Alan Moore pede que leitores de Before Watchmen nunca mais leiam obras de Alan Moore

Em longa entrevista, escritor explica toda briga com DC, Dave Gibbons e Watchmen

Érico Assis
14 de Março de 2012

Moore

Enquanto ninguém pergunta "Mas, mister Moore, do que o senhor GOSTA?", Alan Moore continua aproveitando cada oportunidade de entrevista para desancar a DC Comics, o estado atual da indústria de quadrinhos e, agora, até seus (ex-)amigos. Esta semana foi o site Seraphemera que deu a oportunidade de Moore expor suas frustrações.

Como já disse em outras oportunidades, Moore acha Before Watchmen o fim da picada na péssima relação que ele tem com a DC há 25 anos - quando diz que foi vítima de "mentira" e "roubo" por parte da editora quanto aos direitos sobre a Watchmen original - mesmo que admita ter sido ingênuo. Na nova entrevista, ele lembra que o contrato que assinou na época estipulava que ele e Dave Gibbons teriam os direitos de volta assim que Watchmen ficasse fora de catálogo - o que a DC nunca deixou acontecer, mesmo porque a coletânea da HQ sempre vendeu bem nestas duas décadas e meia.

A novidade é que Moore propõe uma espécie de "auto-boicote": leitores que comprarem Before Watchmen ou que aceitam o estado atual dos quadrinhos são convidados a nunca mais comprar uma obra de Moore.

"Se você é um leitor que só quer ver seus personagens prediletos eternamente à sua disposição e não dá a mínima para quem os criou, provavelmente você não é o leitor que eu quero. Tenho um respeito imenso pelo meu público. Sempre que encontro estas pessoas, presumo que seja gente inteligente, com escrúpulos. Mas quem quiser comprar esses prelúdios de Watchmen estará me fazendo um grande favor se parar de comprar minhas outras obras", declara. "É óbvio que não tenho como controlar isso. Mas espero que você não vá querer comprar uma HQ sabendo que o autor tem desprezo total pela sua pessoa. Espero que isso baste."

Entre outras pessoas por que Moore tem desprezo está Gibbons, seu colaborador original em Watchmen. Moore já havia explicado que cortou relações com o amigo por não ter recebido um telefonema de agradecimento pela grana com Watchmen: O Filme (da qual o escritor abriu mão e deixou para o colega; Moore diz que Gibbons ligou muito depois, quando a relação já estava comprometida para sempre). Na entrevista, conta em detalhes toda a atuação de Gibbons como "garoto de recados" da DC, tentando convencê-lo a dar o aval para Before Watchmen. Fala até em valores: os dois receberiam US$ 250 mil para supervisionar o projeto.

Enfim, Moore diz que se recusa a conversar com qualquer pessoa que tenha contato com a DC Comics. Diz que nos contratos que faz atualmente, estipula que, caso o contratante venha a ser comprado pela DC, o contrato está anulado. Afinal, foi o que aconteceu quando ele assinou contrato com a Wildstorm, no final dos anos 90, e a linha acabou sendo comprada pela DC. Moore revela inclusive que, quando trabalhava para o Extreme Studios, a DC também tentou comprar o estúdio de Rob Liefeld. Parece perseguição, certo?

Ele também rebate as críticas de J.M. Straczynski, que considera hipocrisia Moore reclamar que outros autores estejam trabalhando em personagens que ele criou, quando o próprio Moore trabalhou com vários personagens de outros. O britânico retruca dizendo que a situação era outra. Diz que é muito tranquilo, por exemplo, com tudo que se fez com John Constantine desde que criou o personagem, há quase 30 anos, pois as condições e seu estágio de carreira eram outros. Watchmen, com maiores pretensões, com o dito contrato e com o significado que teve para a indústria de quadrinhos, não pode ser tratada da mesma forma.

Para quem tem meia hora sobrando e sabe inglês, a entrevista completa está aqui.

Leia mais sobre Alan Moore|
Leia mais sobre Before Watchmen



Publicidade

Comentários (343)

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar.
Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Pedro Paulo Pedro Paulo (27/11/2013 20:03:54)   265 0
Sinceramente, achei ridícula a atitude dele. É como se Sir Arthur Conan Doyle pudesse dizer que você é um merda por assistir "Sherlock" da BBC, ou "Elementary" da CBS. Você criou os personagens Moore, outras encarnações, paródias e etc vão acontecer, e ninguém vai deixar de ser fã da sua obra, ou se tornar um fã medíocre como ele disse, por gostar delas. Eu li todos os "Antes de Watchmen" que saíram no Brasil até agora, gostei de todos, principalmente o do Comediante, só achei o do Rorschach um pouco fora de tom, muito focado em homenagear do que em criar algo memorável, enfim, e não deixei de gostar de Watchmen e não vou parar de ler as obras do Moore, até pq gosto bastante, mas essas declarações que ele anda fazendo...



Ricardo Ricardo (26/11/2013 22:49:24)   1811 1
Bom, eu nunca me interessei por Before Watchmen mesmo, sempre achei babaquice da DC pra tirar dinheiro de leitor, então tô tranquilo. Não li e nunca vou ler. Pra mim só existe a graphic novel do Moore.

E quanto à falta de criatividade, ele está certíssimo. Tanto que o fato de a DC estar criando um novo herói atualmente sem amarras com nada é um fato celebrado porque ninguém mais na indústria se propôs a isso, ficam apenas reciclando e requentando fórmulas e conceitos antigos.



Marcelo Marcelo (21/03/2012 15:10:22)   656 2
@Danielpaz

Leva a mal não mas, essa sua atitude de ser eternamente grato ao Alan Moore por ele ter escrito tantas obras de qualidade não passa de uma tietagem cega aos defeitos do ser humano. Que é falho por natureza.

Da mesma forma que eu não guardo minha cópia de Watchmen num altar de adoração, seria ridículo que eu fizesse o mesmo com o Moore. DESCULPE TE INFORMAR, MAS ELE NÃO É UM DEUS. Ele tem defeitos, e graves até.

Como fã (da obra) eu prefiro não ser complacente ou cego à realidade dos fatos.

Esse chilique do Moore só serviu para me animar ainda mais em ler Before Watchmen.



Cândido Cândido (18/03/2012 14:39:55)   420 0
Bah, Danielpaz, trancaram as respostas nas outras páginas...
-- --

Eu: "E agora pessoal ?

(Danielpaz e cia)

Alan Moore terá "desprezo total pela sua pessoa" se você ler Before Watchmen.

E AGORA ?!???"

Daniel paz:
"quando você discute comigo, tem que ver o que EU estou dizendo, não o Moore.

Eu NUNCA pus em discutão a compra da revista, ou a maldição que ele poria em cima dos leitores... olhe os posts.

O que eu concordo é com a indignação dele, e com o sentimento de que nego vive sanguessugando ele (o que é verdade) e que eu me sentiria igualmente fulo da vida com as condições do trato com Watchmen - conforme ele narra... não temos o outro lado, que não se pronuncia; apenas reimprime encadernados e fatura o dindim.

E fiquei de cara com a reação iracunda dos leitores aqui, num primeiro instante - olhe o histórico dos posts... Chamei isso de "ingratidão" - para a minha geração, seria, porque ela é grata a ele, Miller, Starlin, Claremont, e tantos outros (a maioria endoideceu) por ter reinventado os quadrinhos e feito obras-primas. Como falei, meu débito com Byrne supera a rabujice infinita dele. "

--- ---- ---

Eu sei que vc nunca pôs em discutão a compra da revista, Daniel.
Eu tô pegando no teu pé exatamente porque o Moore colocou em questão o modo de pensar dos leitores que vão ler o BW !!
Uma vez que você e outros concordam com o modo do Moore encarar as coisas, tiveram que lidar com o modo dele de pensar sobre quem vai ler as coisas que ele tanto critica. Ou seja, vocÊs próprios.
Daí vc (e outros) vem e diz(em) que tá pouco se lixando pro que o Moore pensa sobre quem vai ler... (ou, que não interessa porque ele 'nem me conhece' como vi por aqui) mas devia interessar sim, porque é a filosofia do cara, pôxa ! Não é isso que alguns defendem ? A filosofia dele ?

Mas , no seu caso, acho que entendi o seu ponto de vista.
Na verdade vc também não se importa muito com o Moore. Simpatiza sim com A SITUAÇÃO de engano e exploração gerada pela DC. Vc concorda com o posicionamento dele em relação à essa questão. E só. Vc não vê o Alan Moore como o Alan de hoje. Julga e valoriza ele como figura pública no contexto do trabalho de toda a sua vida,fazendo uma média de todas as criações boas do passado e as não tão boas de hoje, é isso?

--- --- ---



Cândido Cândido (18/03/2012 15:00:04)   420 1
Agora, não sei se entendio que vc quis dizer com: "e com o sentimento de que nego vive sanguessugando ele "

Porque achoque não concordo.
Considero que reutilizar de idéias para o Lanterna Verde, retomar o Monstro do Pântano, etc... não é 'sanguessugar' o Moore, é dar prosseguimento à boas idéias.
Se tivessem utilizando porcamente o Lanterna Verde, por exemplo, ia aparecer alguém e dizer: Pôxa,o Alan teve idéias tão legais e olha o que estão fazendo com o personagem...
Universo Marvel e Dc é isso: Um constante reaproveitamento de idéias, umaroda que vai e volta, ciclos... oportunismo, remakes, que seja... quem leu esses universos a vida toda já deveria ter entendido que com personagens com vida virtualmente infinita isso faz parte do processo.
Não considero que extender as idéias boas de algu´m seja errado. Quando vc coloca as idéias no mundo não pode ter a pretensão de que elas sigam somente os caminhos que vc acha certo.

Sobre a exploração financeira do Alan - Acho que é duro de afirmar que ele não ganhou o dinheiro que merecia ... exatamente porque ele DISPENSA o dinheiro. Por exemplo , com o filme do Wachmen. Ele NÃO QUIS o lucro. Não queria que o filme fosse feito e que ninguém ganhasse nada! Como isso pode ser caracterizado como exporação?

Eu não vejo alguém deixando de ganhar algo que deveria. Vejo alguém reclamando que algo para alguém ganhar dinheiro está sendo feito.
E isso , pra mim, está mais pra egoísmo do que pra exploração.

André B André B (20/03/2012 17:19:14)   948 0
Vou continuar aqui, pois tá um saco descer tudo pra escrever e daqui a pouco vai sumir as mensagens mais baixas.

Vc disse: Seguindo essa lógica: nós não conhecemos Alan Moore, do que achamos dele é relevante.

E não é? Vamos deixar mais completo, então. O que sou do Moore? Leitor. Só. O que ele é para mim? Escritor. Só. Qualquer coisa fora dessa relação é desimportante. Eu curto o trabalho dele, ele ganha comissão por eu consumir o trabalho dele. Acabou.

Não me importo com a vida social dele e desconfio que ele não se importe com a minha. Por que deveria ser diferente? Cara, mal conhecemos as pessoas com que temos um certo convívio, por que eu deveria julgar alguém cujo acesso me é limitado a apenas entrevistas esporádicas? E ele nem isso tem de mim.

Eu me importo com a opinião da minha esposa sobre mim. Com a opinião de meus familiares mais próximos. Com a opinião de alguns amigos e um ou outro colega de trabalho. Só. Sei que há um ou outro no meu trabalho que nutrem antipatia por mim. Não me importo, pois eu sei que aquela pessoa mal me conhece e todas as avaliações que ela fez foi sob a ótica distorcida de seus próprios defeitos, não dos meus. Não entendo por que cargas d'água eu deveria me importar com a opinião do Alan Moore. Já disse que, na minha opinião, vc está levando esse papo de desprezo muito a sério. Pra mim ele está marcando território, dividindo os leitores, tentando desmoralizar BW. Porém, se você acha que não, que o Moore te desprezará por ler BW, de verdade, com todos os fios da barba dele, ok. Sinta-se desprezado por ele quando comprar a revista (e veja se alguma coisa na sua vida vai mudar).

;)

Cândido Cândido (22/03/2012 12:55:02)   420 1
Agora vc chegou no oponto que eu queria André !!


"se você acha que não, que o Moore te desprezará por ler BW, de verdade, com todos os fios da barba dele, ok. Sinta-se desprezado por ele quando comprar a revista (e veja se alguma coisa na sua vida vai mudar)"

Mas eu NÃO ME SINTO.

E você TAMBÉM NÃO.

Logo...

A tentativa do Moore de 'marcar território, dividir os leitores e tentar desmoralizar BW' falhou miseravelmente !!!

Tudo que ele conseguiu foi dizer besteira, perder um pouco de respeito de uns e estimular outros a comprar as revistas !!

Quem era favor do Moore, continua, quem era contra , continua. E quem tava em cima do muro passou pro lado do contra...

André B André B (22/03/2012 19:33:02)   948 0
Sim, sim... não acho que alguém realmente vá levar isso a sério na hora de comprar uma revista dele ou BW.

Mas tem uma coisa... ficamos dias discutindo isso, e muita gente não tinha nem noção de como o Moore foi enganado. E agora tem. Então eu não diria que ele falhou miseravelmente. Abs!

Cândido Cândido (23/03/2012 00:06:22)   420 1
Sim muita gente não tinha nem noção de como o Moore foi enganado.

Agora muitos tem e não se importam.

Porque ele convenceu alguns de que está gagá, convenceu outros de que é um cara muito chato, outros de que ele é radical, outros que é manipulador ou cabeça dura ou incoerente , ou tudo isso junto.

Chegando até mesmo no ponto de ter gente que dá MUITA importância ao fato de que ele disse que, se vier a te conhecer - dentro daquelas condições - não vai respeitar a sua pessoa. Mais importância do que o fato dele ter sido enganado (segundo alguns, pela sua própria burrice na época).

Agora muita gente sabe do que lhe aconteceu com mais detalhes. Mas respeitam e se importam bem menos com a sua pessoa.

André B André B (23/03/2012 00:43:35)   948 0
"Agora muitos tem e não se importam."

Ou seja, dane-se o artista, o que importa são meus personagens prediletos na banca no fim do mês.

Até entendo quem pensa assim, mas, como ilustrador, sou naturalmente a favor do artista (aliás, mesmo entre um gênio gagá, chato e mal educado e uma mega corporação cuja primazia é o lucro, fico com primeiro, já que me proporciona uma experiência bem mais rica).

Mas esse sou eu. Cada um com seu modo de pensar.

Cândido Cândido (25/03/2012 17:30:12)   420 1
Ah, então vc é ilustrador.

Isso explica tudo.

Um amigo meu que também é me disse exatamente a mesma coisa: "Até entendo quem pensa assim, mas, como ilustrador, sou naturalmente a favor do artista"

Eu também sou ilustrador, embora não profissional.

Mas não que eu seja contra o artista num sentido geral.

Se outro estivesse na mesmíssima posição do Alan e agisse um pouco diferente a minha opinião seria outra.


sem avatar mateus 1986 (17/03/2012 16:32:31)   3 0
Alan Moore é um cara ético e compreendo que está postura é boa para o mercado de quadrinhos em si que vem se criando em cima das mesmas coisas a 20 ou 30 anos..

visitem o forum de discuções sobre quadrinhos http://dcmetc.co.cc/forum/



Mark Mark (16/03/2012 14:15:34)   8 1
Concordo plenamente com o Alan Moore, sei que haverá pessoas com opiniões diversas, mas a verdade é que "autores" como J.M. Straczynski não respeitam a opinião de outros colegas de trabalho. Todo mundo sabe que Watchmen é uma história fechada, adicionar mais o quê? Caramba, vivemos em um mundo onde as pessoas só visam o lucro, é cada vez mais visível que criação, originalidade e ótimos trabalhos estão em falta porque preferem ficar apenas "remoendo" o passado utilizando-se de fórmulas já vencidas. O leitor de quadrinhos tem de ser exigente, cobrar por bons argumentos e histórias concisas, só desenhos não atraem mais, temos de exigir conteúdo. Before Watchmen é tudo o que de ruim acontece na indústria dos quadrinhos atualmente, apenas busca de lucro com marcas e personagens consolidados, antes ao menos atraiam nosso dinheiro com boas histórias e desenhos que você olhava e dizia este é do John Byrne, este é do John Buscema,Jim Lee etc, hoje não dá nem pra saber quem é o desenhista de tão padronizado que estão.



sem avatar danielpaz (16/03/2012 13:00:34)   58 1
Outra coisa que me ocorreu... em outra entrevista, Moore reclama da falta de criatividade atual, e de que os quadrinhos, antigamente (creio que ele se referia aos anos 50) eram mais criativos... Acho que ele tem razão em algo aí; as histórias hoje são tremendamente mais estruturadas, bem desenvolvidas... mas...

... fico pensando... Quando o grande vilão cósmico da DC é Darkseid (Anti-Monitor e Imperiex são versões sem sal de Galactus)... e quando a Marvel me sai, este mês, com um confronto titânico entre Galactus e os Celestiais... todos criação DO MESMO SUJEITO... penso que Moore não está de todo errado. O disparate da Era Dourada tinha, como contraponto, a enxurrada atordoante de personagens e conceitos a serem explorados; hoje, temos algo um tanto mais vagaroso (embora haja iniciativas bacanas, como de Bendis e Morrison, de resgatar personagens de terceira categoria obscuros e dar-lhes destaque e história).


André B André B (16/03/2012 19:20:54)   948 0
Aí entra o retorno que o personagem dá à editora, algo que o Moore também contemplou. Não é à toa que o Wolverine é integrante de quase todos os grupos da Marvel. Se os quadrinhos já não rendem tanto, pelo menos mochilas, lancheiras, cadernos... isso dá um bom retorno. Sem falar em animações e adaptações cinematográficas. A hq está deixando de ser um fim pra se tornar um meio.


Lady Octarina Lady Octarina (16/03/2012 11:38:27)   516 1
Ele está certo? Fazer o que, o cara sempre está certo.

Agora, verdade seja dita, o Alan Moore acaba sendo, eliberadamente ou não, um puta marqueteiro. Olha só a quantidade de comentários só no Omelete sempre que ele dá uma de suas declarações polêmicas? Gênio, na boa...

"É óbvio que não tenho como controlar isso. Mas espero que você não vá querer comprar uma HQ sabendo que o autor tem desprezo total pela sua pessoa. Espero que isso baste." - esse cara merece todos os prêmios, sério xD


Mark Mark (21/03/2012 14:23:15)   8 0
O cara pode ser considerado um Midas dos quadrinhos. Veja alguns exemplos de trabalhos dele: O Monstro do Pântano, quando nas mãos de Alan Moore, foi transportado para uma categoria de cult devido ao excelente trabalho do cara que não se importou com o perfil tradicional dos leitores de quadrinhos,acostumados a histórinhas água com açúcar, e inseriu conceitos filosóficos como o conflito do homem com ele mesmo, suas ansiedades, medos...O Miracleman passou de cópia descarada do Capitão Marvel (atualmente Shazam)para uma versão respeitosa, uma espécie de "O que acontece quando heróis passam a viver com pessoas normais, deixam suas atividades de "vigilante" e envelhecem..." e tudo isso bem antes de O Reino do Amanhã abordar esse conceito, vale ressaltar. Acredito no valor da obra Watchmen como única e dispensável de qualquer tipo de história adicional,principalmente feita por terceiros, me coloco no grupo das pessoas que respeitam e apoiam a manifestação de Alan Moore. Abaixo a mediocridade!


Jonas Trash Jonas Trash (16/03/2012 11:33:45)   344 1
Bem muitos dizem que não vão ler, mas vão criticar mesmo assim.

Eu por exemplo para dizer que algo não me agradou leio, assisto e etc...

Sei que muitos não fazem isso, mas assisti a série Crepúsculo para saber se ia me agradar ou não, não assisti o ultimo, mas ate agora não agradou em nada, e pelo jeito nem o ultimo filme vai fazer isso.

Mas falar mal de algo que nem saiu ainda isso é dose, mas cada um é cada um e respeito isso, posso não concordar mas respeito.



Hector Hector (16/03/2012 11:32:26)   766 1
Sou um grande fã do Moore escritor e enxergo os motivos para suas críticas em relação a indústria de HQs norte-americana... embora pareça extremamente amargo, o cara tem lógica em muito do que diz.

Mas acho que ele pisa em terreno perigoso quando julga e tenta dizer as pessoas o que elas devem ou não fazer.

O que eu leio ou deixo de ler é prerrogativa minha, cada macaco no seu galho.


sem avatar danielpaz (16/03/2012 12:40:03)   58 0
Pois é, meu caro... essa coisa acho dispensável, dele... mas.... ehehehe, se você notar abaixo, meio mundo reclamou puto do sujeito... ELE QUER ISSO.

Ele quer algo simples: que quem for ler Before Watchmen não o acompanhe mais... a birra que meio mundo está criando é o objetivo da coisa. Difícil alguém pensar por Psicologia Reversa: "a-háa! ele disse que vai me detestar, né? então vou comprar TUDO DELE QUE SAIR NAS BANCAS!". Ninguém reagiu assim. A reação está sendo no sentido que ele quer.

Acho, da minha segurança de leitor, e não-autor, não-enganado, não-bruxo, não-anarquista, etc... é que é dispensável. Mas parece, pelo menos aqui, que está surtindo parte do efeito que ele quer...

Hector Hector (16/03/2012 12:56:32)   766 0
Boa observação Daniel Paz.

O sujeito (Moore) além de ser um tremendo escritor, costuma articular muito bem suas palavras e idéias... como você bem mencionou, acredito que essas reações são exatamente o que ele esperava ao desferir essas "porradas verbais".

Digo o seguinte: como sempre ele foi mais sábio do que leviano nas coisas que disse... uma entrevista com o barbudão é tudo menos desinteressante.

Cândido Cândido (16/03/2012 20:30:55)   420 0
Concordo com vocês.
Alan Moore teve a intenção de manipular as massas.


Publicidade
sem avatar danielpaz (16/03/2012 10:42:37)   58 0
Só um adendo, que me lembrei... tenho tentando mostrar que a DC ganha uma grana lerda em cima da obra do Moore (não toda, mas não pouca... que o diga as histórias recentes). Ninguém contestou isso, até agora.

E a Marvel?
Bem, a Marvel entrou com um processo e proibiu Marvelman de ser publicado com esse nome (apesar de anterior ao nome da editora), que teve de mudar para Miracleman. Desde então Moore se nega a trabalhar para a editora... Mas... eis que ela conseguiu, após um imbroglio de anos... COMPRAR OS DIREITOS DE MIRACLEMAN... Que ela está doida para republicar (claro, a fase de Moore e Gaiman... só para tapear, republicou a de Anglo, anterior)... Os leitores agradecem, claro, ver essa obra magistral unificada e de fácil acesso.

Mas, o que quero dizer é: as majors ADORAM reimprimir as obras do barbudão. Que está senil, gagá, ranzinza, vendeu a alma ao diabo, é anarquista... mas ainda dá um bom lucro às editoras que ele mais detesta.


Celso Celso (16/03/2012 19:48:31)   -54 0
danielpaz
A DC tem um bom lucro com Watchmen e V de Vingança, mas tem outros autores que dão um lucro semelhante ou até maior, como Grant Morrison, Neil Gaiman, Garth Ennis, Warren Ellis, Brian K Vaughan, Bill Willingham, Frank Miller, Brian Azzarello etc. E Alan Moore tem retorno do lucro que ele dá a DC através dos royalties que recebe.
Se Moore acha que cometeu um erro neste contrato, ele que aprenda com isto e bola pra frente. Se ele não quiser mais trabalhar com as duas grandes isto é um direito que lhe assiste, mas acho que ele está se vitimizando demais quando existem criadores mais veteranos que fizeram contratos muito piores.


André B André B (16/03/2012 22:05:32)   948 0
Celso, creio que a DC lucre até com o Stragazinsk.

Porém, ela lucrou, lucra e pelo visto continuará lucrando bem mais com o Moore.

Está saindo, essa semana, um encadernado com as obras dele pela DC. Watchmen é, se não me engano, a mini que mais vendo nos EUA (e creio que em boa parte do mundo).

O Moore é a galinha dos ovos de ouro da DC.

sem avatar danielpaz (17/03/2012 00:38:54)   58 0
Celso... quero que você atente para algo interessante.
Por favor, me corrijam, se eu vir com informação errada, ok?
Quando Moore chegou na DC (não sei se ele mudou de país ou não; creio que sim), sua esperança era escrever roteiros dos maiores personagens. Que ele curtia desde a infância. Deram o quê para ele fazer? Um título de terror caidaço, que já tivera momentos bons: Monstro do Pântano. Umas histórias do Vigilante. TRÊS HISTÓRIAS CURTAS do Lanterna Verde...

E isso que o cara já vinha com um portfólio que, bem... Halo Jones é muito boa. Mas MIRACLEMAN? É simplesmente uma das melhores, senão a melhor, história do gênero Wylie já feita (o termo é do Moore, homenagem ao autor de Gladiator, livro na qual Superman se inspirou) já feita nos quadrinhos... acho que apenas All-Star Superman, de Morrison, e Supreme, de Moore, têm o mesmo nível. Ok... esse cara é jogado para fazer histórias menores. Ninguém que estava argumentando os "maiores" tinha nada parecido no portfolio... Mas, deixaram o cara de molho.

Diz a lenda – li isso num site – que ele fez um roteiro de uma história futurística com os heróis da DC que lembrava MUITO o Reino do Amanhã.... já li o roteiro, na net, e era interessante...

Deixaram ele fazer o que queria na história Que Fim Levou o Homem de Aço... mas, senão me engano, engavetaram... Não levaram muito a sério. Porém, VIROU UM CLÁSSICO. A tal ponto que chamaram o Gaiman para fazer o Que Fim Levou o Cruzado Encapuçado.. que é boa, mas não fulgura como a obra do Moore (mermão... a cena em que Mxyzptlk se revela, realmente... - inclusive, a situação é uma referência à mais famosa história de djins das 1001 Noites, sabia? que tem uma situação idêntica...).

Mas, observe que coisa curiosa: duas das três histórias curtas do Lanterna são TÃO BOAS que simplesmente lançaram TODO O ARCABOUÇO para a reformulação que SEGUROU AS VENDAS DA DC. COMICS. Mogo; a cidade senciente; microorganismos como Lanternas Verdes; a Guerra das Cores; a Noite mais Densa; o Império das Lágrimas; FINALMENTE uma explicação para “por quê Abin Sur caiu numa nave se ele podia voar sem ela”....

Releia as histórias do Monstro do Pântano. Com uma história, o sujeito conseguia re-estruturar completamente um personagem! (Só vi isso no desenho Justice League Unlimited...)

Quando Moore reclama da “falta de criatividade”, creio que tem a ver com isso; nego está ATÉ HOJE aproveitando deixas dele. E, vou ser sincero, a obra de Moore costuma ser densa nisso... Alguns dos melhores insights de personagens que já vi vieram da obra dele... o Adam Strange foi totalmente redimensionado em Monstro do Pântano, e NINGUÉM APROVEITOU. O Darkseid, que era incapaz de ver o Amor como uma força que deve constar na Equação Anti-Vida... a história no Planeta Azul... Até hoje nego usa a cena do Coringa atirando na Batgirl... note: não lembro de nada na história do Batman mais impactante, mais assustadora, que essa história, que essa seqüência... Nego até tenta. Mas não consegue. Até. Hoje.

Celso Celso (17/03/2012 13:30:59)   -54 0
André B
Alan Moore foi e é importante pra DC, mas não é a galinha dos ovos de ouro como você diz. Se uma editora depender apenas de um autor pra garantir a sua saúde financeira ela vai pro buraco. No catálogo da DC existem obras mais autorais como V de Vingança, Sandman, Preacher, Transmetropolitan, Os Invisíveis, 100 Balas etc até histórias de heróis como O Cavaleiro das Trevas, O Reino do Amanhã, Crise nas Infinitas Terras, All Star Superman, Lanterna Verde, Starman etc. É desta variedade de obras que visa atender diferentes leitores que depende a estabilidade financeira da DC.


danielpaz
Não conheço bem o trabalho de Moore com o Lanterna, mas pelo que você diz Geoff Johns foi buscar inspiração em vários conceitos de Moore pra escrever o Lanterna Verde. Só que estas ideias foram ignoradas ou mal aproveitadas por outros escritores e não se deve deixar de reconhecer o mérito de Johns que resgatou estas ideias e as aplicou de uma forma que Moore jamais faria, numa grande aventura de ação.
O trabalho de Alan Moore em O Monstro do Pânatano foi notável, mas pro meu gosto prefiro a Patrulha do Destino de Grant Morrison. Os grandes momentos dessa fase foram os dois confrontos com a Irmandade de Dada e o epílogo com uma história da Crazy Jane. Este epílogo foi uma das coisas mais pungentes e maravilhosas que já li.
Alan Moore é um grande escritor, mas o que me irrita é a forma como ele reclama de tudo e como o cara adora se vitimizar. Se eu tivesse o talento dele, eu aprenderia com os erros do passado e pensaria no presente e no futuro. Além disso, o cara tem a sorte de viver numa época em que existem muitas editoras o que permite a liberdade de escolha, coisa que Jack Kirby não teve, tanto é que foi obrigado a voltar a trabalhar com a Marvel apesar do péssimo tratamento que teve lá.

André B André B (17/03/2012 13:58:21)   948 0
Celso, eu disse que a DC depende do Moore? Não.

Eu só disse que ela lucra, e muito, com o trabalho que ele fez lá. Isso não é nenhum absurdo, ele foi contratado pra isso, as pessoas leem e gostam do trabalho dele. No entanto, se vc der uma googleada, vai ver que Watchmen é a graphic novel mais vendida de todos os tempos. Afinal, qual a vantagem de brigar com um escritor do calibre do Moore? Caminhões de dinheiro, essa é a vantagem.

Celso Celso (17/03/2012 19:34:09)   -54 0
André B
Acredito quando você diz que Watchmen é a GN mais lida de todos os tempos e isto se deve, pelo menos em parte, à adaptação cinematográfica que foi tão execrada por Alan Moore mas que expôs a sua obra para um público mais amplo.
Muitos escritores não gostam das adaptações hollywoodianas de seus livros, mas não reclamam tanto quanto Moore porque sabem que filme e livro são duas coisas distintas e que pelo menos os filmes tem o mérito de atrair mais leitores para as suas obras. Se não fosse a adaptação de V de Vingança será que a máscara de Guy Fawkes se tornaria tão popular a ponto de ser usada por muitos do movimento Occupy e pelo grupo Anonymous?
A briga Moore/DC vem de longo tempo e Before Watchmen só serviu de desculpa pro inglês destilar sua raiva em público contra a editora. Então, do ponto de vista editorial, o lançamento de Before Watchmen só traz benefícios porque de qualquer maneira Alan Moore jamais voltaria a escrever a alguma coisa pra DC.

André B André B (17/03/2012 21:36:40)   948 0
Então, Celso... não sei se usariam a máscara do Fawkes nesses movimentos se não tivéssemos a adaptação. Talvez sim, talvez não. Mas eu tenho certeza de uma coisa, não haveria filme sem a HQ. O mesmo vale para o filme do Watchmen e para BW. Tudo muito lucrativo para a DC.

Na verdade, eu só disse, e vc discordou, que o Moore é a galinha dos ovos de ouro da DC. Tanto como fonte de renda (e apresentei dados: relançamentos constantes, adaptações cinematográficas, GF mais vendida de todos os tempos), quanto como fonte criativa, como o danielpaz mostrou muito bem.

Não é a única, mas é.

Cândido Cândido (18/03/2012 13:45:02)   420 0
"Before Watchmen só serviu de desculpa pro inglês destilar sua raiva em público contra a editora"

Alguém contesta isso ?



Celso Celso (18/03/2012 14:13:27)   -54 -1
André B, só discordei que Alan Moore era a galinha dos ovos de ouro da DC porque esta expressão me passou a impressão de ser a única fonte de renda da editora (pelo que me lembro da fábula, a galinha era a única fonte de sustento da família).
De fato ele é uma fonte de renda e criativa pra DC, embora não a única como você bem lembrou. Só pra citar dois nomes, Grant Morrison e Neil Gaiman propicionam um bom lucro à DC tanto é que ela procura manter um bom relacionamento com ambos. Ela só utiliza algum personagem do universo de Sandman com autorização de Gaiman e há alguns anos rolou uma negociação fracassada para uma graphic novel, mas isto não gerou ressentimento mútuo.
Morrison é ainda mais importante por causa de suas obras autorais e pela sua contribuição ao universo DC. Eles reconhecem que o escocês é o único capaz de desenvolver o conceito de multiverso e esperam lançar uma minissérie sobre isto futuramente. A diferença é que Gaiman e Morrison são mais amistosos e se relacionam de forma mais cordial com a editora. Quando as condições da DC não lhe agradam, simplesmente publicam suas obras por outras editoras.
Alan Moore é um grande talento criativo, só acho irritante o seu blablablá contra a DC. Ele já é bem grandinho pra ficar nesta brincadeirinha tosca de vítima. Ele deveria virar a página e seguir adiante. Talento não lhe falta e tem muitas editoras com as portas abertas dispostas a publicar o seu trabalho.


sem avatar Paulo (16/03/2012 10:00:14)   7 0
Resumo da ópera: Ele rompeu com a empresa saiu sem receber o que achava justo e agora que envolver todos nós na sua cruzada pessoal contra a DC.
Decepcionante essa história se for realmente como está sendo mostrada ( pode ser uma grande jogada de marketing em cima dessa nova série).
Senhor Moore eu esperava mais maturidade de alguém “genial”.



Marcos Marcos (16/03/2012 08:56:11)   1 -1
Bla bla bla... To andando e cagando pros devaneios desse maluco. Alias, alguem leva a serio os pitis periodicos dessa barbudo frustrado com complexo de deus?! (2)




Sephiroth Sephiroth (16/03/2012 01:46:51)   -11 -1
Hehehehe...Alguém ainda liga para que esse velho moribundo fala, pq esse velho não vai comprar um barbeador...hehehe...vai ser a melhor coisa que ele vai fazer nos seus últimos atos de vida...hehehe.



Wendell Wendell (16/03/2012 00:25:42)   139 2
Será que um cara com a inteligência de Moore não percebe que, quanto mais ele se manifesta contra Before Watchmen, mas instiga o público a ler isso?


Orlando Orlando (16/03/2012 00:49:20)   1993 1
É, acho que Moore se tornou o melhor garoto propaganda que a DC poderia ter para BW.

O Velho Moore está mesmo senil e ao se importar tanto com esse prelúdio, acabou por torna-lo atrativo para muita gente ao não falar de outra coisa. Deu tiro no pé o barbudo.

Mas como disse mais abaixo, não sou fã dele, sou fã das boas obras dele... de preferencia as antigas.

sem avatar Paulo (16/03/2012 11:00:34)   7 2
Amigos será que não seria esse o objetivo???


Big Boss Big Boss (16/03/2012 00:04:39)   23 1
Eu vou baixar na internet o Before...

vou garantir que se um dia eu comprar...não vou estar fazendo a escolha errada...não vou estar jogando dinheiro fora...

agora se eu realmente (realmente mesmo!) gostar das prequels...

sinto muito Alan Moore, mas você perderá mais um leitor...

aliás sinto muito por que? ele nem me conhece e não vai sentir porr...caria de falta nenhuma!



Celso Celso (15/03/2012 22:49:17)   -54 1
Sei lá, parece existir uma beatificação em torno de Alan Moore, até parece que ele é o Messias e Watchmen o seu evangelho. Fizeram coisa muito pior com Jack Kirby e não tem tantas pessoas dispostas e fanáticas a defendê-lo. A sua participação na criação de todo um universo foi fundamental, e lamentavelmente ele não recebeu a devida recompensa financeira que merecia.
Admiro muito mais a postura de David Sim, o criador de Cerebus, que pretende deixar sua criação em domínio público. Ele não se incomoda que outros escrevam sobre Cerebus. Se outras pessoas acham que podem escrever melhor sobre Cerebus, ele simplesmente deixa que tentem.
Ora, se Before Watchmen for o desastre que Alan Moore está antecipando, ele não tem nada a temer pois vai parecer mais genial para seus admiradores. A não ser que o envolvimento de talentos criativos como Darwyn Cooke e Brian Azzarello esteja deixando o inglês barbudo com medo.


Cândido Cândido (15/03/2012 23:40:13)   420 -3
Comentário mal avaliado pelos leitores. Clique para ler.

sem avatar danielpaz (15/03/2012 23:51:16)   58 -1
Celso: olhe o histórico do debate... a "beatificação" é de umas poucas pessoas... no andar da carruagem, eu e Andre B (e os poucos que concordam conosco) já fomos chamados de xiitas e de usar baixo calão, quando tem sido o contrário... veja o histórico do fórum: contra fatos não há argumentos.

E... bem... fale por você quanto ao Kirby. Eu acredito que ele foi sacaneado por décadas.

E... Darwyn Cooke como um grande roteirista? Ele é um designer brilhante... mas, roteirista? O que lembro dele foi DC - A Última Fronteira, que é uma revista gostosa de ler, mas... pelamordedeus... não chega aos pés dos caras da "invasão britânica"...

Lico Blade Lico Blade (16/03/2012 01:45:28)   1631 0
Daniel Paz,

Seguinte: abaixo tem o meu perfil no facebook

http://www.facebook.com/profile.php?id=100000718401677

É só mandar uma solicitação dea mizade pra mim, então eu te adiciono e passo o seu link pro pessoal te adicionar lá no grupo Omelenautas.

Ou então vc passsa o seu link do facebook e eu passo pra eles, vc quem sabe.

Abraço!


Alguém Alguém (16/03/2012 02:06:49)   -92 -3
Comentário mal avaliado pelos leitores. Clique para ler.

Celso Celso (16/03/2012 10:07:08)   -54 0
Oi danielpaz

Você tá levando muito pro lado pessoal quando o que escrevi não foi dirigido a você. Relaxa, cara.
Com relação a Darwyn Cooke, acho ele ótimo. Sua forma de contar uma história é aparentemente simples, mas é como um amigo falou sobre o golaço do Neymar contra o Inter, só um craque pra fazer algo difícil parecer fácil.

Cândido Cândido (16/03/2012 10:23:28)   420 1
É o que tá faltando por aqui.
O pessoal relaxar...

Negativaram até a minha piada da internet... vê se pode ... ?



sem avatar danielpaz (16/03/2012 10:33:47)   58 0
Oi, Celso.

Então: relaxe, man... eu não levo nada para o lado pessoal, aqui no Omelete.

Mas, colocar Darwyn Cooke do mesmo lado de Azzarello, é brincadeira... este último é um excelente contador de história. Cooke não vejo isso tudo... Cite-me histórias realmente boas dele; só conheço a Última Fronteira (ou que lembro dele como autor) e, repito, achei gostosa, mas nada demais... Histórias bacaninhas (que são dignas) existem aos montes. Mas argumentista com estofo, não.

Olavo Olavo (16/03/2012 12:59:39)   11 0
Eu gosto do trabalho do Darwyn Cooke. Gostei muito de Parker e do Spirit também. Aquele estilo retrô/quadradão de desenho dele é muito legal.

Celso Celso (16/03/2012 19:29:47)   -54 0
Concordo com o Olavo, o Spirit e principalmente as adaptações de Parker de Richard Stark, são ótimas obras de Darwyn Cooke. Talvez o problema de Cooke seja que ele não seja tão prolífico e não tenha um grande conjunto de obras, mas ele é um dos melhores profissionais da atualidade.


sem avatar Saulo (15/03/2012 22:43:12)   8 0
Bem... George Lucas é uma moça perto do Moore. Pq? Vcs falam de manipulação, mas é pior. Moore não dá o braço a torcer em qualquer coisa que façam com a obra dele. Hoje em dia, toda manifestação que tem contra o capitalismo, tem a Máscara do V. Ah, méritos do Moore... ERRADO!!!! A coisa pipocou com O FILME QUE ELE ODEIA. Opa, peraí! Um filmeco que eu detesto conseguiu fazer o que sempre prego? é filho, conseguiu. E até mesmo viu as manifestações:
http://www.youtube.com/watch?v=FumNSfY7SfI
Mas, ele jamais vai admitir isto. Moore é o tipo de autor que nunca gosta de consentir com nada, se ferra em diversos empreendimentos, e por aí vai. Ou vcs se esqueceram que na década de 90 ele quase faliu, e teve que pegar emprego na Image??? É a vida! Moore é hipócrita pq mta coisa que está aí, pq seu nome é conhecido por conta de FÃS que pegaram material dele. Acho até desrespeito por parte dele. Claro que Before deve ser uma bosta, sem mencionar a Liga e por aí vai, mas V é um filme marco, feito por fãs, e considero que é o filme mais marcante culturalmente. Afinal, quantos filmes vc já viu que é citado até por terroristas e as pessoas usam a máscara como um simbolo de esquerda? Moore jamais vai admitir isto, mas o fato é que hoje, se a obra dele é conhecida, foi por conta das pessoas certas, gente que respeitou a obra dele, e não fez burrada.



Kestrel Kestrel (15/03/2012 20:28:51)   315 -2
Before Watchmen não será escrito pelo seu autor original ou seja quem o fizer vai inventar qualquer churumela para os outros engolirem tudo bem leia quem quiser mas que vai ficar escroto isso vai


Cândido Cândido (15/03/2012 22:05:13)   420 -1
Eu postei algo levemente parecido lá embaixo e o Danielpaz me perguntou se eu era filho da Mãe Dinah ! Heheheh

sem avatar marcio (15/03/2012 22:06:59)   -3 2
"Ah é ? E a rapinagem de Alan Moore com o Lovecraft ? Com o James Bond ?
No meu entender quem tem o rabo preso não devia opininar contra..."

Isso ninguém fala. Alan cagou em cima do 007, mas quando é uma obra dele, não podem nem pensar em mexer.

Orlando Orlando (15/03/2012 23:52:40)   1993 -3
Comentário mal avaliado pelos leitores. Clique para ler.

sem avatar danielpaz (15/03/2012 23:55:02)   58 0
Candido: Kestrel também está sendo filho da Mãe Dinah. Eeheheheh...

Como já falei, há chances boas de que sejam histórias competentes. Não duvido disso.

Mas, olhem o novo Spirit: as histórias são boas. Mas fica um ranço... não adianta; elas parecem um replay inferior de uma coisa maravilhosa, que foi a fase de Eisner pós-guerra. Nada se compara ao desvairio que foi essa fase do Eisner, onde ele reinventou quadrinhos, narrativa, e o diabo a quatro. Por sinal, cancelaram a revista...

A saída é sempre apostar no novo. Como foi 100 Balas, por exemplo. Em pegar personagens caidaços e dar uma sobrevida a eles - como foi boa parte da obra da invasão britânica, de Orquídea Negra ao Homem-Animal. Isso já disse em vários posts. E não ficar vivendo do espectro do sucesso de Watchmen.


sem avatar oscar (15/03/2012 18:00:31)   -1 1
Caros, quem entende um mínimo de hq sabe da importância que foi Watchmen. É um texto único, indisolúvel, e não pode ser jogado na vala comum de tantas obras de hqs. Portanto, não há outro Watchmen, somente existe um. E essa obra foi pensada por Alan Moore e Gibson, demais é só comércio e pronto.


Cândido Cândido (15/03/2012 18:14:11)   420 1
Watchmen existe somente um !!

E o que será feito será Before Watchmen !!

É isso que o pessoal tem dificuldade de entender...

Kestrel Kestrel (15/03/2012 20:24:47)   315 0
Com certeza ate por que quem gosta mesmo sabe que Watchmen não precisa de antes e depois. Começa assim depois qual será a proxima vitima? V de vingança?

Kestrel Kestrel (15/03/2012 20:36:43)   315 0
Entender entendemos #Candido o problema é que Watchmen como dito acima é uma obra unica que dispensa Befores afters e pior sem ser escrito pelo autor original ou seja espremer a laranja ate nao sobrar o bagaço pra ganhar dinheiro entendo tambem que vc queira ler o que é bom pois cada um tem direito a sua opnião eu como admiro muito me recuso a ler qualquer churumela que escrevam visando somente o lucro descarado.

Cândido Cândido (15/03/2012 22:03:07)   420 -1
Mas não é SOMENTE pelo lucro descarado. Os autores dão a clara idéia de que estão empenhados no projeto.
Do pono de vista dos artistas o empenho é tanto quanto em qualquer outra HQ de que eles participaram.

Outra coisa: Olha só quantas décadas separam o original dos novos. Não estão espremendo tanto assim a obra, não é mesmo ? Compare com quantos anos de intervalo fazem remakes no cinema ou a DC faz uma nova crise...

E, retificando...

Watchmen não 'existe só um'... existem dois: A HQ e o filme.

Filme esse que, com certeza ofendeu mais os princípios do original do que as HQs jamais farão !


Publicidade
Hector Hector (15/03/2012 17:54:46)   16 1
Sabe qdo vc tem dois bons amigos (A e o B) e eles brigam entre eles, ai chega o A e fala, se vc continuar amigo do B nunca mais fala comigo....Ai vc pensa O QQ EU TENHO ISSO????



Samuel Bono Samuel Bono (15/03/2012 16:55:02)   9 2
Olha, entendo que o Moore foi (na época) muito prejudicado com a DC e a forma como tratava os criadores. Mas o próprio Moore tá exagerando nas palavras. Ele mesmo já usou e abusou de personagens que estão no imaginário das pessoas, como 20.000 léguas submarinas e etc. E mais, até pouco tempo, antes de Befora ainda ser apenas comentários, ele dizia pra DC chamar os "famosos" criadores para criar novas histórias de Watchmen pq não era do seu interesse. Porém, agora que Before é uma realidade, ele não para de reclamar. Os personagens dele não podem mais ter histórias, agora reinventar o Superman usando Supreme, usar os personagens clássicos da Liga Extraordinária pode? Porra Moore, dá um tempo!!


sem avatar danielpaz (16/03/2012 10:36:14)   58 0
Samuel Bono: cara, dê uma olhada no que está sendo discutido aqui... esses personagens que você citou (que são basicamente Nemo e o auxiliar dele...) são de domínio público. Existem centenas de adaptações... e, sendo franco: o Nemo dele é a melhor que conheço. E inclusive deu uma dignidade a um personagem que, na obra original, é meio esquemático (como são todos de Verne, autor que li e reli na minha infância).

Mas, repito: domínio público. A discussão aqui não se trata de "usar personagens" (afinal, Moore escreveu histórias para outras editoras, e nunca se preocupou com os direitos dela), mas da posse de personagens criados pelo Moore, e que deveriam passar para sua posse se certa condição contratual não houvesse acontecido...


MAX MAX (15/03/2012 16:10:53)   36 1
Em certo momento da entrevista Alan moore dá a seguinte declaração:

"Sei de uma maneira que eles poderiam ter resolvido a sua cronologia. Eu poderia te-los livrado de todos os seus problemas. Teria sido muito simples."

Essa eu pagava pra ver. Alguem tem alguma sugestão de como o barbudo ia "resolver" a cronologia?



Marcus Santana Marcus Santana (15/03/2012 16:04:21)   3488 1
Tanto a DC quanto a Warner parecem nao saber administrar ou quem colocar para tal a respeito dos quandrinhos ou de adaptacoes.

Ha anos esperamos um Liga da Justica Vs. Titas e o que vem?Prequela de Watchmen!

Ha anos esperamos um filme da Liga da Justica e o que vem?Watchmen na frente?

E a pior de todas foi deixar Frank Miller humilhar Eisner como diretor de The Spirit.

Coitado deve estar se revirando no tumulo ate hoje!

Abre o olho Warner!Abre a mente DC!

A seguir Before Liga Extraordinaria;Before A Piada Mortal;Before V de Vinganca...



Jonas Trash Jonas Trash (16/03/2012 09:24:50)   344 0
Liga da Justiça vs Titãs de verdade fazer tudo aquilo de heróis vs herói que a Marvel sempre adorou e adora fazer não acho legal.

Sempre tive curiosidade em saber o que aconteceu com todos os heróis de watchmen, antes da saga digo tudo mesmo coisas que não são citadas na mesma, bem é uma curiosidade minha, assim como muitos vou comprar se não gostar avisarei e se gostar farei o mesmo.


sem avatar Sensey (15/03/2012 15:57:35)   3 1
ele ainda sabe oq faz!!! mas talves naum mais oq fala!!!



Troll Patrol Troll Patrol (15/03/2012 15:56:31)   680 3
Senhores, aqui vai uma lição básica de interpretação de textos:

- Sempre verifique o contexto em que está um ou mais trechos retirados de um determinada texto.

Resumindo, senhores, se uma boa parte dos que aqui comentam tiverem pelo menos lido a entrevista completa (sem cortes) evitaria de passar vergonhar ao comentar aqui.

Por último senhores, deixo uma dica:

- Os meios de comunicação adoram criar sensacionalismo tirando alguns trechos do que alguém disse e tirar de seu contexto, do que propriamente informar e fazer pensar.



Camila Camila (15/03/2012 16:55:20)   40 2
Exatamente. Aliás, a descontextualização é prática quase que obrigatória, muito mais do que o desejo e/ou compromisso de informar as pessoas, tanto é, que dos 208 cometários dessa postagem, talvez nem a metade disso tenha se tocado dessa malandragem aí da entrevista. Sem mais senhores.


Jonas Trash Jonas Trash (15/03/2012 15:01:07)   344 1
Bem ate agora pelo que entendi em relação a opinião de Alan Moore e de seus defensores é:

-Ele pode usar as criações dos outros, mas nenhuma outra pessoa pode usar o que ele criou.

-Tudo que ele fez com as criações dos outros são excelentes trabalhos, mas tudo que pode vir a ser feito com as criações dele, já são uma grande merda.

Então minhas opinião é a mesma em relação a qual é a melhor DC ou Marvel, é perda de tempo entrar nesses temas e discutir, sempre só uma lado esta certo.


sem avatar danielpaz (15/03/2012 23:58:36)   58 1
Obrigado, meu caro Trash, por resumir de modo tão objetivo, para não dizer o contrário, esse debate salutar...

Já ouviu falar de algo chamado "domínio público"?

Jonas Trash Jonas Trash (16/03/2012 09:17:19)   344 1
Não nunca ouvi falar para não dizer o contrario e vc já ouviu falar de que a Dc é dona de watchmen?

E vc já ouvi falar que cada um tem sua opinião?

Pelo jeito não já que aqui pelo que li ate agora vc se acha o único com razão em tudo.

Ele não é mais dono do material é a DC, isso que dizer o material é de domínio DC e não dele, aceite tudo isso vc e nem Alan Moore vão mudar isso.

mas se quiseres obedecer a ordem do seu amo e senhor faça isso, assim vc vai agir da maneira que lele quer.

sem avatar danielpaz (16/03/2012 10:30:38)   58 0
Então, Trash: quem baixou o nível, e continua fazendo, é vossa senhora...

O debate está acontecendo - e é saudável que aconteça... mas você resume as opiniões contrárias à sua numa caricatura (eu não fiz isso aos meus opositores, nem os que estão defendendo Moore, pelo que vi).

"-Ele pode usar as criações dos outros, mas nenhuma outra pessoa pode usar o que ele criou.

-Tudo que ele fez com as criações dos outros são excelentes trabalhos, mas tudo que pode vir a ser feito com as criações dele, já são uma grande merda."

Isso foi o que você disse que OS OUTROS disseram. Mas ninguém disse isso.

O que se colocou é que ele, como trocentas pessoas, fez histórias com personagens ou de domínio público (ex.: Nemo, Fu-Manchu, Sherlock & Mycroft Holmes, etc.) ou de domínio particular (ex.: Monstro do Pântano, Superman, etc.). Nunca se discutiu, moral e eticamente, esses casos. O que ele pôs em questão é: a) os personagens de Watchmen não passaram para ele por uma cláusula leonina (e, pelo que argumentam alguns, imprevista na época) e b) a DC vive de usar sua obra (viver é um exagero, mas não foge da verdade, como já demonstrei.). Se a DC o tivesse permitido usar os antigos personagens da Charlton, nada disso teria acontecido, por sinal.

E, de novo, você baixa o nível ao dizer: "mas se quiseres obedecer a ordem do seu amo e senhor faça isso, assim vc vai agir da maneira que lele quer"

Isto é: quem é a favor da DC Comics, como você, é livre pensante... quem está defendendo Moore (autor da história, como defendi, abaixo, Mazzuchelli na história de Ano Um) é "servo" de Moore...

Ou seja, eu sou obstinado, e tu és um maldito cabeça-dura, parafraseando Bertrand Russell...

Um primor de objetividade, catilogência e lógica, a sua observação.

No teu esqueminha, prefiro me alinhar a um autor original e prolífico do que a uma mega-corporação... (observe que estou sendo caricato como você foi nos posts...). Mas não é o caso, claro. Não lido com esquemas e caricaturas, como você.

Por último, você tem direito a ter opinião. Isso não lhe dá, porém, razão em nada do que você diz. Não estou discutindo a tua opinião, mas se ela é verdadeira; o que não é.

sem avatar danielpaz (16/03/2012 10:54:40)   58 0
Ah, digitei errado... é Vossa SenhorIa (se não, a ironia vira insulto, o que não era minha intenção...)

Jonas Trash Jonas Trash (16/03/2012 11:14:18)   344 1
O que é baixar o nível para vc?

"e tu és um maldito cabeça-dura, parafraseando Bertrand Russell..."

Considero isso baixar o nível, mas pelo jeito vc não.

Minha opinião não é verdadeira, mas só a sua é, acho que ambas são, na medida de que o que eu penso é o que escrevi então é verdadeira.

O que percebi de é que vc se aborreceu mais comigo do que com os outros por eu ser mais objetivo e não ficar com papo filosóficos(nada contra, mas acho algo bem dito não precisa ser cheio de fuleiragem) mas não tem problema sempre é assim nesses assuntos.

Alan Moore é tão inteligente, mas caiu em uma ingenuidade isso é fato, agora só posso dizer lamento, o problema é dele e não meu, mas se vc quiser que seja seu isso é com vc, sou realmente direto no que digo e escrevo se não gosta isso é com vossa senhora.

Mas fica a pergunta, o que realmente é original para vc?

Se eu fosse gostar de um trabalho só por ser original, digo original mesmo, garanto que muitas coisas escritas por Alan Moore estariam fora da lista, mas isso é questão de Opinião, que todos sabem cada um tem a sua, mas que muitos acham que a dos outros não são verdadeiras e só as de si próprio (nossa não queria mas agi como vc) heheheheheheheehehehehe!

Sem mais ainda acho que todo esse estardalhaço de nada adianta mas se queres continuar isso é com vossa senhora, pois pelo que já foi escrito, tudo que eu escrevo não é verdadeiro, mas fazer o que, sei que vou morrer assim como todos, só que a diferença é que eu aceito isso e não me acho melhor do que ninguém, e não importa o que elas sejam, fazem ou tem, mas se o que faço é baixar o nível só por ser direto então fazer o que, mas ser indireto muitas vezes é baixar bem mais o nível.

Fique na paz se realmente vossa senhora sabe o que é.

Jonas Trash Jonas Trash (16/03/2012 11:21:26)   344 1
Se não era já foi por isso fiz o mesmo, e saiba que ironia também é insulto, mas quem sou eu para dizer isso a você, deve saber muito bem jã que sou direto e não indireto.

Jonas Trash Jonas Trash (16/03/2012 12:06:24)   344 1
Sem mais, peço desculpas a qualquer coisa e de boa uma ótima tarde a você e a todos os membros e participantes do site.

sem avatar danielpaz (16/03/2012 12:36:20)   58 -1
Eu CITEI Bertrand Russell, meu caro... a frase inteira é: eu sou um obstinado, você é teimoso e ele é um maldito cabeça-dura. O significado é óbvio: parcialidade ao extremo. Quer que eu explique mais? Quer que eu desenhe? Pois pela escrita não está fácil, pelo visto...

CLARO que eu acho que estou certo, ora bolas. Ninguém escreve achando que está errado. O que acontece é que sua opinião não foi sequer sobre o assunto: foi um resumo “objetivo” do debate... (Você continua, no último post, achando isso... nossa...). Ou você, por acaso, opinou algo achando que era um disparate, que não devia ser dito, que era bobagem? Por mais que fosse, você falou achando que era válido, ora bolas. Bom mocismo de botequim é fogo... (Meu Deus! Não quero parecer ser "dono da razão"... putz...)

Voltando: não obscureça a coisa. ASSUMA SUAS PALAVRAS, que foram:

“Bem ate agora pelo que entendi em relação a opinião de Alan Moore e de seus defensores é:

-Ele pode usar as criações dos outros, mas nenhuma outra pessoa pode usar o que ele criou.

-Tudo que ele fez com as criações dos outros são excelentes trabalhos, mas tudo que pode vir a ser feito com as criações dele, já são uma grande merda.”

O problema é que NINGUÉM se expressou como você resumiu. Ninguém disse isso. Ninguém disse que os outros trabalhos são uma "grande merda".


Depois, você resumiu, novamente, o debate com:
“mas se quiseres obedecer a ordem do seu amo e senhor faça isso, assim vc vai agir da maneira que lele quer.”

Isto é, você é um livre pensante; eu, como os outros, somos servos.

NÓSSA.... primor!

Vou repetir: sua opinião não foi sobre o assunto, mas um resumo (falso e simplório) do que os outros disseram. Se quiser conferir, leia o histórico com cuidado. Contra fatos não há argumentos. Ou melhor... de repente, eu estou errado: é esse seu entendimento MESMO. E, bem... é um entendimento falho. Mas é seu entendimento. A frase está certa; apenas descreve um estado de compreensão rudimentar. Aí, não há muito o que discutir...

Você confunde, como muitos, opinião com descrição. Cada um tem sua opinião; mas a descrição de algo do mundo (no caso, nossa conversa) pode ser falsa; a sua foi. Você, claro, sem argumentos, diminui isso dizendo que é “papo filosófico” (curiosamente, quem tocou no assunto real, fatídico e transcendente da morte, foi você... Eu quero apenas entender o debate.). Não, não é "papo filosófico"; é apenas objetividade DE VERDADE. Olhe os dois lados em questão (e mesmo as nuances). Ou seja: se dê ao trabalho de ler os outros.

Resumo da ópera: quer entender o debate? DE VERDADE? Leia com atenção.
Não quer entender? Paciência... Apenas não venha com seus resumos caricatos, dizendo que entendeu. Respeite o assunto.

Por último, ironia não é insulto. Pode ser, como pode não ser. De onde você tirou a idéia de que ironia é insulto, faço a menor idéia. Ironia significa fingir algo que não é; fingir-se saber o que não se sabe... ou, por exemplo, quando usei um pronome de tratamento respeitoso, quando o usual seria um “você”. Aí não há insulto; há mordacidade, apenas. Mas, pelo visto, até compreender isso está difícil. Querendo, eu desenho um diagrama com bolinhas, para facilitar.

Você chama os outros de "servos de Alan Moore", simplifica nossas palavras (simplifica, não, ADULTERA), e vem achar que uma CITAÇÃO é baixar o nível, e um "vossa senhoria" é insulto. Pelamordedeus...

Jonas Trash Jonas Trash (16/03/2012 13:00:11)   344 1
Você disse vossa senhora e não senhoria, corrigiu depois.

O que eu escrevi:-Tudo que ele fez com as criações dos outros são excelentes trabalhos, mas tudo que pode vir a ser feito com as criações dele, já são uma grande merda.

o que vc escreveu:

"O problema é que NINGUÉM se expressou como você resumiu. Ninguém disse isso. Ninguém disse que os outros trabalhos são uma "grande merda".

Eu disse que pelo que eu li ate agora tudo que pode vir a ser feito (isso quer quer dizer que já foi feito) com as criações dele pela opinião de muitos aqui, já vai ser uma grande merda, não disse que que os trabalhos são uma grande merda, disse que as pessoas estão criticando algo que não saiu ainda, mas como vc mesmo disse eu não entendi nada, sera que so eu mesmo.

De verdade cara se cuida e tenha uma ótima tarde

Jonas Trash Jonas Trash (16/03/2012 13:12:42)   344 1
Eu disse que pelo que eu li ate agora tudo que pode vir a ser feito (isso quer quer dizer que já foi feito? claro que não) com as criações dele pela opinião de muitos aqui, já vai ser uma grande merda, não disse que que os trabalhos são uma grande merda, disse que as pessoas estão criticando algo que não saiu ainda, mas como vc mesmo disse eu não entendi nada, sera que so eu mesmo.

So esqueci de colocar algo corrijo agora.

Novamente uma ótima tarde a você e a todos os membros e participantes do site.

E desculpas por qualquer coisa, é fazer o que sou burro mesmo, então peço desculpas, já que os gênios, são melhores, não são humildes e também nunca erram.

sem avatar danielpaz (17/03/2012 00:33:08)   58 -1
Deixe-me entender... você se ofendeu com um ERRO DE DIGITAÇÃO?
AI MEUS SAIS... Me desculpa, velho, mas contra esse tipo de sensibilidade, pouco posso fazer... (veja que não me ofendi com sua digitação intencionalmente “errada”).

Depois... please... quem sumarizou de maneira tosca e caricata o debate e, principalmente a opinião dos outros, foi VOCÊ. Estou discutindo com Cândido e outros a situação. Note que eu e os que se alinham com as idéias que tenho exposto aqui não fizemos o que você TENTOU fazer: resumir a opinião alheia. E, claro, se não tentamos, não conseguimos o que você conseguiu: resumir ERRADO.

Por exemplo, você falou (SUAS PALAVRAS): Tudo que ele fez com as criações dos outros são excelentes trabalhos, mas tudo que pode vir a ser feito com as criações dele, já são uma grande merda.

Porém, NINGUÉM disse isso. Estamos falando em domínio público - conceito que você, de maneira bem objetiva, excluiu do debate, parecendo que nós somos irracionais e contraditórios...

Vir, de novo, com bom mocismo de botequim, se dizendo humilde, e dizendo que outros são arrogantes, não cola... quem começou dando uma tratorada foi vossa senhorIa... contra fatos não há argumentos...

Cândido Cândido (18/03/2012 14:14:00)   420 2
Metendo o meu pitaco...
Eu acho que vcs fizeram uma tempestade onde não precisava.

Pelo que entendi o que o Jonas Trash disse foi só que:

Quando Alan Moore se utiliza de criações de outros está tudo bem, porque a lei diz que o domínio público permite isso.

Mas quando a DC se utiliza de Watchmen, que, pela lei, está em seu domínio. Não está tudo bem.

A discussão deveria ter seguido daí.

Eu, como não concordo com Moore (e um pessoal daqui) que Watchmen é fechado, não devendo mais ser produzido mais nada a respeito, agradeço pelos direitos estarem com a DC.
Possibilitando, assim, que eu leia as histórias que quero ler.
Não concordo com a DC em tudo, não acho que ela tenha sido injustiçada (como comentaram por aqui) apenas quero ler as histórias.

(E tem um monte de fãs irados de Moore que insistem em me negativar apenas por eu ter essa opinião)- Fazer o quê ? Vou mudar meu pensamento pra me unir ao grupo ? Não posso, penso diferente, fazer o quê ?

Jonas Trash Jonas Trash (19/03/2012 20:07:29)   344 1
Valeu Cândido vc realmente entendeu o que eu quis dizer, eu não tinha intenção de causar tempestade nenhuma, mas infelizmente ocorreu, mas tudo bem, sou bem diferente do que tentam mostrar aqui, agradeço a vc, disse de maneira direta e simples e vc realmente entendeu.

Ótima noite a todos


Sergio Sergio (15/03/2012 14:32:35)   197 1
acha que com esse comentário vai mudar alguma coisa mr Morre????????????????


"Mas, mister Moore, do que o senhor GOSTA?"


Sergio Sergio (15/03/2012 14:46:45)   197 -1
todos fãs de Watchmen vão querer ver a nova série(ou dar uma espiada)isso é FATO. E outra o mr Moore ta dando uma de 'criança'pois tinha uma grande chance de voltar a série e fazer o que bem entender com a obra ,mais largou então petrense a DC e pronto acabou FIM DE PAPO.

sem avatar danielpaz (16/03/2012 00:15:12)   58 0
Sérgio: interessante o seu veredito.

Mas... você leu os posts? Viu que tem fãs da série que disseram que não vão ler? Isso é FATO - isto é, baseado no depoimento de fãs - e não na sua especulação. (Não é meu caso, observe...)

E o papo não vai acabar porque você quer, também.

E Moore sempre teve chance de fazer o que bem entendia com a obra. E o que ele bem entendia era DEIXAR ELA COMO ESTAVA. Não bulir nela. Ele não perdeu chance nenhuma; fez o que lhe cabia... o que não conseguiu foi impedir que OS OUTROS bulissem na obra... E é isso que estamos discutindo, e não o anterior.

Sergio Sergio (16/03/2012 23:49:08)   197 0
danielpaz

você contou os fã que pois no posts mais eu os fã de todo o MUNDO?, tem muita gente que é fã de Watchmen e não de Moore, ou seja isso vai fazer muito mais muito sucesso

e outra amigo eu só fale FIM DE PAPO porque a obra pretense a DC e não adianta o Moore fazer isso que concerteza vai ser um sucesso(TOMARA QUE EU ESTEGE ERRADO)

outra coisa esse papo de DEIXA ELA COMO ESTAVA não existe para a DC eles que $$$$$$$



Felipe Felipe (15/03/2012 13:43:53)   328 0
Meio errado dizer que "Alan Moore aproveita cada oportunidade para desancar Watchmen".

Não é como se Moore estivesse procurando repórteres para falar mal do projeto. São repórteres que procuram ele, e perguntam sobre Watchmen. No canal oficial de Moore no Facebook, por exemplo, não houve nem sequer um pio sobre o assunto. Quando tomou a iniciativa de falar com a imprensa nos últimos tempos, os assuntos de Moore são Liga Extraordinária, suas performances ao vivo, sua revista e o futuro "Moon & Serpent Bumper Book".


sem avatar marcio (15/03/2012 14:42:47)   -3 0
"Bem... você tocou num ponto válido, que é ético. Mas, do ponto de vista legal, a coisa é que esses personagens são de domínio público. E todos eles já passaram por várias versões e adaptações - das quais, sinceramente, em geral, as melhores são as do Moore.

Não vi versão melhor do Fu Manchu que a dele. Do Moriarty, idem. De Mycroft Holmes, idem. De Nemo, idem... E por aí vai."

Não vi versão do James Bond pior que a dele.

Cândido Cândido (15/03/2012 15:32:52)   420 -2
Os repórteres procuram ele...

e ele fala !!!!!!!

Ele tem a opção de não dar declaração, oras...

sem avatar danielpaz (16/03/2012 00:01:31)   58 1
Pois é... você está falando de versão do Black Dossier (pelo que vi a menção em outro post)... não lembro do personagem... teria que releer. Foi nessa? Ou isso está em alguma outra história? O que foi que ele fez? Conta, rapá! deixa de mistério...

Você citou já 3 vezes o James Bond (eita! não tem mais exemplos de malversações do Moore, não? ou é só essa? porque posso continuar listando versões dele que são melhores que a média das adaptações... e você insiste no Bond). E, pior, não especificou mais detalhes, como perguntei...

EXEMPLOS... claro que o barbudo pode errar, como já errou... mas dar as referências ajuda. Repetindo: EXEMPLOS.

abraços


IgorLiraVox IgorLiraVox (15/03/2012 13:43:53)   1860 0
(quando diz que foi vítima de "mentira" e "roubo" por parte da editora quanto aos direitos sobre a Watchmen original)

O lance é este????

Grana????

Raiva que a série até hoje é sucesso????

Ta de mau com o Gibbons só porque ele ganhou dinheiro com a criação dele?????

Afinal o desenho é todo obra dele certo?????

Ai tem que ficar chupando o ovo dele pra agradecer pelas horas e horas de trabalho de seu próprio desenho????

Agora vem com este papo idiota de "se você comprar da DC vou ficar de mau".....

CLARO QUE VOU COMPRAR E LER.....

Se ficar uma merda aviso geral.....

Se ficar legal, aviso geral.......

Se o Moore lançar algo que preste.....

Vou copiar ou pegar emprestado afinal ele não precisa de dinheiro, só de pessoas que puxem o saco dele.....

Só de sabedoria pra deixar de ser enrolado quando fecha um contrato.....


sem avatar danielpaz (15/03/2012 14:08:55)   58 1
Você sabia que o desenho não é mérito todo de Gibbons? Que Moore entrega storyboards completíssimos - são os mais detalhados de toda a indústria, ao que me consta - com os ângulos em que ele quer cada coisa desenhada? Se no método Marvel, o desenhista é co-autor - o que explica muito do êxito de John Byrne - no método Moore, o argumentista é co-autor do desenho, literalmente...

Os outros tópicos nem vou responder.

Abraços.

Lico Blade Lico Blade (15/03/2012 14:57:37)   1631 0
Daniel paz,

Parafraseando Nick Fury, vc já ouviu falar da Iniciativa Omelenautas?

É o seguinte: o Marcos novais e outras pessoas criaram um grupo no Facebook chamado Omelenautas. Lá, a gente discute numa boa, posta videos e fala sobre as notícias do Omelete. Além disso, o pessoal posta contos que escreveram e seus próprios desenhos. Bem legal.

O pessoal de lá gostaria de ter a sua presença no Omelenautas. Se vc estiver interessado, me avisa aqui mesmo que peço pra eles lhe enviarem um convite no Facebook.

Abraço!

Cândido Cândido (15/03/2012 15:39:12)   420 -1
Lico, afinal de contas quem é você lá no Omelenautas?

Lico Blade Lico Blade (15/03/2012 17:27:49)   1631 0
Cândido, só procurar o negão do grupo rsrs

sem avatar danielpaz (15/03/2012 23:48:31)   58 0
Oi, Lico Blade

pode ser, rapá!

abração


Publicidade
The Dark Knight The Dark Knight (15/03/2012 13:39:40)   153 0
Vou ser polêmico agora. Moore pode ser um gênio e before watchmen talvez seja mesmo uma merda, mas porque o hipócrita não manda os fãs pararem de comprar seus últimos trabalhos medíocres (que aliás é só o que tem feito), que ele mesmo afirma ser caça níqueis? Os xiitas vão me xingar, mas duvido que esses prequels sejam piores que neonomicon, em que ele destrói o legado de lovecraft apenas por grana. Bonito não? Admitam o velho é um hipócrita do cacete, por mais gênio que seja (ou foi).

PS adoro todos os trabalhos do antigo moore. O novo é só um cara que me dá pena, como frank miller.


sem avatar danielpaz (15/03/2012 14:32:31)   58 1
Me fale mais de Neonomicon... eu tinha lido uma história, curta, de Moore, que tinha relação com Lovecraft, e era interessante a idéia. Mas não lembro se era essa, ou uma outra de mesmo calibre, curtinha, que era podre de ruim... É a mesma?

Sobre o novo Moore... Pois é... Top Ten achei bacanérrima. A Primeira Liga, excelente. Depois foi decaindo. A atual, para mim, está sem pé nem cabeça... a não ser que o último volume redima tudo e faça as outras fazerem sentido... Black Dossier tem um final maravilhoso, uma das mais bonitas homenagens ao reino da fantasia de que me recordo. Tens comentários sobre obras recentes?

Rogério N Rogério N (15/03/2012 15:00:39)   723 1
Comparar o Moore com o estado atual do Miller é sacanagem...

Plastik_Fantastik Plastik_Fantastik (16/03/2012 12:21:45)   373 0
@The Dark Knight

Você não esta sendo polêmico, acredite.

Qdo vc afirma ter pena de um maiores escritores da cultura POP de todos os tempos, vc esta "sendo" várias coisas...

Polêmico é a menor delas.

não se preocupe.


Rogério N Rogério N (15/03/2012 13:39:33)   723 1
Só pra entender melhor essa bagaça: o contrato que o Moore assinou previa que os direitos retornariam a ele depois de uma sem publicar Watchmen, está certo? Esse contrato foi exclusivo com o Moore e o Gibbons ou era uma espécie de contrato-padrão da DC pra época? Que eu saiba ninguém pensava muito em republicações naqueles anos. O Moore alguma vez se posicionou sobre o uso que ele faz dos personagens de Liga Extraordinária que outros autores criaram? Quer dizer, como ele pode ter certeza que Bram Stocker e Julio Verne concordariam em ver seus personagens utilizados por ele?

Na boa, se alguém puder esclarecer, agradeço. Algumas informações sobre esse assunto são bastante desencontradas. Valeu.


sem avatar danielpaz (15/03/2012 14:10:30)   58 2
Bem... você tocou num ponto válido, que é ético. Mas, do ponto de vista legal, a coisa é que esses personagens são de domínio público. E todos eles já passaram por várias versões e adaptações - das quais, sinceramente, em geral, as melhores são as do Moore.

Não vi versão melhor do Fu Manchu que a dele. Do Moriarty, idem. De Mycroft Holmes, idem. De Nemo, idem... E por aí vai.

sem avatar marcio (15/03/2012 14:40:05)   -3 0
"O Moore alguma vez se posicionou sobre o uso que ele faz dos personagens de Liga Extraordinária que outros autores criaram? Quer dizer, como ele pode ter certeza que Bram Stocker e Julio Verne concordariam em ver seus personagens utilizados por ele?"

Imagine o Ian Fleming sabendo que transformariam o James Bond em um charlatão e traidor.

Ninguém aqui comenta essa cagada do Moore, mas os outros artistas não podem nem pensar em usar os personagens de Watchmen.

Candinhas.

Rogério N Rogério N (15/03/2012 14:59:18)   723 0
Mas, Daniel, a questão acaba sendo ética mesmo. Se fosse legal, por mais demorada e desgastante que fosse a solução, o autor (no caso o Moore) entraria com um processo contra a editora. Toda vez que ele cita que "não vale a pena" brigar judicialmente com a DC ele acaba enfraquecendo um tanto a posição dele. Ao invés disso começa essa ladainha de tempos em tempos... O Gaiman, entre outros, entra na justiça e deixa rolar. Assim como as famílias dos criadores do Super. Os interesses e "inimigos" podem ser diferentes do caso do Moore, mas estão batendo o pé em suas convicções sem apelar pra essa discussão que, sinceramente, já encheu.

Também concordo que as versões dele pros personagens que você citou são ótimas, mas fica muito pretencioso ele achar que ninguém mais poderá abordar os personagens de Watchmen de uma maneira interessante. Provavelmente está certo, h-o-j-e. Mas na época em que eles foram criados, creio que a sensação fosse a mesma. Mas valeu.

Cândido Cândido (15/03/2012 15:49:41)   420 -2
Pois é Rogério, o que acontece é que, quando o Alan Moore usa exemplos a seu favor, tudo bem, ele está coparando situações equivalentes.
Quando usam os exemplos contra ele, daí cada caso é um caso.

O fato é que, se forem tirar tudo a limpo ele também tem o rabo preso. Também tomou decisões que afetaram obras de outros ou decisões equivocadas nem tão inteligentes (quanto ele afirma ser)
Ele também é igual a todo mundo.

Mas, por alguma razão, perdeu a humildade em certos quesitos.

sem avatar danielpaz (15/03/2012 17:20:22)   58 1
Deixa eu ver... por um lado, falamos de personagens de domínio público, alguns há mais de um século, que já passaram por trocentas adaptações... (Inclusive a idéia da unificação dos personagens do séc. XIX é velha, já...)

Por outro, falamos de uma obra dos anos 80 que era para ter passado para a posse do autor, se a editora não ficasse reimprimindo sempre... isto é, a editora, para ganhar dinheiro (ter a posse dos personagens), ganha MAIS dinheiro (vendendo)... e assim garante... que ganha dinheiro. E, claro, depois de passado o prazo, os personagens entraria, e entrarão, em domínio público...

Bicho... se vocês acham a situação idêntica, falta senso das proporções. A noção de domínio público é essa: o direito de autor dura um tempo. Nesse tempo, a DC engabela Moore e fatura em cima de sua obra...



Cândido Cândido (15/03/2012 18:24:23)   420 0
Vc fala de dinheiro e exploração.
Mas a questão , pro Moore, nunca foi dinheiro !!
Tanto que, através das reedições de Watchmen através dos anos o Moore ganha grana.
E ganharia com BW se quisesse.

A questão, pro Moore, que ele reclama , é ideológica.
Ele simplesmente não quer que BW exista!

E os motivos dele para isso eu acho incoerentes e não concordo !


Agindo errado a DC está fazendo algo que acho certo !

O Alan, numa atitude que, em outras situações eu aplaudiria, está fazendo merda !

(Claro que é apenas a minha visão da coisa)

Rogério N Rogério N (15/03/2012 21:14:08)   723 0
Daniel esse "era pra ter passado pra posse do autor se editora não ficasse reimprimido" é o ponto chave. Se a editora LEGALMENTE faz uso de um dispositivo assinado espontaneamente pelo autor, a obra não é inteiramente dele e ponto. Agora se o Moore alega que ludibliado ou que a DC age de má fé todos esses anos, que procure a Justiça. As reclamações derle, que já beiram insuportável, não trouxeram a obra de volta ao autor, não impediram de fazerem esse BW nem vão barrar nada que planejem pro futuro. Fica parecendo que é muito mais "confortável" pro Moore posar de uma vítima sem direito à apelação enquanto paga de profeta da arte. Vai acabar virando um Beato Salu dos comics e eu não queria ver isso.
Mas também não engulo essa cretinice de ser rotulado de desprezível, por quem quer que seja, pelo simples fato de exercer meu direito consumir "lixos". O fato de Cavaleiro das Trevas 2 ter sido produzido pelo autor original garantiu legitimidade, mas cuspiu e escarrou em quase tudo que eu curti no primeiro. E aí, no conceito do Moore sou menos desprezível porque a porcaria foi feita pelo próprio Miller?

sem avatar danielpaz (15/03/2012 23:38:21)   58 0
Rogério: é legal, mas não é justo. A situação dos herdeiros do Siegel e Shuster era legal... não era justa. Como de Kirby e família. Contratos leoninos são para isso; o termo é usado em Direito justamente para descrever essa situação.

Nunca falei na ilegalidade; mas na imoralidade. Que eu não conhecia, e ele revelou na entrevista.

Vocês argumentaram que era A MESMA COISA que a situação dele usar personagens de domínio público para A Liga Extraordinária; eu acredito que não é... a disparidade é grande. Gigantesca. O argumento de vocês era esse: sustentem ou o abandonem abertamente...

E Watchmen é a ponta do iceberg. Tenho argumentado, e mostrado (e ninguém refutou) que a DC tem lucros constantes, atuais, com a obra do cara... Quando Moore reclama disso, nego diz que é pretensioso; não é. Claro que não é 100% do faturamento da editora; mas não é pouca merda... Republicaram esta semana um encadernado com a obra dele... no entanto, é um véio chato, ranzinza, incompetente... putz, se é tudo isso, porque continuam republicando a obra dele em formato de luxo?

Por exemplo, como já falei antes: a DC vive de reciclar idéias de Kirby. Darkseid, personagem de revistas canceladas por baixa vendagem, é o vilão de 10 em 10 histórias, em qualquer mídia... – Superamigos, Liga da Justiça Sem Limites, Smallville, Crise Final, Odisséia Cósmica, etc. O autor não é o cara que mais lucrou com a exploração constante de suas idéias; sei que funciona assim. Sei que é legal. Mas não creio que seja justo. Afinal, nem completar sua visão global do Quarto Mundo ele pôde... mas para faturar dividendos constantes sua obra serve...


Celso Celso (16/03/2012 11:00:45)   -54 1
Oi Rogério N
Concordo com você quando acho que outros criadores podem apresentar uma visão diferente e interessante de Watchmen e é por isto que tenho interesse em Before Watchmen.
Moore teve a sorte de pegar uma época em que os criadores não eram tão sacaneados quanto Kirby foi, e seu contrato pode não ser uma maravilha mas lhe garantiu uma boa grana ao longo dos anos pelas constantes reedições de Watchmen. O uso de uma brecha legal pra não devolver os direitos a Moore é coisa normal no ramo, afinal eles atrás de lucro.
Moore é tão chato que rompeu amizades com colaboradores como David Lloyd, Dave Gibbons e Stephen Bissette. Bissette, aliás, mandou uma mensagem a Moore pra ele explicar o motivo de tanta raiva e não obteve resposta. Até hoje o coitado não sabe porque Alan ficou com tanta raiva dele.

Oi danielpaz
A DC continua a republicar Watchmen porque faz parte de um grupo de obras do acervo da editora (como Sandman, Preacher, Kingdom Come entre outras) que não tem uma venda explosiva, mas se mantem constante ao longo dos anos. É por causa deste catálogo forte da DC que alguém disse que se encontra poucas edições encardenadas da editora nas lojas especializadas com relação à Marvel, por exemplo.
Com relação a reciclar ideias de Kirby, é algo que editoras tradicionais como a DC e Marvel vivem fazendo. Até ressuscitaram a Elektra pra desgosto do Frank Miller. Mas hoje existe muita diversidade nos quadrinhos, com obras pra todos os gostos. Espero que o modelo atual da Image que privilegia a publicação de obras mais autorais, com copyright dos autores, se torne um novo paradigma. Estou na torcida, mas encaro a situação com certo ceticismo.

Rogério N Rogério N (16/03/2012 13:13:17)   723 1
Não tem nada que abandonar argumento não, Daniel. As duas situações não são tão diferentes quanto você apregoa.

No sue último post você falou em legalidade x moralidade.

O Moore está amparado legalmente pra utilizar os personagens na Liga, assim como a DC está pra usar os personagens em BW. Agora se isso é imoral, nos dois casos é que são elas. Quem garante a você que o Verne aprovaria que outro autor utilizasse Nemo, por melhor que fosse a releitura? Muito menos aprovesse a utilização a torto e a direito em qualquer tipo de produto (desenhos, cuecas, o que fosse)? Como o Moore se sente tomando parte disso? Está "ok" porque legalmente está amparado pelo "domínio público", mas "não está ok" porque a DC se utiliza de um contrato que em quase 30 anos ele não discutiu legalmente?

Lembrando que nem você refurtou minha primeira suposição sobre os termos do contrato com a DC, lá no meu post inicial.

Você mesmo cita o caso dos Siegel e Shuster. Mesmo com todas as "dificuldades" que Moore alega existirem numa briga judicial contra uma corporação, essas famílias estão conseguindo resultados.

Outra: como o Celso disse bem, a DC se utiliza de uma brecha no contrato mas, de acordo com o que você mesmo falou no último post, ela tem lucros constantes com a obra. Não seria o Moore vítima da própria qualidade/repercussão de sua obra, algo que naquela época nem ele, nem provavelmente a DC previam?

Acho que você está tomando pra si as dores do barbudo por conta de pessoas que estão o acusando de coisa que ele não é (incompetente, entre uma delas).

O fato é que por mais que eu concorde com a opinião dele sobre a indústria e me compadeça com o arrependimento dele quanto à assinatura do contrato, a abordagem dele pro assunto é, no mínimo, improdutiva. E o ataque dele aos leitores que optarem por ler BW só fez a tal abordagem se tornar antipática.


Fernando Fernando (15/03/2012 12:59:58)   14 0
Watch out, we have a badass over here.



JR JR (15/03/2012 12:46:34)   17 1
De uma vez por todas as pessoas tem q parar de comparar watchmen com before watchmen !!!!

E outra, se o Sr Moore odeia tanto assim o novo projeto pq outras pessoas estão envolvidas pq ELE MESMO ñ se colocou a diposição para dar continuidade ???

Moore tem feito projetos caça níqueis pela Avatar Comics, baseados em sexismo e violência gratuita das quais poucas se salvam por ter um enredo básico !!!

É um gênio??? Sim ele é ...
The League of Extraordinary Gentlemen, Batman: A Piada Mortal, V de Vingança e Watchmen comprovam isso ....

Só q ultimamente tem aparecido mais pelas declarações do que pela sua genialidade nos quadrinhos !!!!


sem avatar danielpaz (15/03/2012 14:12:12)   58 0
J.R.... veja assim: imagine que J.K. Rowling não fosse dona dos direitos de Harry Potter. Ela mesmo já disse que contou tudo o que tinha pra contar sobre o personagem (no futuro, podem pintar idéias novas); e a editora oferece a chance de lher dar os direitos de uma só vez (que lhe foram negados por um truque legal), em troca de você fazer histórias que você mesmo acha que não pode mais fazer... A lógica é a mesma. Isso é comum na criação - o sujeito achar que já encerrou uma fase, e que não dá mais para contar histórias de certo personagem.

Cândido Cândido (15/03/2012 15:53:29)   420 -2
Com a diferença de que a Rowling não ia armar barraco nenhum que chegasse nem aos pés do que o Moore faz.
E talvez até aceitasse retomar o Harry. Porque ela sabe que essas criações são pra ser algo positivo e não motivo de emburros e ofensas.
Até parece que o Mister (sério) Moore não tem assuntos mais sérios pra desviar essa energia toda.

sem avatar danielpaz (15/03/2012 17:17:10)   58 0
Cândido: Você é filho da Mãe Dinah, por acaso?

PUTZ... O troço é simples: é comuníssimo em autores que eles sintam-se cansados, ou achem que não dá para fazer mais nada com um personagem. Você discute isso? Isso é indiscutível, meu velho.

Eu usei uma analogia para tornar clara uma situação. Você argumenta com uma hipótese de futuro... que se sustenta apenas se a Rowling for sua amigona do peito, e lhe tiver garantido que, por umas verdinhas, ela faria... opa! ela já tem essa oferta atualmente...

Cândido Cândido (15/03/2012 18:41:07)   420 -2
Caaaalma, Danielpaz, caalma...

Eu entendo que "autores ... sintam-se cansados, ou achem que não dá para fazer mais nada com um personagem"

O que eu discuto é o barulho sem sentido que o Alan faz e as opiniões de caduco dele que atingem até VOCÊ ! - Que vai ler o BW ... sem pressa, em scans... mas vai ler ...!

Não estou me referindo aos autores explorados como um todo. E sim no caso específico de Moore que tomou conotações diferenciadas pelas suas excentricidades !

JR JR (15/03/2012 19:08:02)   17 0
concordo .... justamente por isso citei esse comportamento do moore ...

se o cara ñ quer ou ñ tem mais inspiração p/ watchmen ñ fique com esse discurso de chantagem do tipo "se lerem estarão me traindo" ou coisas assim ....

esperava mais maturidade do sr. moore ...


Antonio Antonio (15/03/2012 12:42:25)   0 0
Ele não precisa disso. Um ídolo acima de tudo é um exemplo.



Ricardo Ricardo (15/03/2012 12:29:34)   144 1
Daqui a pouco ele fuma um pouco de ópio e ora pro Deus lagarto dele e fica calmo.



sem avatar Marcio (15/03/2012 11:30:06)   10 0
Pessoalmente gostei de Watchmen ná época que foi lançado, hoje acho uma obra datada, na verdade das obras do Moore só me lembro de V de Vingança ser mais datada que essa. Das que me impressionam até hoje dele é Do Inferno e Lost Girls


sem avatar danielpaz (15/03/2012 14:14:24)   58 0
Pois é, Marcio... Datado? Aí discordo plenamente. Reli pouco tempo atrás, e é impressionante, ainda.

O que não dá para recuperar - e só quem viveu a época lembra - era o medo pulsante do holocausto nuclear... O medo alimentava e sustentava muito do sentido da história. Esse medo se desvanesceu - hoje temos medo do aquecimento global e de outras coisas. Apenas nesse aspecto o entendo como datado.


Diego Francisco Diego Francisco (15/03/2012 11:11:40)   900 0
Ainda há muita polêmica pela frente nesse Before Watchmen.



MAX MAX (15/03/2012 11:11:33)   36 0
Fica tranquilo barbudo, eu pelo menos vou ler no "piratão" mesmo.



Natork Natork (15/03/2012 11:04:12)   0 1
Só pra sacanear, vou ler a série nova e continuar leitor do Moore também!


Cândido Cândido (15/03/2012 11:35:02)   420 -2
Mas claro!
Não devemos nada a ele. Não concordava plenamente com ele desde a primeira vez que li Watchmen.

Já, quem declarou que concorda com ele é que pode ter problemas de consciência logo em breve...


Publicidade
Animesong Animesong (15/03/2012 09:13:40)   -7 1
@Cabral

JAMAIS mude sua personalidade! Fora que, tirando o politicamente correto, suas entrevistas ácidas são uma obra de arte a parte dele.. Espero que alguém que cuide de sua obra (se é que ele confia tanto em alguém assim pra tal), faça uma coletânea de suas maiores entrevistas e lance um livro futuramente (leia-se post mortem).. É certo d'eu comprar essa bagaça! hahahahahh


Cândido Cândido (15/03/2012 11:22:22)   420 -1
Idéia genial !!

Boa mesmo.

Patenteia ela (rsrs)

Cândido Cândido (22/03/2012 13:00:55)   420 1
ô pessoal, não é ironia ...

Eu realmente compraria e leria mesmo !!


Cabral Cabral (15/03/2012 08:38:04)   389 2
Cara, o Moore precisa dar uma relaxada.

Se sentar numa mesa de boteco encher a cara, ver futebol na TV, ir pruma praia ver as minas de biquíni, fazer um sexozinho com a patroa de vez em quando...

Que cara estressado...



Vini Vini (15/03/2012 08:29:21)   134 2
Mas ler os scans tá ok né. kkkk

Não achava que Moore dava tanto valor a própria obra,achava que já não se importava mais com a industra, mas pelo visto tem orgulho do que fez e não quer ver gente que não gosta se metendo.


Lauro Lauro (15/03/2012 08:53:58)   3714 0
Acho que nesse caso o Moore apóia a leitura por scans, pois nada disso vai ser revertido para DC... ;)

Mas acho que nem ele é tão louco para apoiar publicamente uma prática como essa! hehehehe....

Cândido Cândido (15/03/2012 11:19:18)   420 -1
Só porque não se referiu especificamente aos scans, não quer dizer que aprove.
Nas entrelinhas, pra mim, ele critica a leitura das obras em si. Óbvio que ele não gosta da DC ganhando dinheiro com isso, mas ele não gosta é do fato da DC ganhar dinheiro com algo que, pra ele, é execrável, dispenavel, abominável e uma afronta na sua própria natureza. Ele critica a própria existência da obra.
Logo, se você realmente entende Alan Moore, sabe que ele não quer que os leitores (que ele respeita) leiam as HQs de forma nenhuma, nem mesmo em scans.

Cândido Cândido (22/03/2012 13:03:02)   420 0
O Quê ??!!??!??

Vai dizer que tem gente que acredita que ele quer que leiam os Scans ???


francisco egidio francisco egidio (15/03/2012 08:26:49)   38 0
Alan Moore e seus fiéis e cegos seguidores que me desculpem,mas ele é um verdadeiro pé no saco.Tá se achando o excluído e não é de hoje a tempos toda notícia que vem relacionado a Moore e ele chiando de alguém ou de alguma coisa,poxa vovô vai para a tumba vai.
A industria dos quadrinhos esta igual a dos cinemas os números é que contam,então por mais que todos digam Before Watchmen vai ter pessoas que são fãs de Alan Moore comprando e algumas vão odiar e outras vão gostar.
Já não leio quadrinhos a muito tempo mesmo,mas pelo que vejo das notícias não são animadoras.
Por isso não me interessa o que vira de BW e tenho dito.


Lauro Lauro (15/03/2012 08:47:51)   3714 1
É por isso que Moore chia tanto, francisco.

Na verdade você concorda com ele mais do que imagina, pois se as revistas tivessem mantido um nível alto, provavelmente você não teria largado as HQs...

Então é bom que ele não "vá para a tumba" ainda.

Pelo menos ele é um criador que tem coragem e está em posição de poder falar coisas que muitos outros argumentistas pensam, mas não podem fazer pois dependem das "grandes" para sobreviver...

Cândido Cândido (15/03/2012 11:13:43)   420 0
Bom , eu não acredito na derrocada das HQs. Vejo coisas maravilhosas sendo produzidas a todo o momento dentro da VERTIGO, por exemplo.

O Francisco acredita e não lê (não sabe o que perde, literalmente)

E o Lauro acredita e lê. (Mas, possivelmente, mais pra reclamar - cuidado pra não seguir os passos do mestre)

E, por falar em VERTIGO. É bom lembrar que Alan criticou o selo como um todo também (no mesmo estilo generalizador que agora). Ele criticou a DC de criar e fazer dinheiro com um selo que foi moldado com base nas suas histórias (Monstro do pântano, Hellblazer...)
O cara acha que o mundo vai parar, que ele vai escrever e não vai influenciar autores e obras com as suas geniais criações !!!
Tenha dó !

sem avatar danielpaz (15/03/2012 14:16:21)   58 0
Cândido: coisas geniais na Vertigo... cite alguma.

Pelo que pude perceber, a fase áurea da Vertigo já passou... Fábulas acho MUITO BOA... mas não é genial; é narrativa competente, de dar gosto. Mas não é genial.

Cândido Cândido (15/03/2012 15:59:34)   420 -2
Ah Daniel, vai dizer que você também acredita na derrocada das HQs?

Que que eu posso fazer se o gosto de cada um é o de cada um. O que acho genial vc pode não achar. Questão de opinião.



sem avatar danielpaz (15/03/2012 17:15:20)   58 0
Veja meus comentários no Omelete... eu sou dos que mais defendo que os quadrinhos vão bem, obrigado.

Mas você disse que havia obras geniais na Vertigo.

Eu peço, APENAS, que você diga: quais são as obras geniais que se equiparam a Sandman, por exemplo?

Nos quadrinhos correntes, acho que estamos melhor que nos anos 80. Nos quadrinhos de adulto, não.

Cite exemplos, e começamos a discutir.
E nada de "pão, pães, questão de opiniães"... Do contrário, sequer estaríamos debatendo Watchmen, já que ela não seria uma obra-prima, ja que seria tudo subjetivo...

EXEMPLOS, meu velho.

Cândido Cândido (15/03/2012 18:54:27)   420 -2
Daniel, eu posso colocar uma lista de Hqs da Vertigo aqui que não vai resolver nada.
Vamos esmiuçar um por um dizendo o que gostamos ou não e no fim vai chegar no fato de que gosto é qustão de opinião (ou o contrário).
Eu poderia ter usado o exemplo do selo Max, ou mesmo da Marvel que deu O SALTO na era Bendis, ou mesmo o universo Ultimate.
Mas a questão não é essa !
(Ok , vc discorda da mim quanto à Vertigo - não estou a fim de me estender sobre isso)
A questão remete ao primeiro post. O do Francisco.
Que declarou a aparente falência do meio das HQs. Sendo que ele mesmo diz não ler mais...
...
Daí eu entro dizendo que não é bem assim...
Usei um exemplo ruim na sua opinião?
Beleza!
Mais adiante vc diz que os quadrinhos correntes estão melhores que os dos anos 80!
Maravilha!
Usemos o seu exemplo , então.
Pronto. Concordamos que existem boas HQs hoje. Esse era o meu ponto.

Agora quanto à crítica do Alan Moore à Vertigo ter sido criada... não me refiro ao fato de hoje a Vertigo não ser mais tão boa (na opinião de alguns) isso é irrelevante.
A minha questão é que , desde a criação da Vertigo existiram SIM MUITAS coisas MUITO BOAS que, se fosse feita a vontade do Moore (pela sua visão do que seria correto)não teriam existido !!

Esclareci ou compliquei ?


sem avatar danielpaz (15/03/2012 23:42:45)   58 0
Cândido: se atenha aos meus argumentos.

Bendis e Ultimate são irrelevantes na questão; estamos de acordo que ambos são bons. Estamos de acordo que os quadrinhos normais estão bons.

Você falou que a Vertigo tem produzido coisas "maravilhosas": não citou NENHUMA. Não que não tenha. Apenas quero saber. Até para ler.

"A minha questão é que , desde a criação da Vertigo existiram SIM MUITAS coisas MUITO BOAS que, se fosse feita a vontade do Moore (pela sua visão do que seria correto)não teriam existido !!"

Ok... EXEMPLOS. Vamos aos fatos. Quais são elas? Por exemplo... a ressurreição de Holland, agora, no Dia Mais Claro? Ehehehe, peguei pesado.

Mas, sério: uma afirmação dessas tem que vir com provas. E, observe, não é um inquérito: é até para eu saber de coisa que não leio, e dar uma olhadinha... vai que eu gosto!

abraços


Cândido Cândido (18/03/2012 13:20:50)   420 0
Compliquei.


Lauro Lauro (15/03/2012 08:17:48)   3714 1
Moore tem todo o direito de reclamar da DC, infelizmente os contratos que ela fazia com artistas desconhecidos não eram nada favoráveis.

Era uma época em que os artistas nem pensavam em poder ficar com os direitos dos personagens. É diferente de hoje, que um artista pode guardar suas melhores criações para desenvolver títulos autorais em editoras mais independentes.

Compreendo muito o fato do Moore estar puto da vida com toda a situação.

Mas quem quiser comprar, que compre, boa sorte. Hoje em dia temos tantas ótimas opções para comprar que Before Watchmen apenas se sustentará se realmente tiver alguma qualidade. Mas dificilmente terá o impacto do original...

E, para aqueles que comprarem: cuidado para não levar a sua edição de Before Watchmen para o Alan Moore autografar em alguma convenção! ;))


Hector Hector (15/03/2012 08:37:35)   16 2
kkkkkkkkk isso me lembrou um episodio dos Simpsons q aparece o Alan Moore e o Milhouse com uma hq ou dvd dos Bebês Watchmen..

Lauro Lauro (15/03/2012 08:45:10)   3714 1
Hector, naquele episódio os roteiristas dos Simpons acertaram em cheio, algum deles deve ser medium ou algo assim... ;)

Lembra do subtítulo do Bebês Watchmen? Acho que era "V for Vacation" ou algo assim! hehehehe...

Hector Hector (15/03/2012 09:22:59)   16 1
Verdade V for Vacation... aquele episodio foi genial

Cândido Cândido (15/03/2012 11:05:09)   420 -2
Até que ia ser divertido...
Levar a HQ pra ele autografar !

Mas ia ter que ter gente do lado pra fotografar a cara que ele ia fazer .

Top 1000 nos melhores blogs.


sem avatar constantine (15/03/2012 07:54:01)   -9 -2
CAPITALISTA SIM! ELE VENDEU OS DIREITOS DE TODAS SUAS OBRAS, SE NÃO QUERIA QUE ELAS VIRASSEM FILMES POR QUE NÃO FOI PUBLICAR EM UMA EDITORA PEQUENA?


Mr.Natural Mr.Natural (15/03/2012 08:08:16)   669 1
por que nao e tao simples assim.nao e bem assim que funciona a coisa

Lauro Lauro (15/03/2012 08:09:38)   3714 0
Simplesmente porque ele não tinha os direitos sobre elas, os direitos estavam com a DC Comics.

E ele já fez diversos trabalhos autorais para editoras pequenas, inclusive publica a Liga Extraordinária fora das "grandes" justamente por isso.

sem avatar danielpaz (16/03/2012 10:39:49)   58 1
Na verdade, Lauro... putz, se informa, malandro... depois de trabalhar pra DC, Moore ficou p. da vida, e COMEÇOU A TRABALHAR COM PEQUENAS EDITORAS! Você está reclamando que ele não fez... só que ele fez, e faz, o quê, 20 ANOS?????

Inclusive, ele é contra as majors... contra a Marvel, desde o episódio lamentável de Miracleman/ Marvelman... que a Marvel impediu que fosse publicada com o nome original... (E, agora, tem os direitos na mão, e está DOIDINHA para republicar e ganhar dinheiro com a obra do Moore...)... e com a DC, por esses percalços.

Se informa, doido...


Lucas Lucas (15/03/2012 07:28:59)   0 0
Moore não é (tão) chato, é a mídia que gosta de divulgar suas chatices. Qualquer pesquisa rápida no google se encontra entrevistas dele "babando ovo" de muitos quadrinistas. Me lembro de uma em que ele cita Joe Sacco com uma deslumbrança memorável!


Ele de fato ENTENDE o que é a industria.



Hector Hector (15/03/2012 07:17:23)   16 3
Alan Moore reclamando................. denovo............... isso me parece reflexões (dor de corno) de um velho amargurado... não me entendam mal, acho foda o trabalho dele, ja li muita coisa (até coisas péssimas como Neonomicom). Mas seja superior ignora isso... hakuna matata............... ah se eu comprar BW Alan Moore não vai mais gostar de mim............................ que diferença faz ele não gosta de nada nem de ninguem mesmo. Sem contar que ele fez a mesma coisa com Will Eisner escrevendo Spirit ai vem dizer q akilo era outro caso.......... dois pesos duas medidas ah Alan Moore seu velho hipocrita para de se humilhar......


Cândido Cândido (15/03/2012 10:59:25)   420 0
SPIRIT !
Eu tinha esquecido dessa !
Ele tava junto no bolo cm Darwyn Cooke e tudo...

sem avatar danielpaz (15/03/2012 14:19:14)   58 1
Pois é, Hector: até ia citar Spirit como um caso POSITIVO para o Moore, eheheh.

Aquela edição foi uma grande homenagem que a indústria fez, com alguns de seus maiores nomes, a um dos ícones do séc. XX. Por sinal, a história de Moore é belíssima (para quem curte o Spirit, como eu).

Entenda o básico: Moore (como Morrison e alguns outros) é um apaixonado pelo universo pop. Sua homenagem a Kirby, em Supreme, é das coisas mais bonitas que li nos quadrinhos (se não leu, sugiro que leia); ali não me consta que ele fizesse para encher o rabo de dinheiro, como a DC está fazendo com as obras dele. A homenagem a Gil Kane, no mesmo título, também é estupenda... um desenhista que estava "aposentado" das mainstream.

Candindo misturou as coisas: Darwyn Cooke participou do relançamento do título... que é competente, mas melancólico. Moore, com Gaiman (se não me engano) e outros, da edição em homenagem.

Cândido Cândido (15/03/2012 16:07:30)   420 -2
Isso, isso...
Valeu pela correção.
Misturei tudo mesmo.

Moore fez o Spirit com o Gibbons ! (Vejam só)

O Moore acha que a diferença entre as duas obras reside na permissão que o autor deu.

O que seriam das biografias não autorizadas se todo mundo pensasse assim ? heheh

sem avatar danielpaz (15/03/2012 17:12:46)   58 0
Não é só questão disso. Vou repetir: a obra foi um pool de autores atuais homenageando um ídolo. Before Watchmen é mais um de uma safra de ações da DC lucrando em cima da obra de seu desafeto... além de ressuscitarem o Monstro do Pântano e Alec Holland.... de trazerem Constantine para o universo regular... de usarem suas idéias como arcabouço para toda a reformulação do Lanterna Verde, que segurou as vendas da DC Comics quando ela fez a pataquada das Crises Infinitas... e republicando, ESTA SEMANA, um encadernado com as obras de Moore na DC... O padrão é nítido, só não vê quem não quer; ele viu.

A diferença é de gênero, e não de grau.


Cândido Cândido (15/03/2012 19:11:14)   420 -2
Bom, eu confesso que não vi.

Não acompanho mais a DC a muitos anos e muito menos os bastidores a respeito.

Vendo do ponto de vista isolado dos bastidores de Before Watchmen essas são as minhas opiniões.

"A diferença é de gênero, e não de grau." - Não entendi o que quis dizer.

E, sobre o constantine: Vale lembrar que ele VEIO do universo regular !
Não vejo nada de errado em juntar tudo. Acho que deviam juntar quase toda a Vertigo. Eu achava legal quando o Monstro do Pântano e cia eram do Universo regular. Aquela bizarrice de ter histórias de níveis diferentes todas coexistindo. Acho até que a DC deveria investir mais nesse lado bizarro em que se diferencia(va) tão bem da Marvel... no lugar de tentar dar coerência e lógica a tudo através das crises...

sem avatar danielpaz (16/03/2012 00:07:57)   58 0
Candido: diferença de grau é quando é a mesma situação, apenas num grau maior ou menor... de gênero, é quando deixa de ser a mesma coisa.

Entre uma editora reciclando obra véia de um desafeto, e um pool de autores que decidem homenagear um ícone... não há a menor similaridade.

O Constantine veio do Universo Regular, vírgula... porque o Monstro do Pântano original, pré-Moore, fazia parte de uma linha de histórias meio à parte, que eram de "terror", pelo que lembro. Eram títulos que não se mesclavam, originalmente. Na série Gótico Americano, como está rolando a Crise, Moore fez uma concessão meio esquisita - é só reler a história. Sim, havia a interação do Monstro com a Liga da Justiça, Superman, etc...

Só que a volta do Constantine agora, junto com o Monstro do Pântano e do Alec Holland... deixe-me entender... por quê será? Como falei, isso faz parte de um padrão global - a reciclagem das obras do barbudão. Não adianta desmembrar e ver a validade teórica de cada um; o fenômeno só se entende no seu conjunto. Que é nítido.


sem avatar mtz21 (15/03/2012 06:23:45)   -36 1
Reparem que ele fala que vai desprezar vc se vc Comprar o "Before Watchmen". Não disse nada sobre aqueles que vão ler a revista que um amigo vai comprar! :p


Cândido Cândido (15/03/2012 10:56:16)   420 -1
Huáhahahhah,

Pronto, tem uma galera que respira aliviada!


Robô Gigante Robô Gigante (15/03/2012 03:06:44)   -4 1
Esse comentário do Alan Moore só serve para que essa polêmica garanta muita procura para a compra de BW!




Omeletop : quadrinhos

Cinema

Os filmes em cartaz, a programação das salas de cinema, bilheterias, trailers, criticas de filmes, cartazes, entrevistas com astros e as novidades de Hollywood.

Séries e TV

As séries de televisão dos EUA, minisséries, os destaques da TV e as novidades na programação.

Música

Os shows que vem por aí no Brasil, os lançamentos musicais, novos álbuns e música grátis para download.

Games

Os novos games, críticas de jogos, trailers, imagens e mais novidades do mundo dos videogames.

Quadrinhos

As novidades das histórias em quadrinhos no Brasil e no mundo, previews de HQs e críticas de lançamentos nas bancas e livrarias.