

Continuação da comédia com Leandro Hassum estreia em 734 salas para bater recorde de público de De Pernas pro Ar 2

Natália Bridi
26 de Dezembro de 2013

Até que a Sorte nos Separe 2

Até que a Sorte nos Separe 2

Brasil , 2013 - 102 min
Comédia

Direção:
Roberto Santucci

Roteiro:
Paulo Cursino, Chico Soares

Elenco:
Leandro Hassum, Camila Morgado, Aílton Graça, Kiko Mascarenhas, Berta Loran, Arlete Salles, Charles Paraventii, Anderson Silva, Jerry Lewis

Regular
sorte
sorte

O que define a qualidade da piada é o riso. Gosto e bagagem cultural são as variáveis dessa regra. O engraçado para alguns é a tortura de outros e essa é a única explicação para a existência de Até que a Sorte nos Separe 2.

Mesmo sofrendo nas mãos dos críticos, o filme original, estrelado por Leandro Hassum em 2012, atraiu mais de 3 milhões de pessoas aos cinemas, conquistando a sexta posição no ranking dos maiores filmes nacionais. Logo, aos olhos do público, o longa de Roberto Santucci (também responsável pela franquia De Pernas pro Ar) é uma das melhores comédias brasileiras, entre tantas que dominam o mercado local.

Conhecido por humorísticos da Rede Globo, Hassum encarna mais uma vez o bobo alegre Tino, um Homer Simpson tupiniquim que conta com a sorte para superar decisões estúpidas - como as que o levaram a perder todo o dinheiro ganho na loteria no primeiro filme. A sequência encontra Tino e Cia. mais uma vez na pobreza, com o patriarca sentado em uma poltrona, esperando que as contas se paguem sozinhas. Em outra manobra do destino, a família recebe R$ 50 milhões de herança e parte para Las Vegas para atender o último pedido do tio Olavinho: ter suas cinzas despejadas no Grand Canyon.

Daí seguem “muitas confusões”, com Tino espalhando sua imbecilidade por mesas de pôquer frequentadas por sósias de personalidades como Oprah e Johnny Depp. As piadas que saem da boca de Hassum são sempre superficiais, baseadas apenas em estereótipos e preconceitos - ou ele faz referência a sua forma arredondada ou pede um pastel para a recepcionista asiática (que ele logo presume ser japonesa), por exemplo. Para humanizar o personagem, o roteiro de Paulo Cursino e Chico Soares preenche as lacunas com momentos emocionais, prontamente acompanhados por uma trilha sentimental, onde o egoísta Tino demonstra seu constante arrependimento à mulher e aos filhos.

Camila Morgado, que entrou no elenco para substituir Danielle Winits (não liberada para as filmagens pela Globo) é quem cria um contraste interessante com a figura estridente de Hassum. A atriz, conhecida por papéis mais sérios, consegue encarnar bem a perua Jane e até faz graça com a sua célebre interpretação de Olga Benário. A tentativa de fazer piada com a troca da atriz principal, porém, se perde em um prólogo didático, que revela a imagem de Morgado minutos antes de brincar com a ideia de que a personagem sofreu tanto de um filme para o outro que “virou uma nova mulher”.

Seguindo uma tradição das comédias brasileiras, Até que a Sorte nos Separe 2 conta também com diversas participações especiais. Porém, ainda que tenha Anderson Silva no seu time de celebridades, o destaque está no respeito dado a veteranos como Jerry Lewis e Berta Loran (a Manoela D'Além-Mar de Escolinha do Professor Raimundo). Os dois comediantes, ambos com 87 anos, dominam a cena nas suas breves aparições e mostram a dignidade cômica que falta a Hassum.O humor não precisa ser simplório para ser acessível.

 

  • Até que a Sorte Nos Separe 2 | Trailer
  • Até que a Sorte Nos Separe 2 | Cinemas e horários
  •  



    Publicidade

    Comentários (48)

    O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar.
    Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

    Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

    sem avatar Rômulo (26/01/2014 15:28:10)   10 0
    Leandro Hassum fez na outras vezes repetiu os seus personagens do programa de televisão da emissora globo. Este personagem já é velho conhecido do público com piada gritando alto e sua caricatura.



    sem avatar Adamilton (26/01/2014 10:19:20)   2 0
    como alguem consegue rir desse leandro hassum?



    sem avatar Cláudio (11/01/2014 20:28:44)   2 0
    O filme é muito ruim, não consegui rir em nem se quer um momento. Aquela de colocar o perseguidor mexicano foi péssima e olha que eu achei o primeiro perfeito.



    Maldi♱☯ Kakar☯♱♱☯ Maldi♱☯ Kakar☯♱♱☯ (09/01/2014 18:59:28)   1262 0
    GERALMENTE ODEIO FILME NACIONAL.

    O GÊNERO SOFRE UM ENORME PRECONCEITO POR CAUSA DE DÉCADAS DE FILMES RUINS Q SE APOIAVAM EM PUTARIA, MAS TENHO Q DAR O BRAÇO A TORCER. O 1o FILME É ÓTIMO NO Q SE PROPÕE: SER UMA COMÉDIA. O HUMOR É HILÁRIO SEM FICAR APELANDO P/ ESCATOLOGIA OU PORNOGRAFIA.

    A ÚNICA CENA Q FICOU AQUÉM FOI O JOGO D TÊNIS C/ OSCAR NIEME...OPS TIO OLAVINHO.

    FILME ÓTIMO. A CENA DE TINO C/ A MOÇA DO AEROPORTO É DIGNA DE JIM CARREY.

    CONFIO PLENAMENTE NO POTENCIAL DA SÉRIE APESAR D INFELIZMENTE TER FICADO CHATEADO C/ A SAÍDA D DANIELE. ELES PODERIAM TER ENCONTRADO UMA ATRIZ MAIS SEMELHANTE FISICAMENTE.



    sem avatar Gabriel (07/01/2014 20:33:30)   -2 0
    Como sou ator, tenho um pouco de senso crítico. Então sites deram críticas negativas ao filme, certas coisas eu concordo, tipo, o humor é muito Global(Rede Globo)e isso faz um certo desconforto vi a tona ao assistir pois é um humor fraco, repetitivo mas engraçado! e o filme é muito parecido com o 1° isso torna o filme cansativo e não surpreendedor ! :) Tal me tirou ótimas gargalhadas !



    Cesar DS9 Cesar DS9 (03/01/2014 14:08:07)   814 0
    Essas comédias brasileiras estão no mesmo nível daquelas do Martin Lawrence ou do Rob Schneider...passo a léguas de distância disso, mas não é surpresa nenhuma esse tipo de filme fazer sucesso no país porque o brasileiro, de uma maneira geral, É VICIADO EM REDE GLOBO.

    Esses filmes fazem sucesso porque são familiares...porque tem aquele "ídolo" que passa aos domingos a tarde...na novela...

    e infelizmente isso não dá sinais de mudança.






    Faake Faake (02/01/2014 23:29:09)   183 0
    Não sei por quê eu ainda insisto em assistir a filmes nacionais... O primeiro até que foi legalzinho, mas esse 2 é uma completa bomba! Que gordo chato!

    Humor típico de zorra total, fiquei até constrangido certas horas de tão ridículo que foi o filme.

    Por essas e outras que vemos que o cinema brasileiro NUNCA vai chegar aos pés de outros países, com exceção é claro, de pouquíssimos filmes nacionais excelentes (Tropa de Elite, Cidade de Deus, etc...).


    Alan Alan (07/01/2014 17:56:08)   2 0
    Vê-se aí um grande conhecedor do cinema brasileiro...


    sem avatar Nilton (02/01/2014 09:12:23)   102 1
    Sinceramente. Esse filme não é menos que quase 80% das comédias americanas que vem ao Brasil, porém parece que ser brasileira leva a criticas mais pesadas. Comparativamente, eu lembro que agora os elogiados Tropa de Elite e 2 Coelhos quando foram lançados foram criticados por adaptar filmes de ação e meia boca, na maioria dos comentários. Comédia é ímpar, seu tipo de humor pode ser o mais indireto, sutil, ou o mais escancarado.
    Mas fecho as críticas desmedidas demais sempre que se trata de um filme brasileiro, como se esperasse a revolução do cinema surgindo do nada.



    Tarcisio Tarcisio (29/12/2013 19:08:58)   19 0
    Poderiam ter gasto este orçamento na série 3%.



    sem avatar Marcio (28/12/2013 20:14:33)   3 0
    O filme tem alguns acertos, o melhor foi ter trocado a Danielle Winits por uma atriz. Hassum, peca pelo excesso, como dito, é um de Homer Simpson, só que histérico. Cinema não é teatro, não precisa gritar. O roteiro tem muitos furos, e situações inverossímeis, como por exemplo: Hassum sendo perseguido pela máfia mexicana,que quer matá-lo, mas, mesmo assim, tem tempo para se vestir de galinha ou fazer piadinhas "originais" de peido. E o que dizer da palavra "chochonho"? que é dita mais vezes do que "fuck" em os bons companheiros!, isso irrita o espectador profundamente.Algumas piadas funcionaram para mim, porque sou do Rio,o filme faz muitas referências de lugares bregas do subúrbio carioca, as pessoas de outros Estado não entenderão. Hassum continua na sua tentativa de ser o finado Chris Farley, só que menos cheirado e engraçado.


    Guilherme Santos Guilherme Santos (29/12/2013 14:04:31)   7 1
    Concordo com vc , o filme não é tão ruim como parece

    Anselmo Luiz    Anselmo Luiz (02/01/2014 23:43:59)   100 1
    "O melhor foi ter trocado a Danielle Winits por uma atriz"!
    Ganhou meu respeito com essa frase.

    sem avatar Marcelo (04/01/2014 20:30:19)   95 0
    O amigo precisa definir melhor seu conceito de brega. Eu não encararia o Norte Shopping como um lugar brega. Não é nenhum Barra Shopping ou Rio Sul, mas brega, jamais. Nem a Tijuca eu considero um lugar brega! O filme junta a Tijuca com o Norte Shopping e os outros lugares da Zona Norte citados.


    Publicidade
    sem avatar Marco A (28/12/2013 20:09:55)   708 0
    Filmes nacionais são geralmente ruins, Tropas de Elite e 2 Coelhos, são exceções. Há muita merda, inclusive merdas premiadas.

    Mas o que importa é dinheiro, enquanto filmes como este, derem grana, conformem-se!


    Alan Alan (07/01/2014 18:10:34)   2 0
    Não defendo o filme. Pelo contrário... Só não entendo como pessoas generalizam e jogam a bola da incapacidade e de práticas do mercado mundial pro Brasil... Não temos escola, não temos infra, não temos público. E enquanto não houver isso, essa e outras "merdas" existirão.


    sem avatar Dimitri (28/12/2013 12:53:55)   -51 -1
    O que o Jerry Lewis está fazendo nesse filme??????


    gilberto gilberto (28/12/2013 17:22:46)   110 0
    pagando mico nesse monte de merda.


    sem avatar pedro (27/12/2013 22:08:20)   1 1
    esse ator é horrivel, sofrivel, muito ruim, não consegui encontrar palavra pior do que sofrivel, esse filme é ruim de mais e olha que eu nem vi nem 1 muito menos o 2. antecipação minha em julgar? concerteza não pois vi os trailers e sei que o humor é a cara de zorra total, ou seja lixo de esgoto!


    gilberto gilberto (28/12/2013 17:22:17)   110 1
    falou tudo.cinema comercial no BRASIL rede globo no cinema. lixo impossível de reciclar.

    Bruno Bruno (02/01/2014 12:09:43)   101 1
    O cara não é ator, é comediante. Vocês precisam entender que o público alvo desse filme não é esse aqui. Pode ser que alguns gostem, mas são minoria. É como querer colocar o povão para ver cidadão kane. Vão falar que é um cocô! E ai quem esta com a razão?

    Como diria o velho ditado "gosto é igual á ** cada um tem o seu"


    Rubens Rubens (27/12/2013 17:21:03)   48 0
    O Leandro Hassum é um ótimo comediante, mas a globo consegue estragá-lo na telinha e na telona. A globo consegue estragar qualquer um.


    sem avatar Fernando (28/12/2013 11:25:51)   261 1
    Tu ve esses atores no teatro, sem ter que fazer o que o patrão quer, eles são excelentes, tem liberdade e maturidade, ja na tv e nesses filmes parecem engessados.

    gilberto gilberto (28/12/2013 17:21:11)   110 1
    esses caras da globo só fazem caretas e gritam sem parar. isso é humor? coisa sem graça.lixo puro.

    Pedro Jungbluth Pedro Jungbluth (29/12/2013 10:04:16)   332 0
    Concordo, ver stand up dele é bom. Mas não é nada sensacional também.


    sem avatar RAPHAEL (27/12/2013 00:23:27)   -3 -1
    Acho preconceito , pseudo-intelectuais que acham graça nos filmes do Woody Allen e nao podem rir do Leandro Hassun , as comédias brasileiras sao uma porcaria no geral , mas gosto de comédias como Apertem os Cintos , Top Secret , Peter Sellers na pantera , nao estou comparando , mas consigo rir sim do Leandro Hassun , por ser um cara engraçado e ponto , nao estou julgando ele como ator , achava graça do chaves e o Roberto Bolanos é um pessimo ator


    Pedro Jungbluth Pedro Jungbluth (27/12/2013 09:23:14)   332 1
    Eu gosto do Leandro Hassum, acho que o trabalho dele em shows pelo país é ótimo, apenas nesse filme que ficou meio sem graça, é só um personagem tropeçando o filme inteiro e não tem roteiro, não tem piada propriamente dita, da parte dele.

    These aren't the droids These aren't the droids (27/12/2013 16:50:03)   97 0
    Respondo a sua frase "pseudo-intelectuais que acham graça nos filmes do Woody Allen" com algo da própria crítica:

    "O que define a qualidade da piada é o riso. Gosto e bagagem cultural são as variáveis dessa regra."

    Peter Sellers se revirou no túmulo ao ter seu nome colocado na mesma frase que "Leandro Hassun".

    Pior que essas comédias dele só o "engraçadíssimo" Danilo Gentili.


    Boca de Sapato Boca de Sapato (27/12/2013 00:15:50)   -11 0
    Cine Holiudy ganha 1 ovo , Até que a sorte nos separe 2 ganha 2 ovos , esse Omelete é uma piada kkkkkkkkkkkkk.



    Andrey Andrey (26/12/2013 23:21:59)   334 1
    Onde você foi se meter Jerry Lewis.



    Madeira Madeira (26/12/2013 23:09:25)   199 2
    Me desculpe quem gostou (será que isso é possível??), mas o primeiro filme (se é que podemos chamar assim) é simplesmente horrível. Hassum é uma mistura malfeita de Didi Mocó com o Barney (o dinossauro) e Carlos Alberto e sua Praça é Nossa. Sua atuação é deprimente, suas piadas sem graça e suas "caras e bocas" fariam vergonha a qualquer comediante iniciante. Aliás, acho que o grande problema do filme é exatamente ele, eu realmente não sei como o filme termina pois não aguentei esperar até acabar.



    Yuri Yuri (26/12/2013 22:53:50)   84 0
    o primeiro filme é sofrível... mas pelo jeito fez sucesso. isso reflete bem como é avaliação brasileira...



    Guns'n Guns'n (26/12/2013 22:48:26)   895 0
    sinceramente, o primeiro me arrancou algumas risadas e só, nao achei essas coisas todas, e nao to nem um pouco ansioso pra ver esse...



    Publicidade
    Pedro Jungbluth Pedro Jungbluth (26/12/2013 22:32:33)   332 1
    Bem, até o sujeito mais sofisticado ri de piada escatológica. Então sem julgamentos.

    O primeiro eu fui no cinema e não tinha mais ingresso para nenhum outro filme, e acabei indo ver, apesar de ser o tipo de filme que eu não curto muito.
    O fato é que todo mundo no cinema deu risada sem parar o filme inteiro, independente de bagagem cultural ou posicionamento do humor.

    Não sei se veria de novo ou se verei a continuação, mas que foram bons momentos no cinema foram.


    Pedro Jungbluth Pedro Jungbluth (26/12/2013 22:35:58)   332 1
    Mas vou deixar bem claro, o desempenho do Hassum é péssimo.


    Denis Denis (26/12/2013 21:32:30)   1205 1
    Este cara já me irrita em 2 minutos de trailer, imagina em um filme de 1:40.



    ednaldo ednaldo (26/12/2013 20:59:51)   -36 1
    As pessoas que conseguem assistir a um filme desses são as mesmas que assistem uma hora e meia de um capítulo de novela sem piscar os olhos... mas quando sentam pra assistir um filme como As Pontes de Madison desistem logo e ainda falam: "Porra, esse filme é só conversa???"...


    sem avatar RAPHAEL (27/12/2013 00:25:32)   -3 0
    Nao generalize , nao vejo novela , assisti as Pontes de Madison e gostei , acho Leandro Hassun engraçado , vc provavelmente ve aqueles videos do porta dos fundos e acha graça , eu particularmente consigo rir de uma outra piada


    André Filipe André Filipe (26/12/2013 20:43:20)   1148 0
    sei la,talvez seja o unico,mais não acho tanta graça em ver um gordinho cair e fazer besteira toda hora...

    PASSO...



    Stuart Stuart (26/12/2013 20:38:30)   997 1
    A questão:Não é pq uma coisa faz sucesso q será boa, a gente já tá cansado disso, Zorra Total é horrível mas ninguém nega q faz um sucesso enorme.

    As pessoas vão no cinema ver esses filmes por causa dos comediantes,pra rir de qualquer coisa q aconteça como se fosse a coisa mais engraçada do mundo,eu não vou negar q Leandro hassum é um bom comediante,ele manda muito bem no teatro e a dublagem dele pra Meu Malvado favorito foi hilária,mas o filme original era mal dirigido,mal produzido e mal escrito,não tenho motivo nenhum pra ajudar a bilheteria desse aqui.



    Victor Victor (26/12/2013 20:33:34)   896 0
    Leandro Hassum me faz ter vontade de chorar...



    Daniel Daniel (26/12/2013 20:22:00)   321 2
    Ansiosíssimo para que o lançamento do próximo filme de Jerry Lewis aconteça o mais breve possível, pois ele não merece essa obra como último filme da sua carreira...



    sem avatar Lucas (26/12/2013 20:09:06)   70 1
    Caraca, essa foi a crítica com a melhor nota que eu já vi do filme!
    Uma lastima saber que o povo brasileiro vai aos montes no cinema ver um filme desses. Mais engraçado que isso só ver que este filme teve a mesma nota dos bons Ender's Game e A Vida Secreta de Walter Mitty aqui no Omelete (graças ao nosso querido Hessel).

    Enfim, foi-se o tempo que eu usava as críticas do Omelete pra me basear no que ver durante o fim de semana...
    Ver Ender's Game ficando com a mesma nota que 'isso', por mais que sejam críticas de pessoas diferente, chega a ser um absurdo.

    Boa sorte ai pra quem vai aos cinemas conferir este filme!
    Valorizo muito o nosso cinema, mas somente os filmes bons, não essas comédias dignas de Zorra Total.


    sem avatar francisco carlos (26/12/2013 21:27:41)   528 1
    Ainda não assisti o Jogo do Exterminador, mas os comentários aqui, de quem viu, são bem positivos.


    sem avatar Denis (27/12/2013 15:33:10)   0 0
    Achei o Ender's Game um baita "Sessão da Tarde" disfarçado de Blockbuster.
    E ainda tem aquele final surreal, impossível de acreditar. Corajoso, mas não convence.

    O Leandro Hassum é aquele tipo de humor que enjoa antes do filme acabar. O Humor dele é bem democrático, mas exige que você desligue o cérebro antes de assistir.


    sem avatar Marcos (26/12/2013 20:05:56)   539 1
    "Danielle Winits (não liberada para as filmagens pela Globo)"
    Caraca! Isso é que é controle da vida do artista.




    Omeletop : cinema

    Cinema

    Os filmes em cartaz, a programação das salas de cinema, bilheterias, trailers, criticas de filmes, cartazes, entrevistas com astros e as novidades de Hollywood.

    Séries e TV

    As séries de televisão dos EUA, minisséries, os destaques da TV e as novidades na programação.

    Música

    Os shows que vem por aí no Brasil, os lançamentos musicais, novos álbuns e música grátis para download.

    Games

    Os novos games, críticas de jogos, trailers, imagens e mais novidades do mundo dos videogames.

    Quadrinhos

    As novidades das histórias em quadrinhos no Brasil e no mundo, previews de HQs e críticas de lançamentos nas bancas e livrarias.