Colunistas

Jacidio, who? | Celine Dion canta com Steve Aoki em Las Vegas

Avicii na Netflix e no seu video-game, 1989 de Kölsch, deadmau5 no Techno e muito mais
-

Eita! Tudo bem por ai? Se você ainda não viu, é bem provável que isso pareça muito estranho, mas… Steve Aoki e Celine Dion realizaram uma apresentação conjunta em Las Vegas na última terça-feira. O show fez parte de um evento para arrecadar fundos para as vítimas do tiroteio que aconteceu recentemente na cidade. Steve Aoki costuma colocar - desde 2015 - em seus sets uma versão remix de “My Heart Will Go On” e dessa vez contou com a cantora canadense para uma aparição surpresa - veja abaixo.

Avicii na Netflix, no videogame, em todo lugar

Avicii se aposentou dos palcos, mas não para de anunciar novidades. O DJ sueco divulgou recentemente que o documentário True Stories, lançado em outubro, será disponibilizado no catálogo da Netflix em breve. O projeto foi dirigido por Levan Tsikurishvili e acompanhou a rotina do músico pelos últimos cinco anos e mostra alguns dos principais momentos de sua carreira, cobrindo sua chegada ao topo do segmento e posteriormente sua aposentadoria dos palcos - veja o trailer abaixo.

Avicii também está por trás da criação musical do jogo Invector. O game que parece uma mistura entre o jogo de corrida Wipe Out e Guitar Hero apresenta o desafio de acertar combinações no momento certo para que a música chegue até o fim. Toda a criação musical ficou por conta do sueco. O jogo deve chegar às lojas em breve, mas já podemos ver um pouquinho da ideia abaixo.

Produzir música com a Nintendo

E já que estamos falando de música e videogames, a Korg - marca japonesa de instrumentos anunciou que deve lançar em breve um jogo/software de produção musical para o Nintento Switch. O sistema vai permitir que o jogador crie faixas sozinho ou com até mais três jogadores. O game deve chegar às lojas na próxima primavera do hemisfério norte (entre março e junho do ano que vem). A empresa já disponibilizou um site oficial com algumas informações sobre o novo projeto.

Four Tet continua “imparável” e lança novas faixas

Há poucos dias comentei sobre o disco New Energy, o trabalho mais recente do produtor Four Tet. Pois bem, o produtor inglês que está confirmado como atração do Dekmantel 2018 liberou nesta semana o remix de “I Will Make Room For You”, faixa que integra o disco mais recente da cantora Kaitlyn Aurelia Smith, The Kid. Junto com o remix, o produtor ainda soltou mais duas faixas inéditas - com nomes impronunciáveis - que se mantém dentro da gama sonora e das possibilidades que ele costuma entregar com suas criações. Ouça abaixo.

Dekmantel confirmou que volta pra São Paulo em 2018

Já que falamos de Four Tet, essa semana o Dekmantel oficializou seu retorno a São Paulo para uma nova edição em março. O local será o espaço ocupado anteriormente pelo Playcenter e o anúncio da primeira fase do line-up fez muita gente ficar de orelha em pé. Além do produtor inglês, também já estão confirmados nomes como Nina Kraviz, Mano Le Tough, Cashu, Davis, Mulheres Negras, Marcos Valle entre diversos outros nomes que mostram uma curadoria pensada para tornar os dias 3 e 4 de março em momentos especiais. A edição de 2017 figura fácil como um dos melhores festivais que eu já fui, tanto pelo planejamento (experiência) quanto pelas possibilidades de conhecer novos sons. Vale ficar de olho nas novidades que serão disponibilizadas no site oficial.

Você precisa ouvir: 1989 de Kölsch é sua obra melodiosa para seus dias cinzas

Hoje é dia de rebote. Semana passada comentei sobre o DJ e produtor dinamarquês Kölsch e preciso confessar que o trabalho que ele entrega em sua discografia é algo fora do comum. Kölsch, além de sets cheios de elementos e dinâmicas muito peculiares, ainda possui uma trilogia de discos (1979, 1983 e 1989) absurdamente bem produzida e que coloca a sonoridade eletrônica em outro patamar, como no caso de seu lançamento mais recente, 1989. Com uma mistura bem dosada entre elementos orgânicos e eletrônicos, o DJ cria caminhos sonoros que devem encantar tanto os fãs de música eletrônica quanto quem não aprecia tanto o segmento. As passagens com violinos, instrumentos de sopro e toda a melodia criada para que o disco transcorra dentro do que ele define como o momento cinza de sua vida são realmente avassaladoras. Kölsch comenta que o ano de 1989 foi “um tempo difícil na minha vida, do qual eu lembro quase somente de quão cinzento era tudo - sentimentos cinzas, tempo cinza e minha cara cinza”. Um incrível ponto fora da curva para quem procura por melodias e faixas que conduzam por uma história que você vai criar à medida em que cada uma das músicas comece a fazer sentido dentro da sua rotina. Peça incrível, corajosa e bela que poucos artistas da atualidade conseguiriam entregar. Coloca o fone e vai.

ZHU amplia ainda mais sua experiência visual com clipe de “Exhale/Stardust”

O DJ e produtor ZHU é mais um dos pontos fora da curva do mercado da música eletrônica. Suas apostas sonoras são complexas, cheias de nuances e sempre surpreendentes, sério! Porém, além da forma como ele entrega suas faixas, a preocupação com a estética visual que embala cada um de seus atos sonoros é algo sempre maravilhoso de se ver. Então, nada mais justo do que o clipe de “Exhale/Stardust” manter essa pegada, não é verdade? E assim acontece com o novo vídeo no qual o produtor uniu duas faixas - para não perder o flow - e lançou os clipes juntos. Agora é só colocar em fullscreen e ser feliz.

O set monstro da semana!

Essa semana eu encontrei tantos sets bons que eu queria montar uma compilação pra gente ouvir cada dia um set diferente. Mas como diz o ditado: Devagar com o andor que o santo é de barro. Então, vai aqui o programa mais recente do deadmau5 na BBC Radio 1 Residency. Pra não falar muito: duas horas absurdas de Techno pra não botar defeito. É isso - Play > 2 horas > Repeat. E eu tô falando sério. Pra curtir é só clicar abaixo.

A dica nacional

Hoje quem aparece por aqui é o DJ e produtor Spaniol com o EP Onça Pintada. A sonoridade orgânica com elementos tropicais mais nuances urbanas é uma das marcas do projeto de um dos nomes por trás da Sonido Trópico, um dos núcleos que melhor representa essa ideia. Com uma sonoridade que lembra - alguma forma - o ato de meditar (talvez pela cadência compassada e desacelerada), o EP conta com as faixas “Onça Pintada” e “Jangá”, mais os remixes de Niju e Pigmalião. Sem dúvida uma sonoridade que trabalha outros aspectos do que a música eletrônica pode compreender - ouça abaixo.

Vamos dançar onde?

Preparem a agenda e o poder de decisão, pois não tá fácil pra ninguém. :)

No sábado (11) rola em Itu mais uma edição da XXXPerience. O evento vai contar com 4 palcos, e no line-up tem nomes como ANNA, Boris Brejcha, Stephan Bodzin (Live), Art Department, Alok, Oliver Heldens, Lee Foss, Chapeleiro, Vini Vici e muito mais. Os ingressos estão disponíveis no site oficial e a festa vai das 16h de sábado até às 10h de domingo.

Se você for ficar em São Paulo, também no sábado rola a Soul.Set, dessa vez na cobertura do Shopping Light, no centro da cidade. No line-up estão escalados o francês Craig Ouar, Joutro Mundo / Jonas Rocha, Benjamin Ferreira e Thiago Guiselini. As informações que você precisa estão aqui.

No domingo (12), a D-EDGE recebe mais uma edição da Progression, showcase focado na sonoridade progressiva. O evento é comandado pelos núcleos InProgress e UniK ID e começa ao meio-dia. As informações que você precisa estão aqui.

E como no meio da outra semana tem feriado de novo, já vamos adiantar algumas boas ideias. Tudo acontece na terça (14), então coloque a mão no coração, decida pra onde vai e aproveite, porque vai ser pesado.

Um dos destaques do dia é a festa HUSH que tem como nomes principais os DJs e produtores Solomun e Butch. Além da dupla europeia a noite ainda conta com Junior C, Shadow Movement entre outros. Tudo que você precisa saber sobre a festa está aqui.

No mesmo dia rola a Tantša -:\|/:- Bonngoe que conta com um line-up classudo composto pelo ucraniano Etapp Kyle, Sterac aka Steve Rachmad e Vermelho. Os dados do evento estão aqui.

E como coisa pouca é bobagem, rola no Club Jerome a edição de aniversário de um ano da festa Houseira, projeto dos DJs Roque Castro e Mau Mau. No dia especial, eles também contam com a presença de Márcio Vermelho. A festa busca realizar um resgate da cena da House Music de São Paulo e todos os dados do evento estão aqui. 

Por hoje é só. Preparem os pés e as pernas, dancem bastante, aproveitem o final de semana (e o feriado) e a gente se fala na próxima sexta. Fui! 

Esse Steve Aoki parece o Marcelo Forlani disfarçado.

Pena que a Celine dublou, né?!! ^^

Celine é um amor!

Discuta aqui no site Discuta aqui

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar. Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

blog comments powered by Disqus