Crítica: Dupla Implacável

Filme de ação esquece do roteiro

Marcelo Forlani
08 de Abril de 2010

Dupla Implacável

Dupla Implacável

From Paris with Love
França , 2010 - 92 min.
Ação / Aventura

Direção:
Pierre Morel

Roteiro:
Luc Besson e Adi Hasak

Elenco:
John Travolta, Jonathan Rhys Meyers, Kasia Smutniak, Richard Durden, Amber Rose Revah,

Regular
Dupla Implacável
Dupla Implacável
Dupla Implacável

O estereótipo do cinema francês é aquele "cabeçudo", que termina em uma cena seca, dando até a impressão que acabou o dinheiro ou a ideia do que fazer a seguir. E daí temos Luc Besson, o mais hollywoodiano dos cineastas franceses - e isso não é demérito algum. Besson pegou uma indústria solidificada (a França tem um dos maiores números de cinema per capita do mundo e é um dos grandes produtores da sétima artes) e usou isso a seu favor, criando filmes em inglês de ação e com um visual bastante chamativo nos cenários e nos movimentos de câmera. O cinema noir e a nouvelle vague eram história. Era a hora do Cinéma du look, em que o visual prevalecia sobre a história. O rótulo, cunhado pela publicação Revue du Cinéma, obviamente não agradou Besson, mas lhe cai como uma luva e pode ser mais uma vez comprovado em Dupla Implacável (From Paris With Love), novo filme inspirado em um argumento seu e que ele produz.

Passado em Paris, o longa começa apresentando James Reece (Jonathan Rhys Meyers) um funcionário CDF da embaixada estadunidense que sonha em ser um agente secreto. Fora do prédio oficial do governo, ele recebe ordens de uma voz misteriosa que o coloca para fazer trabalhos menores - como trocar a placa de um carro que será usado em uma missão - e vive lhe prometendo uma promoção. Seu último teste, diz a voz, é ir até o aeroporto pegar Charlie Wax (John Travolta), agente falastrão que começa a causar confusões assim que pisa em solo francês e só sai dali depois que Reece usa seus poderes de diplomata.

A primeira parada dos dois é um restaurante chinês, que em poucos minutos está todo destruído em uma violenta troca de tiros entre Wax e o staff do lugar, fachada para o tráfico de cocaína. É o início da aventura dos dois pelo submundo parisiense, os banlieus cheios de imigrantes que pouco se vê nos normalmente glamourosos filmes sobre a Cidade Luz. Para ligar as gangues chinesas a terroristas árabes que querem explodir uma comissão americana prestes a desembarcar no país bastam mais algumas dúzias de tiros, um punhado de correria e uma generosa porção de explosões. O resto é mais tiros, correrias e explosões. Ah e uma reviravolta, lógico!

A fórmula é essa e Besson não tem vergonha de repeti-la, abusando da adrenalina para deixar o público tonto enquanto a trama vagarosamente é deixada de lado. Porém, na tentativa de criar uma dupla carismática e assim ter em mãos uma franquia do tipo Máquina Mortífera, pouca coisa podia dar mais errado. Há apenas uma boa piada (referência mais do que óbvia a Pulp Fiction) e sobram problemas às atuações. Rhys Meyers, que se sai bem no estilo galã e não faz feio nas cenas de ação, escorrega quando tem que ser o nerd desengonçado e seguidor das regras. E o Wax interpretado por Travolta é tão exageradamente cheio de si que acaba enchendo é outra coisa.

Melhor sorte ao diretor Pierre Morel, que depois do inesperado sucesso de Busca Implacável (Taken) tem em suas mãos a árdua tarefa de refilmar Duna. Aqui, o Cinéma du Look de Besson vai ter que mostrar também um pouco de conteúdo.

Saiba onde o filme está passando



Vídeos relacionados

Publicidade

Comentários (13)

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar.
Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Davidson Davidson (28/10/2010 23:13:01)   -5 0
Eu gosto cada vez menos desses filmes de ação preguiçosos.
Vejam uma cena de ação em câmera lenta e verão que OU vemos um dublê batendo em alguém OU vemos o rosto de Travolta.
A única ação que se tem é da sala de edição.
Do mais é igual ao "Busca implável".

Mais em: http://resenhafilme.blogspot.com/



edgar edgar (01/05/2010 19:12:01)   150 0
pra min tem muita ação e pouco roteiro as piadas que eles TENTAM parecer engraçadas são uma merda na sessão que eu fui as pessoas sairon na metade do filme é eu n fui diferente vasei.
A sala esvaziou na metade do filme!.



sem avatar Eduardo (14/04/2010 00:35:39)   2 1
Davi Macedo e qualquer outro que se acha esperto demais... vai estudar antes de postar asneira.

Código Penal

Art. 180 - Adquirir, receber, transportar, conduzir ou ocultar, em proveito próprio ou alheio, coisa que sabe ser produto de crime, ou influir para que terceiro, de boa-fé, a adquira, receba ou oculte: (Redação dada pela Lei nº 9.426, de 1996)

Pena - reclusão, de um a quatro anos, e multa

Vc não vai responder por pirataria... vc vai responder por receptação... então para de querer ser o gostoso e ficar postando asneira sem saber do que estáfaando. Infantil.



Jonathan Jonathan (31/01/2013 18:34:45)   316 0
Certeiro.


Dark Dark (13/04/2010 01:48:43)   0 0
...aproveitando que um gosta de baixar e o outro é o Mr. certinho , um baixa e o outro compra a Playboy desse mês , e vão descascar uma e parar de encher o saco...



...qunato ao filme vi hj e é o que se espera quando se vê o nome Luc Besson nos créditos



David Macedo David Macedo (10/04/2010 01:28:34)   34 0
Renan, você está totalmente certo, é que man, como falei, o cara só fala isso, todo comentário que ele posta é sobre isso, respondo porque me irrita, mas agora parei, você tá certo, to enchendo o saco, desculpa ae.



RG Filmes Inc. RG Filmes Inc. (09/04/2010 16:25:08)   -4 0
agora querem justificar a pirataria não houve fim lucrativo logico que houve voce esta adiquirindo sem pagar isso e e lucro meu amigo sinto dizer isso a voces.



Renan Pacheco Renan Pacheco (09/04/2010 14:16:12)   -1 0
Eu já assisti, é um bom filme pra quem quer ver algo despretensioso, se você ler a critica antes já sabe o que esperar, mas talvez não vale o ingresso do cinema e sim um aluguel em DVD depois.

(Esse RG e esse David Macedo já torrou o saco, vai...)



David Macedo David Macedo (09/04/2010 04:06:01)   34 0
RG: pesquisa um pouco por favor, porque se você fizesse isso saberia que de acordo com o artigo 184, parágrafos 1, 2 e 3, é bem especificado que deve haver o intuito de lucro (direto ou indireto) para que seja considerado pirataria, ou seja, se o motherfucka baixa ou compra um filme para uso privado ele não tá infringindo lei alguma. Você só fala de pirataria cara, carai, como falei, vou postar isso que escrevi agora toda vez que ver um comentário seu.



sem avatar Pablo Lisandro (09/04/2010 00:38:58)   174 0
Bom, eu comprei o piratex desse filme. Imagem beleza de DVD. :D

Hoje em dia, com o preço do ingresso ás alturas de tão absurdo, eu escolho os filmes que realmente valem a pena em desembolsar uns 20 reais. A escassez de idéias e a tamanha superficialidade de Hollywood me fizeram ver isso. A Origem, por exemplo, esse com certeza vai valer o ingresso que eu vou pagar...




RG Filmes Inc. RG Filmes Inc. (08/04/2010 21:56:40)   -4 0
e a pirataria domina o site as pessoas falam dela como se fosse coisas do dia a dia normal eu teria vergonha de dizer q consumo algo ilegal ne mas cada um cada uum amanha sim verei o filme no cinema com meu ingresso pago.



Publicidade
marcelo marcelo (08/04/2010 20:14:15)   4 0
se vc quiser ver apenas como um filme pipocão como eu ví , até que não faz tão feio , e num momento em que a vida pessoal de travolta está envolta em tragédia , ver que ele tem forças pra continuar trabalhando é inspirador , uma ora ou outra ele acerta de novo . e um roteiro de luc besson meia boca ainda é um roteiro a ser conferido .



Renato Renato (08/04/2010 18:33:37)   0 0
Vi o filme faz 1 semana, para quem quer assistir um filme com uma boa pipoca e querendo ver pancadaria e tiros esse é o filme!! Boa Critica, concordo com os dois ovos.




Omeletop : cinema

Cinema

Os filmes em cartaz, a programação das salas de cinema, bilheterias, trailers, criticas de filmes, cartazes, entrevistas com astros e as novidades de Hollywood.

Séries e TV

As séries de televisão dos EUA, minisséries, os destaques da TV e as novidades na programação.

Música

Os shows que vem por aí no Brasil, os lançamentos musicais, novos álbuns e música grátis para download.

Games

Os novos games, críticas de jogos, trailers, imagens e mais novidades do mundo dos videogames.

Quadrinhos

As novidades das histórias em quadrinhos no Brasil e no mundo, previews de HQs e críticas de lançamentos nas bancas e livrarias.

Advertisement