As Crônicas de Nárnia: A Viagem do Peregrino da Alvorada | Crítica

Terceiro filme da série oferece boa aventura episódica, mas as lições de moral continuam o ponto fraco

Marcelo Hessel
09 de Dezembro de 2010

As Crônicas de Nárnia: A Viagem do Peregrino da Alvorada

As Crônicas de Nárnia: A Viagem do Peregrino da Alvorada

The Chronicles of Narnia: The Voyage of the Dawn Treader
EUA , 2010 - 115 minutos
Aventura / Fantasia

Direção:
Michael Apted

Roteiro:
Christopher Markus, Stephen McFeely, Michael Petroni

Elenco:
Georgie Henley, Skandar Keynes, Ben Barnes, Will Poulter, Gary Sweet, Terry Norris, Bille Brown

Regular
narnia
narnia

Para o leão Aslan, que não esperou o terceiro dia para ressuscitar mas tem autoridade sobre questões de metáfora cristã, o catecismo dos irmãos Pevensie está completo. O que é uma pena, porque a série de filmes As Crônicas de Nárnia, inspirada nos livros de C.S. Lewis, estava começando a engrenar.

Obviamente, como são sete livros e em Hollywood todo eventual sucesso é imediato candidato a ter continuações, o terceiro filme, As Crônicas de Nárnia: A Viagem do Peregrino da Alvorada (The Voyage of the Dawn Treader), não será necessariamente o último. Mas Pedro e Susana, crismados ao final de Príncipe Caspian, não voltam para esta continuação. Edmundo (Skandar Keynes) e Lúcia (Georgie Henley) reassumem o trono dos Pevensie em Nárnia mas também já não são mais crianças.

Ser criança no universo de Lewis é imprescindível - independente da leitura que se faça do seu texto, religiosa ou não - e é isso que torna a série no cinema, em seus melhores momentos até agora, tão fácil de assistir. Não há um senso de jornada, as aventuras são episódicas. Ao chegar em Nárnia, os Pevensie reabrem seu baú de "brinquedos" (espadas, arcos, vestes), reassumem "personagens" (seus postos de realeza) e o encantamento com as criaturas antropomórficas é sempre renovado (desta vez é o primo chato dos irmãos que desacredita os monstros).

É como levar os filhos para a praia, tirá-los do aborrecimento da cidade e construir castelos na areia. Nos filmes, a casa na Inglaterra não é exatamente tediosa, existe a Segunda Guerra Mundial do lado de fora, mas ela só serve de estopim para o arco do protagonista (desta vez é Edmundo, cada vez mais um sósia do Kaká, que briga para não ser tratado como criança). Nisso, todos os filmes da série são parecidos. A vantagem de A Viagem do Peregrino da Alvorada é que o espaço para a aventura episódica é bem maior.

Parte-se, afinal, de uma premissa à moda Julio Verne e Robert Louis Stevenson: existe um mar a ser desbravado e cada ilha reserva surpresas diferentes. O filme então comporta pequenos momentos climáticos do começo ao fim; a irritação com a direção burocrata de Michael Apted se dilui diante dessa diversidade. Existe a ameaça maior e sempre presente da Feiticeira Branca, mas ela não é nenhum Voldemorte. A fumacinha verde que a vilã produz até tem seu charme quando vista com uma cópia 3-D convertida do filme, como foi meu caso.

O único problema é que sempre esse descompromissado faz-de-conta tem que vir acompanhado das lições de moral. De certo modo, é incontornável: qualquer aventura de ilha perdida exige que o herói, num ambiente despojado de alternativas, vença seus próprios limites. Mas a forma como os filmes da série apresentam dilemas é muito amadora, às vezes arbitrária. É como se Lewis e seus adaptadores tivessem a ambição de transformar o material leve que têm à disposição em uma reflexão profunda, valorosa, grave e adulta. Não precisamos de outro Harry Potter, precisamos?

Classificando os três Nárnias, então, num critério de lições/diversão, A Viagem do Peregrino da Alvorada fica com a medalha de prata. Não tem a unidade do segundo, cujo equilíbrio entre os dois pólos é o mais próximo do ideal, mas também não castiga o espectador como o primeiro, que é uma verdadeira palmatória em forma de filme.

Assista a seis cenas do filme
As Crônicas de Nárnia | Horários e cinemas



Publicidade

Comentários (170)

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar.
Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

André Filipe André Filipe (21/08/2013 21:47:30)   1206 -1
Eu nunca li o livro e o filme é fraco,estou dando a opnião de quem nunca leu e nem sabe de nd.

Filme muito parado,chato e cansativo...1 ovo.



sem avatar O (29/10/2012 15:55:33)   151 0
Fui assistir ao filme no cinema e assito frequentemente na tv paga, mesmo o filme não me encher os olhos, como fã de C.S Lewis e de todas as suas obras, é meu dever assistir.

Deixando meu espírito fã de lado, nas próximas linhas irei expor minha opinião sobre o terceiro- e parece que,até 2017, o último - capítulo da saga nas telonas.

O filme começa bem, com boas adaptações aqui e ali, como o sequestro na ilhas solitárias, que ficou bem mais aceptível com o transpor do momento para o andamento do longa. A fotografia e os diálogos até então, agradam, sem falar da significante e notável atuação de Will Pouter, dando vida(literalmente) à Eustáquio- um dos meus personagens prediletos nas crônicas-, o oposto da ridícula, no meu ver, atuação de Ben Barnes como, agora, Rei Caspian.

Uma nota importante é a introdução de "uma ameaça maior" no contexto do filme: a névoa verde- diferentemente do livro em que eles apenas navegam em busca de fidalgos de Telmar-, como visto nos trailers. Sinceramente, a ideia a princípio me pareceu extremamente desncessária e idiota, mas com o passar do filme você percebe que o objetivo orignal- o do livro- não cairia bem nas telas.

O problema real está na condução desta mesma ideia ao decorrer do filme, o roteiro se confundi em relação ao livro, misturando os dois, produzindo o "nada", causando grande desagrado e desentedimento do público que não conhece a obra literária e até mesmo nos que conhecem, assim o roteiro desencadeia em momentos rápidos, situações fragmentadas, além da presente tentativa de encurtar o filme para baratiá-lo ao estúdio.

Se a mudança de estúdio obrigou a abaixar os custos do filme, resultando em péssimos efeitos especiais, com a troca de diretores( saída de Adrew Adamson e entrada de Michael Apted) perdemos o ponto forte da série, presentes nos dois outros filmes- o primeiro filme, no meu ver, é ótimo, no segundo há um declínio,e o terceiro se não igual ao anterior, piora em muitos aspectos-, a valorização do ambiente ao redor, cenas e mais cenas exibindo a maravilhosa paisagem de Nárnia, deslumbrante, aliás.

Méritos à luta final que é interessante, apesar de efeitos porcos e a pressa excesiva dos roteiristas em encerrar o filme. . A volta para casa é explêndida, assim como no livro; belíssima trilha sonora, principalmente nos últimos 50 minutos de filme.

O produto final me agradou, não chega a ser ótimo, nem ruim, fica na casa do "bom". Sobre o próximo filme, Douglas Gresham, enteado de C. S. Lewis e coprodutor da série, disse em uma entrevista que o próximo filme é previsto para 2017 e será uma adaptação da crônica "A Cadeira de Prata", seguindo a ordem de publicação dos livros, mas, infelizmente, sem Will Poulter como Eustáquio.






sem avatar vivian (31/03/2011 10:59:07)   1 1
O EUSTÁQUIO SALVOU O FILME...4 OVOS PRO EUSTÁQUIO.



Kevin Kevin (27/03/2011 03:22:10)   96 1
se, o filme fosse só mais um pouco só um pouco mais adulto ia ser melhor, o filme é lagal.



Walker Walker (21/03/2011 13:53:42)   6 0
Eu, que já li todas as cônicas, e que gosto muito da história achei muito parado então imagine quem nem é fã e nem leu o livro, deve ter sido um saco. Como quem assistiu os outros filmes percebeu, diferentemente das guerras, cenas épicas de batalhas, ação... nesta história não tem nada disso. De qualquer forma era muito importante que fizessem o filme deste conto, pois o seguinte ficaria totalmente sem sentido.



Fabio Fabio (10/03/2011 22:40:58)   0 0
Realmente, a crítica podia ter sido melhor.
O filme foi fraco, mas ainda assim foi melhor que os outros. A atuação do "Eustáquio" até que foi boa, hein! Melhor que das outras crianças nesse e nos outros filmes



Rafael Rafael (02/03/2011 18:58:52)   16 0
Nárnia 4 está a caminho: e o livro será O Sobrinho do Mago!
http://mundonarnia.com/portal/confirmado-fox-e-walden-ja-estao-conversando-sobre-o-sobrinho-do-mago.html



Rafael Rafael (25/01/2011 16:57:41)   16 0
Felipe;
Esse filme não foi o fim da série, pra sua informação. Nárnia conta com mais 4 livros, prontos para serem adaptados. A Fox ainda não se pronunciou oficialmente sobre o destino das Crônicas, mas o filme acabou de alcançar 100 milhões de dólares dos cinemas americanos, tirando a Fox de um jejum, já que o estúdio não ultrapassa essa barreira desde Alvin e os Esquilos 2, ou seja 13 meses. O filme também está com um ótima bilheteria mundial, em vários países já superou até O Leão A feiticeira e o Guarda-Roupa, inclusive no Brasil. Faltam apenas 52 milhões para o filme ultrapassar a bilheteria de Caspian mundialmente. E o filme ainda estréia em Fevereiro no Japão, onde as expectativas são grandes, visto o enorme sucesso do filme na China. Lá, o filme em dois finais de semana, superou a bilheteria dos dois primeiros filmes juntos!
Então, nós fãs temos fé de que o quarto filme vai sair, se Deus quiser.
Por Aslan, e por Nárnia!!!!!!!!!!!!!!!!!!



Felipe Felipe (07/01/2011 13:07:21)   11 0
opa, corrigindo:

Ponto positivo no filme foi o final, achei bem bonito e interessante, mas o restante do filme FOI bem fraquinho.



Felipe Felipe (07/01/2011 12:59:31)   11 1
O filme não é RUIM, mas tbm está bem longe de ser Bom. Gostei de O Leão, a Feiticeira e o Guarda-Roupas, e me surpreendi com Príncipe Caspian, comprei o DVD original dos dois, porém com A viagem do Peregrino da Alvorada o filme sofre uma grande queda na minha opinião, ficou uma coisa meio: "Oh nós aqui outra vez", ou "Na mesam praça, no mesmo banco..." No começo cheguei até a ficar um pouco incomodado no cinema, depois é que dá uma melhoradinha. Mas vale a pena comprar o DVD? Para mim A Viagem do Peregrino da Alvorada fica com medalha de Bronze, sendo a medalha de prata para O Leão, a Feiticeira e o Guarda-Roupas e a de ouro para Príncipe Caspian. Ainda assim, achei um bom encerramento da série, mesmo tendo sido o filme mais fraco. Penso que As Crônicas de Nárnia passou ate que bem pelo cinema e está saindo na hora certa. Na minha opinião não deveriam fazer outro filme da série, melhor não correr o risco de acabar sendo mais fraco que esse último. Ponto positivo no filme foi o final, achei bem bonito e interessante, mas o restante do filme não foi bem fraquinho.



Publicidade
Martins Martins (06/01/2011 00:46:55)   0 0
Eu sou fã do C. S. Lewis por vários motivos, principalmente pelo fato de eu me identificar muito com as ideias dele. Já estou lendo o segundo livro dele, chamado 'Cristianismo Puro e Simples', onde ele expõe sua visão do que é a religião cristã, com uma profundidade que me surpreende, principalmente por ter sido escrito (melhor, narrado) durante a segunda guerra mundial. O outro livro que li foi 'Peso de Glória', em que ele narra sua conversão ao Cristianismo e outras experiências. Na verdade, as 'Crônicas de Nárnia' são uma forma de ele passar essa mesma experiência às crianças, seja nos idos anos 1940, seja em 2011, pois o antropocentrismo, o materialismo e o egoísmo estão tão fortes em nossos dias como estiveram nos anos caóticos produzidos pela guerra e pela loucura de Hitler, Stalin, Churchill, De Gaulle e Roosevelt. Gostei muito do 3º filme e sinto muito pelas pessoas que não conseguem ver com prazer as lições de moral. Isso é um péssimo sinal de degradação moral e social...



Matheus Matheus (02/01/2011 22:00:40)   33 0
É o Hessel disse(escreveu) quase tudo que penso sobre o filme, mas até que eu gostei da trilogia(acho que os cozinheiros não compartilham essa opinião comigo), espero que ela continue até o fim, não gosto de ver algo pela metade, e isso é tamanha verdade que até mesmo crepúsculo o vou terminar de ver :(, vi crepúsculo que não é bom, mais não é tão ruim, vi lua nova que é horrível, e agora tô com medo de terminar de ver, um dia eu ainda baixo e termino a tortura.



sem avatar Viníccios (01/01/2011 11:48:47)   0 0
Bem,eu sou fã da serie,e de todos os filmes,eu também dou a este a medalha de prata.Mas a de ouro não vai para Principe Caspian,vai para o Leão,a Feiticeira e o Guarda-Roupa.

Esta cine-serie ainda tem muito a oferecer,no próximo filme,A Cadeira de Prata,a esposa de Caspian será morta logo quando o filme se iniciar e seu filho será rapitado,deixando a Eustáquio e Jill - a menina que só tem o nome mencionado no final do terceiro filme - com a missão de salvar o filho de Caspian.

A Cadeira de Prata será o segundo filme mais sombrio da serie,nele as duas crianças terão de : Fugir de gigantes e de seus cães,enfrentar uma feiticeira verde ( por isso a névoa verde ) que é rainha do submundo,e escapar deste antes que ele inunde sob suas cabeças.

Peço a todos que não desistam da serie agora,o destino de Nárnia depende de todos nós.



carlos henrique carlos henrique (30/12/2010 17:08:50)   0 0
@Bruce

Se o que interessasse as produtoras, fosse a bilheteria internacional, eles não precisavam lançar nos EUA.Todo mundo esquece que a bilheteria mundial, não vai (boa parte) para o cofre de quem gastou na produção do filme. Tem que se pagar porcetagem de tudo.



carlos henrique carlos henrique (28/12/2010 19:09:43)   0 0
Pra quem me criticou, pois achei a critica condizente com o filme e falei que não faria sucesso, tá ai a prova. Nos EUA a bilheteria nem chegou aos $ 70 milhões, e olha que é o publico alvo. Tenho quase certeza que não será realizado o 4º. Se for realizado provavelmente irá direto para o mercado de Homevideo.



sem avatar Osvaldo (24/12/2010 09:16:24)   2 0
Concordo com esta crítica em todos os seus aspectos (me desculpem os fãs da série).

A narrativa é muito burocrática e os sustos são apenas reforçados pela música em cada cena de ação.

Não há uma continuidade. Há uma mesmice vista em muitos filmes do gênero, que termina com uma ridícula lição de moral.

Mas gosto é gosto....



Jordan Jordan (20/12/2010 15:09:55)   2 0
Gosto dos livros, mas admito que os dois primeiros filmes foram muito fracos, a Disney não serve pra fazer esse tipo de filme.
Mas dar 2 ovos para a viagem do Peregrino da alvorada, que ficou perfeito? ah por favor.
Eu assisti o filme e merecia no minimo 04 ovos, ficou excelente a nivel dos filmes de Harry Potter a adaptação ficou incrivel, recomendo!



thiago thiago (19/12/2010 18:54:38)   -38 0
Tb to estranhando a forma que estam conduzindo as criticas de filme ...
Esta cada vez mais como opinião pessoal sem levar em conta a proposta do filme,não entro em méritos da qualidade do filme ou do números de ovos que levou, que por sinal os defeitos apontados..concordo com quase tudo...mas a pergunta é:
Será que os ´defeitos` não são impostos pelo diretor?
mas a mionha critica é que as justificativas parecem opiniões de blogueiros...



Letícia Letícia (19/12/2010 18:33:16)   123 0
Que tipo de critica é essa? 2 ovos? AA me poupe, tem tanta merda de filme que dão 4 ovos e para esse deram 2? nossaaa, a cada dia me surpreendo mais com as criticas tantos dos próprios, como de pessoas que não entendem muito do assunto.
Nossa o filme é ótimo, as reflexões que eles passaram, digamos, que pra mim foi uma parte muito importante do filme e muitissimo precisa, que foi uma das que mais gostei. Os efeitos são demais, o no fim vc fica (pelo menos eu fiquei) com gostinho de quero maiis! Eu particularmente adorei o filme, e num vejo a hora do meu namorado terminar de ler logo pra me emprestar pra dai eu poder criticar melhor ainda, mas do que eu conheço da história, simplesmente adorei.



Drick Drick (18/12/2010 18:06:56)   2 0
E os efeitos do filme foram PERFEITOS.

Vejam essa matéria antes de criticar:
http://www.mundonarnia.com/portal/descubra-como-foram-produzidos-alguns-efeitos-especiais-de-narnia-3.html

Até o Porto Estreito tinha efeitos especiais.



Publicidade
Drick Drick (18/12/2010 18:05:19)   2 0
Do jeito que foi essa crítica, quero ver o que vão falar do Never Say Never (biografia do Justin Bieber).

Na minha opinião, como fã, o filme foi mto bem adaptado, sem apelar e com uma história belíssima.



sem avatar Paulo Apostolo (18/12/2010 02:02:34)   0 0
o Filme é maravilhoso, apesar de sentir que as tramas foram contadas de forma superficiais.
espero que tenha o próximo.



sem avatar bruxo (17/12/2010 18:28:34)   -73 0
AS CRONICAS DE NADA MAIS UMA VEZ. ATÉ QUANDO SENHOR DOS ANEIS?



victor victor (17/12/2010 12:40:05)   9 0
que critica foi essa?
2 ovos?
por favor concordo com o Saulo completamente. efeitos, atuações e roteiros ótimos e a lição de moral muito boa como sempre, as criticas do omelete estão ficando cada vez mais piores, filmes ruins recebem boas notas e filme bons recebem notas baixas, assim não dá pra confiar mais no omelete pois seguindo a critica de vcs eu ja fui ao cinema ver 3 filmes horriveis.



sem avatar Vanessa (17/12/2010 10:02:51)   0 0
Primeiramente, adorei a "crítica" que o Sr. Saulo fez sobre "a crítica". É, realmente, muito fácil vir aqui, escrever um monte de besteiras, demonstrando não conhecer a verdadeira história. Quanto ao filme, além das excelentes atuações, ótimos efeitos especiais e dinamismo, ainda consegue apresentar, sim, maravilhosas "lições de moral", como quis deixar claro a oposição o digníssimo autor da crítica. O que mais um conto de fadas pode querer apresentar do que aprendizado e lições de moral (além da aventura, é claro)? Creio que essa é a intenção de quase todos eles. Com relação ao livro (que o Sr.Hessel parece não conhecer nem mesmo a CAPA), C.S.Lewis narra com detalhes primorosos e inimagináveis, uma história vibrante e envolvente, ao mesmo tempo que revela grandes verdades de cunho moral, espiritual (ou, como preferir interpretar o leitor). Espero que em sua próxima crítica, principalmente no que diz respeito a um conto infanto-juvenil, o Sr. Hessel lembre-se de se aprofundar no assunto antes de dar seu parecer, e lembre-se, claro, de levar em consideração a quem foi escrita a história e com qual intuito. C.S.Lewis nunca escondeu suas alusões ao universo cristão em seus livros, mas creio que até mesmo um ateu poderia tirar bons proveitos dessa história.



Rodolfo Rodolfo (16/12/2010 19:53:11)   1 1
Essa receita te lembra alguém?

1. Escolha um filme que tenha muitos fãs
2. Leia o artigo da wikipedia sobre o romance
3. Faça comparações sem sentido
4. E comparações pretensamente engraçadas
5. Seja irônico
6. Incite outro grupo de fãs
7. Esconda os aspectos interessantes da história
8. Não mencione as boas interpretações
9. Não fale bosta nenhuma da trilha sonora, da fotografia ou dos efeitos especiais.
10. Termine a crítica falando uma grande besteira.

"É como se Lewis e seus adaptadores tivessem a ambição de transformar o material leve que têm à disposição em uma reflexão profunda, valorosa, grave e adulta"

Não assisti ou li As Crônicas, mas ponho minha mão no fogo, que o material de C. S. Lewis é bem menos "leve" que essa sua tentativa de crítica. Lewis eu sei quem é, mas você, quem é?

Já li boas críticas da sua parte, Hessel, sei que você pode fazer melhor.
Comece superando seus traumas de infância e parando de comparar atores com jogadores de futebol. Aquilo foi muito tosco. auhshuahushuausuhahusuahuhshuauhsuh



Jhonatan Jhonatan (15/12/2010 17:57:44)   -5 0
Desculpe-me, mas isso foi uma "crítica"????? Está mais parecendo um comentário....que por sinal, os comentários estão melhores que a própria crítica. Parece que o Hessel nem foi assitir o filme, baseando sua crítica nos pôsteres e trailers dipsonibilizados aqui mesmo no omelete (o que seria suficiente para fazer uma crítica dessas!). Talvez eu esteja exagerando falando que ele não tenha ido ao cinema, mas se foi deve ter dormido....

Concordo com a Diana quando diz "O slogan do site é "entretenimento levado a sério", pois tristemente não é o que tenho visto por aqui...." Parece que o Omelete está economizando com críticos ao deixar que qualquer um faça "comentários" dos filmes. Acredito que quem tem essa função deve ser comprometido com esta arte, apreciando/"criticando" o trabalho do diretor, produtor, atores e etc. Deve ter consideração e comprometimento com o público (principalmente do site, que pode perder seu publico por causa de uma critica ruim) e fãs do filme a criticar, usando termos plausíveis e adequados ("Sósia do Kaká" e "fumacinha verde", que crítica é essa???).

Após 6 anos acompanhando o Omelete e sua trajetória estou desanpontado...




Diego Diego (15/12/2010 09:24:50)   29 -1
Vi o filme já 3 vezes e cada vez que assisto gosto mais, noto mais detalhes. Quem não viu, tá perdendo.

E o Omelete escorregou legal mesmo nessa "crítica"...



sem avatar Calleb (14/12/2010 23:25:57)   0 0
Omelete vacilou nessa critica. rsrsrsrss, pelo visto muito incoerente.



Cavation Cavation (14/12/2010 16:33:52)   36 0
Eu particularmente como fã adorei o filme. Na minha opinião foi otimo, talvez se fosse um pouco maior o filme poderia ser ainda melhor. Fui na estreia e nao me decepcionei, muito pelo contrario, sai querendo o proximo!

A Critica como ja falaram não é coerente.



Publicidade
Drick Drick (14/12/2010 12:22:06)   2 0
Todos os críticos estão fazendo o mesmo erro: Criticando toda a obra (série), e não só UM filme.



Lucas Lucas (14/12/2010 09:09:51)   6 0
Essa crítica parece com a de Distrito 9 (como já falado aqui): ambos sem coerência e ruins, levando em conta que ambos os filmes forão bons.

Lembro do Distrito 9, dizendo na crítica que o jornal falava o que o personagem ia fazer. Que mentira! Nem fica assim no filme!

Nárnia 4ever!



Dony Dony (14/12/2010 01:54:11)   5 0
Sem falar na incrível participação do Eustáquio, cujo a atuação ficou excelente e realmente convence o espectador de sua mudança. O personagem está avaliado e creditado para assumir como protagonista no próximo filme.

OBS.: Na crítica INTEIRA do Hessel não é nem sequer citado o nome Will Poulter ou Eustáquio. A grande revelação do filme.
Decepcionante!



Dony Dony (14/12/2010 01:46:20)   5 0
Assisti o filme hoje.
Agora posso falar com mais certeza ainda que a crítica do Omelete está totalmente sem coerência e respeito. O filme é espetacular, acho que é o primeiro filme que consegue abordar episódios que funcionem como um todo, claro que tem seus pontos negativos, sou fã, mas não é por isso que vou dizer que o filme é perfeito.
Achei curto para o numero de ilhas que abrange o filme, tornando breves participações dos Tontópodes, da Liliandi e até do próprio Aslan. De início até achei estranho a tal fumaça verde, mas ache que realmente ligou todos os personagens com um dos propósitos do filme, e até podemos fazer uma ligação com o próximo filme (A vilã de A Cadeira de Prata é a Feiticeira Verde).
O filme muda muitas partes do livro e acrescentou outras, mas a essência do livro A Viajem do Peregrino da Alvorada está lá.

Por fim, o final, que achei que seria modificado por abortar explicitamente propósitos religiosos, mas não ficou apelativo nem, digamos, "agressivo" para aqueles não ligados ao Cristianismo.

Espetacular, cativante e emocionante!
O Melhor dos três filmes para mim!



Dony Dony (14/12/2010 00:31:10)   5 0
Agora, só uma coisa: se o Hessel não curti filmes de fantasia, por que colocaram ele para fazer essa crítica?

Taí uma boa pergunta, que tenho certeza de que continuará sem resposta, afinal, nada garante que que fez a crítica vá ler os comentários, pra ele deve ser perda de tempo.



Rafael Rafael (13/12/2010 23:18:28)   16 0
Agora, só uma coisa: se o Hessel não curti filmes de fantasia, por que colocaram ele para fazer essa crítica? Tipo, era lógico que o cara ia massacrar o filme!



Rafael Rafael (13/12/2010 23:14:10)   16 0
Sem contar a nota que dera ao filme. 2 ovos nem Hanna Montana recebeu... É sério, quem assistir o filme, há de discordar dessa crítica. Não é nem de longe o pior filme do mundo. Na minha opinião, é uma fantasia muito mais proveitosa que o badalado Alice No País Das Maravilhas.



Rafael Rafael (13/12/2010 23:11:32)   16 0
Tudo a ver esse Carlos aí!! Tipo, o seu "salvo exceções" foi bastante conveniente com suas palavras. Cara, crítica nada tem a ver com bilheteria. Na verdade, filmes como G.I.Joe e Fúria de Titãs tiveram crítica horríveis, mas muito horríveis, e foram bem na bilheteria, e já tem suas continuações sendo gravadas. Não da pra dizer que o filme é ruim por que a crítica diz assim. E ainda por cima, isso não foi uma crítica ao filme, seu roteiro e seus efeitos especiais. Foi um ataque direto a uma das maiores obras de fantasia já escritas, com milhões de fãs pelo mundo.



Diego Diego (13/12/2010 13:08:04)   29 0
Talvez já tenham lido, Dony, mas se não tiverem faço questão de mandar o link o/



Dony Dony (13/12/2010 12:52:08)   5 0
Será que alguém que trabalha na Fox Brasil já leu essa crítica?
É certo que eles nunca mais mandam nada exclusivo para o Omelete.



Publicidade
Anderson Anderson (13/12/2010 11:14:04)   3 0
Cara, parei no primeiro Nárnia... lembro que na época estavam "vendendo" o filme como uma nova Franquia do Sr. dos Anéis. Decepção total. Filme chato, sem lógica (até para um filme de fantasia).



Diego Diego (13/12/2010 10:27:52)   29 0
@carlos henrique

Só disse m****. Como o Bruce disse, o filme já fez US$ 105 milhões, mané. 24 milhões foram só nos Estados Unidos...
E a questão é que, como 90% dos comentários disseram, isso que o Hessel fez NÃO é uma crítica. Tem informações sobre as atuações? Análise da fotografia, da trilha sonora, dos efeitos? Me diga: tem? Não, né. Então NÃO é uma crítica. Ponto.

É isso que estamos criticando, mesmo quem não é fã de Nárnia.



sem avatar THIAGO (13/12/2010 09:01:15)   0 0
Eu acompanho o OMELETE a uns 6 anos. Algo que tem me deixado desconfortável é o patrocínio de determinados filmes, e a posterior resenha "nota 10". Como exemplo clássico eu cito o medonho TRANFORMERS 1. Quase 95% das críticas ao redor do mundo falaram que este filme foi uma bomba. Quem assistiu e tem um mínimo de noção artística sabe do que estou falando. Mas o filme mereceu uma nota alta do site. A única explicação que encontro é a propaganda que foi realizada aqui. Com este Nárnia acredito que houve muita má vontade na produção da resenha. Talvez, se tivesse ocorrido uma propaganda do filme,a resenha teria sido um pouco melhor.



Rodrigo Rodrigo (13/12/2010 02:11:43)   0 0
Creio faltar aqui, a falta de bom senso de ambos os lados: no Omelete e dos leitores. Os que acompanham o Omelete há tempos - que têm o mínimo de percepção - sabem que o Hessel costuma, além de ser exigente, buscar num cinema para um público tão amplo como no caso de Nárnia, o que ele veria num cinema mais fechado, ouso dizer até "artístico".
Portanto, considero erro do Omelete atribuir ao Hessel a crítica do filme em questão.

Agora, os leitores devem também, manter o bom senso na hora das críticas - ao Hessel. Ora, se vão reclamar, tenham em mente ao menos o que citei sobre o Hessel. Desse modo, não dariam tanto crédito a crítica - e nem tanto comentário reclamando.

Olha, outra alternativa é olhar pelo prisma de que o Hessel quis dar uma de fanfarrão e escreveu a crítica para provocar a gurizada. Mas enfim.
Em suma, não deixa de ser uma crítica ruim.



Tiago Tiago (13/12/2010 01:31:27)   0 0
Hessel,essa sua crítica foi a pior que eu já li em mais de 3 anos navengando em sites de cinema.

A falta de coerência e competencia mandam muitos beijos pra você. Você não falou nada sobre o filme e foi completamente desnecessário ao comparar o skandar com o Kaka. Educação profissional 0 pra vc. Te aconselho a arrumar um outro emprego.



MACHETE MACHETE (13/12/2010 01:19:21)   4 0
pow cara o Hessel não é muito bom em críticas de filme lembram o qui ele fez em distrito 9?



Charleston Charleston (12/12/2010 23:26:45)   0 0
O Junior Capacete comentando jogo do flamengo na Globo não consegue ser tão desleal e imparcial como o Hessel, incrível!!!!



Regis Regis (12/12/2010 19:48:13)   -11 0
O que ta cada vez mais parecido com uma kaká são esses comentários preconceituosos.



Marcelo Marcelo (12/12/2010 18:47:08)   0 0
Vcs tem que entender que critica varia de cada pessoa. depende do gosto individual. Respeito a critica do Hessel, mas não concordo que o segundo seja melhor que o primeiro.
E espero que filmem A Cadeira de Prata. Esse é disparado o melhor dos livros. Na minha opinião!!



sem avatar Diogo (12/12/2010 18:36:05)   0 0
COMEÇO A ACREDITAR QUE OS OVOS DO OMELETE ESTÃO SENDO DADOS AOS FILMES DE MANEIRA CODIFICADA, É NECESSÁRIO DECIFRAR ESSE CÓDIGO: OS OVOS DADOS DEVERÃO SER INVERTIDOS.

POIS BEM, QUANDO SÃO DADOS 4 OVOS, NA REALIDADE O FILME MERECEU APENAS 2 OVOS, COMO MACHETE! E QUANDO SÃO DADOS 2 OVOS, ISSO INDICA QUE O FILME MERECEU 4 OVOS, COMO ESTE.
APESAR DE AINDA NÃO TER ASSISTIDO ESTE NOVO NARNIA, SEGUINDO ESSA LÓGICA, ELE MERECE 4 OVOS.

QUANDO SÃO DADOS 5 OVOS, ISSO INDICA QUE O FILME MERECEU APENAS 1 OVO - COMO SCOTT PILGRIM,
MAS QUANDO SÃO DADOS 3 OVOS, SÃO REALMENTE 3 OVOS.

PORTANTO O ÚNICO CASO EM QUE O NÚMERO DE OVOS DADOS COINCIDE COM OS OVOS QUE O FILME MERECE, SÃO OS 3 OVOS.

ESSA É A LÓGICA DOS OVOS DADOS PELOS OS CRÍTICOS AQUI DA OMELETE.




Omeletop : cinema

Cinema

Os filmes em cartaz, a programação das salas de cinema, bilheterias, trailers, criticas de filmes, cartazes, entrevistas com astros e as novidades de Hollywood.

Séries e TV

As séries de televisão dos EUA, minisséries, os destaques da TV e as novidades na programação.

Música

Os shows que vem por aí no Brasil, os lançamentos musicais, novos álbuns e música grátis para download.

Games

Os novos games, críticas de jogos, trailers, imagens e mais novidades do mundo dos videogames.

Quadrinhos

As novidades das histórias em quadrinhos no Brasil e no mundo, previews de HQs e críticas de lançamentos nas bancas e livrarias.