Entrevistas

  • Game of Thrones | Omelete Entrevista Kit Harington e Richard Madden
  • Diário de um Jornalista Bêbado | Johnny Depp fala do filme
  • American Pie: O Reencontro | Omelete Entrevista Elenco - parte 2
  • A Perseguição | Omelete Entrevista Elenco e Equipe
  • American Pie: O Reencontro | Omelete Entrevista Elenco - parte 1
  • O Trono do Sol | S.L. Farrell fala com os leitores brasileiros
  • A Toda Prova | Omelete Entrevista Antonio Banderas
  • A Toda Prova | Omelete Entrevista Ewan McGregor
  • A Toda Prova | Omelete Entrevista Gina Carano
  • 12 Horas | Omelete Entrevista Amanda Seyfried
  • A Toda Prova | Omelete Entrevista Channing Tatum
  • Heleno | Omelete Entrevista José Henrique Fonseca
  • Fúria de Titãs 2 | Omelete Entrevista Toby Kebbell
  • O Lorax | Omelete Entrevista Zac Efron
  • O Lorax | Omelete Entrevista Ed Helms
  • Fúria de Titãs 2 | Omelete Entrevista Sam Worthington e Liam Neeson
  • Ver todos

Game of Thrones | Omelete Entrevista Kit Harington e Richard Madden

Atores vieram ao Brasil para divulgar a segunda temporada da série da HBO

Para a divulgação da segunda temporada de Game of Thrones, Érico Borgo foi até o Rio de Janeiro conversar com Kit Harington e Richard Madden, respectivamente o Jon Snow e o Robb Stark da série.

Os atores falaram sobre fazer parte da aclamada série, teorias sobre o rumo da história, o realismo das locações escolhidas para a gravação, as várias mortes de Sean Bean e a importância das cenas de sexo na trama.

Confira!

Acho que a minha primeira pergunta é: como é fazer parte de uma das sagas de fantasia mais amadas de todos os tempos?

Richard Madden: É uma grande honra, às vezes eu não acredito que estou nisso porque eu amo o programa tanto quanto as outras pessoas. E eu amo os livros, então é muito surpreendente fazer parte de algo que tantas pessoas também gostam. É muito empolgante, eu adoro.

Kit Harington: É incrível, na verdade. Esse é um sentimento muito bom. Nós não esperávamos por isso, queríamos apenas que as pessoas gostassem, que fosse um bom programa, com boas atuações, bem escrito e bem feito. Mas parece que está indo melhor do que qualquer um esperava. É uma novidade para mim e para qualquer um envolvido. Estamos aproveitando e espero que a gente continue a agradar as pessoas.

RM: Quando me chamaram para a série eu pensei: "ok, vou ler os livros". E aí eu li muito rápido e amei. Eu tento me segurar para não ler muito na frente, gosto de ler temporada por temporada porque eu continuo a me surpreender e a mudar. Então agora eu posso ler o terceiro livro, eu estava muito animado para começar.

Você é um desses fãs que tem teorias? Eu tenho duas leitoras, Gisele Cortácio e Denise Godoy, elas me pediram para te perguntar se você acredita mesmo que o Jon Snow é filho do Ned Stark.

KH: As pessoas falam disso, né? Eu tenho as minhas teorias sobre ele. Eu tenho que ter, inevitavelmente eu tenho porque tenho que pesquisar sobre ele e quem ele é. Mas na verdade não é muito saudável para mim, como ator, ficar pensando sobre seus pais ou sua mãe. Na série ele não sabe quem é a mãe dele é. E ele acha que nunca vai descobrir. Então, inevitavelmente eu penso nessas coisas mas tento não deixar afetar.

Como ator, o que você acha do realismo que a HBO está trazendo a Game of Thrones? Eles podiam ter feito em computação gráfica, mas eles investem em sets reais e outras coisas.

RM: Eles são muito detalhistas. Para mim, como ator, deixa o trabalho muito mais fácil e muito mais divertido. Quando estou em locação, em Winterfell, você consegue sentir o cheio de Winterfell com incensos queimando. Quando estou na minha tenda de comando e temos uma palha... são cheiros e gostos que você nunca sentiu antes. Quando encosto em uma parede, ela não é de papelão que pode cair, é uma parede de verdade, é pegajosa, úmida e fria. Quando você está no set você tem lama até os joelhos, você consegue sentir o cheiro dos cavalos e acho que tudo isso nos ajudou a criar este mundo. Para nós, como atores, estávamos no lugar perfeito e você realmente sente as coisas à sua volta, tudo é tocável, real, e você chega ao set e atua. Isso deixa meu trabalho muito mais fácil e divertido e espero que isso seja transmitido para a tela, que estamos criando um mundo que as pessoas podem acreditar.

KH: Acho que essa é uma das coisas fortes da série. Acho que muita coisa no mundo tem computação gráfica neste meio. Eu acho isso legal, mas parece que estamos perdendo o hábito de montar um set sem usar isso. Acho que isso faz o programa ser o que é, e acho que é isso que as pessoas gostam de ver: atores respondendo a set e ambientes reais.

Você acompanha as piadas que aparecem online sobre a série? Porque tem muitos vídeos, como por exemplo o do Tyrion dando tapa na cara do Joffrey por 10 minutos e outras coisas assim. Você assiste a essas coisas?

RM: Eu já vi alguns mas não todos, eu meio que tento me manter longe da internet o máximo possível. Como ator, acho que não é algo saudável, mas têm coisas muito engraçadas na internet. Alguns amigos me mandam e eu dou muita risada.

E estou curioso quanto ao Sean Bean. O cara não pára de morrer nos filmes.

RM: Ele faz isso, né?

É. Tem até um vídeo com todas as mortes dele. Ele é um homem triste por causa disso?

RM: Não, de jeito nenhum. Acho que o Sean teria ficado feliz de continuar na série, ele foi brilhante na primeira temporada. Acho que o bom é que eu adoro que os roteiristas e o George mataram este personagem principal e isso surpreendeu muito as pessoas que não conheciam a história. Muitas pessoas me falavam: "não, eles não podem ter matado ele". E eu falava: "ele se foi, você precisa superar". Por isso é tão bom.

Um dos meus leitores me perguntou se eu tinha alguma dica porque ele não se sente confortável com as cenas de sexo. Mas aí ele percebeu que tem história nas cenas de sexo.

RM: Tem mesmo.

Ele me perguntou: "o que eu faço? Eu não me sinto confortável, mas gosto da série". Você tem alguma dica para ele?

RM: Você tem que tirar do contexto que é uma cena de sexo. Todo o sexo que acontece no programa está contando um pouco da história. O sexo é usado como o meio para o fim, na maior parte do tempo. É para chegar até algo ou passar algo sobre alguém ou para mostrar uma intimidade que não tínhamos visto no personagem. Então, ao invés de encarar apenas como uma cena de sexo, fale para ele entender isso como parte da história. E neste mundo o sexo não é grande coisa para as pessoas. É mais fácil para eles. Acho que se ele ver por estes termos, que não é o mundo em que vivemos, mas o mundo deles onde o sexo significa muito menos para as pessoas.

KH: Acho que o elemento sexo no programa, a explicidade na série, é uma coisa forte nela. A HBO pode fazer o que quer, na verdade. Ela faz e fomos criticados na primeira temporada quanto a algumas cenas de sexo. Mas os roteiristas disseram: "sabe, é uma parte importante para nós. Nós vamos mais além". E se for desconfortável de assistir, deve ser. Se passa em um bordel e deve questionar como você se sente vendo isso. Sabe, o drama tem que testar as pessoas e se não é confortável de assistir, às vezes é uma coisa boa. Ao todo.

Você tem alguma informação sobre em que ponto George R.R. Martin está em relação aos próximos dois livros? Porque muitos fãs têm medo por ele ser idoso e...

KH: Acho que o George tem... Ele com certeza vai escrever, vão ser lançados e a série vai acompanhar. Acho que sabe exatamente o que está fazendo e eu não tenho medo dele não terminar. Acho que ele está bem focado e sabe o que vai acontecer e como tudo acaba. Acho que esta vai ser a genialidade no final.

Game of Thrones adapta o romance As Crônicas de Gelo e Fogo: A Guerra dos Tronos.

A série se passa em Westeros, uma terra reminiscente da Europa Medieval, onde as estações duram por anos ou até mesmo décadas. A história gira em torno de uma batalha entre os Sete Reinos, onde duas famílias dominantes estão lutando pelo controle do Trono de Ferro, cuja posse assegura a sobrevivência durante o inverno de 40 anos que está por vir.

O elenco é encabeçado por Lena HeadeySean BeanMark Addy. Bean interpreta Eddard "Ned" Stark, Lorde de Winterfell, um homem conhecido pelo seu senso de honra e justiça que se torna o principal conselheiro do Rei Robert, vivido por Addy. Lena interpreta a mulher de Robert, a Rainha Cersei.

A série épica, que é originalmente da HBO, está sendo exibida tanto nos Estados Unidos quanto no Brasil aos domingos.

Leia uma entrevista com o escritor George R. R. Martin

Leia mais sobre Game of Thrones

.

+Entrevistas

Comentários

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar. Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

blog comments powered by Disqus
Publicidade

Trailers em destaque

Publicidade

Omeletop As 5+

  • Lidas
  1. 1 - Filme de Gambit vai começar!

    Filme de Gambit vai começar!
    E mais: CCXP, Demolidor, Legends of Tomorrow, Doutor Estranho, Homem-Aranha e Pantera Negra
  2. 2 - X-Men e Quarteto Fantástico vão se unir no cinema
  3. 3 - Hugh Jackman posta foto e diz adeus a Wolverine
  4. 4 - O fim de One Piece e cenas excluídas de Vingadores: Era de Ultron
  5. 5 - Os filmes de heróis da DC que nunca aconteceram | OmeleTV #336.2
  6. Ver todos
Publicidade

Fotos

omeletv-308
omeletv
CCXP Exclusivo Kotobukiya Studio Geek Mundo Geek 02
comic-con-experience-convidados
Publicidade