Assista Agora

Tintim no Congo vai a julgamento na Bélgica

Contador congolês exige texto para colocar HQ em seu contexto histórico

Érico Assis
11 de Maio de 2010

tintim

A controvérsia de mais de 60 anos sobre o álbum Tintim no Congo vai chegar aos tribunais em 2010. O contador congolês Bienvenu Mboto Mondondo, que já se manifestara no ano passado, abriu o processo acusando o livro de propagar ideias de racismo e colonialismo na representação que faz dos africanos.

Esta semana, em Bruxelas, houve a primeira audiência sobre o caso. O julgamento acontece na semana que vem, no dia 12 de maio. E pode chegar inclusive à comissão de direitos humanos na União Europeia.

A principal crítica de Mondondo está na representação do domínio belga sobre o Congo (que durou até 1960) como um período pacífico, quando há estimativas que a população do país africano caiu em 10 milhões durante o período crítico de dominação. Além disso, o álbum mostra os congoleses como um povo com deficiências de aprendizagem e que adora o homem branco como se fosse um deus.

O responsável pela ação diz que se contentaria com um prefácio no álbum que colocasse que ele deve ser lido em seu contexto histórico, quando não existiam leis contra o racismo e havia uma defesa da validade do controle belga sobre o país africano. A edição inglesa de Tintim no Congo já adotou esta recomendação, após reclamações no país.

A versão original da história, publicada em 1931, era ainda mais colonialista e racista. Hergé, o criador de Tintim, alterou-a para uma versão colorida em 1946 - hoje publicada em todo o mundo, inclusive no Brasil. Mesmo assim, nos últimos três anos já aconteceram ações de repúdio, livrarias que tiraram-no da seção infantil, editoras que decidiram não republicá-lo e bibliotecas que tiraram Tintim no Congo da estante.

A Moulinsart, editora que controla tudo relacionado a Tintim, vai apresentar sua defesa até a semana que vem. A principal argumentação é que, seguindo o critério de "alertar" quanto ao conteúdo do álbum, grande parte da literatura produzida da metade do século XX para trás também teria que vir com esse tipo de aviso.

Leia mais sobre Tintim



Publicidade

Comentários (12)

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar.
Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

sem avatar flavio (20/08/2010 17:03:15)   -231 -2
tin tin é muito bom, gosto muito do Herge, todo preto é burro mesmo, tem que saber que a historia é contada do lado belga, pq conogolanos nao fazem uma historia em quadrinho contando o lado deles


Elizabeth Kendrick Elizabeth Kendrick (28/01/2013 02:31:14)   48 1
Racismo é crime flavio! Mais respeito com as pessoas é bom! Até pr a você mesmo!


RAFAEL RAFAEL (15/05/2010 00:25:33)   9 0
É isso o que dar sem ter o que fazer..................



Tyago Tyago (11/05/2010 23:44:17)   11 0
:S



Alonso Alonso (11/05/2010 16:58:26)   0 0
@Marcos

Quem educa são os pais, não professores, livros, tv ou cinema.

Papel dos pais é fundamentar na criança ideias do que é certo ou errado. Quer dizer que se seu pai te ensinar que ser preconceituoso é errado e mostrar as razões ler Tintim iria ter te feito mudar de ideia? Pois se ele fosse capaz de fazer você mudar de ideia e passar por cima de toda a base moral que seus pais te deram provavelmente você e qualquer um que o fizesse mereceriam sim auxilio psicologico.

O que acontece é que as pessoas estão transferindo para todas as midias, e influencias externas a obrigação de educar os seus filhos, quando isso é papel de pai.

HQs, Cinema, TV e etc não tem papel educativo a principio e sim de entretenimento. Se puder o ser, se houver espaço pra isso, mas querer lição de moral até em comedia pastelão, filme de terror e HQ de 1931? Como disse cabe aos pais darem o julgamento nescessario.

Não é por causa das midias que vc citou que o mundo esta "selvagem", e sim porque tem pai demais querendo que o mundo seja homogenio, lindo e perfumado e ele não é nunca será. O mundo é selvagem porque é intolerante.

E é intolerante pois as pessoas hoje são suprimidas do contato com coisas diferentes, pessoas diferentes, e modos de pensar mesmo que de antigamente diferentes.



Marcos Marcos (11/05/2010 16:48:07)   186 0
E Não É Caso De Super Proteção, Ou Bolha Protetora.

Simplesmente Aceitar O Que É Certo, E Se Chegou A Esse Ponto De Ter Julgamento.Não Podemos Dizer Que É Sem Fundamento Ou Alienação.

Infelizmente Preconceito Existe Sim, Mas Não É Porque Existe Que Temos Que Achar Que É Correto.



Marcos Marcos (11/05/2010 16:37:03)   186 0
Alonso Por Isso As Coisas Hoje Em Dia Estão Tão Selvagens.

A Gente Adulto Pode Até Entender, O Contesto Historico o Ano Em Que Foi Publicado 1931 Etc E O Escanbau.

Mas Passar Algo Que Realmente É Preconceituoso Pra Crianças E Dizer Que Está Certo Não Da.



Alonso Alonso (11/05/2010 15:01:16)   0 0
Sinceramente é muito alarde por pouca coisa. Coloquem o tal prefacio que o cara quer e pronto. Mas parar de publicar? Isso é heresia. O livro foi feito em um certo contexto historico, seu personagem tem seu valor literario e tudo mais. Não se pode deixar de publicar um volume por isso. Ou vamos tambem parar de publicar O mercador de Veneza pela mensagem anti semita?

O mundo ta muito politicamente correto. Ate com Tintin tao tentando acabar agora. Tenho pena de quem não ler isso se escondendo num escudo politicamente correto onde o mundinho é perfeito.

Tenho pena mesmo pois essas pessoas superprotegidas quando saem desse escudo criado na intimidade do seu lar e ai encara o mundo que é preconceituoso, injusto e tudo mais pira. Não atoa tanto jovem se suicida hoje em dia. Afinal pra eles antes de sair de casa o mundo era perfeito...



Paulo Sérgio Paulo Sérgio (11/05/2010 13:25:26)   0 0
Bruno...verdade, me lembrei desta passagem do acidente do trem com o carro...de morrer de rir..ganhei este álbum quando era criança..é o melhor álbum do TINTIN e este policiamento visa apenas atender interesses individuais - ou seja, o cara quer aparecer - duvido que alguém nos dias de hoje não saiba separar as coisas...é tal qual aquele índio norte-americano assistindo um western onde o exército lutava contra os peles-vermelhas...ele torcia pelos brancos e aí lhe perguntaram porque ele torcia contra o seu povo...e ele respondeu: meu povo? Vcs estão loucos? Isso aí é um filme...eu estou me divertindo, oras...



Marcos Marcos (11/05/2010 10:15:58)   186 0
É Dificil,Até Hoje Ainda Existe Racismo Imagina Em 1931? Acho Simplesmente Que A Editora Deveria Não Publicar Essa Edição Deveria Descartar Ela,Isso Se Ela Se Preocupa Com Quem Vai Ofender Ou Não,Mas Se Não Se Preocupar Compra Quem Quiser.Eu Sabendo Desse Têor Jamais Compraria.



@xandrelima @xandrelima (11/05/2010 09:34:36)   -1 0
E assim Tintin vende mais com a propaganda gratuita...



Publicidade
sem avatar Bruno (11/05/2010 01:24:18)   3 0
Eu tenho este gibi aqui em casa, era do meu pai. Este é um dos mais engraçados. Principalmente quando um trem africano bate no carro do tintin, e é o trem que tomba, em vez do carro. >.<




Omeletop : quadrinhos

Cinema

Os filmes em cartaz, a programação das salas de cinema, bilheterias, trailers, criticas de filmes, cartazes, entrevistas com astros e as novidades de Hollywood.

Séries e TV

As séries de televisão dos EUA, minisséries, os destaques da TV e as novidades na programação.

Música

Os shows que vem por aí no Brasil, os lançamentos musicais, novos álbuns e música grátis para download.

Games

Os novos games, críticas de jogos, trailers, imagens e mais novidades do mundo dos videogames.

Quadrinhos

As novidades das histórias em quadrinhos no Brasil e no mundo, previews de HQs e críticas de lançamentos nas bancas e livrarias.