Punk Rock Jesus | Jesus Cristo é clonado e vira astro de reality em minissérie da Vertigo

Sean Murphy é roteirista e desenhista da minissérie em preto e branco

Érico Assis
10 de Abril de 2012

Punk Rock Jesus

Jesus Cristo foi clonado para virar estrela de reality show. Mas, aos 14 anos, revoltado com o mundo, resolve rebelar-se contra seus "criadores".

É a trama de Punk Rock Jesus, minissérie que a Vertigo anunciou esta semana de autoria de Sean Murphy (Joe, o Bárbaro). Será a primeira vez que Murphy tanto escreve quanto desenha para a editora - ele já havia criado sozinho outros projetos independentes.

Em cinco edições, a minissérie trata da personalidade punk do novo JC, de seu guarda-costas - um ferrenho católico irlandês, ex-membro do IRA, que considera seu dever na terra proteger o Messias -, e de Gwen, a garota escolhida num esquema American Idol para gestar o filho de Deus. Fora as adorações e protestos da comunidade religiosa em todo o mundo.

A minissérie sairá em preto e branco, o que é pouco usual para a Vertigo. Em entrevista ao Newsarama, Murphy diz que está seguindo a proposta original de seu projeto, mas diz que no futuro pode haver uma versão colorida.

Punk Rock Jesus estreia em julho nos EUA.

Leia mais sobre Sean Murphy.



Publicidade

Comentários (57)

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar.
Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Noir Noir (23/04/2012 10:41:37)   245 2
Não sou um estudioso de teologia nem sou religioso (apesar de ja ter lido muito a respeito) e sequer vou à igreja alguma, mas temos que ver uma coisa importante aqui, Jesus em suas parábolas sempre que se referia a deus o tratava de uma forma completamente diferente da que os judeus tratavam, ele o chamava por algo próximo a "paizinho", isso era basicamente uma forma de ir contra os pensamentos judeus que tratavam aquele deus como algo intocavel e incitavel, duro e severo. A própria parábola do milagre de transformar água em vinho traz uma coisa muito interessante, é uma alegoria dizendo: "divirtam-se, sejam felizes, festejem a vida como eu a quero que seja".
Quem reclama de uma obra de HQ pq supostamente alega q está ofendendo a deus, sinceramente é apenas um alienado que participa de algo sem ter conhecimento algum daquilo, o próprio Jesus que vcs acreditam deixou bem claro isso, deus é “tocável”, está entre todos, e mais ainda, deseja a alegria de todos.
Antes de criticarem uma obra ficcional que tem por premissa uma crítica à pós-modernidade sem mesmo conhecer o conteúdo, façam o favor de pelo menos se informarem sobre suas próprias crenças.



Hector Hector (12/04/2012 17:52:24)   766 1
Eu sou a favor de debates saudáveis entre as pessoas... religiosas ou não.

Sou contra ofensas á crença religiosa de um indivíduo... mas também sou contra fanatismo religioso e intolerância.

É sempre bom lembrar que, supostamente em nome de Deus, foram cometidas muitas atrocidades.

Assim como foram cometidas muitas atrocidades e perseguições por conta da crença religiosa de muitos povos.

Num mundo ideal, inteligente e racional, encontraríamos uma maneira de nos respeitar.

Mas para a raça humana nada é simples, e estúpidez só piora tudo...



Bruno Bruno (12/04/2012 12:17:48)   132 0
Rapaz, estão negativando tudo quanto é comentário defendendo a santidade do nome de Deus e ainda criticam a fé! Bem que Jesus disse: "Se o mundo vós odeia, saiba que antes ele me odiou a mim. Vós não são do mundo, como eu não sou, se fossem, o mundo os amaria, mas por serem meus, o mundo os odeia. Saibam, o discípulo não é maior que o seu Senhor, se me odiaram, certamente, odiaram a vós." Podem mandar ver galera.



Bruno Bruno (11/04/2012 14:27:10)   132 0
Cara, é cada um comentário mais bobo que o outro dessa gente que não aceita a existência de Deus, a fé ou a religião. A noticia é sobre uma HQ, se não curtem o evangelho, catolicismo, a fé em si, vão levar esse bate-boca inútil pra alguma igreja ou seminário de teologia. Aos que gostam de jogar pedra no nome de Deus ou expressar suas certezas duvidosas, não pensem que isso vai derrubar a fé de alguém, mas sintam-se a vontade pra tentar - não que vá adiantar de alguma coisa -, e podem criticar, xingar ou me negativar, já cansei de ficar lendo esses "esperneios" de gente que faz questão de tentar provar inutilmente seu ponto de vista e ficar me contendo.



Cirilo Cirilo (11/04/2012 13:20:25)   385 2
O objetivo desse sean murphy é justamente causar polêmica. Isso aí foi só a reportagem e já ta lotado de comentário da
galera expondo ideias e uns insultando aos outros.
E Deus, com certeza, ta cagano e andano pra essa minissérie.


Edgar Edgar (12/04/2012 09:05:39)   -65 0
Ta NÃO Alamy, e le se importa sim e muito quer ver: Ora, as obras da carne são manifestas, as quais são: a prostituição, a impureza, a lascívia, a idolatria, a feitiçaria, as inimizades, as contendas, os ciúmes, as iras, as facções, as dissensões, os partidos, as invejas, as bebedices, as orgias, e coisas semelhantes a estas, contra as quais vos previno, como já antes vos preveni, que os que tais coisas praticam não herdarão o reino de Deus.
Gálatas 5:19-21

Não tomarás o nome do Senhor teu Deus em vão; porque o Senhor não terá por inocente o que tomar o seu nome em vão" (Ex 20.7

especialmente aqueles que, seguindo a carne, andam em imundas concupiscências, e desprezam toda autoridade. Atrevidos, arrogantes, não receiam blasfemar das dignidades,
2 Pedro 2:10

E outros q não caberiam aq


Pedro Sérgio Pedro Sérgio (11/04/2012 07:54:33)   226 2
Essa história pode ter desdobramentos interessantes:

O clone de Jesus obviamente não é uma produção divina, então pela lógica, ele não teria os poderes de Jesus nem sua sabedoria, seria apenas mais um indivíduo que possui traços semelhantes a ele. Mas isto não impediria o reboliço em torno de sua figura, e acho que é isso que o autor pretende explorar, no fundo será uma critica aos radicais dos dois lados (crentes e descrentes).

(isso não é blasfêmia, é só corpo, Deus se preocupa com o espírito)

Outra, seria interessante, se no final se descobrisse que ele não é clone nenhum, mas um engodo daqueles que o criaram para buscar algum tipo de promoção hedionda, e ai o autor poderia mostrar a reação de todos que o odiaram e dos que o amaram.

Espero que o autor saiba fazer bom uso da premissa.


Edgar Edgar (12/04/2012 09:17:43)   -65 -2
Sério Pedro Sergio? só com o espirito? : Ou não sabeis que o vosso corpo é santuário do Espírito Santo, que habita em vós, o qual possuís da parte de Deus, e que não sois de vós mesmos? Porque fostes comprados por preço; glorificai pois a Deus no vosso corpo.
1 Coríntios 6:19-20

Porque do coração procedem os maus pensamentos, mortes, adultérios, prostituição, furtos, falsos testemunhos e blasfêmias.
Mateus 15:19

Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos?
1 Coríntios 6:19

Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim.
Gálatas 2:20



sem avatar Marcos Vinicius (11/04/2012 00:02:26)   339 1
Sabe o que eu acho legal? O negócio todo parece ser bem mais uma crítica ao culto das celebridades e dos reality shows do que de qualquer tipo de crítica ao cristianismo. Claro que deve haver alguma coisa, mas no contexto das coisas Preacher parece ser BEM mais sarcástico que isso.

Além disso, se eu fosse Deus, acha mesmo que eu ficaria me preocupando com um cara usando meu nome para zuar com uma instituição criada por humanos que por isso mesmo já é zoada por si? Eu acharia até interessante e engraçado.

Eu sou católico, e reconheço todos os erros cometidos pela minha instituição religiosa porque ela é feita por humanos, falhos, gananciosos ou simplesmente idiotas demais para realmente entender o grande esquema das coisas. Críticas construtivas são sempre bem vindas.



sem avatar Von (10/04/2012 23:32:32)   -25 0
Meu..q vergonha alheia estou passando aqui ao ler toda essa discução por causa de uma HQ,tu é crente?tu é ateu?blz..respeitem-se e divirtam-se com a HQ ou pelo menos se distraim lendo o enredo,sei la....quem não quiser não compre e parem d um ofender a fé do outro,uns por ter d+ e outros por d menos...ninguem é obrigado a crer em Deus,Jesus ou acreditar q os mesmos não existem ou foram pessoas comuns....PQP,mais respeito porra!!!!Imaginava q fãs d Hqs e da 7ºArte como encontrados diariamente aqui no omelete eram melhores ou no mínimo mais cultos,com mais cerebro e bom senso q a massa estupida das torcidas organizadas!!
¬¬

Obs:PQP( d novo)



DR. Zaius, ministro da ciência e defensor da fé! DR. Zaius, ministro da ... (10/04/2012 23:31:18)   1033 0
Os conhecedores de HQs podem me dizer o nome de uma mini-série em que o Elvis foi clonado e retorna à vida como um super agente? Li algo a respeito faz alguns anos, não lembro onde.



Waine Waine (10/04/2012 22:10:42)   -6 0
Achei meio apelativa a ideia... Promoção em cima de uma polêmica tão boba...



Publicidade
Rômulo ,the Joker Rômulo ,the Joker (10/04/2012 21:08:06)   1449 1
ta ,pode ser polêmico e ofensivo ,mas até que é uma idéia interessante.



Hector Hector (10/04/2012 20:49:07)   766 3
Eu acho desconcertante essa atitude das pessoas de chamar de "satanista" qualquer idéia que não se encaixe na sua visão dualista de bem e mal.

Se dependesse de alguns indivíduos ainda viveriamos na idade média... caçando bruxas, enforcando infiéis e lançando hereges em poços.


Rômulo ,the Joker Rômulo ,the Joker (10/04/2012 21:11:12)   1449 1
excelente comentario ,merce um positivo.


Rafael Rafael (10/04/2012 20:40:08)   9 0
Geralmente essas premissas chamam mais atenção pela polêmica do que pela qualidade. Mas se Ele se ofender, nego vai arder no mármore pela Eternidade, porque na Sua imensa sabedoria, ao invés de deixar um texto perfeito, deixou cheio de lacunas pra um bando de ignorantes interpretar do jeito que quisessem!!!


sem avatar Daniel (10/04/2012 20:50:22)   -9 -3
Comentário mal avaliado pelos leitores. Clique para ler.

sem avatar Daniel (10/04/2012 21:04:35)   -9 -3
Comentário mal avaliado pelos leitores. Clique para ler.

Rafael Rafael (18/06/2012 16:30:39)   9 0
"Isso não é meio racista?"
Não. Nego, Fulano, Mané. Não sei onde você mora, mas onde eu moro, "Nego" vale pra branco, preto, índio, oriental.

"O jeito que vc interpreta..."
E eu não tenho a menor dúvida de que faço parte do bando de ignorantes, afinal, como eu disse, é um texto cheio de lacunas.

Não atire pedras, por gentileza.


Fernando Fernando (10/04/2012 19:56:55)   385 1
A premissa é interessante, já começaram a falar sobre blasfêmia.a hq nem saiu ainda rsrsrs
,É apenas uma hq,espero que não demore pra chegar!!


Edgar Edgar (10/04/2012 20:13:24)   -65 -4
Comentário mal avaliado pelos leitores. Clique para ler.


Edgar Edgar (10/04/2012 19:20:45)   -65 -2
Não imagino nem quem queira ler uma BLASFEMEA dessas, o nome de DEUS é santo e não se deve brincar com isso,


Wendell Wendell (10/04/2012 19:50:18)   139 1
Bem, eu quero. E isso não é blasfêmia, mas ficção. Ter escrito Paradise Lost não fez de John Milton um satanista.


Wendell Wendell (10/04/2012 18:55:07)   139 1
Fico imaginando de onde eles tiraram o DNA de Jesus. Será que do Santo Sudário? E falando nisso, a premissa me lembrou muito a de um desenho que passava no Adult Swim do Cartoon Network (eu acho...), em que havia uma escola frequentada apenas por adolescentes clonados de personalidades históricas. Alguém lembra desse?


Edgar Edgar (10/04/2012 20:11:44)   -65 -2
Continua brincando Wendell, com coisas q não deveriam ser brincadeira, a Biblia mesmo diz q ninguem sera tomado por inocente por Plasfemar o nome de DEUS, poderiam colocar simplesmente um artista do Rock e pronto, mas não tem q colocar a pessoa de Jesus Cristo Nessa q é a mais bem sussedida forma de envocar o diabo, o Rock

Edgar Edgar (10/04/2012 20:22:14)   -65 -1
Vc quer?? q pena estarei orando pela sua alma, e se isso não é BLASFEMEA o q é então??

sem avatar Fabrini (10/04/2012 21:29:16)   11 1
A ideia de "não se pode brincar com Deus" não esta em nenhum lugar da Biblia, o que tem la em algumas passagens é contra Blasfemia.

Segundo, não acredito que essa obra pode ser classificada como blasfemia, não esta atribuindo à Deus expressões vulgares ou imprecações, e o Jesus em questão, é apenas um clone, que da base a trama.

Terceiro, porque não pode falar sobre temas religiosos, ou usa-los como base, nesse caso? Nessa obra, em específico, ninguem esta falando que a biblia esta errada, que toda informação dentro dela é equivcada, ou xingando gratuitamente o Deus Judaico-cristão (blasfêmia). E alguns outros flimes, livros, series e gibis, jogos tambem usam desse artificio religioso, (Spawn, Preacher, Diablo, Supernatural, Constantine...) e dificilmente são considerados blasfemadores pelas pessoas, ou ate mesom para alguns que postaram aqui.
Enfim, quem determina o quanto se pode basear sua obra em escrituras/mitologias religiosas?
E, principalmente, porque querer fazer isso?

Não entendo como um Deus supostamente feito de amor, pode se enraivecer com tão pouco, ao ponto de querer castiga-lo? Provavelmente quem se irrita são as pessoas que supostamente O adoram. Vai entender

Josemar Josemar (10/04/2012 21:55:31)   74 1
Edgar, você leu a premissa? Não estão usando a "pessoa de Jesus Cristo". É um clone. Só isso. No mais, faço minhas as palavras de Fabrini.


sem avatar Fabrini (10/04/2012 18:50:57)   11 3
Acho que é uma reação exagerada por parte de alguns aqui.
A ideia de "não se pode brincar com Deus" não esta em nenhum lugar da Biblia, o que tem la em algumas passagens é contra Blasfemia.

Segundo, não acredito que essa obra pode ser classificada como blasfemia, não esta atribuindo à Deus expressões vulgares ou imprecações, e o Jesus em questão, é apenas um clone, que da base a trama.

Terceiro, porque não pode falar sobre temas religiosos, ou usa-los como base, nesse caso? Nessa obra, em específico, ninguem esta falando que a biblia esta errada, que toda informação dentro dela é equivcada, ou xingando gratuitamente o Deus Judaico-cristão (blasfêmia). E alguns outros flimes, livros, series e gibis, jogos tambem usam desse artificio religioso, (Spawn, Preacher, Diablo, Supernatural, Constantine...) e dificilmente são considerados blasfemadores pelas pessoas, ou ate mesom para alguns que postaram aqui.
Enfim, quem determina o quanto se pode basear sua obra em escrituras/mitologias religiosas?
E, principalmente, porque querer fazer isso?

Não entendo como um Deus supostamente feito de amor, pode se enraivecer com tão pouco, ao ponto de querer castiga-lo? Provavelmente quem se irrita são as pessoas que supostamente O adoram. Vai entender



Fábio Fábio (10/04/2012 18:32:26)   6 2
É... só lendo mesmo pra saber, do contrário ninguém pode sair atirando a primeira pedra. Entenderam o trocadilho?! Mas falndo sério, acredito que os cristãos não ignorantes e não radicais não vão se sentir indginados, pelo contrário, por que não dizer que isso é um tributo ao Messias. É óbvio que isso é mais uma sátira ao nosso sistema, as nossas sociedades do que uma afronta a religião ou a Deus. E se Deus existe aposto que ele concorda que nosso mundo tá uma merda.



Vinícius Vinícius (10/04/2012 18:00:42)   436 1
Heheh, muito bom o conceito, lerei com certeza.

Me pareceu mais uma sátira com a nossa sociedade de hoje em dia, completamente voltada pra mídia e não tanto um ataque a religião (embora esses sempre sejam interessantes).



Josemar Josemar (10/04/2012 17:59:23)   74 2
Para os que acham que o autor só está brincando com Deus, uma pergunta: vocês leram a bagaça pra saber com tanta certeza?

A premissa da história é interessante sim, mas só lendo pra saber se o assunto polêmico é para alavancar as vendas.




Publicidade
Willian Willian (10/04/2012 17:35:17)   107 -4
Comentário mal avaliado pelos leitores. Clique para ler.

sem avatar Felipe (10/04/2012 19:04:46)   35 2
acho que e so uma historia, nao uma forma de ofender deu sou algo assim, e historias servem pra ser contadas, e nao pra ficar na cebça do autor
se vc quer ver como se brinca de deus, vai numa igreja da universal ou algo assim

Willian Willian (11/04/2012 13:24:34)   107 -2
Felipe meu caro, quem falou de Igreja até o momento !

Agora eu não vou brincar com o Senhor que curou um câncer maligno da minha Mãe !

Então se quer brincar porque não brinca, criando algo relamente legal.

Stan Lee nunca fez esse tipo de coisa, e criou alguns do maiores herois das HQs.


Victor Victor (10/04/2012 17:28:07)   189 -3
Comentário mal avaliado pelos leitores. Clique para ler.


Hector Hector (10/04/2012 17:22:59)   766 2
O conceito é muito bacana e o Murphy é um ótimo artista... resta saber se o roteiro é igualmente interessante.



Jaspion Hipster Jaspion Hipster (10/04/2012 17:16:24)   53 2
Ou se brinca com tudo, ou não se brinca com nada.

Não estão tirando sarro de Deus, ou Jesus em si, mas apenas contando uma história. Não foi feita para se levar a sério, mas sim para entreter e divertir. O desrespeito está apenas nos olhos de quem vê.

Mas, comentando a notícia: Achei a ideia bizarra, mas interessante. Deviam aproveitar caras assim nos times criativos da Marvel e da DC. Só Deus sabe como eles estão fazendo falta...

E Joe, O Bárbaro tem os melhores desenhos que eu vi nos últimos anos.



jonathan jonathan (10/04/2012 17:01:39)   1232 -5
Comentário mal avaliado pelos leitores. Clique para ler.

Hector Hector (10/04/2012 17:26:49)   766 1
Por que não?

Talvez "ele", ao contrário da maior parte das pessoas hoje em dia, tenha algum senso de humor.

jonathan jonathan (11/04/2012 17:41:14)   1232 -2
Pra galera que me negativou,caso vcs não saibam o nome disso que o autor da história fez é blasfêmia.não se mexe com Deus e ponto.
vcs tem o direito de não acreditar em Deus,mas não o de zombar da crença dos outros.
eu apenas expressei a minha opinião sobre o assunto e não escrevi nada demais.
mas pelo visto a grande maioria interpreta essa opção de positivar e negativar os comentários ,como "gostei e não gostei"
deveriam avaliar de uma maneira mais coerente.


Bruno Bruno (10/04/2012 16:47:33)   132 -4
Comentário mal avaliado pelos leitores. Clique para ler.


Cabral Cabral (10/04/2012 15:34:40)   393 1
Cara, que viagem... Mas a premissa é criativa, e parece ser interessante.



Denis Denis (10/04/2012 15:30:12)   294 2
Essa anomalia teve consultoria do Dan Brown né? só pode rs



Rogério N Rogério N (10/04/2012 13:04:22)   723 0
Me interessei. Joe, o Bárbaro é um dos trabalhos mais fracos do Morisson, apesar da arte do Sean Murphy ser bacana. Bem que a Panini podia publicar essa Punk Rock Jesus pouco depois de sair nos EUA.




Omeletop : quadrinhos

Cinema

Os filmes em cartaz, a programação das salas de cinema, bilheterias, trailers, criticas de filmes, cartazes, entrevistas com astros e as novidades de Hollywood.

Séries e TV

As séries de televisão dos EUA, minisséries, os destaques da TV e as novidades na programação.

Música

Os shows que vem por aí no Brasil, os lançamentos musicais, novos álbuns e música grátis para download.

Games

Os novos games, críticas de jogos, trailers, imagens e mais novidades do mundo dos videogames.

Quadrinhos

As novidades das histórias em quadrinhos no Brasil e no mundo, previews de HQs e críticas de lançamentos nas bancas e livrarias.