Elenco / Direção

Rock of Ages: O Filme

Rock of Ages
(Regular)

Comédia, Musical

  • Estreia: 24 de Agosto de 2012
  • País / Ano de Produção: (indisponível) / 2012
  • Duração: 123 minutos
Publicidade

Rock of Ages - O Filme | Crítica

Pop of Ages

23/08/2012 - 19:52 - Aline Diniz

Musical é sempre um caso de amor e ódio. Tem pessoas que não suportam o momento em que uma personagem começa a cantar e dançar no meio da rua - eu adoro. A mudança na iluminação, as coreografias, o coro acompanhando a letra... Se bem feito, um musical pode ser envolvente, emocionante e excitante. A adaptação aos cinemas de Rock of Ages não necessariamente se encaixa nesses padrões.

A trama da peça musical de 2005 e do filme é a mesma: Sherrie (Julianne Hough), uma garota do interior do Kansas, EUA, segue para Los Angeles na esperança de conseguir prosperar na carreira de atriz em Hollywood. Lá, ela conhece Drew (Diego Boneta), um garoto aspirante a roqueiro que trabalha em um dos mais famosos bares de rock da cidade, o Bourbon Room.

Hough (vinda direto do reality show Dancing with the Stars) e Boneta (latino estreante nas telonas hollywoodianas) podem ser cativantes a um público mais jovem, mas quem realmente rouba a cena é Tom Cruise na pele do lendário (e fictício) rock star Stacee Jaxx. É assim que a narrativa principal, a história de amor dos protagonistas, vira pano de fundo do dilema existencial e da vida vazia de Stacee - que passa por um momento de drama e decadência profissional.

Com um elenco repleto de grandes nomes, Rock of Ages dá espaço a todos, o que surpreende - tanto para o bem, quanto para o mal - quanto à qualidade das vozes ali presentes. Tom Cruise se provou um roqueiro de primeira mão, atingindo agudos de qualidade e mantendo difíceis notas em "Paradise City", "Wanted Dead or Alive" e "Pour Some Sugar on Me", as quais ele executa sozinho.

Russell Brand e Alec Baldwin dividem o microfone em "Can't Fight This Feeling Anymore" durante uma das cenas mais engraçadas e envolventes do filme. No entanto, enquanto Brand garante uma certa qualidade por sua parte, Baldwin precisa da ajuda de auto-tune para conseguir chegar ao nível de seu parceiro. Até Paul Giamatti, que se aventura apenas em "Here I Go Again", mantém o sentimento rock n' roll do musical. Mas são Hough e Boneta que, apesar de cantarem bem, prejudicam o desenrolar da trama, trazendo um espírito pop ao ambiente roqueiro ali retratado.

Foi depois da estreia de Glee que o gênero musical decaiu. O seriado adapta grandes clássicos do rock às vozes de seus protagonistas, os transformando em baladinhas pop com coros felizes ao fundo. Muitos daqueles que ouviam a "Don't Stop Believin" do Journey com nostalgia e carinho pelos anos 1980, hoje se irritam. Outra grande marca da série são os mashups, que juntam duas músicas em uma só. Rock of Ages tem tanto a versão baladinha de "Don't Stop Believin" quanto os mashups, e o fato de que praticamente todo o time de Glee está por trás disso não ajuda muito.

De uma forma não muito agradável, Rock of Ages é um divertido blockbuster que tinha grande potencial. No entanto, quando a trama principal prejudica o decorrer de todo o longa, truncando o desenvolvimento e resultando em um final previsível e enfadonho, nem Tom Cruise e seu carisma conseguem salvá-lo.

Rock of Ages | Cinemas e horários
Rock of Ages | Trailer 1 | Trailer 2

Trailers em destaque

Publicidade
Publicidade

Comentários

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar. Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

blog comments powered by Disqus
Publicidade
Publicidade
Publicidade