Filmes

Assassin's Creed | O que esperar do filme

Descrevemos trechos do longa e contamos mais detalhes sobre a produção; cuidado com os possíveis spoilers!
-

Vindo dos elogiados Snowtown e Macbeth, Justin Kurzel não se diz interessado em participar de uma nova era dos filmes baseados em games. Seu objetivo em Assassin’s Creed, afirma, é apenas criar uma rica experiência cinematográfica. Porém, a julgar pelo trailer e pela sequência inicial do longa exibida em um evento especial da Fox, o diretor fará as duas coisas.

Usando uma história inédita - Callum Lynch, o personagem de Michael Fassbender, é descendente do assassino espanhol Aguilar, que viveu na Espanha no século XV - a produção consegue manter a fidelidade ao espírito da franquia, sem criar uma caricatura do game. Assim como Desmond, o primeiro protagonista nos consoles, Lynch vai descobrir que é descendente da sociedade dos assassinos e vai aprender as técnicas do clã por meio das memórias genéticas de seu ancestral. Uma fórmula que deve funcionar para os fãs da série e para o público que sequer ouviu falar do jogo.

O trailer, que ainda não tem previsão para ser divulgado para o público, começa com Lynch na prisão, seguindo para o seu despertar aos olhos da Dra. Sophia Rikkin (Marion Cotillard) em uma sala da Abstergo, a mega corporação comandada pelos templários. Ela comunica que ele foi declarado morto, que oficialmente não existe mais. Diálogos em off situam a trama, enquanto a montagem simula a entrada na Animus. Entra em cena Aguilar De Nehra, acompanhado pela assassina Maria (Ariane Labed) na Espanha da Inquisição, em uma montagem rápida de ação, com perseguições e parkour por cenários do século XV. A prévia também revela o conceito do longa de manter Lynch em movimento dentro da Animus, que funcionará como um palco tridimensional, por onde ele vai correr, escalar, saltar...A ideia é intercalar a parte histórica com o ambiente de ficção científica do presente. O vídeo termina com o "Leaph of Faith" e movimentos de câmera vertiginosos como no game.

As promessas do trailer se concretizam na sequência inicial do longa, exibida ainda na sua versão crua. Assassin’s Creed começará na infância de Callum Lynch, que descobre em uma tragédia que “seu sangue não é seu”. Passados 28 anos, ele está no corredor da morte, prestes a ser executado por ter matado um homem em uma violenta briga de bar. Descrito por um guarda como um prisioneiro calmo, ele passa seus dias desenhando “figuras de horror de outros tempos”. Ao receber um padre em sua cela, Lynch mostra pouco interesse em orações, preferindo escutar um trecho de “After Apple-Picking”, de Robert Frost (poema sobre sono e sonhos que sua mãe recitava para ele). A montagem segue para a execução, com a preparação da morte sendo intercalada com uma entrevista de Alan Rikken (Jeremy Irons), diretor da Abstergo e pai da Dra. Sophia Rikken, que diz estar prestes a desvendar o DNA da violência.

Lynch é observado pela Dra. Rikken ao receber a injeção fatal. Imagens da sua vida são intercaladas com cenas de violência, em uma montagem rápida. Ele desperta em Abstergo, onde ela explica o plano para removê-lo da prisão e promete responder todas as dúvidas que Lynch carrega desde a infância, desde que ele aceite ajudá-la, participando dos seus experimentos. Ele foge. Ainda sobre o efeito de drogas pesadas, deixa a sala se arrastado pelo chão, reunindo aos poucos forças para correr. A Dra. Rikken ordena que ele não seja perseguido.

Da sala de segurança, um guarda observa pelos monitores, enquanto Alan Rikken vê tudo de seu luxuoso escritório. Lynch atravessa corredores, cruzando o caminho de outros que parecem estar na mesma situação como prisioneiros/pacientes. A paleta de cores é formada por brancos, cinzas e beges. Ele chega em uma sala com vegetação, onde encontra um grupo trabalhando nas plantas e uma mulher fazendo tai chi.


São membros da irmandade dos assassinos como ele, segundo a descrição oficial dos personagens: Moussa (Michael Kenneth Williams), descendente de um assassino do Caribe, que usa veneno Voodoo contra os seus inimigos; Nathan (Callum Turner), cujo descendente esteve envolvido em alianças entre os templários e os assassinos, o que o alimenta a sua desconfiança de tudo e de todos; Lin, uma assassina precisa e mortal cuja origem genética na irmandade remete a China do Século XVI; Emir (Mathias Verala), descendente de um assassino do Oriente Médio; e a jovem Lara (Coco König), favorita de Alan Rikken, que desenha imagens das sessões de outros “prisioneiros” na Animus e guarda segredos sobre a verdadeira busca da Abstergo.

Lynch se equilibra na borda de uma janela. Um prédio moderno contrasta com a paisagem de Madri. A Dra. Sophia Rikken o convence a não pular, mas é traída pelos guardas, que atiram tranquilizante no prisioneiro. O trecho termina deixando claro que as intenções da médica contrastam com as do seu pai. Enquanto ela busca “melhorar a humanidade”, ele esconde seu interesse em um misterioso artefato, que daria aos templários poder sobre os assassinos e cujo paradeiro estaria escondido nas memórias de Lynch.

Em outra sequência, uma cena de perseguição pela Espanha do século XV mostra Aguilar e Maria em ação. A câmera se mantém próxima aos personagens, que passam por corredores estreitos. Os movimentos são rápidos, quase frenéticos. Durante uma luta, Aguilar saca o arco e flecha com a câmera assumindo rapidamente a primeira pessoa. A sensação é de imersão, mesmo sem o controle dos movimentos como no game.

Ainda não finalizado na pós-produção, o trecho mostra uma das formas como Kunzel pretende misturar passado em presente. Em sequências de salto e escalada, por exemplo, vemos Aguilar historicamente paramentado começar o movimento, que é executado por Callum Lynch, em uma sala cinza, com uma simples regata branca. A cena termina com a dupla subindo uma catedral em construção, prometendo outro cenário clássico dos jogos.

Os vídeos e o material oficial sobre o filme entregue a imprensa também revelam como outros elementos do game serão incorporados. A águia é uma presença constante, aparecendo desde a abertura, como uma ligação entre os trechos da história. Termos como dessincronização e “bleeding effect” estão presentes, mostrando os perigos da Animus, que pode levar seus usuários a insanidade. Além disso, a parte histórica não foi deixada de lado, contando com a consultoria dos especialistas da Ubisoft. A escolha pelo período da Inquisição Espanhola permitirá interações interessantes, tendo Tomás de Torquemada como um templário usando a violenta tentativa de manter o catolicismo na região para os seus próprios fins.

Kurzel, que confessa nunca ter tido contato com o game até receber o convite de Fassbender para comandar o longa, parece ter a distância necessária para levar para a tela todo o potencial da franquia Assassin’s Creed. O pouco visto foi empolgante, uma sensação de encantamento parecida com a despertada pelo jogo na sua primeira versão, em 2007. Um novo universo se revela para o cinema, com possibilidades criativas para a narrativa e para a ação. Que venha a era de ouro dos games nas telas.

Assassin’s Creed chega aos cinemas no dia 21 de dezembro nos EUA e em 19 de janeiro de 2017 no Brasil. O Omelete ainda vai publicar diversos conteúdos sobre o longa, incluindo a nossa visita ao set. Fique ligado!


Leia mais sobre Assassin’s Creed

Assassin's Creed
(Assassin's Creed) Direção: Justin Kurzel Estreia em 12/01/17
sobre o filme
Galeria de imagens (61)

Caramba, cara! Em AC 2.2 que se passa em Roma, a cena final se ocorre em Viana, Espanha, quando Ezio finalmente consegue eliminar Cesare Borgia. Seria ótimo se o filme, de alguma maneira, mostrasse este embate acontecendo, mesmo que de relance. Mas para isto será necessário que a história no filme foque em 1507. De todo jeito, qualquer menção a este acontecimento será bem vindo. Fanservice ftw.

Não sou jogador, não jogo esse jogo, mas achei o trailer ótimo e pelo que estão falando, mesmo quem não conhece os jogos, as historias nos jogos não vai ficar perdido no filme. E o que achei interessante foi que me lembrei da cena em Mercenários 2 em que Jason Statham, vestido de sacerdote lança várias adagas contra os inimigos. Adoro essas armas, espadas, adagas, arco e flecha, se for assim, certamente vai ser foda.

Três pontos neste filme (filmes baseados em jogos) têm me chamado a atenção: 1º - É um filme todo elaborado pela Ubisoft, sem pitaco de estúdio de cinema. Eles fizeram o filme que gostariam de fazer. A Fox só está distribuindo; 2º - Tem um diretor extremamente competente e atores do mesmo calão, e o Michael foi um dos produtores do filme; 3º - A possibilidades que as histórias de Assassins Creed possibilitam são inúmeras, então conto com isso também. Pra mim, será o melhor filme baseado em games até hoje. Seria "mitológico" se o ator Francisco Randez, o ator que faz o Desmond, Altair e Ezio nos games, fizesse uma participação rápida como Ezio. Nem que fosse por segundos. Pois o filme se passa na mesma época do Assassins Creed 2, se não me engano. Olha ele ai: http://www.gamongirls.com/IMG/jpg/altair3.jpg Torcendo.

Espero que sim, espero uma adaptação fiel de Resident Evil. E quem sabe um GTA com o mito CJ rsrs

Essa descrição de vários assassinos ai me deu até arrepio, parece que vai ter uma grande variedade de assassinos, oque é simplesmente foda, vem logo trailer

De filmes baseados em games, pela tradição do que já ocorre a décadas, não se deve esperar muita coisa.

ahahahahahahahahahhaha

E olha que o cenário ali é todo CGI, importado diretamente do AC II, e já saiu bom imagine agora mesclando com cenários reais e lindos como Malta, Espanha e Londres ? ;)

Artigo da Natália correndo na gringa http://geektyrant.com/news/2-new-photos-from-assassins-creed-with-michael-fassbender

Cara, Levo fé, tanto neste, quanto no WoW. Para mim, os dois irão dar o pontapé inicial. Assim espero.

esperando que façam um filme bom baseado em jogo desde Mortal Kombat 1

Só de ter o Michael Fassbender como protagonista para mim está ótimo. Tomara que seja um ótimo filme.

Será esse o filme que abrirá os olhos do cinema para os games, tal como ocorreu com os filmes de super-heróis ? Tomara..! :D

Está prometendo bastante. Estou com um bom hype pra Warcraft e AC. Pena AC só chegar em janeiro do ano que vem.

Esperando um bom filme só aguardando.

Uuuuiii mona arrepiou ...

Tomara que esse filme seja bom mesmo!!

kkkk

Legal o nome do personagem Callum ser o mesmo nome de um ator deste filme.

"Nada é verdadeiro, tudo é permitido". Imagina a sensação que tive quando ouvi esta frase pela primeira vez neste jogo, uma vez que eu já a conhecia muito antes do jogo ter sido lançado. Foi indescritível.

Ah cara, eu já fico imaginando as sensações que vou ter quando começar a ver easter eggs de personagens da franquia, tudo bem a história no cinema vai ser original e desvinculada, mas não custa citar alguns nomes pelo menos hehehe Acho que eles vão honrar cenas como estas do Revelations, este filme assim como o jogo tem tudo pra mostrar algo completamente novo!

salve

Quando o jogo tirou a parte de presente mesmo sendo a parte mais chata prós jogados era onde dava a profundidade da história.

Quem diria, a NATÁLIA tem se mostrado nas LIVEs e nos textos do OMELETE uma das figuras mais NERDs, digo: tem demonstrado passar assuntos NERDs com bastante conteúdo ao contrário da rapaziada do site, isso pra mim é o mais importante.... Salve Natália, saldações nerdísticas das melhores para você !!!!

Espero q a personagem da Marion Cotillard não tenha q morrer no filme, entendedores entenderão

não vi nas cenas, mas vai ter. Logo mais subo um texto sobre os figurinos.

Tomara que esse filme e Warcraft acabem de vez com a maldição dos filmes de games de serem todos ruins (com exceção de Silent Hill que acho um bom filme).

Eu li o texto imaginando e pareceu muito bom. Gostei do jeito que esse diretor retratou a época em que Macbeth aconteceu muito bom. Só esperar o trailer o problema é que só em janeiro aqui no Brasil! wtf? Tbm não vi a hidden blade ainda. Tem que ter.

Esse filme vai ser um sucesso

Não vou mentir, torço muito para dar certo essas adaptações de games para virarem mais uma boa opção

Cara, esse curta é muito bom! Fotografia e caracterização impecáveis! Se não me falha a memória ele foi lançado para promover o game "Assassin's Creed 2". Se esse filme do Fassbender preservar a mesma qualidade teremos coisa boa vindo por aí.

Assassin's Creed Lineage - Português Br , assim é melhor

Nome por favor

Na verdade acho que essa data tava fixada antes do Star Wars. Lembra que Star Wars 8 foi adiado? Acho que nessa de adiar caiu perto do AC. Eu, no lugar da produção do AC mudava a data da estreia, competir com SE é loucura! Saudações, omelenauta.

A grande vitória dos Templários começa a partir da era vitoriana, algo que está inclusive nos arquivos de Assassin's Creed Syndicate, na qual é dito que após a morte de Edward Kenway eles meio que conseguiram manter o controle de Londres por mais de um século, enquanto em outros locais templários possuíram controles temporários. A ascensão grandiosa mesmo dos Templários só se deu devido a criação da Abstergo em 1900 e uns quebrados (não lembro a data exata) e do Grande Expurgo nos anos 2000.

Quem já viu um curta do Assassin `s no Youtube de 35 min ? É bem legal, retrata bem o jogo, inclusive a parte em que ele anda pelos telhados.

É possível passar pensamentos complexos através de palavras simples. Mas, respondendo ao que escreveu, o que se percebe com a evolução da série é que os Templários começaram a superar e reprimir os Assassinos a partir do século 18, aproximadamente. Temos vitórias regionais dos Assassinos em alguns títulos, mas, tirando quando o Desmond ajudou a impedir o lançamento daquele satélite que usaria a Apple of Eden, não houve nenhuma grande vitória até o momento... Nos últimos títulos a história mostrada nos tempos atuais tem evoluído e mostrado uma resistência cada vez maior dos Assassinos, mas resta ver onde a Ubi quer levar esse enredo.

existe uma contradição entre a retórica do enredo e o efeito prático de suas consequências

Como assim ?

de fato não há lógica alguma na causa e efeito do que o que o jogo mostra e o que acontece de fato.

O Conceito está certo , mas não se aplica nestes tipos de casos ... O Embate ou oposição tem que ser entre ideias que levem á uma lógica .

talvez você queira enunciar o conceito

Isto não tem nada há ver com dialética, você iniciou o texto dizendo que era um problema dialético .

Joblo disse que um teaser trailer vai sair próxima semana.

O problema da série AC parece ser dialético. Percorremos ao longo de vários enredos as grandes vitórias dos assassinos, com suas capacidades de identificar as lideranças dos templários e desestruturar os poderes vigentes de opressão e manipulação, porém sucessivamente somos confrontados com uma organização templária cada vez mais poderosa e dona de recursos infindáveis. Logo, ou os templários são muito mais capazes de arregimentar e treinar agentes a seu favor em detrimento dos esforços assassinos, ou estes últimos são na verdade bastante incompetentes em verdadeiramente fazer frente aos seus oponentes.

espero que sim, pq o conceito é bacana, mas muito chato nos jogos.

o filme vai estrear uma semana depois de star wars? quem foi o idiota que escolheu essa data?

Esse filme promete!!! Tô bem interessado pra saber como ficará o resultado nas telas. :)

será será? *-* ansioso agora

Achei Macbeth F0da, e Assassins Creed tem muito ar de cinema, é algo mais "facil" de adaptar, e depois desse texto, meio que fica confirmado pra mim que será ótimo.

Fassbender nesse traje ta muito badass, nisso eles acertaram.

Seu objetivo em Assassin’s Creed, afirma, é apenas criar uma rica experiência cinematográfica. Kurzel, que confessa nunca ter tido contato com o game até receber o convite de Fassbender para comandar o longa, parece ter a distância necessária para levar para a tela todo o potencial da franquia Assassin’s Creed.

No mínimo faz 500 milhões nas bilheterias

Acredito que esse filme vai ser muito bom pra quem gosta da série, mas as chances de flopar são altas. Vão ter que mastigar demais pro público que não conhece os jogos ficar por dentro da história, e nisso vão ter que limitar muito as partes criativas dos jogos (teorias paralelas, as conspirações e os caralho). Tem um filme do Paul Walker (Linha do Tempo) que segue um estilo parecido e é um fiasco.

Sim, tomara!!!

Que venha a era de ouro dos games

AC é minha franquia favorita nos video games,espero que seja bem representada,e pelo jeito será!!! Que venha o trailer!!! (Logo de preferência).

A história parece ser muito interessante, fiquei curioso.

Parece bam...

Um administrador do Joblo.com disse que sairia dia 13 desse mês, ou seja, sexta que vem. Espero que seja verdade porque já passou da hora!

Imagina o trailer do filme nesse estilo do épico cinematic do Revelations. Vai chamar a galera toda pro cinema kkkk

É um conceito muito interessante, na minha opinião e um dos arcos que destaca AC entre muitas outras franquias históricas por aí por ser inovador. Pena que nos jogos, após o AC 3 ficou largado e mal desenvolvido, mas no filme eles podem ter tido a chance de balancear e desenvolver bem essa parte. Espero. Além disso, os jogos podem pegar uma carona com o filme e colocar o enredo dos dias modernos de volta aos eixos.

Antes mesmo de abrir o link, já estava pensando em te responder com esse mesmo vídeo idhuisahudhhdas. Não importa quantas cagadas que a Ubisoft faça em seus jogos, principalmente os anuais, se tem uma coisa que ela sabe fazer, e faz bem além da conta, são os CGI's. Espero que os filmes tenham, esteticamente falando, a mesma qualidade que esses trailers!!

Tomara que o trailer saia esse mês ainda...

Só não gostei que vai ter presente. São as partes mais chatas dos jogos, deveria ser só no passado.

Vai ter assassino da China e do Oriente Médio, pqp!!! Necessito desse trailer

Para quem é fã desde o primeiro jogo da franquia isso é um sonho se tornando realidade!! Quanta emoção e ansiedade!

Me convenceu. Parece bom. Obrigado Natália.

Um dos filmes que eu venho mais aguardando.Por tudo que venho lendo a respeito,as chances de se tornar um filme com bastante qualidade é grande.

A história me pareceu ser interessante, mesmo nunca tendo jogado AC, mas não sei porque tenho a impressão de que isso aí pode virar meio que um Matrix, mas eu acho que se a FOX acertar nessa com a ajuda da Ubisoft eles podem ter uma galinha dos ovos de ouro no futuro, isso se a "FOX" fez tudo certinho

Nossa, a Natália viu foi muita coisa. Estou bem animado pra esse filme!

Eu quero ver lutas como estas: https://www.youtube.com/watch?v=HMsbMK9Odoc

Discuta aqui no site Discuta aqui

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar. Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

blog comments powered by Disqus