Assista Agora

Roteirista deixa DC Comics por desacordo com Before Watchmen e outros problemas com autores [atualizado]

Chris Roberson diz que não concorda com as políticas da editora

Érico Assis
26 de Abril de 2012

O roteirista Chris Roberson anunciou esta semana, via Twitter, que estava tomando um "coquetel vespertino para comemorar a saída da DC Comics". O autor, cujo principal obra nos quadrinhos é a série Vertigo iZombie, colaborava com a editora desde 2008.

Questionado pelos fãs para esclarecer sua decisão, Roberson explicou que não havia um problema em como a DC estava tratando-o, mas em como "eles tratam outros e como fazem negócios em geral". E que o resumo das suas motivações estava num artigos dos críticos David Brothers publicado no site Comics Alliance, chamado "A ética podre por trás de Before Watchmen e Os Vingadores".

O artigo teve grande circulação entre quadrinistas e fãs nos últimos dias. Nele, os David declaram que não comprarão mais quadrinhos DC e Marvel por conta da forma como as editoras tratam respectivamente Alan Moore, traindo seus entendimentos quanto a Watchmen, e Jack Kirby, que tem briga histórica com a Marvel e mal é citado na divulgação do filme Os Vingadores - apesar da grande colaboração que teve na criação da maioria dos personagens.

Outros quadrinistas, como Stephen Bissette e James Sturm, já incitaram boicotes contra a Marvel, mas a atitude de Roberson é a primeira de um autor que cita especificamente esta discussão ética como motivo para não trabalhar com uma das editoras.

Vindo do mesmo grupo de autores de Austin, Texas que Bill Willingham (Fábulas) e Matthew Sturges (Casa dos Mistérios), Roberson fez duas minisséries de Cinderela (derivada de Fábulas) na DC/Vertigo, escreveu algumas edições de Superman e criou iZombie com Mike Allred - série que teve o cancelamento anunciado recentemente pela Vertigo. Ele diz estar comprometido com o arco da série Fairest, com Cinderela, ainda a ser anunciado.

[ATUALIZAÇÃO, 23/4] Roberson twittou que não será mais roteirista de um arco da série Fairest. A DC demitiu-o. Ele faria uma nova história de Cinderela, dando sequência às duas minisséries da personagem que criou com Shawn McManus. Roberson escreve: "me disseram que não precisam mais dos meus serviços".

[ATUALIZAÇÃO, 26/4] Em extensa entrevista ao site do Comics Journal, Roberson esclarece que já tinha reservas quanto à DC por conta do litígio entre Warner e as herdeiras do criador de Superman, mas que a "gota d'água" foi mesmo Before Wathcmen. Ele também diz que, embora nunca tenha trabalhado com a Marvel, também não vê com bons olhos o litígio de décadas entre a editora e Jack Kirby (e herdeiros deste). Para completar, uma curiosidade: "Eu estava esperando aquilo explodir, mas ninguém prestou atenção até meu terceiro dia de tweets ser citado no Bleeding Cool. Duas horas depois daquilo sair no Bleeding Cool, recebi uma ligação [da DC] dizendo que não tinha mais emprego na empresa."

Leia mais sobre DC Comics
Leia mais sobre Chris Roberson



Comentários (33)

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar.
Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

DREDD DREDD (24/04/2012 11:22:03)   51 1
O trabalho do Moore é absurdamente brilhante, recomendo Watchmen, V de vingança, Miracleman entre tantos outros pra qualquer um que goste dessa midia (hqs/grafic novels).
Mais as opiniões sobre como se fazer negocios nesse meio, se as empresas fossem agir assim já teriam quebrado.
É uma questão de saber diferenciar as coisas, dai a Cesar, o que é de Cercar!



IgorLiraVox IgorLiraVox (23/04/2012 11:00:37)   1829 0
Não entendo este lance de "Coisas por debaixo dos panos nos quadrinhos".....

Esta porra existe em todas as profissões e seguimentos do mercado.....

Patrão e empregado sempre vão ser inimigos mortais que dependem um do outro.....

Como o Batman e o Coringa.....

;]




DREDD DREDD (23/04/2012 10:17:29)   51 2
Para reescrever as histórias dos vingadores tiveram que chamar dois artistas só, e saiu uma hq otima no começo. Para reescrever o inicio da LJA chamaram um bom autor, e saiu algo razoável. Para escrever um preludio irrelevante para a obra de 1980 e sei lá quando, Watchmen chamaram uma equipe dos melhores autores e desenhistas que o dinheiro pode comprar o que isso diz a vcs?
Pra min mostra que quanto é implícito a genialidade dos autores originais Moore/Gibson; porque mesmo com time desses os caras estão o tempo todo tendo que justificar-se pra deus e o mundo.
Então por que tanto drama?



Orlando Orlando (23/04/2012 01:06:12)   1990 0
Cara, acho que muito disso não chega a lugar algum... vide os "grandões" da Image. Jim Lee está na DC à frente do reboot com os "grandões" da DC, Liefeld (maldito seja), escreve e desenha o Deathstoke e escreve Hawkman, Silvestri já fez inúmeros trabalhos para a Marvel como X-men e Hulk, Le e Liefeld fizeram aquela merda do Heróis Renascem com a Marvel e o Liefeld ainda fez o retorno do MAssacre, aquela outra merda.

A menos que esses caras aceitem trabalhar para pequenas editoras e iso pague suas contas e os faça felizes, então tudo bem, porque até mesmo os "grandes" nomes do mercaod na década de 90 que criaram a Image morderam a lígua e estão aí nas grandonas, sendo mandados, mas ganhando bem.

Salvo Moore e alguns poucos, acho que ninguém nessa industria realmente quer bater de frente contra a Marvel e a DC.



Paladino Paladino (21/04/2012 23:02:01)   507 0
É são os negócios, como em qualquer empresa né, quem não ta satisfeito pede as comtas, patrão é foda não joga pra perder nunca, nem aqui nem em nenhum lugar do mundo e isso não vai mudar!!!
capitalismo é foda!



sem avatar Marcos Vinicius (21/04/2012 01:05:08)   339 1
Acho engraçado que, quem está apregoando boicote são, em grande parte, os autores de menos destaque.

Você não está vendo gente "grande" como Grant Morrison, Brian Wood ou Michael Bendis dizendo que vão deixar a Marvel ou a DC por causa de todos esses escândalos.

Então, se as editoras são tão terríveis, tão ditatoriais, porque existe gente que ainda defende elas?

Como muitos comentaram aqui, nem tudo é tão preto e branco como estão querendo fazer parecer. É verdade que é fácil tornar "a grande e malvada, controladora editora" em vilã, mas tem muita gente querendo ganhar destaque nessa história além da DC.

Por exemplo, eu li o artigo dos David Brothers e, francamente, não me convenceu. E olha que eu sou contra o projeto Before Watchmen e a favor de um aumento na divisão de lucros dos personagens criados por Schuster e Siegel e por Kirby. Então imagina que força isso teria em alguém que é indiferente, ou que esteja defendendo as editoras?

Siegel, Schuster, Kirby, e muitos outros não citados não foram "enganados". Eles sabiam muito bem o que estavam fazendo. Não tem como você ter certeza se determinado personagem vai fazer sucesso ou não. Eu vejo mais a coisa da seguinte maneira: eles não tinham outra escolha. Isso é bem diferente de ser enganado, mas também é crítico: a empresa se aproveitou do fato de que eles precisavam do ganha pão e forçaram eles a uma situação de perda. Se fosse discursar contra a prática das editoras, é nessa tecla que eu iria bater, e não numa besteira sentimentalóide de "eles foram enganados!!!"

E sobre o próprio projeto Before Watchmen, tenho lido certos boatos sobre como parece que quem leu gostou do que viu. Pois eu digo: se as histórias são tão boas, realmente era necessário usar os mesmos personagens? Ou a DC simplesmente está querendo estampar Watchmen na capa para atrair leitores?

É verdade que é uma prática ruim, e eu mesmo repudio ela. Mas você esperaria algo diferente de uma sociedade com fins lucrativos?



André André (21/04/2012 00:34:06)   65 0
continuo a dizer que em conformidade com Alan Moore, NUNCA comprarei Before Watchmen. #fato


sem avatar Olive (21/04/2012 01:23:48)   -296 0
Em conformidade comigo, não comprarei o original,chega de lixo illuminati.

Luís Fernando Luís Fernando (21/04/2012 04:40:59)   1 3
Eu ja vou no oposto comprarei para ver se o Alan Moore deixa de ser idiota.
Que ele escreve muita coisa boa ninguém pode negar, mas também ninguém pode negar que ele é um completo imbecil de querer endeusar suas obras.
Se ele vendeu os direitos, para de falar sobre o assunto e deveria era ajudar em continuações e/ou prelúdios; não quisesse ver sua obra mexida não vendesse os direitos e ponto final, não é ele mesmo que levanta toda hora a bandeira que não quer saber de dinheiro, pois é vendeu então porque?

Dane McGowan Dane McGowan (27/04/2012 11:26:01)   474 0
"Em conformidade comigo, não comprarei o original,chega de lixo illuminati. ". Existem tantas razões pra comprar ou não comprar Before Watchmen e o cara escreve uma merda dessas? Vai ler as tirinhas do smilinguido na tua igrejinha então.


Hector Hector (20/04/2012 21:57:21)   765 1
Eu só fico um pouco surpreso com a aparente ingenuidade do Roberson, um cara que estava "dentro da máquina" já a algum tempo... demorou prá cair a ficha não é mesmo?

Eu acho uma pena o que ocorreu com o Kirby, acredito que ele recebe muito pouco crédito por tudo aquilo que ajudou a criar.

Mas eu sempre digo que as coisas dificilmente são "preto no branco"... e um bom exemplo disso é essa questão do advogado dos herdeiros de Siegel e Schuster.. que aparentemente tem interesses nada altruístas em relação ao caso.


A verdade é que, independente de estar contra ou a favor da ética das "duas grandes", não sabemos nem da metade do que rola nos bastidores dessas disputas.


sem avatar Marcos Vinicius (21/04/2012 00:51:16)   339 0
Eu concordo com muito do que você falou Hector.

Apesar de também ser contra o projeto, e achar que as grandes editoras exploram, os argumentos utilizados pelos membros da indústria são muito fracos.

Digo... todo mundo fala que Kirby, Schuster e Siegel foram enganados, mas eu não concordo. Eu vejo mais como se eles soubessem muito bem o que estavam fazendo, e fizeram por falta de escolha.

Quem trabalha sabe como é complicado, como as vezes para pagar o pão do dia a dia você tem que sacrificar um pouco da sua alma. Foi o que eles fizeram, e era sobre isso que tinha que ser debatido, e não o fato deles "terem sido enganados".

E essa própria questão das editoras como exploradoras, bem... é um pouco difícil você pensar algo diferente disso. Elas são entidades econômicas, não são governadas por sentimento e nem buscam bem estar social, elas são governadas pela ganância e buscam o lucro acima de tudo. Parece ruim falar isso, mas é a natureza delas, assim como é a natureza de um predador caçar sua presa.

Novamente, não concordo com essas práticas, e é para isso que o Direito e o Estado existem (ou pelo menos, é a razão pela qual eles deveriam existir): promover a justiça a quem merece. O caso de Kirby eu acho ainda mais violento que o de Siegel e Schuster, não por considerar o taleto de um superior ao dos outros, mas mais pela quantidade: quantos personagens extremamente famosos hoje não foram criados por ou com o auxílio de Kirby?


sem avatar Santos D. (20/04/2012 17:49:55)   1253 0
Se o cara deixou a DC por discordar da politica das majors então suponho que ele não vai pra Marvel já que as duas editoras tem muitos esqueletos no armario.

A atitude mais coerente agora vai ser ele se dedicar apenas a trabalhos independentes.



Lauro Lauro (20/04/2012 17:42:05)   3389 0
É impressionante a quantidade de coisas que são escondidas e ficam "embaixo dos panos" nessa história toda.

Rola sempre uma sensação de quem tem coragem de se pronunciar entra para algum tipo de lista negra. Não é estranho que vários dos contratados das editoras não se pronunciem sobre os assuntos mais "polêmicos".

Até compreendo, afinal os caras tem que comer, é as grandes editoras ainda são os que realmente fornecem contratos mais lucrativos de trabalho e reconhecimento.

Mas que devem acontecer coisas absurdas, isso deve... ;)



Publicidade
Marcelo Marcelo (20/04/2012 16:37:07)   117 0
Pra mim, essa polêmica toda só gera publicidade gratuita pra DC... além de chamar atenção pra Before Watchmen, a polêmica coloca em evidência, de novo, o Watchmen original, ajudando a impulsionar as vendas dos encadernados nas livrarias... o que gera mais receita pros cofres da DC...



lucas yan lucas yan (20/04/2012 15:03:47)   54 0
esse Before Watchmen vai ser a maior cagada da história da Dc :/




Marcelo Marcelo (20/04/2012 15:01:38)   620 1
Não dá pra ser ingênuo e achar que tudo é apenas uma questão de bondade e ética. Pra mim o buraco é muito mais embaixo.

Quer dizer, então, que o Chris Roberson (que nunca foi lá um grande roteirista) num arroubo de "ética", de um dia pro outro, resolveu ser solidário com seus colegas?

Tá, eu nasci ontem.


sem avatar Marcos Vinicius (21/04/2012 00:53:21)   339 0
Concordo Marcelo...

Não gosto muito do projeto Before Watchmen, mas não posso negar que, assim como o advogado no caso das famílias de Siegel e Schuster, tem muita gente além da DC que parece estar querendo ganhar com essa história. É como politica, onde todo mundo se ataca, mas de uma certa forma todo mundo também tem alguma culpa no cartório.


Carcajun Carcajun (20/04/2012 13:45:13)   26 1
Altruísta, mas acho que é mais pra aparecer do que outra coisa.Faz parte.




Shadowman Shadowman (20/04/2012 13:27:35)   1265 3
A única coisa que eu acho engraçada nessa história é o fato de Bisset apregoar o boicote à Marvel porque os filhos de Jack Kirby (influenciados pelo picareta do Marc Toberoff) perderam o processo contra a editora mas não fala nada do caso da DC contra as herdeiras dos criadores do Superman. Provávelmente o fato da DC ainda mandar um cheque pra ele devido a seus trabalhos para a editora o faça ficar calado.

Jack Kirby, enquanto vivo, nunca processou a Marvel, diferente de Siegel e Shuster, que foram os primeiros a brigar com a DC muito antes dos herdeiros.


Já sobre Chris Robertson, cada um faz o que quer de acordo com suas convicções.
De novo, nem o próprio Moore quer processar a DC, pois como ele mesmo diz a questão não é dinheiro.

Cada fã, portanto, agirá de acordo com o que acredita. Mas isso não impedirá o projeto de seguir em frente.


Marcelo Marcelo (20/04/2012 14:48:55)   620 0
O fato do Jack Kirby (ludibriado enquanto vivo) não ter processado o Stan Lee, não diminui a culpabilidade da Marvel no caso.

Há outros casos que mostram o mal caratismo da alto proclamada "casa de ideias" (chupadas). Como o fato deles processarem o Gary Friedrich (criador do Motoqueiro Fantasma) por este estar apenas desenhando o personagem em algumas convenções de quadrinhos.

http://marvelsuperrpg.forumeiros.com/t793-marvel-processa-criador-do-motoqueiro-fantasma

Shadowman Shadowman (20/04/2012 15:08:48)   1265 -1
Marcelo.

Mudar seu avatar para o rótulo do Jack Daniels não me fará ser mais simpatico com você.

O escritor saiu critcando a DC.
Alan Moore (ludibriado enquanto vivo) critica a DC.
Os herdeiros do criador do Superman brigam com a DC.
E DC e Marvel são farinha do mesmo saco quando o assunto é grana, pois ambas são empresas que visam o lucro.

Vai destilar seu fanatismo lá no site do Bisset. Embora ele pelo menos recebe um chequinho todo mês por ter sido co-criador do Constantine e tem motivos de verdade pra defender a editora.

Trouxa é você que faz isso de graça.

Marcelo Marcelo (20/04/2012 16:05:25)   620 0
Sujeito, em primeiro lugar, de onde vc tirou essa ideia absurda de que eu mudei meu avatar pra agradar vc? Tá maluco?

Em segundo lugar, procure ter um pouco mais de respeito. Em nenhum momento eu o ofendi, chamando de trouxa ou fanático (embora vc tenha demonstrado o contrário). Tenha mais sensatez e vá com mais calma.

Eu defendendo a DC? Que bobagem... É vc que está defendendo a sua tão amada e idolatrada Marvel aqui. E de graça, rsrsrs...

Só um detalhe: o maior entrave para a solução definitiva do caso dos herdeiros do criador do Superman contra a DC foi o advogado pilantra da família que estava agindo em causa própria. E isso já foi mais do que comprovado.

Shadowman Shadowman (20/04/2012 19:50:04)   1265 2
Marcelo.

Não foi minha intenção te ofender cara.

Mas não vou esticar o assunto. Havia prometido ignorar seus comentários por achar você intransigente demais.

Só vou concordar com sua afirmação que o advogado picareta Marc Toberoff é o responsável pela relação ruim entre DC e os herdeiros do criador do Superman. E o mesmo advogado iludiu os herdeiros de Kirby no caso contra a Marvel, tanto que eles perderam.

Mais uma vez, as vezes exagero nas piadas, mas não quero ofender ninguém.

PS. Todo mundo aqui no Omelete sabe que eu adoro Jack Daniels, de novo, foi só uma piada.


sem avatar Flavio (20/04/2012 13:24:59)   -43 -1
Já vai tarde. Não passava de um roteirista medíocre e, pelo o que eu pude perceber em entrevistas, um sujeitinho bem prepotente....



Billy Batson Billy Batson (20/04/2012 13:24:12)   207 0
Alan Moore tem de ser respeitado, independente de qual editora trabalhou. Quando ele pediu pra boicotar aquela publicação, eu o apoiei e continuo assim!!!


sem avatar D. (20/04/2012 14:49:25)   16 0
Não apenas ele deve ser respeitado, como todo e qualquer quadrinhista e escritor deveria ser (talvez com a exceção do Liefield, hahaha). Quanto ao boicote, eu também apoio. Mas duvido que eu deixar de comprar aqui, um ano depois do lançamento, vá influenciar lá nos U$A.

Billy Batson Billy Batson (20/04/2012 15:57:03)   207 0
D. Concordo que você compre o material daqui a um ano, mas se não influenciar lá nos EUA duvido, porque claro que influencia, senão não tinha quadrinhos aqui no Brasil. É que a Panini Brasil não divulga os valores de vendas. E pra mim o boicote é permanente. É a minha postura e respeito qualquer opinião.

sem avatar Olive (21/04/2012 01:31:33)   -296 0
Eu não apoio um satanista barato como ele.

sem avatar D. (21/04/2012 10:40:54)   16 0
Ei Olive, foi uma grande asneira o que você disse, sabia? Quando digo que não influencia é o caso de, por exemplo, a Miss Marvel. Eles só vão cancelar o título lá se vender pouco lá, como vai sair aqui apenas 12 meses depois, não faz diferença para eles a nossa opinião. claro que o dinheiro é importante para eles, mas nossa opinião não. Mesmo pq quando algo chegar aqui já será completamente datado lá. tipo, quando chegar a saga onde um personagem importante morre aqui, lá ele já deve ter ressuscitado feliz da vida, lépido e faceiro ^^
Mas entendi sua opinião.


Emissário Emissário (20/04/2012 13:16:03)   697 2
Vai ser sacanagem não citarem Jack Kirby no filme dos Vingadores.


Shadowman Shadowman (20/04/2012 13:47:35)   1265 2
Até hoja, se você olhar com atenção os créditos dos filmes da Marvel (tanto os do estudio quanto os licenciados) você verá que os criadores são citados.
Stan Lee e Jack Kirby, na maioria dos casos.

Joe Simon e Jack Kirby, no caso de Capitão América (sendo que no Bluray deste há uma entrevista com Joe Simon, que ainda estava vivo quando o filme foi lançado).

Stan Lee e Bill Everet, no caso do Demolidor.

Marv Wolfman e Gene Colan, no caso de Blade.

E por aí vai.

E sim, eu leio os créditos de todos os filmes que assisto.


sem avatar Augusto (20/04/2012 13:10:38)   96 0
Bacana ver que ainda existe ETICA por parte de alguns autores.

Enquanto que do outro lado, os "fãs" que apoiam as corporações só se importam em ter saciada sua vontade de ver um material atraente no visual, independente do conteúdo-lixo ou respeito pelo autor que criou tudo aquilo.

Enfim, sempre foi assim....as corporações vendem, os consumidores burros engolem e os autores se ferram.




Omeletop : quadrinhos

Cinema

Os filmes em cartaz, a programação das salas de cinema, bilheterias, trailers, criticas de filmes, cartazes, entrevistas com astros e as novidades de Hollywood.

Séries e TV

As séries de televisão dos EUA, minisséries, os destaques da TV e as novidades na programação.

Música

Os shows que vem por aí no Brasil, os lançamentos musicais, novos álbuns e música grátis para download.

Games

Os novos games, críticas de jogos, trailers, imagens e mais novidades do mundo dos videogames.

Quadrinhos

As novidades das histórias em quadrinhos no Brasil e no mundo, previews de HQs e críticas de lançamentos nas bancas e livrarias.