Assista Agora

Caçadores de Obras-Primas | Crítica

Solene e memorialista, George Clooney decepciona quem espera um Onze Homens e um Segredo na Segunda Guerra

Marcelo Hessel
13 de Fevereiro de 2014

Caçadores de Obras-Primas

Caçadores de Obras-Primas

The Monuments Men
EUA / Alemanha , 2014 - 118 minutos
Guerra

Direção:
George Clooney

Roteiro:
George Clooney, Grant Heslov

Elenco:
George Clooney, Matt Damon, Cate Blanchett, John Goodman, Bill Murray, Jean Dujardin, Hugh Bonneville, Bob Balaban, Dimitri Leonidas, Justus von Dohnányi, Holger Handtke

Regular
caçadores de obras-primas

Caçadores de Obras-Primas (Monuments Men) começa alimentando o déjà vu. George Clooney e Matt Damon lideram um grupo marginal de pessoas, num plano mirabolante: desta vez, recuperar obras de arte roubadas pelos nazistas. A montagem rápida de cenas na escalação da eclética equipe (Bill Murray, John Goodman e Jean Dujardin entre os integrantes) é finalizada com a imagem da maquete de um Museu de Hitler (nos filmes de assalto seria como a clássica planta do local a invadir, do golpe a ser executado).

Este início deixa claro que o roteirista/diretor Clooney está jogando conscientemente com a memória imediata das pessoas para sugerir que Caçadores de Obras-Primas seria como um Onze Homens e um Segredo na Segunda Guerra Mundial. Não é o que nos entregam, porém. Falta ao filme a aventura e a malícia da cinessérie de Steven Soderbergh e sobram boas intenções. Clooney termina flertando mais com os filmes de guerra solenes de Steven Spielberg - trilha à moda John Williams, fusões, sentidos atribuídos na narração em off, aspirações fordianas - do que propriamente com os thrillers ambíguos que são sua especialidade.

"Agora fiquei deprimido", diz o britânico do grupo depois de um dos discursos motivacionais do personagem de Clooney. O que vemos em Caçadores de Obras-Primas é mais um filme-memorial, uma tour póstuma em meio a muitos destroços - a começar pelo desembarque na Normandia em julho de 1944, um mês depois do histórico Dia D - e pouco espólio de fato, o que dá aos personagens principais muitos minutos de sobra para refletir sobre as consequências da guerra, enquanto olham embasbacados, em close-up, a cada pintura renascentista recuperada.

A impressão que fica é que Clooney não está necessariamente disposto a fazer um filme moral, mas antes a embalar a História e conservá-la segura, como uma tela guardada num acervo. Assim como não se discute o que é arte em Caçadores de Obras-Primas (o especialista identifica uma tela legítima não pela pintura em si, mas pelo selo do colecionador, sua identidade de mercado), a guerra e seus fatores também surgem no filme como dados prontos e imutáveis (o vilão nunca se renderá no interrogatório, o mocinho nunca vai trair a esposa etc).

Há muito o que lamentar no Holocausto, sem dúvida. Mas ao escolher o caminho da museulogia, Clooney conta uma história fascinante da forma mais óbvia - e francamente aborrecida - possível.

Caçadores de Obras-Primas | Cinemas e horários



Comentários (22)

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar.
Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

sem avatar Pedro (25/03/2014 14:05:24)   33 0
"Mas ao escolher o caminho da museulogia, Clooney conta uma história fascinante da forma mais óbvia - e francamente aborrecida - possível."

"ABORRECIDA".

Palavrinha mágica que adora aparecer nas críticas do Pablo Pirraça. Descobrimos então de onde vêm a influência da pseudo erudição de certas críticas daqui...rsrsrs... :-P



sem avatar Thamyris (19/02/2014 18:52:50)   2 2
tenho certeza que mais ninguém percebeu isso, mas é extremamente importante pra mim esse pequeno detalha, visto que sou estudante da área... área esta pouquíssimo conhecida e valorizada no Brasil... mas museUlogia??? pelo amor gente!!! é museOlogia o correto!!! achei maravilhoso ter citado isso na crítica, mas poderia ter escrito certo pelo menos né...


sem avatar Anderson (23/02/2014 13:57:18)   13 0
Hessel deveria corrigir logo isso aí, tá queimando o filme dele!

Vou fazer bullying no youtube!


sem avatar Mr. (17/02/2014 12:39:07)   -1 0
11 Homens e um segredo é ruim de doer. Caçadores de Obras-Primas é muito melhor!



sem avatar van (17/02/2014 10:55:01)   1 1
Já tem alguns anos que adotei a seguinte prática: não leio nada sobre um filme ANTES de assisti-lo. Cansei de spoilers, cansei de ir ao cinema com excesso de expectativa, cansei de deixar de ir ao cinema por causa de uma crítica ruim e depois descobrir que era sim um filme bacana e deveria ter ido ver.
Costumo também, APÓS ver um filme, dar uma olhada nos meus sites preferidos para ver o que se falou sobre ele.
Isto posto, discordo da crítica. Ir ao cinema esperando um 'Onze Homens na 2a Guerra' é um erro nesse caso. É outro filme, outra história e outra pegada.
O ritmo é outro, a história é baseada em fatos reais e tem que ser verossímil.
Gostei do filme e recomendo.



Fabio Fabio (17/02/2014 09:46:11)   8 1
2 ovos do Hessel? Não perco de jeito nenhum.



sem avatar Frederico (14/02/2014 17:52:25)   414 0
Se "Onze Homens e Um Segredo" (o único filme na minha vida que dormi no cinema) foi referência para dar nota...

Se bem que ultimamente as críticas do Omelete também não são boas referências...



Max Max (14/02/2014 14:09:27)   28 1
Resumindo: O filme não é bom porque não é igual ao Onze Homens e um Segredo.


sem avatar Edson (14/02/2014 15:55:49)   34 1
Pensei a mesma coisa. Solene e memorialista então são qualidades ruins para um filme?

Fabio Fabio (17/02/2014 09:46:25)   8 1
Perfeito.

João Calvin João Calvin (18/02/2014 14:56:39)   5 3
Ainda não vi o filme, mas li o livro. Livro que, aliás, não tem absolutamente NADA que chegue à lembrar a dinâmica de uma história como a do 11 homens e um segredo. Fico perplexo que um crítico de cinema que se preze seja capaz de rotular um filme pelo poster e elenco estelar sem ao menos procurar saber qual o conteúdo do material original.


Leandro Leandro (14/02/2014 11:07:45)   1253 0
"Clooney termina flertando mais com os filmes de guerra solenes de Steven Spielberg - trilha à moda John Williams..."

Atualmente as trilhas de Hollywood andam num marasmo indescritível. Parece que muitos compositores, perderam a capacidade de se inspirar ou de se emocionar ao assistir um filme.

Por culpa de gente feito, Steve Jablonsky, Geoff Zanelli, Atli Övarsson e por ultimo, mas não menos importante, Hans Zimmer ("mestre" de todos esses ultimos), a criatividade nas trilhas sonoras estão no fim. A falta de estilo desse compositores, afetou até a trilha do Robocop do José Padilha.

Recentemente, eu baixei a trilha composta pelo Pedro Bromfman (compositor BRASILEIRO, diga-se ) para o remake de Robocop. E sabe qual foi o resultado? UMA BOSTA! Uma trilha totalmente inspirada no estilo de Hans Zimmer: sem emoção, genérica e completamente ESQUECÍVEL!

Se o Alexandre Desplat inspirou-se no estilo musical de John Williams ao compor a trilha de Caçadores de Obras-Primas, não vejo nenhum problema nisso. O estilo de John Williams é profundo e ele arrasta você para dentro do filme de uma maneira unica. Portanto, a trilha é muito boa e com certeza, dá o suporte emocional necessario à trama.

E ah, se o Hessel deu dois ovos para esse filme, então ele deve ser ótimo! :D




TLA TLA (14/02/2014 10:47:43)   823 -1
Ocean's First Class



Anderson Anderson (14/02/2014 08:00:33)   22 -1
Quem se importa com o que o George Clooney dirigiu ou atuou!

Se tem Bill Murray vale a pena!!!

O eterno Ghostbuster faz rir só de olhar a cara dele!!!



Publicidade
sem avatar Marco A (13/02/2014 20:33:06)   647 -2
"...Onze Homens e um Segredo na Segunda Guerra Mundial" - era o que eu esperava deste filme, broxei.



Denis Denis (13/02/2014 19:05:25)   877 1
No começo tinha um pouco de preconceito com relação ao Clooney pelo fato de ser um galã, mas hoje em dia aprendi a respeita-lo como ator e diretor.. Quero muito conferir esta nova empreitada dele.



Professor X Professor X (13/02/2014 17:47:20)   2375 2
Hessel??? tô fora!!!



sem avatar Santos D. (13/02/2014 15:50:27)   1251 1
Os criticos americanos também não gostaram do filme, mas eu pretendo conferir mesmo assim.
Creio que deve render pelo menos um bom entretenimento embora seja uma historia que tinha potencial pra render um grande filme.Pena que a direção do filme não conseguiu aproveitar plenamente esse material.



nilton nilton (13/02/2014 15:32:51)   -2458 -2
acredito que por vaidade o George Clooney quis dirigir o filme para ser indicado ao oscar, pois pelo tema seria garantia quase certa, mas não contava com os 2 ovos do filosofo de kaboom




Omeletop : cinema

Cinema

Os filmes em cartaz, a programação das salas de cinema, bilheterias, trailers, criticas de filmes, cartazes, entrevistas com astros e as novidades de Hollywood.

Séries e TV

As séries de televisão dos EUA, minisséries, os destaques da TV e as novidades na programação.

Música

Os shows que vem por aí no Brasil, os lançamentos musicais, novos álbuns e música grátis para download.

Games

Os novos games, críticas de jogos, trailers, imagens e mais novidades do mundo dos videogames.

Quadrinhos

As novidades das histórias em quadrinhos no Brasil e no mundo, previews de HQs e críticas de lançamentos nas bancas e livrarias.