Filmes

Animais Fantásticos e Onde Habitam | Como Eddie Redmayne virou a nova cara do universo Harry Potter

Elenco e equipe falam sobre o trabalhoso processo de seleção de elenco direto do set do novo filme
-

Desde que Animais Fantásticos e Onde Habitam foi anunciado, em setembro de 2013, a pressão era grande. Mesmo com roteiro de J.K. Rowling e todo o controle criativo do novo filme nas mãos da autora, fãs do mundo todo já aguardavam ansiosamente ao anúncio de quem protagonizaria essa nova série de filmes que traria de volta a franquia Harry Potter.

Visitamos o set de filmagens do longa e conversamos com a equipe sobre como foi realizada a escolha dos protagonistas, além de descobrir como foi o processo de seleção e testes dos atores, o que era necessário para cada papel e muito mais.

O diretor David Yates explicou que Eddie Redmayne fez o que muitos atores não topariam fazer logo após ganhar um Oscar: participar de infindáveis testes de elenco com inúmeros atores. "No final das contas, precisa haver química. O relacionamento tem de funcionar", explicou Yates. "Eddie nos ajudou a conseguir isso estando presente conforme trazíamos ator atrás de ator, atrás de ator. [...] Ele foi gracioso e paciente o suficiente [de passar por todo o processo de seleção], lendo a mesma cena com, por exemplo, sete Tinas diferentes."

O próprio Redmayne, no entanto, foi tiro certeiro. Quando questionado sobre a contratação do ator, o produtor David Heyman disse que só havia uma escolha: "Nós abordamos um ator e ele disse sim. [risos] Foi simples assim!" A ideia era ter uma pessoa de aparência atemporal, clássica, que se encaixasse em qualquer época. "Tem outros atores que admiro muito, mas são contemporâneos demais", revelou Heyman, explicando que era necessário também ter um senso de humor e a capacidade de liderar um filme nessa escala. "Eddie tem todas essas qualidades, além de ser simpático, charmoso e carismático", completou.


Sob a perspectiva do próprio Redmayne, o processo também foi rápido: "Eu conheci David [Yates] uns seis, sete meses antes [de ser contratado] e só ficávamos conversando sobre as ideias do filme - na época ainda não existia o roteiro". Foi só ele ler o roteiro que ficou tudo certo, Redmayne disse ter ficado "muito animado não só de estar no mundo de J.K. Rowling que já somos familiarizados, mas também nesse novo universo. Foi bem incrível."

O caso de Alison Sudol não foi muito diferente, mas a atriz precisou passar pelos testes mencionados acima para conseguir o papel. A principal questão de Queenie era a especificidade da personagem que, segundo Yates, precisava ter "um espírito muito puro" além de ser engraçada. "Eu vi centenas de testes de atrizes muito experientes até atrizes não tão experientes assim, mas essa personagem é muito difícil e ela é ótima porque ela tem uma certa inocência", explicou o diretor.

Quando questionada sobre o processo de seleção, Sudol disse que a química era, de fato, um fator muito importante, contando sobre a experiência que teve com Katherine Waterston, atriz que vive sua irmã Tina no filme: "simplesmente nos colocaram uma do lado da outra, disseram-nos que éramos irmãs e foi isso. Aí começamos a fazer uma improvisação juntas que foi muito estranho, era como se a gente realmente fosse irmã e eu nem tenho uma irmã de verdade. No final, nós estávamos quase chorando e foi uma conexão linda, profunda e vulnerável. [...] Foi muito especial, todos nós somos muito diferentes mas, ao mesmo tempo, temos um sentimento em comum. Foi instantâneo, logo do primeiro momento, e tem sido muito divertido ver como tudo isso se aprofunda ainda mais conforme passamos mais tempo juntos."


Pouco foi dito sobre a escolha de Waterston para o papel, mas Yates explicou que Fogler foi contratado por sua "incrível presença" e o fato de ser muito engraçado e comovente ao mesmo tempo. "Foi meio que como montar uma banda", concluiu Yates. "Todos eles precisavam trabalhar bem juntos e colaborar."

Animais Fantásticos e Onde Habitam, o primeiro de cinco filmes da nova franquia Harry Potter, tem direção de David Yates e chegará aos cinemas em 17 de novembro de 2016 - leia a crítica. As duas primeiras continuações têm estreias previstas para 2018 e 2020 e os outros ainda não têm data de lançamento. Além de assinar o roteiro, J.K. Rowling tem controle criativo sobre a adaptação.

Leia mais sobre Animais Fantásticos e Onde Habitam

Animais Fantásticos e Onde Habitam
(Fantastic Beasts and Where to Find Them) Direção: David Yates Estreia em 17/11/16
sobre o filme
Galeria de imagens (231)

Concordo, Redmayne foi uma escolha certeira - já consigo ver um aluno da Lufa-Lufa nele. :D

Redmayne é ótimo ator e provavelmente trará uma ótima atuação. Estou preocupado com os outros em A.F.

Um ótimo exemplo de atuação de Eddie Redmayne é em "Les Miserables", um filme que todo ser humano deveria assistir, pura arte e emoção,

Sim realmente. Espero que as interpretações seja no mínimo interessantes.

Que parecem ótimas, de acordo com os materiais em vídeo já divulgados.

Legal, o cara ganhou o Oscar mas não ficou se achando, espero q o filme seja bom.

Sobre a escolha dos atores até o momento,eu achei interessante. Mas o que importa será as atuações no filme.

Discuta aqui no site Discuta aqui

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar. Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

blog comments powered by Disqus