Refém da Paixão | Crítica

Novo filme de Jason Reitman surpreende ao manipular expectativas de gênero

Érico Borgo
12 de Março de 2014

Refém da Paixão

Refém da Paixão

Labor Day
EUA , 2013 - 111 minutos
Drama

Direção:
Jason Reitman

Roteiro:
Jason Reitman, Joyce Maynard (romance)

Elenco:
Kate Winslet, Josh Brolin, Tobey Maguire, James Van Der Beek, Clark Gregg, Brooke Smith, Maika Monroe, Dylan Minnette, Gattlin Griffith

Ótimo
refém da paixão

Refém da Paixão (Labor Day, 2013), de Jason Reitman, desafia expectativas desde o princípio. O filme emprega tensão consistente e os pré-conceitos criados no público em décadas de filmes com a mesma estrutura e reviravoltas para criar algo novo.

A trama apresenta uma família dividida por um divórcio. Mãe e filho vivem sozinhos. O garoto vê o pai e sua nova família aos domingos e se sente responsável por cuidar da mãe. É 1987 e a cultura pop é costurada no cenário, já que o menino, nos primeiros anos da adolescência, gosta de quadrinhos e ficção científica. O Império Contra-Ataca e Contatos Imediatos do Terceiro Grau, filmes que em sua essência são sobre escolhas e famílias desfeitas, podem ser vistos ao fundo.

A vida da mãe e do filho, vividos por Kate Winslet e Gattlin Griffith, é abalada, porém, quando em uma manhã de verão são abordados dentro de um supermercado por um fugitivo da prisão, interpretado por Josh Brolin, e são forçados a levá-lo para casa. Reféns da situação, os dois não têm outra opção a não ser cooperar.

O filmes esconde muitas surpresas, porém, aprofundando aos poucos os personagens e explorando com competência suas motivações, que moldam o desenrolar da trama, que de certa forma lembra o clássico de Dickens Grandes Esperanças. A construção do suspense é tão eficaz quanto sua desconstrução - e Reitman faz um excelente trabalho com os atores, que desaparecem em seus papéis.

O clímax é excepcionalmente bem construído e intenso, mas as cenas finais parecem criadas para fazer ao espectador uma concessão. É um tanto decepcionante, dada a força das sequências anteriores, mas funciona graças à profundidade do desenvolvimento deles, dentro do escopo dos personagens.

Leia mais críticas do Festival de Toronto



Comentários (29)

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar.
Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Ludmila Ludmila (18/03/2014 15:28:29)   -5 -1
O filme parece bom, deve recompensar o nome escroto...



Wander Wander (14/03/2014 10:21:03)   23 0
Esse filme vai ser bom



ubirata ubirata (13/03/2014 09:42:18)   8 0
filme me parece ótimo, verei.



Cristiano Cristiano (12/03/2014 23:23:32)   196 1
Tirando o nome do filme que é horrível, parece ser bem interessante, vou confiar na critica do omelete dessa vez, pelo trailer você saca como vai ser o filme todo, mais a questão é como ele vai ser trabalhado e parece que acertaram, eu não queria ver um romance bobo feito sem nenhum desenvolvimento como esse de filmes adolecentes, tem que ser algo bem profundo.



nilton nilton (12/03/2014 23:10:13)   -2196 1
que nome de titulo escroto


Samuel Samuel (13/03/2014 09:27:30)   123 3
Somos reféns do gerador aleatório de títulos...


Denis Denis (12/03/2014 20:45:09)   1042 0
Apesar do nome escroto de novela mexicana que passa no SBT o filme parece bom, este diretor parece que puxou o talento do pai.


marcelo pitombo marcelo pitombo (12/03/2014 20:57:56)   8 0
o nome é de extremo mau gosto mesmo


Ed Ed (12/09/2013 11:19:13)   40 0
Seria engraçado se, além de Star Wars e Contatos Imediatos, o piazinho também gostasse de Goonies hehe



Roger rabbit Roger rabbit (12/09/2013 02:56:48)   80 1
critica redigida na hora do lanche...como é o desenvolvimento dos atores? dois nomes de peso no elenco e nenhuma informação mais concreta! lamentavel


Glenda Glenda (12/09/2013 10:31:21)   91 -1
PENSEI A MESMA COISA!!!!

Wander Wander (12/09/2013 11:18:00)   22 0
Exatamente!!!! Principalmente porque existe grande expectativa em cima da Kate Winslet, quanto a uma possível indicação ao Oscar.



marcelo pitombo marcelo pitombo (12/03/2014 20:59:37)   8 0
wander,não conte mais com isso porque se fosse para ela ser indicada ao oscar ela teria sido agora em 2014 já que esse filme é de 2013


Raul Raul (11/09/2013 23:47:01)   1069 0
Jason Reitman vem provando seu valor cada vez mais.. Juno, Amor Sem Escalas, Obrigado por Fumar.. filmes bastante inteligentes e originais. Muito bom diretor.


sem avatar Marco A (12/09/2013 02:01:49)   682 -1
Não sei porque Juno é tão superestimado...

sem avatar Roberto (12/09/2013 08:35:16)   156 -1
O cara é excelente, e vem provando isso a cada filme.

sem avatar Pedro Ivo (12/09/2013 12:35:55)   247 -1
Acho Jason Reitman um diretor extremamente superestimado.
Juno e Amor sem Escalas são bem medianos e não acrescentaram em nada. Seu prestígio entre algusn críticos e duas indicações ao Oscar se devem, a meu ver, mais por ser uma cria de Hollywood, graças ao pedegree do papai Ivan.

Raul Raul (12/09/2013 18:20:05)   1069 1
Pedro Ivo, não acho ele um grande diretor, mas tem suas qualidades.. e não são poucas.

marcelo pitombo marcelo pitombo (12/03/2014 21:03:15)   8 0
vc esqueceu de ''jovens adultos'' que foi um dos melhores filmes sobre imaturidade na idade adulta que eu já vi

marcelo pitombo marcelo pitombo (12/03/2014 21:09:37)   8 0
acho Jason reitman um diretor muito bom;vc esqueceu de citar ''jovens adultos'' um dos melhores filmes sobre juventude ''extendida'' que eu já vi


Josias Josias (11/09/2013 23:14:52)   231 1
O nome é horrível..Além de ser um spoiler.



Publicidade
sem avatar Filipe (11/09/2013 22:40:43)   0 1
Qual é o problema dos distribuidores brasileiros com o Jason Reitman? O ótimo Up in the Air virou Amor sem Escalas e Labor Day, Refém da Paixão! Nome de novelão e o filme não parece ter nada disso. Será que não aprenderam com os erros do primeiro? Eu lembro que na época, muitas pessoas foram ver achando que era uma comédia romântica e saíram putas da vida por ser uma dramédia.


sem avatar Roberto (12/09/2013 08:37:46)   156 1
As distribuidoras querem vender o filme, mas parece que elas não se preocupam com a propaganda boca a boca, esse é um dos motivos pelos quais saem as bizarrices que vemos constantemente nas "traduções" dos títulos originais.

sem avatar Alípio (12/09/2013 16:58:18)   95 0
Poderia ser pior. Imaginem se fosse "Um dia de trabalho muito louco"?


Denis Denis (11/09/2013 21:48:11)   1042 1
Sério que acharam este nome melodramático de novela mexicana melhor que "dia do trabalho"?


Parece bem interessante, Reitman já mostrou muita competência na direção, e Winslet sempre dá um show nas atuações.



Majin-Boo Majin-Boo (11/09/2013 21:42:47)   540 0

"Refém da Paixão" parece nome daquelas novelas mexicanas que passam no SBT.



Samuel Samuel (12/09/2013 09:34:16)   123 0
Omelete da Paixão...

sem avatar Victória (15/09/2013 20:30:53)   193 0
Concordo!!!

Marcos Marcos (14/03/2014 08:15:49)   154 0
Pense que poderia ser pior, tipo "Feriado da Paixão".



ver todas ↓

Imagens (3)


Omeletop : cinema

Cinema

Os filmes em cartaz, a programação das salas de cinema, bilheterias, trailers, criticas de filmes, cartazes, entrevistas com astros e as novidades de Hollywood.

Séries e TV

As séries de televisão dos EUA, minisséries, os destaques da TV e as novidades na programação.

Música

Os shows que vem por aí no Brasil, os lançamentos musicais, novos álbuns e música grátis para download.

Games

Os novos games, críticas de jogos, trailers, imagens e mais novidades do mundo dos videogames.

Quadrinhos

As novidades das histórias em quadrinhos no Brasil e no mundo, previews de HQs e críticas de lançamentos nas bancas e livrarias.