Assista Agora

O Poder e a Lei | Crítica

Nada como um policial barato para refazer a imagem do macho americano

Marcelo Hessel
26 de Maio de 2011

O Poder e a Lei

O Poder e a Lei

The Lincoln Lawyer
EUA , 2011 - 118 minutos
Policial

Direção:
Brad Furman

Roteiro:
John Romano, Michael Connelly

Elenco:
Matthew McConaughey, Ryan Phillippe, Marisa Tomei, John Leguizamo, William H. Macy, Josh Lucas, Michael Peña, Bryan Cranston, Frances Fisher, Shea Whigham, Margarita Levieva

Ótimo
o poder e a lei
o poder e a lei
o poder e a lei

A bilheteria nos EUA de O Poder e a Lei (The Lincoln Lawyer), US$ 56 milhões ante um custo de US$ 40 milhões, surpreendeu não apenas por se tratar de um lançamento discreto, mas principalmente por apontar o que muita gente acredita ser uma reação do público adulto contra a produção infantilizada de Hollywood.

É difícil dizer se existe de verdade uma tendência de mercado aí, mas o fato é que a adaptação ao cinema do livro Advogado de Porta de Cadeia (publicado pela Editora Record no Brasil), de Michael Connelly, lida com um elemento poderoso nestes tempos de Taylor Lautner sex symbol: a reafirmação do macho americano à moda antiga.

Matthew McConaughey não é Robert Mitchum, mas veste à perfeição esse tipo de papel que pede mais carisma e presença de cena do que talento em si. Ele é Mick Haller, pai de família separado, advogado que circula em Beverly Hills com seu motorista negro em um Ford Lincoln. Vem a ele um playboy (Ryan Phillippe) acusado de espancar uma garota de programa, e Mick aceita conduzir o caso, mesmo incerto da inocência do cliente.

O eterno garoto Phillippe é o contraponto ideal para fazer McConaughey parecer mais maduro, até mesmo mais sábio, com suas olheiras pouco a pouco mais fundas. O diretor Brad Furman não desperdiça planos e trabalha com close-ups o tempo inteiro, até o limite do bom senso. Essa escolha, normalmente discutível, gera para O Poder e a Lei dois dividendos: é um filme em suspense constante por conta desse corpo a corpo; e McConaughey, com suas frases de efeito e seu sotaque carregado, se sai melhor nas conversas ao pé do ouvido.

De nada serviria esse teatro se não fosse o texto de Connelly. Bom personagem de noir, o convencido Mick Haller é passado para trás no jogo que dominava - e como todo filme policial é antes um conto moral, a volta por cima de Mick exige que ele reavalie seus valores. Furman sabe matizar esse arco que já chega pra ele muito bem definido, das noites cor de âmbar em que Mick bebe até cair aos dias ensolarados no parque, com o advogado fazendo um churrasco para a família.

É disso que trata o ideal americano do macho: não importa o seu grau de alcoolismo, contanto que você saiba grelhar um bife para sua prole. No caso de Mick, ele personifica o justiceiro, que zela da varanda por sua família, e também o capitalista liberal, cujos pequenos golpes perdoamos por sua iniciativa agressiva. São dois tipos caros ao imaginário local, e que ao longo de O Poder e a Lei são trabalhados na fronteira da canastrice.

O melhor momento do filme não poderia, portanto, ser outro senão a farsa no tribunal, em que o galã aplica outra camada a essa canastrice (sem detalhes aqui, para não estragar o filme). O Poder e a Lei tem consciência dos signos que está manipulando - os motoqueiros, o promotor coxinha, as mulheres fragilizadas, tudo contribui para elevar o macho alfa - e é difícil imaginar outro ator-objeto servindo a esse propósito no lugar de Matthew McConaughey.

O Poder e a Lei | Cinemas e horários



Publicidade

Comentários (27)

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar.
Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

sem avatar Rafael (06/05/2014 04:26:13)   0 0
Filmaço!! Uma historia fantástica, brilhante, surpreendente. Um suspense que te prende do inicio ao fim. Espero q se concretize logo esse projeto de se tornar uma série ou q venham outros filmes da mesma franquia ou da mesma temática.

Merece não só quatro ou cinco ovos, mas uma bandeja, uma dúzia inteira faz jus a esse filme.



Osnir Osnir (03/11/2011 22:56:55)   -1 0
Excelente filme, superou minhas espectativas. Uma mistura muito bem elaborada de filme policial e suspence que prende a atenção do espectador.
É difícil não simpatizar com o personagem de Matthew McConaughey ,uma vez que ele tem exatamente o perfil cultural do homem brasileiro:trabalhador, pai de família, apaixonado pelos filhos, com um quê de sem vergonha e, infelizmente, com pequenos desvios de caráter tendenciais à picaretagem.
O personagem de Ryan Phillippe é perfeito pois consegue tirar o advogado egocêntrico de sua zona de conforto colocando sua inteligencia e perspicácia em cheque.
A trama se desenrola perfeitamente, sem grandes furos que mereçam ser relatados e com reviravoltas muito interessantes.
Os juristas que assistirem vão amar ou odiar pois esse, como todo filme americano que fala de direito, foge um pouco dos padrões do direito brasileiro, mas nada absurdo que comprometa a diversão. Ao final a sensação que se tem é a de não ter sentido o tempo passar.
Um filme de qualidade que a algum tempo não se vê nesse gênero, indico sem medo de errar.



Victor Victor (20/10/2011 00:53:24)   56 1
Eu tenho ficado com preguiça de ter que logar para fazer comentários aqui no omelete... (Cadê a opção de auto-log??)

Mas este filme mereceu...

São raríssimas as vezes que temos um bom entretenimento, que não subestima nossa inteligência, não exagera na pirotecnia, e se atém a uma história bem contada, por profissionais de alto nível.

Grande filme, recomendo!


Gabriel Gabriel (27/01/2013 20:34:37)   13 0
"Eu tenho ficado com preguiça de ter que logar para fazer comentários aqui no omelete... (Cadê a opção de auto-log??)" [2].

Carambaa, falou exatamente o q eu pensava!! Devia ter um seção de sugestões p eu sugerir isso (mt vhato ter q ir lá no login toda hora) e a avaliação dos ovos dos leitores. Há mt tempo q muita gente pede por isso, o site devia ser mais democrático e ouvir um pouco mais os leitores!

Mas, mudando de assunto, o filme é ótimo msmoo, recomendo! Uma boa dose de suspense


sem avatar Fernando (21/06/2011 00:13:17)   -7 0
O filme é muito bom, mas ao mesmo tempo que eu recomendo, deixou o pessoal que não entende muito da área jurídica confuso. Achei bem interessante e falei mais dele no blog: http://temumcoelhonocinema.blogspot.com/2011/06/o-poder-e-lei.html



George George (28/05/2011 13:24:56)   10 0
Fui ontem ver Se beber, não case 2 e chegando no cinema não tinha mais ingressos para o filme, só tinha horário para este filme, O Poder e a Lei. Nem tinha ouvido falar do filme, mas fui ver e me surprendi totalmente. O filme tem um belíssimo roteiro, despretencioso mas que tem muita tensão e suspense, ótimas atuações (tirando o sotaque meio exagerado do McConaughey), reviravoltas.

Muito bom recomendo a todos. Como muito bem disse o Hessel, dá pra fugir um pouco dessa honda de filmes de super-heróis (não que eu ache ruim) e assistir um filme mais adulto.



Nilsinho Nilsinho (28/05/2011 01:31:59)   7 0
Eu vi o trailer e achei muito interessante, sé que, pelo amor de deus, parem de tirar as conclusões baseados no Hessel, tenham personalidade ou vontade própria! "O Hessel é o capeta, está fazendo lavagem cerebral na cabeça de vocês!" Seus dementes!



sem avatar Marcel (27/05/2011 22:10:38)   91 0
Gosto de filmes assim, tratando do cotidiano, sem frescura mas com inteligência.
Ótima critica Hessel, igual ao filme, sem frescura e metáforas cinéfilas. Deve escancarar o estilo de vida americano, inclusive nesse ponto que você colocou "advogado que circula em Beverly Hills com seu motorista negro em um Ford Lincoln."... típico de uma nação que quer exaltar eternamente seus cowboys heróis e seus vilões apaches. Quem é o bandido e quem é o mocinho afinal????



Felipe Felipe (27/05/2011 20:44:21)   3 1
Muito bom o filme!!
Melhor ainda quando você não sabe nada sobre o filme, vai ver...e se surpreende.



Márcia Márcia (27/05/2011 14:24:39)   31 0
Gostei muito da crítica. Vi o trailer desse filme e achei interessante.




Max Max (27/05/2011 08:40:13)   35 0
muito legal esse filme
curti



Publicidade
Bruno Bruno (26/05/2011 23:56:07)   37 0
Excelente critica e um ótimo filme de tribunal e suspense policial.

O protagonista como sempre meio canastrão,mas não compromete, quem quase estraga é o Ryan Phillipe, mas no fim todos se salvam, inclusive uma ponta super bem feita de William H.Macy.

Mas uma coisa tem que ser tida aqui,O MELHOR DESTE FILME COM CERTEZA É MARISA TOMEI, ESTA COM 47 ANOS(segundo o IMDB) e maravilhosa, espetacular.Cada dia mais gostosa, impressionante...

Vale a pena assistir.



sem avatar Leonardo (26/05/2011 23:20:06)   10 0
Acho que o deve ser ressaltado o excelente texto de Michael Connelly, que serviu de base para o livro. Para mim, ele e o melhor escritor de policiais da atualidade. Recomendo muito seus livros: O poeta, A loira de concreto e Echo Park. Todos com muito potencial para virarem filmes.



Carlos Carlos (26/05/2011 23:18:21)   1823 0
Esse filme parece ser bem interessante...

Pretendo assistir!



The Dark Knight The Dark Knight (26/05/2011 21:26:15)   153 0
Nunca vou me esquecer do comentário do hessel dizendo que o ryan phillippe merecia que levar tiro huauhauhuhauhauh



DDanilo DDanilo (26/05/2011 21:24:43)   -134 0
Bacana,é bom quando um filme surpreende!!

Hessel dando 4 ovos para um filme não europeu???

Fim dos tempos...


Hhhehheheheeee



Kaos Kaos (26/05/2011 21:18:13)   2650 0
Foi bem discreto, mas a crítica me surpreendeu... fiquei curioso pra conferir. Gosto daquele filme "tudo por dinheiro". Não comprei, ganhei, e gostei!



Jéssica Jéssica (26/05/2011 20:38:36)   325 -1
A história do filme parece ótima e gosto muito do Ryan Phillippe mas, não acho o Matthew McConaughey bom ator.
Gostosinho ele é, nada mais.
Poderiam ter colocado um ator bem mais talentoso do que ele.



Alerson Alerson (26/05/2011 20:07:01)   1340 0
Gostava mais do título do livro



André B André B (26/05/2011 19:35:41)   948 0
Eu nunca apostaria que o melhor filme desse fim de semana seria justamente aquele em que o Matthew McConaughey é o protagonista.

Bom, pelo menos é o que recebeu a melhor nota.



Edgar Edgar (26/05/2011 19:14:35)   125 0
Quero muito ver esse filme!!depois dos 4 ovos do Hessel então...



Publicidade

Omeletop : cinema

Cinema

Os filmes em cartaz, a programação das salas de cinema, bilheterias, trailers, criticas de filmes, cartazes, entrevistas com astros e as novidades de Hollywood.

Séries e TV

As séries de televisão dos EUA, minisséries, os destaques da TV e as novidades na programação.

Música

Os shows que vem por aí no Brasil, os lançamentos musicais, novos álbuns e música grátis para download.

Games

Os novos games, críticas de jogos, trailers, imagens e mais novidades do mundo dos videogames.

Quadrinhos

As novidades das histórias em quadrinhos no Brasil e no mundo, previews de HQs e críticas de lançamentos nas bancas e livrarias.