Assista Agora

Bruce Springsteen no Rock in Rio 2013

Em show de 2h40, o cantor derruba barreira entre fãs e artista e impressiona pela vitalidade aos 63 anos

A Cozinha
22 de Setembro de 2013

A abertura inacreditável do show em São Paulo se repetiu no Rock in Rio 2013. Foi cantando "Sociedade Alternativa", de Raul Seixas, em um português enrolado, mas totalmente compreensível, que Bruce Springsteen e a E Street Band subiram ao Palco Mundo no sábado. A última atração da noite deu show de talento, simpatia, originalidade e, principalmente, resistência, com uma apresentação bem abaixo dos padrões do The Boss mas ainda assim extensa, de 2h40.

O "Chefe", como Springsteen é conhecido, trouxe todas as músicas do seu álbum clássico Born in the U.S.A, de 1984. A decisão, que poderia ser um atropelo para não-fãs, acabou sendo muito bem interpretada pela maioria. Muito graças ao carisma e à desenvoltura de Springsteen, que criava brechas com palavras genéricas para os que estavam animados, mas não conheciam as músicas, pudessem participar. Foi justamente o que aconteceu em "Badlands" e "Death to My Hometown".

Mas a generosidade e a visão do Boss de como incluir toda a plateia em seu show ia além. Do alto de seus 63 anos, o cantor não parecia tão preocupado com seus atos, ele queria se divertir: gritava, andava de uma ponta à outra do palco, desceu para cantar junto ao público duas vezes, subiu na grade, e acabou por transformar o show em uma festa, mostrando quem mandava naquele Rock in Rio, de forma bastante prática. Não rolou o esperado mosh, mas o público respondia ao carinho cantando "Olê, olê, olê, olê, Bruce, Bruce", nos intervalos das canções.

A apresentação histórica - Springsteen voltava ao país depois de tocar só algumas músicas como parte da turnê da ONG Anistia Internacional, em 1988 - teve muitos pontos altos, em "Hungry Heart", "Born in The U.S.A", "Cover Me", "Working on a Highway", "I'm on Fire", "Glory Days" e, é claro, "Dancing in The Dark", com um convite para os fãs subirem ao palco. Springsteen tirou fotos, deixou que cantassem ao microfone e até dançou com os escolhidos. Os momentos mais marcantes do encontro foi quando emprestou um de seus violões para que uma jovem tocasse junto dele, e ergueu outra nos ombros e a levou de volta para a grade. De onde vem tanta energia?

Subir ao palco parece ser a fonte da recarga. O Chefe fez piadas, leu frases inteiras em português para dizer aos fãs, como: "Rio, eu viajei milhares de quilômetros para estar aqui hoje e fazer uma única pergunta: vocês estão sentindo esse astral?", que os fez gritar bastante. A apresentação, apesar de divertida, foi bastante "puxada" para os que não eram admiradores e, passando da metade do show, começou a perder bastante dos presentes. Nada que abalasse o ânimo do cantor, mas que gerava grandes buracos na plateia da Cidade do Rock, onde horas antes estavam os fãs de John Mayer - para sorte dos fãs do Boss, que puderam se aproximar mais do palco.

A caminho da reta final, Springsteen puxou"Waitin' on a Sunny Day", em que passou o microfone para um fã de apenas 10 anos cantar. "Thunder Road", "Born to Run" e o cover de Beatles com "Twist 'n Shout" deram a sobrevida necessária e também a exata impressão do quanto o cantor ainda curtia permanecer no palco, após tanto tempo, cantando e dançando. O incansável cantor pediu desculpa pelos 25 anos de ausência do Brasil e prometeu que isso não acontecerá de novo, antes de finalizar com "This Hard Land" a apresentação que foi mais que um show, mas uma verdadeira demonstração de respeito e dedicação aos fieis seguidores que acompanham o Boss por onde ele passa.

Acompanhe a nossa cobertura do Rock in Rio 2013



Comentários (12)

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar.
Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

sem avatar Luciano (25/09/2013 03:00:53)   6 0
Vi essa resenha do show de SP (no qual tive o privilégio de ir), http://artescetera.wordpress.com/2013/09/23/bruce-springsteen-no-brasil/

O cara é muito foda....de verdade...



Laura Laura (24/09/2013 14:42:24)   2 0
Eu, vendo da tv, chorei até com música que eu não conhecia



Noir Noir (24/09/2013 11:52:24)   244 0
Foi o melhor show de todo o RiR. O cara foi fenomenal.



Caio Caio (23/09/2013 17:35:34)   20 1
Cara com certeza om melhor show, e eu tava lá foi incrível, nem imaginei quando ele subiu na minha frente em uma das partes e apertou minha mão !!! Sensacional o ''Boss' detonou nesse Rir !!!



Vitor Vitor (23/09/2013 17:12:47)   1530 1
Sem dúvida nenhuma o melhor show do Rock in Rio. Puta energia, carisma, respeito com os fãs, e talento. O cara é simplesmente muito foda. Com certeza honra o apelido de "Boss".

Quando ele voltar, espero que no ano que vem, vou sem dúvida nenhuma ao show de São Paulo.



Bob Bob (23/09/2013 15:53:21)   10 1
Twist and Shout não é dos Beatles... Jornalismo preguiçoso isso aí, faltou uma pesquisa...


sem avatar ANDERSON RODRIGO (24/09/2013 16:00:00)   0 0
Pois é, a primeira gravação foi dos The Topnotes mas a música foi escrita por 2 caras que eu não me lembro o nome agora!


larissa larissa (23/09/2013 14:43:49)   292 0
fiquei muito impressionada com o carisma e pique dele,e ninguém mais interagiu tanto com os fãs.
fiquei mais impressionada ainda ao ler e ver que tem gente que literalmente segue ele pelo mundo (me disseram que o menino de 10 anos foi a 80 shows,vi uma entrevista com uma italiana que foi a 99)
depois de ver o respeito que ele tem pelos fãs e toda simpatia, entendi o motivo.



É que me escapoliu.... É que me escapoliu.... (23/09/2013 11:03:55)   16 1
Nesse show o cara fez jus ao apelido de "THE BOSS"...

Demais,, show de verdade com interação com os fãs!!!

Pra mim o melhor dos shows!!!!


Lazy Jones Lazy Jones (23/09/2013 11:39:39)   180 0
Por isso que o cara elege presidentes, heheheh. :)


Lazy Jones Lazy Jones (23/09/2013 10:50:22)   180 0
Omelete,

Cadê as reportagens dobre os shows do Rob Zombie e do Slayer?





Omeletop : musica

Cinema

Os filmes em cartaz, a programação das salas de cinema, bilheterias, trailers, criticas de filmes, cartazes, entrevistas com astros e as novidades de Hollywood.

Séries e TV

As séries de televisão dos EUA, minisséries, os destaques da TV e as novidades na programação.

Música

Os shows que vem por aí no Brasil, os lançamentos musicais, novos álbuns e música grátis para download.

Games

Os novos games, críticas de jogos, trailers, imagens e mais novidades do mundo dos videogames.

Quadrinhos

As novidades das histórias em quadrinhos no Brasil e no mundo, previews de HQs e críticas de lançamentos nas bancas e livrarias.