O Lugar Onde Tudo Termina | Crítica

Filme feito de ciclos que se fecham não dá segundas chances a ninguém

Marcelo Hessel
20 de Junho de 2013

O Lugar Onde Tudo Termina

O Lugar Onde Tudo Termina

The Place Beyond the Pines
EUA , 2012 - 140 minutos
Suspense

Direção:
Derek Cianfrance

Roteiro:
Derek Cianfrance, Ben Coccio e Darius Marder

Elenco:
Ryan Gosling, Eva Mendes, Bradley Cooper, Dane DeHaan, Emory Cohen, Mahershala Ali, Rose Byrne, Ben Mendelsohn, Ray Liotta, Max Martini, Bruce Greenwood

Regular
o lugar onde tudo termina
o lugar onde tudo termina

O Lugar Onde Tudo Termina refaz a parceria entre o ator Ryan Gosling e o diretor Derek Cianfrance imediatamente depois de Namorados Para Sempre, mas já no começo do filme, pelo tom da trilha sonora composta por Mike Patton, percebemos que o drama do longa anterior vai dar lugar ao suspense.

Inicialmente o reencontro do motoqueiro Luke (Ryan Gosling) com a garçonete Romina (Eva Mendes) tem aquele mesmo clima de intimidade e de coisas não ditas que o trabalho anterior de Cianfrance construia, inspirado pelos casais em desarranjo que pareciam, nos filmes de John Cassavetes, carregar nas costas o peso do mundo. Ao rever Romina, Luke descobre que tem um filho recém-nascido - é peso suficiente para tirar o protagonista do rumo.

Caminhos que se tomam na vida e ciclos que se fecham, num movimento sempre contínuo e sem retorno, são os temas de O Lugar Onde Tudo Termina, como já sugere a imagem que abre o filme, a apresentação do motoqueiro num globo da morte num circo. Luke gira em círculos antes de rever Romina, como se procurasse sempre na vida onde estacionar, e, depois de saber que é pai, resolve acelerar com sua moto numa floresta - ação que a câmera de Cianfrance registra com frenesi como metáfora da confusão mental do personagem.

Estradas são percorridas ao longo das duas horas e meia de filme, e 15 anos se passam entre o reencontro do casal, que provocará uma perseguição envolvendo um policial novato (Bradley Cooper), e os reflexos desse reencontro na vida de outras pessoas. Contar mais sobre a trama é desnecessário - tudo no filme remete ao princípio.

...O que acaba tornando O Lugar Onde Tudo Termina um filme bastante previsível, já que as viradas da trama (dá pra antever que certos personagens vão se cruzar no futuro e acertar contas ancestrais) seguem uma lógica fatalista. Na primeira hora, o ritmo que Cianfrance impõe ao filme é bastante envolvente, acelerando a narrativa para sugerir que não há outro momento, senão o agora, para cada personagem tomar uma decisão. Quando a estratégia (e os simbolismos) se esgota, restam tipos sufocados pela predestinação.

O Lugar Onde Tudo Termina não chega a ser um Crash - No Limite, um discurso moralista sobre hipocrisia que não dá a seus personagens nenhuma chance de tomar suas próprias decisões. Está, porém, mais longe daquele promissor flerte de Cianfrance com o cinema de Cassavetes, porque embora os heróis do dia a dia em Cassavetes parecessem sempre fadados ao fracasso, a vida não lhes negava o prazer de viajar à deriva.

O Lugar onde Tudo Termina | Cinemas e horários



Publicidade

Comentários (38)

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar.
Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

sem avatar Marcio (11/11/2013 20:49:05)   -7 0
O Lugar Onde Tudo Termina nos conduz em uma narrativa em que os recursos da sétima arte são usados a seu favor. Movimentos de câmera, figurino, maquiagem e idéias hitchcockianas estão presentes.
Luke (Ryan Gosling) é um motorista de motocicleta que trabalha em um show itinerante de globo da morte. Ele e mais dois amigos da equipe entram em uma gaiola e lá fazem manobras em que um não pode se chocar com o outro de nenhuma maneira, pois se não seria a morte. Ao final de um show encontra uma ex-namorada chamada Romina (Eva Mendes). A partir desse ponto o filme se desenrola, e não vale à pena explicar mais.
Somado ao elenco principal temos Bradley Cooper como Avery Cross, um policial honrado e que busca um lugar na política. As atuações são boas e é interessante como o uso de um figurino e uma maquiagem (ou o fato de não ter) caracteriza bem um personagem. Luke é um exemplo, mas o que mais destaco é a personagem de Eva Mendes. Sempre vista em seus filmes como uma mulher muito bonita, aqui em seu personagem ela não faz o uso da maquiagem e usa um figurino que caracteriza bem a personagem. Isso enaltece sua falta de recurso. Eva Mendes consegue realizar uma personagem bem verossímil. Romina nasceu em uma família sem muito recurso. Aliás, isso somado a sua atuação, nos faz identificar mais com sua personagem.
O diretor Derek Cianfrance opta por uma câmera sutilmente tremida para momentos de tensão ou planos fechados focando na atuação dos atores e assim conseguirmos enxergar as essências do personagem. Mesmo quando outro personagem está fora de campo, à câmera muitas vezes foca no rosto de quem está escutando o que o outro diz. Isso tudo somado ao roteiro conseguimos realizar um estudo do personagem de Cooper e de Gosling. Percebemos o quanto as intenções de cada um têm um peso. Passamos a traçar um paralelo entre os dois. Foi uma boa opção adotada pelo diretor. Quanto às idéias hitchcockianas, é claro que o que ele fez com um personagem um pouco antes do meio do filme foi tirado de um filme do mestre.
Por fim cada um pode dizer qual(is) o(s) lugar(es) ou momento(s) em que tudo termina em um filme bem construído e coeso.

http://embriagadospelocinema.blogspot.com.br/2013/11/critica-o-lugar-onde-tudo-termina.html



sem avatar Valmir (03/09/2013 11:12:04)   5 0
Gostei! Filme bom que te prende, concordo que depois da metade ficou meio arrastado na parte com o Bradley, mas nem por isso ficou ruim.
Vale a pena ver =)




sem avatar Sérgio (29/08/2013 15:24:26)   4 0
Prezados,

sugiro também o seguinte texto sobre "O lugar onde tudo termina":

http://cinematographecinemafilmes.wordpress.com/2013/08/28/o-lugar-onde-tudo-termina-2013/

Abraço



sem avatar Edemundo (04/07/2013 14:11:47)   9 0
Acho que concordo com o Hessel dessa vez. Na primeira hora em que era Ryan Gosling o protagonista principal o filme parecia promissor, porém quando Bradley Cooper entra na narrativa o filme parece perder o comustivel e se torna arrastado, sendo assim previsível. Acho os 2 ovos justos.



sem avatar Emma (02/07/2013 21:32:23)   0 0
Não sou a maior fã do Hessel, mas concordo com ele dessa vez. É um bom filme, me senti presa à trama durante a primeira metade, que foi conduzida excelentemente, e envolvente é a melhor maneira de descrever o citado ritmo. Porém, quando a história passa a tratar os filhos quando já crescidos, a melodia e reflexão da trama se perdem um pouco e abrem caminho à uma sequência de ações que são, de fato, previsíveis.



Eduardo Eduardo (27/06/2013 19:41:45)   11 0
Eu achei muito bom o filme, muito reflexivo.

Acho que o filme perde um pouco a força no terceiro ato... mas ainda acho merecedor de 4 ovos.



Robson Robson (24/06/2013 18:52:22)   21 0
Bom! Eu assisti "Os Vingadores" e sabia que o Lock iria aprontar para que unidos os heróis detonassem os bandidos. Eu assisti "A Paixão de Cristo" e sabia que Jesus ia morrer no final. Assisti um bocado de filme que tinha uma receita de bolo no roteiro (a mocinha fica com o mocinho, entre outros). Mas mesmo assim não considerei os mesmos como filmes regulares.

"O Lugar Onde Tudo Termina" é um bom filme. Gostei de ter a experiência de vê-lo e recomendo. 4 ovos.

.



Special K Special K (24/06/2013 08:08:20)   88 0
O filme é bom.
É basicamente sobre legado. Nossos pecados repetidos por nossos filhos.
MAS mesmo não concordando com a ideia fatalista do filme, é inegável q se trata de um bom filme. Interpretação imperdível do ator Ryan Gosling..



Kelly Kelly (23/06/2013 22:23:19)   110 0
Não achei o filme nada previsível. O desfecho das histórias individuais, levando ao encerramento da principal, foram muito bem conduzidos.
Ótimas atuações e destaque para a bela maquiagem. 4 ovos fácil.

P.S.: Ultimamente Ray Liotta só faz papeis de corrupto.


leandro leandro (24/06/2013 19:24:57)   2 0
o Ray é um canastrão de primeira ,caracteristica do elenco de algumas novelas daqui


João João (23/06/2013 13:42:51)   105 2
Péssima crítica do Hessel!!! Sem forçar a barra, mas esse filme merece no mínimo 4 ovos!!! A história é muito bem conduzida, possui excelentes atuações (Bradley Cooper está muito bem, e eu nem gosto dele!!), e o desfecho não é NADA previsível, pelo menos para mim e para os 81% dos críticos do Rotten Tomatoes.
A falta de sensibilidade nas críticas do Omelete vem se repetindo já faz um bom tempo... no mês que vem tem mais um filme de super-herói para vocês ficarem radiantes novamente!!


leandro leandro (24/06/2013 19:30:28)   2 1
o Bradley ta bem melhor em O lado bom da vida,na verdade ,acho que foi a melhor atuação da vida dele,pois vamos ser sinceros,ele é bem limitado,mas ele esteve bem nesse aqui ,ja o Ryan,a mesma cara de Drive,gosto dele,mas essa é a razão pra o criticarem tanto


Publicidade
Heisenberg Heisenberg (22/06/2013 20:49:36)   526 -1
Odeio o Gosling desde o péssimo (sei que esse filme e sagrado para todos, mas essa e A MINHA OPINIÃO. Não me xinguem) "Drive.



sem avatar Francisco (22/06/2013 16:01:11)   309 2
Merece 4 ovos...

Interpretações sensacionais, especialmente de Gosling e Cooper.

Trilha sonora surgindo na hora certa, cenas bem construídas, fotografia belíssima, roteiro com alguns furos, mas ainda sim acima da média.




Snake Snake (21/06/2013 16:48:19)   121 0
BOA TARDE, GALERA!
pessoal, curtam esta página: https://www.facebook.com/PensamentosDoBeknap.
teremos diariamente frases de filmes, games, autores, frases marcantes do nosso dia a dia!!!
CURTAM, COMENTEM, COMPARTILHEM!!!



Willie Willie (21/06/2013 16:40:36)   810 2
Hessel dormiu de calça jeans antes de ver esse filme. Não é um primor, mas merece no mínimo 3 ovos.



sem avatar Bruno (21/06/2013 15:14:55)   1 -1
O maior problema do filme é que ele é longo demais..

A historia não é tão previsivel assim. é como outro comentou.. ela fica previsivel na parte dos filhos do protagonista e até tem uma parte que engana*. Mas tem algumas coisas meio forçadas.


Spoiler:
se o filho do Ryan matou ou não o filho o Bradley.


Denis Denis (24/06/2013 00:04:58)   1202 0
SPOILER:









Não, ele apareceu no final, no discurso da vitória do pai dele.


Vorlon Vorlon (21/06/2013 14:21:14)   55 1
Só pelo questionamento dos papéis de Policia/Bandido/Vítima ja vale a pena ver o filme, marecia 3 ovos pela execução e 5 pelo tema, é cada vez mais raro sair filmes de holywood que fazem reflexões sobre a nossa realidade, adoro super-heróis mas eles não me ajudam mais a amadurecer como individuo crítico do meio em que vivo!



sem avatar luizwaiforit (21/06/2013 14:20:41)   8 2
Regular???????????????? critica lixo



Breno Breno (21/06/2013 14:09:03)   604 0
O final do filme ficou muito relativo ao principio e terminou dando a ideia de que tudo esta interligado de alguma forma. Achei que esse foi o erro do filme (o que não diminui os acertos durante o longa).

No resto, não a o que comentar, belíssimo filme, Ryan Gosling atuando muito junto com o Bradley Cooper. Discordo e muito dessa crítica.



Red Leader Red Leader (21/06/2013 11:15:53)   -261 5
Hessel, geralmente, concordo com você. Mas dessa vez, não.

Foi um dos melhores filmes que vi esse ano. A transição de protagonistas é soberba. A história é cheia de reviravoltas. E só no último frame a gente percebe que trata-se de um filme sobre paternidade e relação entre filhos e pais.

Numa época em que tudo são franquias e filmes de super-heróis, é bom ver Hollywood fazendo um filme adulto, artístico e, ao mesmo tempo, de entretenimento.

5 ovos na minha nada humilde opinião.

Abraço, king hispter.


Miss Scarlett Miss Scarlett (21/06/2013 12:31:10)   530 1
Não vi o filme ainda, mas adorei seu cometário, mesmo que eu venha não concordar com ele depois de ver o filme. Seria bom de todos os leitores fossem educados assim.

Eduardo Eduardo (21/06/2013 13:26:46)   -53 0
@Red Leader, eu sou o maior crítico desta overdose de filme de super-heróis, principalmente aqui no Omelete.

Realmente, depois do seu comentário, este filme entrou para minha lista de entretenimento cinematográfico nesta temporada.

5 Ovos para o seu post, e 2 Ovos para a crítica do Marcelo Hessel.



sem avatar sandro (21/06/2013 09:25:51)   -32 1
Esse filme já saiu em torrent há uns seis meses em alta qualidade, só agora que chegou aqui no Brasil, que palhaçada hein!



Publicidade
André Filipe André Filipe (21/06/2013 08:17:09)   1148 0
nossa velho,final de semana fraquissimo de filmes,tendo so 2 opções...



Raul Raul (21/06/2013 02:24:52)   1071 -1
Como disse em outro tópico, também não achei o filme isso tudo. E apesar de ser interessante, 2 Ovos ta de bom tamanho.



sem avatar Santos D. (21/06/2013 00:38:42)   1273 2
O filme foi bastante elogiado pelos criticos estrangeiros.
No Rotten Tomatoes o longa tem mais de 80 por cento de aprovação.



Kaos Kaos (20/06/2013 22:53:16)   2606 -1
2 ovos foi exagero, esse filme é legal, esperava mais com certeza, mas regular foi demais.



Francis Francis (20/06/2013 22:19:16)   1943 1
Esse filme é ótimo, achei um trabalho técnico muito bem feito, calmo, e descreve bem o drama dos personagens, obviamente muitos vão achar lento e sem graça, não é todo mundo que tem paciência para ver filmes longos, e com uma narrativa fora do convencional, que foi menosprezada nesta critica.

Spoilers sobre a historia.


O filme tem uma ideia interessante para abordar seus personagens, claro que não é novidade no cinema, mas é polco usado nos filmes atualmente (e isso é ótimo pela ousadia) não ah nenhum principal na trama, e se todos achavam que o Gosling era o galazinho principal, aparecendo nos posteres e nos trailers, então fomos surpreendidos com sua morte aos 40 minutos de filme (avisei que tinha spoiler) dando lugar ah Bradley Cooper 'roubando' o foco do filme, isso é genial e NÃO É PREVISÍVEL HESSEL O PROFETA que descobre antes só depois de ja ter visto.

O filme é dividido em 3 partes, do Gosling, do Cooper, e de seus filhos em um futuro próximo, não tem como ser previsível, não tem nenhum principal na trama, o filme se divide em 3 atos totalmente diferentes, com uma atualização no elenco, dizer que é previsível é o mesmo papo furado de quem diz que adivinhou que o Bruce Willis era um **** em o Sexto Sentido. depois de ja ter visto, mão adianta dizer que era previsível.

4 ovos para esse filme.



Francis Francis (20/06/2013 22:34:04)   1943 -1
Spoiler


Só corrigindo, o filme passa a ser previsível sim, mas só quando você percebe que o 'ciclo' vai se fechar no final, os filhos deles acertam contas do passado, isso é previsível propositalmente a partir dos 20 minutos finais, quando o garoto descobre a verdade sobre o pai, ANTES DISSO não tem como saber de nada, então o filme não é previsível antes disso, e o final é proposital e não tira o mérito no ótimo trabalho feito.

sem avatar Sabrina (21/06/2013 09:06:31)   0 0
SPOILER








Francis, vc soltou o spoiler de que o cara morria no filme, mas usou **** pra não dar spoiler sobre o Sexto Sentido?? rsrsrs

Francis Francis (21/06/2013 12:18:44)   1943 0
é que usei uma palavra fantasma :)


nilton nilton (20/06/2013 21:59:07)   -1831 -3
Comentário mal avaliado pelos leitores. Clique para ler.


Rodrigo Rodrigo (20/06/2013 21:34:38)   220 -2
Filme ridículo, concordo com os dois ovos. Chega ao fim sem êxtase nenhum, e a reviravolta você consegue ver chegando à 1000km.



sem avatar TIAGO (20/06/2013 21:26:30)   0 0
Eu gostei do filme, bem bom.. daria 3 ovos.



Denis Denis (20/06/2013 21:11:59)   1202 1
Apesar dos "dois ovos" creio que o filme seja bom sim.

ps: Até que gostei do título em português.




Omeletop : cinema

Cinema

Os filmes em cartaz, a programação das salas de cinema, bilheterias, trailers, criticas de filmes, cartazes, entrevistas com astros e as novidades de Hollywood.

Séries e TV

As séries de televisão dos EUA, minisséries, os destaques da TV e as novidades na programação.

Música

Os shows que vem por aí no Brasil, os lançamentos musicais, novos álbuns e música grátis para download.

Games

Os novos games, críticas de jogos, trailers, imagens e mais novidades do mundo dos videogames.

Quadrinhos

As novidades das histórias em quadrinhos no Brasil e no mundo, previews de HQs e críticas de lançamentos nas bancas e livrarias.