Assista Agora

Obsessão | Crítica

Lee Daniels desconcerta público com violência e Nicole Kidman vulgar e sexy

Érico Borgo
13 de Setembro de 2012

The Paperboy

The Paperboy

The Paperboy
EUA , 2012 - 107 min.
Suspense

Direção:
Lee Daniels

Roteiro:
Lee Daniels, Pete Dexter

Elenco:
Matthew McConaughey, Zac Efron, Nicole Kidman, John Cusack, David Oyelowo, Macy Gray, Scott Glenn, Ned Bellamy, Nealla Gordon

Ótimo
The Paperboy
The Paperboy
The Paperboy

Depois do modestamente recebido Shadowboxer e do aclamado Preciosa, Lee Daniels faz em Obsessão (The Paperboy) um thriller em que comicidade e violência coexistem nos pântanos da Flórida.

Baseado no romance de Pete Dexter, que coescreveu o roteiro com Daniels, o filme borbulha como a podridão lamacenta do cenário. Nunca se sabe o que emergirá a seguir dali.

Na trama, ambientada na virada das décadas de 60 e 70, o filho mais velho (Matthew McConaughey) de uma família comandada pelo editor de um pequeno jornal local, retorna à cidade em que cresceu atrás de uma história importante. Ele pretende provar que Hillary Van Wetter (John Cussack, inchado e perigoso), condenado à cadeira elétrica, é inocente de um crime hediondo.

Ao seu lado estão o jornalista Yardley (David Oyelowo), negro, londrino e bem-sucedido - uma combinação nada bem-vinda no preconceituoso sul dos EUA da época -; o irmão mais novo Jack (Zack Efron) e Charlotte Bless (Nicole Kidman), mulher vulgar, sexy e instável que se apaixonou pelo suposto assassino e reuniu provas que podem inocentá-lo.

Kidman está impagável no papel de Charlotte. Engraçada e sensual na medida, exalando erotismo quando precisa e romântica incurável em outros momentos. Ex-garoto da Disney, Efron não faz feio e segura-se com dignidade em um papel moderadamente exigente perto do ótimo elenco, que inclui ainda - surpresa - Macy Gray, cantora que convence aqui como atriz, servindo também como narradora do filme.

Com uma fotografia saturada e edição que abusa de recursos visuais (como uma abertura de seriado setentista), além de trilha sonora suingada, Daniels alterna humor, especialmente vindo da personagem de Kidman, com o violento, grotesco e o ridículo. Até a sensualidade da atriz é desconstruída em duas sequências de sexo absurdo. Na primeira, a narração rompe a quarta parede para frustrar o público. Na outra, animais são vistos em flashes enquanto dois personagens transam furiosamente. Entre outros acontecimentos dignos de nota, há uma mijada em Efron (que vale o ingresso), uma ejaculação nas calças e outros elementos absurdos/chocantes, fora o clímax - que arrancou um grito abafado da plateia.

Apesar de existir também todo um comentário social sobre racismo e alguma crítica sobre o sistema de justiça, Obsessão não tem qualquer aspiração a filme-denúncia ou coisa do tipo. É um thriller que oscila entre estados, tirando o público de seu conforto habitual.

Leia mais sobre The Paperboy



Vídeos relacionados

Publicidade

Comentários (20)

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar.
Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

sem avatar Marcio (15/03/2014 15:52:54)   -7 0
Há filmes que são roteiros adaptados de livros e que recorrem, as vezes, ao próprio escritor para adapta-lo ao cinema. Há livros que são difíceis de serem levados para o cinema e escritores que entendem bem o ato de escrever um livro, mas são péssimos ao escreverem roteiros. Não tomei conhecimento do livro The Paperboy (na verdade o nome em inglês do filme é esse) que originou o roteiro desse filme, porém ao assistir constatei que ou ele era difícil de ser levado as telas ou o autor, Peter Dextel, (que adaptou a história para o cinema) não soube construir algo substancial para o cinema.
O repórter Ward Jansen (Matthew McConaughey) volta pra a sua cidade natal com um colega de trabalho, Yardley Acheman (David Oyelowo), para cobrir uma matéria sobre Hillary Van Wetter (John Cusack) uma pessoa que está presa por ter assassinado o xerife local. Ward e a namorada do suposto assassino, Charlotte Bless (Nicole Kidman) acreditam na inocência dele. O irmão de Ward, Jack Jansen (Zac Efron), passa a ajuda-los para tentar descobrir se Hillary é ou não o assassino, porém se apaixona por Charlotte. Essa história é baseada em uma história real.
Com um roteiro extremamente ruim o diretor Lee Daniels não consegue realizar uma obra consistente, nem se decidir se quer realizar um filme que trata sobre racismo, homofobia, apenas uma história de investigação ou o crescimento interior de uma pessoa. Ele não decide o caminho a seguir e acaba não fazendo nada. Obsessão é um filme que supostamente seria um filme investigativo, mas não explica praticamente nada. Há um narrador no filme que é extremamente desnecessário. Não decide quem será o protagonista do filme, pois investe demais no personagem de McConaughey, mas o real protagonista devia ser Jack Jansen, porém parece que o diretor não acreditou na interpretação de Zac Efron. Aliás as interpretações, com exceção de McConaughey (eficiente) e Efron (que não compromete), não ajudam em nada a compor o filme. Não reconheço nenhum traço interessante na interpretação de Nicole Kidman que para mim é uma composição de uma nota só. Sua interpretação só funciona como uma mulher mais, digamos, da vida (até nesse ponto soa eventualmente exagerada). Cusack, o possível assassino, faz um rosto de uma pessoa perturbada, achando que um cabelo despenteado e um olhar de mau iria compor seu personagem. Acaba se tornando um estereotipo.
Uma fotografia até que tenta retratar a época (final dos anos 60). Uma filmagem voltado para a TV o que acaba enfocando os personagens (mal trabalhados pelo roteiro, nenhum é bem desenvolvido), mas como já dito, os próprios atores não corresponderam tanto. Aliás, talvez eles não conseguiram ser melhores por causa do roteiro. Na montagem há cenas que poderiam ser facilmente cortadas.
Por fim ao entrarmos nessa história iremos de uma ponta a outra sem ter uma história definida, concreta, o que acaba nos levando a lugar nenhum.

http://embriagadospelocinema.blogspot.com.br/2014/03/critica-obsessao.html



G. brucew G. brucew (08/01/2014 21:19:35)   1759 0
Ótimo filme, o Efron realmente conseguiu segurar a parada cercado de lendas como Kidman e Matthew McConaughey...



Kaos Kaos (04/10/2013 08:48:09)   2485 0
Esse filme desde que vi o trailer tive muita vontade de ver, e agora com essa crítica.



sem avatar Marco A (04/10/2013 02:57:18)   705 0
Deu vontade de ver!!!



sem avatar Aksa (20/09/2012 19:49:27)   0 0
Acho o Borgo o mais sensato dos críticos do omelete. Vou assistir pela crítica, que foi excelente.



The Bird Is The Word The Bird Is The ... (13/09/2012 19:10:14)   120 0
Uou!!!
Eu sempre achei a Nicole uma gata safadinha.



DR. Zaius, ministro da ciência e defensor da fé! DR. Zaius, ministro da ... (13/09/2012 17:00:40)   1031 0
wtf????



sem avatar Santos D. (13/09/2012 15:36:36)   1269 0
Mais um elogiado trabalho que confirma a boa fase do McCounaghey nestes ultimos dois anos.

E que surpresa agradavel ver o John Cusack finalmente aparecendo de novo em um bom filme.Faz algum tempo que ele só vem trabalhando em filme fraco.



sem avatar Bruno (13/09/2012 15:29:49)   5 0
Eu vou ver o filme só para ver a mijada da Nicole no Zac Efron... o Borgo falou que vale o ingresso.. hahahahaha
Cena imperdível!



Thyago Roberto Thyago Roberto (13/09/2012 13:47:27)   728 0
Ótima crítica, Borgo. Estou mais mais ansioso para ver as cenas com a Kidman, que foi bastante elogiada em Cannes. Forte candidata ao Oscar.

Este filme é para os fortes, pelo que vejo. Muito legal.



Publicidade
Barbarian Barbarian (13/09/2012 13:27:01)   1271 2
E eu defecando por esse filme antes.

Já to na fila!



Neptuno Neptuno (13/09/2012 10:33:34)   517 0
Interessante...



sem avatar Carol (13/09/2012 09:50:19)   68 0
Boa crítica.. Não colocava muita fé no filme, mas agora estou ansiosa para assistir!



@tl_souza @tl_souza (13/09/2012 09:16:00)   147 1
Hmmm gostei da crítica, parece que Toronto valeu a pena pro Érico.



Raul Raul (13/09/2012 09:08:08)   1070 0
Quero muito assistir. Mais um bom trabalho de Lee Daniels, depois de Preciosa;



Roberto Roberto (13/09/2012 07:35:55)   -24 -1
É isso o que interessa. Se incomodou, o filme está valendo.



R@finha VERDÃO Rises R@finha VERDÃO Rises (13/09/2012 07:10:45)   705 2
Eita que o baguio é doido! rsrsrsrs


Renan Renan (13/09/2012 11:57:40)   2455 2
Baguio doido ta nós, se continua assim vai cair bonito. Cada jogo piora, ta foda.

R@finha VERDÃO Rises R@finha VERDÃO Rises (13/09/2012 12:32:35)   705 2
Pô Renan nem me fale vei!

Ao meu ver o time tá jogando bem, mas toma cada gol fuleiro...

Que Deus nos ajude!

AVANTI PALESTRA!!!


Mateus Mateus (13/09/2012 02:11:28)   1 1
A critica me animou em mil pra ver o filme.




Omeletop : cinema

Cinema

Os filmes em cartaz, a programação das salas de cinema, bilheterias, trailers, criticas de filmes, cartazes, entrevistas com astros e as novidades de Hollywood.

Séries e TV

As séries de televisão dos EUA, minisséries, os destaques da TV e as novidades na programação.

Música

Os shows que vem por aí no Brasil, os lançamentos musicais, novos álbuns e música grátis para download.

Games

Os novos games, críticas de jogos, trailers, imagens e mais novidades do mundo dos videogames.

Quadrinhos

As novidades das histórias em quadrinhos no Brasil e no mundo, previews de HQs e críticas de lançamentos nas bancas e livrarias.