Assista Agora

Histórias em Quadrinhos de Super-Heróis | Introdução às HQs

Uma seleção de grandes aventuras de super-heróis para iniciantes

Érico Borgo
22 de Março de 2012

Batman Ano Um
X-Men
Thor
Aranha
Quarteto Fantástico
Demolidor
Grandes Astros Superman
Invencível
Planetary

Nos últimos 25 anos quase todas as grandes histórias em quadrinhos de super-heróis foram desconstruções do gênero. As consagradas Watchmen (1986) e Batman - O Cavaleiro das Trevas (1986), duas das mais comentadas graphic novels de todos os tempos, são exatamente isso - comentários sobre a própria natureza do meio e seus personagens, uma resposta a 50 anos de estrutura estabelecida. Deixe-as para depois, portanto. Comecemos com histórias de super-heróis que não hesitam, questionam ou discutem o trabalho que precisam desempenhar e como devem fazê-lo, como foram originalmente concebidos.

Primeiro, uma das melhores origens já (re)contadas: uma edição belíssima de Batman: Ano Um (1987) foi recentemente devolvida às prateleiras pela Panini Comics. Trata-se de uma das mais elaboradas histórias do Homem-Morcego, por Frank Miller e David Mazzucchelli. Mais do que uma aventura super-heróica que mostra como o bilionário órfão Bruce Wayne tornou-se o Batman, a HQ é uma história policial com visual noir que, ali no meio, inclui o nascimento de um super-herói.

Outra recomendação, para muitos, representa o auge dos quadrinhos de super-heróis em equipe: os anos de Chris Claremont e John Byrne à frente dos X-Men. A dupla estabeleceu um equilíbrio perfeito entre dramas cotidianos, humor, aventura e mistérios recorrentes à superequipe, trabalhando isoladamente cada um dos personagens ali apresentados e dando a eles personalidades que o cinema hoje está apenas começando a entender como explorar. Nas aventuras da dupla, os X-Men singraram o espaço, enfrentaram homens rancorosos, engalfinharam-se contra sua própria raça e encontraram o terror - e o amor - em sua própria equipe. Tais histórias, todas memoráveis, são frequentemente compiladas e já foram publicadas por aqui diversas vezes. Idealmente, porém, se você lê inglês, procure as edições "definitivas" em lojas como a Amazon.

Ainda no Universo Marvel, se você empolgou-se com O Poderoso Thor nos cinemas, as aventuras do Deus do Trovão por Walt Simonson (reunidas no Brasil em diversos especiais da linha "Os Maiores Clássicos do Thor") são também uma excelente pedida. Nelas, o filho de Odin é mostrado enfrentando batalhas épicas enraizadas na mitologia nórdica, sem medo de muitas vezes flertar com o ridículo, como quando ele foi transformado em um sapo... o Sapo do Trovão!

Impossível também deixar de lado o mais carismático dos super-heróis. O sensacional Homem-Aranha, herói criado por Stan Lee e Steve Ditko, hoje move multidões aos cinemas para suas aventuras. Mas foi pelas mãos de Lee e ilustradores como John Romita (o pai) e John Buscema que o escalador de paredes tornou-se um fenômeno de popularidade. Arcos de histórias inesquecíveis marcaram época por levar o herói às últimas consequências do bordão que virou sinônimo de sua luta: "Com grandes poderes vêm grandes responsabilidades". Qualquer história desse período é uma aula do que torna um super-herói ao mesmo tempo humano e fantástico.

Igualmente perfeitas, com humor e aventura em equipe - ou melhor, família - as histórias do Quarteto Fantástico são imperdíveis especialmente em duas fases. A primeira com os mestres Lee e Jack Kirby, que criaram a hoje conhecida como "Trilogia de Galactus" nas páginas de Fantastic Four na década de 1970. Nesse arco de histórias não apenas um dos maiores (literalmente) vilões da Marvel surgiram, o Devorador de Mundos Galactus, como também seu arauto, o poético Surfista Prateado, que foi a expressão máxima da incrível verborragia de Lee e um dos maiores representantes do ideal heróico que faz um super-herói. Na história, para salvar seu mundo da fome de uma entidade intergaláctica, Norrin Radd sacrifica sua humanidade, tornando-se o arauto desse ser e partindo em busca de novos mundos para ele devorar. Mas ao chegar na Terra, o próximo alvo do faminto Galactus, o Surfista Prateado depara com um novo dilema, já que encontra aqui belezas dignas de serem salvas, apesar da natureza cruel da humanidade.

Em uma linha um pouco menos fantástica (o tanto quanto ninjas cegos e supergatas em trajes mínimos saltando de arranha-céus podem ser), o mesmo Frank Miller de Ano Um criou alguns dos melhores arcos de histórias do Demolidor para a Marvel. Nessas histórias, que culminam na aclamada saga "A Queda de Murdock", o roteirista conseguiu transformar o herói cego em um dos mais complexos e empolgantes personagens da editora, criando coadjuvantes memoráveis no processo, como o vilão Mercenário e a bela ninja Elektra. Assim como no caso de Thor, tais histórias podem ser encontradas em publicações da série "Os Maiores Clássicos".

Mas nenhuma lista de histórias em quadrinhos de super-heróis seria completa sem uma aventura do Superman - e Grandes Astros Superman, de Grant Morrison e Frank Quitely, sintetiza e homenageia tudo o que de melhor foi produzido com o personagem em 70 anos de histórias. Trata-se de uma das melhores HQs do pai de todos os super-heróis já escritas e uma obra-prima de Morrison e Quitely, cujo empenho em criar algo que faça justiça ao nome do Homem de Aço é visível em cada quadro. A série, já publicada integralmente no Brasil, virou também um longa-metragem animado (lançado em DVD), que é ótimo, mas que simplifica demais o que foi criado nas páginas.

Enfim, uma recomendação que foge dos universos das grandes editoras e pode ser facilmente acompanhada por qualquer um que se interesse por super-heróis é Invencível, de Robert Kirkman, Cory Walker e Ryan Ottley. Essa série, criada pelo mesmo autor de The Walking Dead, mostra o cotidiano de Mark Grayson, um jovem que tem sua vida completamente alterada quando descobre que é o filho de Omniman, o maior super-herói do planeta. Uma história de origem simples, com um traço limpo e acessível e que guarda ótimas surpresas logo na primeira dezena de edições.

Heróis mal-humorados

Enfim, ainda que tenha evitado recomendar HQs que desconstruam o gênero dos heróis, não consigo deixar de citar a saga Planetary, de Warren Ellis e John Cassaday. Diferente dos quadrinhos de super-heróis que pretendem analisar apenas um gênero, este busca a desconstrução de toda a cultura pop. Literatura pulp, ficção científica, filmes de monstros japoneses... Os atores mergulham fundo em referências que são acessíveis a fãs e não-fãs de quadrinhos. Basta ter assistido a qualquer filme de super-herói recente ou televisão nos anos 1980 para entendê-las todas. Na HQ, um grupo de "arqueologistas do desconhecido", três sujeitos superpoderosos, desvenda os maiores segredos do século 20 - de certa maneira uma versão mais adulta e inteligente das melhores aventuras do Quarteto Fantástico.

Igualmente sisuda e um bom ponto de partida para novos leitures são as histórias dos Supremos, a versão do Universo Ultimate dos Vingadores. Esse selo de HQs foi criado para facilitar a entrada de novos fãs ao universo Marvel e com uma linguagem mais cinematográfica, o que o tornou uma referência perfeita para Hollywood quando a Marvel precisou reinventar os Vingadores para as telas. Essas histórias, disponíveis em coletâneas no Brasil, mostram o primeiro encontro da superequipe formada por Capitão América, Vespa, Gigante, Homem de Ferro, Hulk e Thor.

Auxilie novos leitores você também e deixe suas sugestões de HQs para começar a ler quadrinhos nos comentários!

Voltar ao índice: Como começar a ler quadrinhos



Comentários (61)

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar.
Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Roberto Roberto (11/06/2012 23:49:32)   -49 0
E quem quiser ler estõrias excelentes e que não sejam necessariamente de super heróis, é só pegar qualquer Ken Parker, porque depois vai naturalmente atras de outros.



Bruno Bruno (27/03/2012 08:25:12)   132 0
Ressaltando o que o pessoal aí disse sobre Zetman, quero dizer que, na minha opinião, é o melhor mangá que existe, e uma das melhores HQs de super-heróis já feitas. Quem cresceu assistindo Jaspion e Black Kamen Rider vai à loucura quando ler. Super-herói japonês pra adultos não é coisa que se vê todo dia, e esse mais que vale a pena, tanto pra quem não é habituado ao gênero conforme a proposta da matéria, quanto pra quem curte super-heróis, independente da nacionalidade e contexto. A propósito, em abril estreia no Japão o animê do personagem.



Rafael Rafael (26/03/2012 22:31:12)   8 -1
Não se citaram...mas vai lá:

Gosta da marvel?
descole um convite no forum baú da marvel
e procure pela era de prata!



sem avatar Egberto (25/03/2012 14:53:19)   14 0
Excelentes dicas! Vou deixar de favorito para quando ir na Bienal ou querer ler um clássico!



Zé (24/03/2012 17:40:20)   2454 0
Quero ver a matéria sobre mangás. Provavelmente vou rachar o bico com a ironia de uma matéria recomendando materiais com ar de crítica especializada quando o assunto quase nunca é abordado por aqui. E ainda a probabilidade de citarem gibi americano ou franco-belga con traço estilizado de "mangá" é grande.


Zé (24/03/2012 17:45:37)   2454 0
*COM traço estilizado COMO "mangá" é grande.

sem avatar gerson (24/03/2012 19:35:39)   2 2
Um site sobre entretenimento como a Omelete, que é Muito acessada e possui uma baita de uma qualidade, tem antes de mais nada um público-alvo já definido e sinto às vezes que poderiam ir além.
Há um grande preconceito em relação à muita coisa do lado oriental do mundo, dentre os quais a HQ japonesa (Mangá, pra ser mais simples de definir mas não é um Estilo, da mesma forma que Comics não é um estilo, é apenas o termo), muito por conta das obras que acabam vindo pra cá, que não representam nem 20% do que há de qualidade no outro lado do mundo.
Essa iniciativa de "introduzir" leigos a cada gênero dos quadrinhos é ótima, mas eu também acredito que não haverá indicações de "mangá" realmente interessantes e/ou suficientes. Vão falar dos mais famosos, como Akira ou Vagabond...Se citarem mainstreams como Naruto e One Piece (nada contra eles, aliás, leio Naruto da mesma forma como li Homunculus, 20th century boys, Monster e Abara), vai haver bastante discussão polêmicaa por aqui. Em contrapartida, mesmo que o site provavelmente vá indicar obras orientais mais "próximas" da aceitação do público ocidental, seria mais justo indicar obras de várias faixas etárias (desde infantil a adulta). Inclusive, há muita obra adulta de grande qualidade que quase ninguém conhece aqui por causa das editoras que não as trazem, seja pelo mercado mais jovem que opta mais pelos Mainstream(diferente do japonês, mais amplo e mangá lá é tratado como uma obra literária, assim, possui obras para todos os gostos e idades), seja pelo preconceito.

Eu sei que haverá uma matéria para o Mangá, mas quem quiser, aqui indico sites bacanas pra quem quiser conhecer mais a fundo o que há de bacana no Japão:
http://mangascult.blogspot.com.br/
*nesse é mais sobre clássicos e cults
http://mangasundergrounds.wordpress.com/
*este é mais sobre obras "underground" e/ou alternativas
http://www.interney.net/blogs/maximumcosmo/
*este sobre notícias sobre Anime/Mangá e etc
http://otakismo.blogspot.com.br/
*esse acho bacana indicar, pq há menção ao Anime/Mangá, já que é intrínseco da cultura japonesa. Mas é um site sobre a análise psicológica do Japão.


Por que escolhi o espaço sobre HQ de super-heróis? Simples: Por ser o Mainstream americano,provavelmente vai ser uma das matérias mais acessadas no Omelete nas indicações. Se der sorte acho que consigo mudar a opinião de alguns aqui, ou não.

Aliás, para quem gosta de super-heróis, indico Zetman, pois o próprio autor é inspirado e é fã desse gênero:
http://mangascult.blogspot.com.br/2012/02/resenha-zetman.html

Fui!

Zé (25/03/2012 00:53:33)   2454 1
O autor de Zetman, Masakazu Katsura, é fanboy do Batman. Em Zetman temos um Batman Kamen Rider e um Homem de Ferro como "rivais".

E ele não é estranho por aqui, algum frequentedor do Omelete já pode ter lido Video Girl Ai, I"s ou DNA².


RicardoTR RicardoTR (24/03/2012 17:27:02)   304 0
Essas historias do Batman e dos X-men são realmente muito boas e eu tenho um carinho especial por esses personagens!
E é interessante notar o quanto Frank Miller já foi genial! Em compensação hoje em dia...
Enfim, excelente artigo e parabéns novamente ao Omelete pela iniciativa!

Ps: Sempre quis ler Invencível.
Ps2: A Panini devia lançar um encadernado de Grandes Astros Superman.
Ps3: E eu nunca vou me perdoar por não ter dado a Planetary a atenção que essa HQ merece.



Andre Andre (24/03/2012 16:55:39)   34 0
Duas omissões gritantes no texto: os primeiros anos dos Novos Titãs, do Wolfman e Perez, que fizeram muita gente virar fãs de HQ nos anos 80. Uma mistura impressionante de drama adolescente, tradições, responsabilidade, drogas, aventuras e diálogos geniais - sem contar os desenhos do George Perez. O Contrato de Judas é um ápice das história das HQs. A outra é a Liga da Justiça Internacional do Giffen e DeMatteis, que transfomrou um gibi de heróis numa sitcom hilária e nos fez se importar com personagens de segundo escalão como se fossem o Batman ou o Superman. E os desenhos do Kevin Maguire são a cereja no bolo.



Adam Adam (24/03/2012 14:32:38)   71 0
Gostaria que fizessem um apanhado das melhores histórias de alguns heróis, de preferencia citando os encadernados para os fãs. Alguns - eu por exemplo - gostaria de saber as histórias (Estilo A queda de Murdock; Wolverine, Eu; Guerra Civil, entre outras) mais recomendadas.

Caso alguem queira recomendar como resposta nesse comentário, eu agradeço :D



Marcelo Marcelo (24/03/2012 13:38:59)   620 0
É uma pena o Borgo não ter citado a fase maravilhosa do Marv Wolfman/George Pérez com os Novos Titãs.

Na minha opinião, um marco dos quadrinhos de super heróis.



Lico Blade Lico Blade (24/03/2012 01:54:50)   1587 0
Bacana esse artigo!

Bom, todo mundo comentou sobre especiais e encadernados, que são ótmos mesmo. então, vou dar minha opinião sobre as HQ´s mensais.

Atualmente eu leio Batman, Xmen, Xmen Extra, Os Vingadores, Homem de Ferro & Thor e Capitão América & Os Vingadores Secretos.

Dessas, recomendo mesmo Capitão América & Os Vingadores Secretos. A revista que possui uma seleção com ótimas histórias, principalmente porque Ed Brubaker consegue contextualizar as situações para que ninguém fique perdido.

Pra quem gostou muito dos filmes dos Xmen, eu sugiro terem muita paciência com a HQ. Eu leio Xmen desde 1996, mas fico perdido em todas as edições, por conta do carnaval de mutantes hehehe

A revista dos Vingadores é ótima graças ao Michael Bendis. O cara escreve diálogos espetaculares! A história em que o Dr Estranho descobre quem é o responsável pelo ataque para "roubar" o olho de Agamotto é desde já, minha preferida dele. E quase não tem porrada, é só conversa entre eles!

A HQ do Batman pode confundir, já que não é o Bruce que veste o manto em algumas histórias, e sim Dick Grayson. Fora que pode assustar saber que o Batman tem um filho que vitou o Robin, mas nada que algumas edições não acostumem o leitor. Porém, essas histórias com o Damien são muito boas. Uma dupla muito dinâmica hehehe

É isso. Eu comecei assim, comprando HQ´s mensais, que são mais baratas. Hoje, tem história ruim sendo escrita? Tem, mas muita gente que reclama das HQ´s hoje em dia pararam de ler há décadas, então o importante a saber é que também existem muitas revistas com ótimos níveis de qualidade nas bancas.


sem avatar Jorge (24/03/2012 12:19:27)   19 0
Lico, tbm acho a do Capitão & Vingadores Secretos um bom começo, e é recente então dá pra achar facilmente em sebos ou nas Feiras e Sites. E os mutantes, realmente tem que ter paciência. EU tinha abandonado os Xmen, depois arrisquei quando a Panini chegou, mas 1 ano depois a coisa tava tão ruim (Chuck Austen, Xtreme, etc) que parei. Voltei agora com as últimas sagas e deu pra retomar bem.


Publicidade
Arqueiro Arqueiro (23/03/2012 17:39:53)   120 0
Desses meus favoritos são GA Superman, O Invencivel, Demolidor e Planetary.

Não vejo graça nessas bibliotecas históricas.

Acho que a coleção "Maiores Clássicos" é muito mais condizente com uma introdução a hqs.

A coleção "Biblioteca Histórica" assim como o "Crõnicas" da DC tem seu valor histórico mas não é algo que sirva para atrair novos leitores em pleno século 21.


sem avatar Jorge (24/03/2012 12:21:18)   19 0
Concordo totalmente. MEsmo para veteranos, é difícil curtir os diálogos rocambolescos e as tramas pífias dos anos 50 e 60. Os Melhores Clássicos são garantia de qualidade, mas, de novo, o cara tem que experimentar pra ver se curte o personagem.


Orlando Orlando (23/03/2012 15:38:04)   1990 -1
Planetary é fanstástico mesmo.

Tá faltando um encadernado definitvo da série, já que as mudanças de editora sempre atrapalharam a publicação regular deste material.

A pixelmedia chegou a lançar tudo na mensal deles e mais dois encadernados, mas sai do mercado antes de lançar o terceiro encadernado contendo as últimas edições.

Bem que a mercenária da Panini podia lançar a série ou completa logo ou em uns dois encadernados bem volumosos.

Tenho os encadernados da devir e da Pixel e mais o material que saiu na Pixel Magazine, mas se tivesse um encadernado definitivo eu compraria de boa.



sem avatar Jorge (23/03/2012 13:50:10)   19 1
Interessante o tema, e sem dúvida as revistas sugeridas são todas de ótimo nível, mas se fosse indicar para um iniciante jovem, adolescente, acho bacana focar em materiais mais recentes, especialmente a partir de 2000, porque trazem uma linguagem mais atualizada e fluida. Claro que o leitor tem que também experimentar aqui e ali e ver que tipo de personagem ele se identifica. Mesmo que All Stars Superman seja uma obra-prima, se o leitor não gosta do azulão ou prefere personagens mais pé no chão, provavelmente não vai curtir.


sem avatar Jorge (23/03/2012 14:07:34)   19 0
Assim, para adolescentes poderia indicar séries mais auto-contidas (conforme a preferência/interesse do personagem) como estas da Marvel:
- Surpreendentes X-Men do Whedon/Cassaday;
- Supremos 1/2 do Millar/Hytch;
- Poder e Responsabilidade do Aranha Ultimate de Bendis/Bagley;
- Vingadores Motim do Bendis/Finch que acabou de sair pela Panini;
- Capitão América - os 2 encadernados na Panini do Brubaker/Epting;
- Fugitivos do Brian K Vaughan;
E, se quiser arriscar eventos, dois bem diferentes e bem estruturados:
- Guerra Civil
- Aniquilação 1.

Da DC teria mais dificuldade porque teve muitos altos e baixos na cronologia recente, muito complicada Crise Final e Noite mais Densa, então apostaria principalmente em:
- Lanterna Verde do Johns
- Jonah Hex do Grey/Palmiotti (se curtir faroeste, claro)
- Revista Vertigo.
E recomendaria para esperar a reformulação, quando será o melhor ponto de partida possível.


Quentin Quentin (23/03/2012 12:01:36)   27 0
Bem que a Panini poderia re-lançar toda a fase dos X-Men de Claremont e Byrne no formato "Os Maiores Clássicos". Esta fase foi lançada completa no Brasil no início da década de 2000 com o selo "Edição Histórica" em 3 volumes, pela Mythos Editora, em Preto e Branco.



Silvio Silvio (23/03/2012 04:10:32)   15 2
Minhas dicas são a fase do Capitão América pelo Bruebaker. Apesar de ser bem carregado de cronologia, a mesma é muito bem explicada. Os desenhos são soberbos e o texto é bem acessível. Saíram dois encadernados por aqui. Ameaça vermelha e soldado invernal.
Outros materiais bacanas são:
- x-men de Joss Whedom (procure os encadernados com o nome Surpreendentes x-men).
- Superman o legado das estrelas (ótimo pra quem curte smallvile)
- Demolidor de Mark Waid (por enquanto esse só importando. É a fase atual e está ótima.)
- Batman de Scott Snyder (também a fase atual. só importando)


Lico Blade Lico Blade (24/03/2012 01:26:18)   1587 0
Concordo 100%. A fase do Brubaker está sendo ótima, ouso dizer que é a melhor fase do Capitão América há 20 anos.


Adriel Adriel (22/03/2012 23:12:43)   1187 1
Érico, o Mercenário não surgiu na "Queda de Murdock" e tbm não foi criação do Frank Miller, ele foi criado por John Romita.Sr e Marv Wolfman e apareceu pela primeira vez em "Daredevil vol.1 #131".



sem avatar Gabriel (22/03/2012 21:06:35)   -1 0
Para iniciantes, eu recomendo as linhas Ultimate, da Marvel, e Earth One, da DC.



Breno Breno (22/03/2012 20:49:06)   572 0
Ótimas sugestões pra quem está começando.



sem avatar galileu (22/03/2012 18:57:41)   1 0
Concordo com os títulos citados na coluna e alguns dos comentários. Acredito valer a citação também de "Os Novos Titãs" de George Pérez e Marv Wolffman.


Gustavo Gustavo (26/03/2012 22:13:13)   21 0
Concordo. Ali eles recriaram o grupo, deixando de lado a antiga imagem de Liga da Justiça Jr. Também do George Pérez tem a reformulação da Mulher-Maravilha, pós-Crise das Infinitas Terras. Deu mais background pro personagem, com bastante enfoque na mitologia grega.


Marcelo Marcelo (22/03/2012 15:30:27)   620 0
Meu Deus do céu... As pessoas leem e não conseguem entender. A matéria tem por finalidade indicar alguns títulos para pessoas INICIANTES, que querem começar a ler quadrinhos de super heróis.

É por isso que não citaram O Cavaleiro das Trevas de Frank Miller (como é que um sujeito que nunca leu qualquer gibi do Batman vai entender que aquilo é um "elseworld"?) ou Watchmen do Alan Moore/Dave Gibbons. Essas são histórias mais avançadas que necessitam de um conhecimento prévio sobre o universo dos personagens e quadrinhos em geral.



Publicidade
Renan Renan (22/03/2012 15:02:07)   2420 0
Dessas eu tenho O Grandes Astros Superman, Batman Ano Um e A Queda de Murdock. E realmente, a Queda não é muito indicada a iniciates, como disse o Gustavo é melhor começar pela Origem do Demolidor.



Marcus Santana Marcus Santana (22/03/2012 14:50:18)   3488 0
Sugestoes que eu posso dar e The Wolverine de Frank Miller e Chris Claremont;Lanterna Verde Origem Secreta e Lanterna Verde Sem Medo;Watchmen;Kick-Ass;Scott Pilgrimm Contra O Mundo;Sin City;Supremo de Mark Millar;The Spirit...

Quando eu lembrar mais eu volto aqui e posto!

Boa leitura!




Diego Calixto Diego Calixto (22/03/2012 14:03:34)   -11 0
Minha dica é A Noite Mais Densa e O Dia Mais Claro. dica - a minha irmã de quinze anos sempre odiou quadrinhos. porém, depois de ler O Dia Mais Claro, da DC, ela começou a amar quadrinhos e até virou fã dos lanternas verdes!


Adam Adam (24/03/2012 14:28:26)   71 0
Desculpe discordar Diego, mas eu sou fã de quadrinhos e não consegui ler "A noite mais Densa", foi bastante recomendada e apesar da ótima historia, é muito confusa principalmente na questão "várias edições no evento". De tanta revista (Flash aqui, Super aqui, etc) eu não consegui entender, antes da metade eu me confundi com a ordem de leitura e acabei desistindo. A revista e história são sim, dignas, mas pra um novo leitor, não recomendo.


jonathan jonathan (22/03/2012 13:58:01)   1173 0
Gostei bastante das dicas,mas eu acho que deveriam de falado do Tarzan(que era publicado pela Ebal) e do Fantasma,também ambos atuam nas selvas e não tem poderes especiais,mais pra mim são tão Super quanto Homem-aranha e Superman.



Gustavo Gustavo (22/03/2012 13:49:23)   179 -1
Nossa.... quase nada da DC hein...

E já que é uma dica para INICIANTES eu diria para começar lendo a Origem do Demolidor escrita pelo MILLER e não começar pela QUEDA DE MURDOCK...

Cadê o Cavaleiro das Trevas?


Arqueiro Arqueiro (23/03/2012 17:47:47)   120 1
Gustavo recomendo que você leia a matéria pois logo no começo o Erico explica a razão de não haver Cavaleiro das Trevas e Watchmen.


Alberto Alberto (22/03/2012 13:11:39)   10 0
muito interessante o post. Deixo aqui algumas sugestões de podcasts sobre quadrinhos do site joven nerd


historia dos quadrinhos: http://jovemnerd.ig.com.br/nerdcast/nerdcast-260-a-historia-das-historias-em-quadrinhos/

Lanterna verde:http://jovemnerd.ig.com.br/nerdcast/nerdcast-174-lanterna-verde-e-o-arco-iris-de-energia/
Wolverine: http://jovemnerd.ig.com.br/nerdcast/nerdcast-159-wolverine-caolho-ou-carcara/
watchmen :
http://jovemnerd.ig.com.br/nerdcast/nerdcast-151-who-watches-the-watchmen-whatever/
Batman:
http://jovemnerd.ig.com.br/nerdcast/nerdcast-119-batman-nos-quadrinhos/

até mais galera



Victor Victor (22/03/2012 12:31:03)   229 0
Muito foda esse artigo, parabens, Borgo, excelentes recomendações. Dessas recomendações ainda preciso ler os Supremos, Quarteto Fantástico (ja li todas as histórias do Surfista escrita pelo Stan Lee, que alias é muito foda), algumas histórias do X-Men do Claremont e John Byrne e tbm gostaria muito de ler Planetary do Warren Ellis. Já as outras histórias não tenho muito interesse de ler, como o Superman e Invencível do Kirkman.

PS: eu estava com dinheiro para comprar a edição especial do Supremos da Panini, mas no Submarino e nem na Comix elas não estão disponiveis.



sem avatar Gabriel (22/03/2012 12:11:28)   -1 2
O duro é achar essas edições e encadernados...


Adam Adam (24/03/2012 14:30:02)   71 0
Apesar de tudo, como fã, acabo baixando. Antes comprava mas não conseguir continuar acompanhando, as unicas edições que fiz questão de ter foram a "Guerra Civil", e depois ganhei de presente o encadernado da mesma.


Bruno Bruno (22/03/2012 12:03:41)   132 2
Aí, para os não iniciados, ótimas opções, que ao meu ver, tem mais fluides para o leitor leigo do que a maioria vista no gênero, por favor, corrijam se eu estiver errado. Aí vai: Astro City Vida na Cidade Grande, da Pandora Books, Astro City Samaritano Especial e Outras Histórias, da Pixel, e Astro City Inquisição (o melhor, sem dúvida) e o Anjo Caído, ambas pela Devir. Demais! Authority Sem Perdão, pela Devir, Motoqueiro Fantasma Estrada Para a Danação(Panini) Homem Aranha Millennium Poder e Responsabilidade, idem, Justiça, de Alex Ross (quem se lembra de Superamigos, sem dúvida vai adorar), Surpreendentes X-men de Joss Whedom (se o cara mandar tão bem no filme dos Vingadores como fez com a HQ...): Superdotados, Perigo, Destroçados e Incontrolável. E sei que muita gente não curte, mas pessoalmente, eu sugiro Superior, de Mark Millar, e Superman Identidade Secreta, de Kurt Busiek. Nem vou entrar em detalhes quanto a essa, procurem que não vão se arrepender.



sem avatar Filipe (22/03/2012 11:48:11)   13 0
Acho que, no caso do Superman, uma boa pedida é "As Quatro Estações". "Homem de Aço" pelo John Byrne é ótima, mas ficou meio fora do cânone com as releituras pelo Mark Waid e pelo Geoff Johns. Uma ótima HQ que ficou fora da lista é "Wolverine" por Chris Claremont e Frank Miller.



Publicidade
Vini Vini (22/03/2012 11:09:43)   133 1
Que maravilha já li boa parte da lista, e todos realmente são ótimas e valem a pena gastar uma boa grana.

Sempre tive interesse me ler Planetary, mas nunca encontrei um encadernado dando sopa por ae.




Alexandre Alexandre (22/03/2012 11:05:02)   0 0
Cara eu queria muito encontrar o invencível mas facilmente nas lojas de hq, se alguém souber da sequência em português me avisa, é q já comecei a comprar em português. valeu.


Arqueiro Arqueiro (23/03/2012 17:44:35)   120 0
Tem 2 aqui:

http://www.rika.com.br/shop/catalogsearch/result/index/?atributo=57&catalogob=997&frontend=7c7714a0e6779297d7ca9457bf8e9712&q=invencivel&x=0&y=0


Marcelo Marcelo (22/03/2012 10:31:33)   620 1
Apesar de ser uma série fantástica (ganhadora do Prêmio Eisner, inclusive) eu não indicaria a Grandes Astros: Superman como um gibi para iniciantes. Acho que por apresentar uma história mais arrojada, talvez ela não agradasse a um leitor novato.

No lugar, eu indicaria a reformulação do Superman feita pelo John Byrne.


jonathan jonathan (22/03/2012 13:53:39)   1173 0
a reformulação do John Byrne é realmente ótima e e eu dei a sorte de acha-lá em um sebo.

Arqueiro Arqueiro (23/03/2012 17:42:32)   120 0
Concordo com você Marcelo. Tanto que eu emprestei as minhas edições para um amigo e ele odiou. Achu muito infatil.

Deveria ter começado algo não tão complexo (o que não fosse uma homenagem a era de ouro/prata).


Artur Artur (22/03/2012 10:12:27)   154 0
Essa semana tá demais!
Um especial de Community, agora uma Introdução aos Quadrinhos!
Parabéns pela iniciativa, Omelete!



Bruno Bruno (22/03/2012 08:30:05)   132 0
Quase me esqueço de mencionar: acabou de sair o quinto e ultimo volume de Os Maiores Clássicos do Poderoso Thor de Walter Simonsom. Fica aí a sugestão.



Bruno Bruno (22/03/2012 08:26:34)   132 1
Eu sou um iniciante, na leitura de quadrinhos de gêneros variados, porque no que se refere a super-heróis, eu consumo tudo o que sai, desde Marvel e DC à Image, Wildstorm, Icon, Dynamite e Vertigo, quando esta lança uma ou outra HQ de super-heróis. Bem, minhas sugestões, só não sei se valem para iniciantes, mas são algumas das melhores que me veio a mente: Irredimível, de Mark Waid, da Boom! Stúdios, Umbrella Academy, da Dark Horse, Nexus de Mike Baron, Capitão Bretanha - procurem esse, é de Alan Moore, antes dele ir pra DC, quando fazia HQs da Marvel na Inglaterra - é inegável o talento de Alan Moore, e o Capitão Bretanha, lançado pela Pandora Books por aqui, acho, é muito, mas muito bom, e quase ninguém conhece. Incrível. Outros: Fugitivos, Incrível Hercules e Academia de Vingadores, pra mim, são as melhores HQs recentes da Marvel; Projeto Super Powers, de Alex Ross, da Dynamite (saiu pela Devir), e Zetman, super-herói de mangás no gênero seinen, do mesmo criador de DNA 2.



Bruno Bruno (22/03/2012 00:54:49)   72 0
Eu nao sei se casa bem para iniciantes mas Hellboy eu acho incrivel, o Mignola faz um trabalho extenso de pesquisa que me agrada muito. De Batman eu gosto bastante tambem de "The Long Halloween" do Tim Sale e o Jeph Loeb. Fora isso as que estao citadas aqui sao excelentes, li Invencivel pela primeira vez esse ano e me surpreendi com o tanto que é bom.



sem avatar Marcos Vinicius (22/03/2012 00:52:29)   339 0
Achei a coluna meio sem estrutura, pois apesar de dizer que quer começar "do começo" e dizer que prefere evitar quadrinhos sobre "desconstrução do mito", Borgo incluiu aí uma última parte. Aliás, Invencível é de uma certa forma, uma desconstrução também.

Aliás, achei que faltou DC: A Nova Fronteira, que também é uma excelente história independente de continuidade e dentro desse estilo mais clássico e heroico. Aliás, talvez eu colocasse O Reino do Amanhã e Marvels na lista também, especialmente o segundo, por ser uma forma interessante de revisitar os principais eventos do universo Marvel até o final dos anos 80. E recomendaria evitar Marvels 2. É horrível. Lanterna Verde: Origens Secretas também é uma boa história para começar com o Lanterna, já que reconta a origem dele. Homem de Ferro: Extremis também é bem legal, e um pouco fora de continuidade.

Bem, de resto as recomendações são boas. Demolidor: A Queda de Murdock exige um pouco de conhecimento prévio. E particularmente acho que não tem como explicitar o quão bom Grandes Astros: Super-homem é. Há quem não goste, e de uma certa forma é complicado para o público médio, mas se você está atrás de algo mais profundo e artístico envolvendo o Super-homem, é quase obrigatório. Eu também particularmente adoro Planetary. Se você adora caçar referências a cultura pop, e se você gosta de uma boa história de ficção científica e aventura, é uma ótima opção. E se você gostar de Planetary, tente também A Liga Extraordinária, esqueça o filme ridículo e leia uma obra interessante e diferente.



sem avatar Gustavo (21/03/2012 19:15:52)   1 1
Ótimas dicas! Boa referência para os iniciantes. Abraço.




Cinema

Os filmes em cartaz, a programação das salas de cinema, bilheterias, trailers, criticas de filmes, cartazes, entrevistas com astros e as novidades de Hollywood.

Séries e TV

As séries de televisão dos EUA, minisséries, os destaques da TV e as novidades na programação.

Música

Os shows que vem por aí no Brasil, os lançamentos musicais, novos álbuns e música grátis para download.

Games

Os novos games, críticas de jogos, trailers, imagens e mais novidades do mundo dos videogames.

Quadrinhos

As novidades das histórias em quadrinhos no Brasil e no mundo, previews de HQs e críticas de lançamentos nas bancas e livrarias.