Filmes

Moana e os segredos do renascimento dos estúdios Disney

Produtora do longa, que sai em home video dia 19 de abril, fala sobre boa fase do estúdio e exalta trabalho de John Lasseter
-

No início do século passado, filmes como Branca de NevePinóquio, Fantasia, Dumbo e Bambi revolucionaram a animação e seu legado influencia novos cineastas até hoje. Na década de 90, a Disney viveu sua nova era de ouro com produções como A Bela e a Fera, Aladdin, Pocahontas e Rei Leão. Já no começo dos anos 2000, mesmo estabelecida como um dos maiores estúdios de animação do mundo, a Casa do Mickey passou por uma de suas maiores crises na história e apenas os longas em parceria com a Pixar convenciam o público. Atualmente, porém, uma nova era de renascimento está no ar e quem garante é a produtora Osnat Shurer, uma das mentes por trás de Moana: Um Mar de Aventuras.

Desde 2012, com a estreia de Detona Ralph, a Disney tem lançado novos clássicos um atrás do outro. Neste meio tempo estrearam Frozen: Uma Aventura Congelante, Operação Big Hero, Zootopia e, por fim, Moana, produção que será lançada em DVD e Blu-Ray neste dia 19 de abril. Na visão da executiva, esse sucesso não é por acaso e gira em torno de um nome: John Lasseter, atual diretor criativo do estúdio.

Ele é um gênio na construção de narrativas, sabe apontar o que precisa ser mudado para melhorar uma história. É um ótimo mentor, além de ser um ser humano generoso e amoroso, ótimo de conviver. Ele cria um ambiente de generosidade dentro do nosso estúdio”, explica a produtora.

Lasseter assumiu o comando do estúdio no início de 2006, quando a Pixar foi comprada pela Disney. Desde então, Shurer explica que o ambiente tem sido de colaboração e cita o próprio filme como exemplo. “Em Moana tivemos a participação de Chris Williams e Don Hall, dois diretores vencedores do Oscar por Operação Big Hero. Depois de divulgarem seu filme eles simplesmente vieram nos ajudar e se tornaram nossos co-diretores por pura generosidade, pois é complicado fazer uma produção como essa”, afirma.

Pouco antes da transação que mudou os rumos da empresa, a Disney chegou a demitir consagrados artistas de animação clássica para aumentar suas produções em 3D, algo que Lasseter classificou como absurdo já em 2009. “Infelizmente o 2D tornou-se uma desculpa para narrativas ruins. O consenso geral era que o público não queria assistir desenhos feitos à mão, o que é obviamente ridículo. No dia em que voltei, eu entrei em contato com essas pessoas e tratei de trazer esses artistas de volta”, disse durante uma exibição de Bolt na época.

Com isso, diversos autores voltaram ao estúdio, entre eles John Musker e Ron Clements – nomes por trás de A Pequena Sereia, Aladdin e Hércules. Imediatamente eles dirigiram A Princesa e o Sapo e, agora, desenvolveram Moana. “Foi incrível trabalhar com eles, que são dois anciões da nossa mídia. Eles fizeram tantos clássicos que tantas pessoas cresceram assistindo. A narrativa, a edição, o ritmo e a forma de contar uma história com apoio da música vêm de Ron e John, pois tudo o que sabemos vêm deles”, garante Shurer.

Moana foi a primeira experiência da dupla com animação 3D e a produtora, que trabalhou em diferentes curtas da Pixar, afirmou que foi necessário ensinar algumas coisas aos dois. “Eles olhavam uma cena e falavam ‘temos um problema com a árvore’ e tínhamos de explicar que não precisavam se preocupar com isso no momento”, afirma. Porém, a inexperiência deles colaborou para que o filme expandisse os limites da animação 3D. “Ron e Jon não sabiam o quão difícil era fazer algumas coisas, o que deu aos artistas tecnológicos uma série de desafios em termos da movimentação da água e em relação ao formato daquele cabelo maravilhoso. Além disso, eles desenvolveram uma história onde a maior parte do filme é na água, o que é insano em animação de computador e os artistas conseguiram chegar no que eles estavam vendo”, continuou a produtora.

Um dos grandes méritos da dupla sempre foi trabalhar para que a música ajudasse a contar a história e, para colaborar com o crescimento da obra, a produção contratou Lin-Manuel Miranda, ator e compositor da Broadway que trabalhou em musicais como Hamilton. O artista escreveu a maioria das canções do longa e Shurer elogiou sua capacidade criativa, especialmente em "Saber Quem Sou", que foi indicada ao Oscar. “A música onde Moana canta sobre os seus conflitos – onde ela fala do amor pelo seu povo, pelo seu mundo, pela família, sobre querer ser quem eles querem que seja e, mesmo assim, ainda ir para o oceano - é muito difícil de se escrever pois não criamos uma personagem que odeia o seu mundo e está indo embora, ou que está se rebelando contra algo em sua vila, mas uma personagem que ama os dois e há um conflito onde ela precisa escolher”, explica.

O fato dela abandonar sua casa confirma os esforços do estúdio de criar princesas Disney mais fortes e independentes. Segundo a executiva, a ideia era que ela fosse uma garota que representasse os tempos modernos e com dilemas atuais.

Sua jornada externa é para salvar o mundo, porém sua jornada interna tem mais a ver com entender e escutar sua voz interior. Sempre temos pessoas que dão opinião no que deveríamos ser, não importa a idade. Ela entende que sua voz interior lhe diz algo diferente e, contra todas as chances, ela salva seu mundo. Temos uma heroína forte em uma clássica história de herói”, completa.

Moana é mais uma prova da transformação promovida por John Lasseter dentro da Disney, que agora conta com animações cativantes e que conseguem conversar com seu público. Desde 2012, os cinco filmes lançados pelo estúdio foram indicados ao Oscar de Melhor Animação, conquistaram três estatuetas com Operação Big Hero, Frozen e Zootopia e somam mais de US$ 3 bilhões em bilheteria. Agora, o futuro parece mais brilhante do que nunca.

Moana: Um Mar de Aventura sai em DVD e Blu-Ray no dia 19 de abril.

Leia mais sobre Moana: Um Mar de Aventuras

Moana - Um Mar de Aventuras
(Moana) Direção: John Musker Estreia em 05/01/17
sobre o filme
Galeria de imagens (57)

Prometo que essa será a última vez que vou "hatear" essa era CG da Disney, mas vamos lá! : - Discordo que seja um "renascimento de ouro". Sem querer ser saudosista, mas com exceção de Zootopia (2016), nenhum desses filmes modernos conseguiram me cativar tanto quanto os da era dos anos 90 (Aladdin, Rei Leão) ou de décadas passadas (O Cão e a Raposa, A Espada era a Lei), e vale lembrar que nessa era digital saíram filmes horrorosos como O Galinho Chicken Little (2005) e Selvagem (2006). - Essa nova fórmula deles se consolidou em 2010 com Enrolados, e desde então, eles lançam o mesmo filme a cada 2 anos! Tentam inovar demais com visuais bonitos e merchandising, mas pecam muito no roteiro. - Parte do "sucesso" desses filmes se devem a todo hype que é gerado por carinho sentimental pelo estúdio, marketing e efeitos caros. - O lance da representatividade e empoderamento feminino é realmente um avanço bem bacana, mas convenhamos, não é de agora que eles fazem isso, até mesmo nos filmes "mais conservadores" já era trabalhado, não entendo porque Moana foi tão elogiado por isso! Até porque eu acho que Maui rouba demais a cena e acaba "sobrando" pouco espaço pra trabalhar a personagem melhor, e sinceramente, ELA NÃO PRECISAVA SER FILHA DO CHEFE DA TRIBO! Ela podia muito bem ser uma moradora comum da ilha, evitando que ela fosse considerada "uma princesa". - Não vejo porque apenas a Disney recebe esse tratamento inovador, os filmes do Miyazaki já vem trabalhando nisso a anos!! E pra concluir, eu não odeio a Disney, só acho chato eles se repetirem tanto! Entendo que seja uma fórmula que gera lucros, mas é muito chato ver que quase não apostam em conteúdo realmente novo com tantos recursos que eles tem...

Assisti ontem Moana, e curti. Eu gosto de animações em 3D, quando bem feitas tem um visual surpreendente, porém eu gostaria que eles fizessem alguma animação em 2D as vezes..poh, faz falta.

Ah, eu achei legalzinho Universidade Monstros. Mas é mais uma continuação que era melhor não ter acontecido, junto com Carros 2

Sim mesmo :/

Não mesmo...

Mulan 2 é tipo Carros 2 foca em outros personagens e usa os protagonistas de outrora como coadjuvantes... Não são ruins não, só frustram a expectativa... Ruim é universidade dos monstros

Moana tem um roteiro bem encantador...

Muitas princesas ganharam continuação, e a maioria são mais ou menos. Mulan é um ótimo exemplo de continuação bem mais ou menos

Ué, foi o que eu disse. A palavra "Abandonar" foi empregada incorretamente.

Claro que quero. Sou fã do filme e dá para fazer mais outro. O que não falta é jogo. Poxa, só nesse filme pro Super Mário e Sonic interagirem e de forma ''ideal'', meus primeiros games kkkkkkkkkkk Eu adorei Moana e gostaria de outra continuação. Não é comparação, mas Mulan é uma princesa e teve outro filme, além de vir um live action ano que vem. Então não vejo problema, ainda mais se for bem feito e superior ao primeiro.

Merida(adorei Valente) é da Pixar. Não sei se vai ''misturar'' com as outras...

Branca de Neve e Pinóquio apresentaram a magia Disney, e como uma animação poderia ser incrível nos cinemas. A Pequena Sereia e A Bela e a Fera trouxe a Disney de volta ao topo das animações, depois de uma fase bem ruim. Agora Enrolados e Frozen já trouxeram a Disney de volta ao topo, novamente após outra fase ruim. A Disney é resumida em altos e baixos, mas seus altos são beeem altos. Até agora não vi uma animação Disney Animation Studios que eu assista e diga: "é... bonzin". Todas são ótimas. Até as das fases "ruins" da Disney

Sou fã do John Musker e Ron Clements, e também do Chris Sanders. Tento acompanhar sempre as animações deles.

É sim, de uma outra empresa, mas que a Disney se interessou pelo projeto. Mas ela ainda não se pronunciou se vai apoiar e distribuir o projeto.

Nem saiu Detona Ralph 2 e já quer o 3? kkk. Calma, cara! Concordo. Zootopia dá pra explorar mais coisas, assim como Big Hero. Mas Moana, não precisa de continuação. Pra mim, nenhum dos filmes de "princesas" precisa de continuação.

Sim. A princípio, os roteiristas fizeram uma estória só com personagens de domínio público (o que excluiria algumas como Pocahontas, de uma tribo americana, e Sofia e Elena, da Disney) pra poder vender pra qualquer estúdio, mesmo que fosse um independente dos gigantes de Hollywood. Só que a Disney planeja o encerramento da série da Sofia, personagem que já interagiu com Cinderella, Jasmine, Belle, Ariel, Aurora, Branca de Neve, Mulan, Rapunzel, Tiana e Merida. Pode ser um pretexto pra juntar todas ou algumas delas num longa. Se a Disney comprar e adaptar a ideia do filme.

Umas entrevistas mostraram que a sequência não sairia antes de 2019. Tem uma data reservada pro dia de Ação de Graças em 2019, justamente uma animação 3D da Disney. Talvez na D23, em julho, eles digam algo se vai ter de vez ou não. Acredita que tenha. A maior animação da história sem sequência, ainda sendo da Disney, difícil... Essa ''Princesas'', é uma ideia que achei interessante e seria sucesso. Mas não me lembro de ser uma produção da Disney, Acho que é uma empresa independente.

SE tiver Frozen 2. A última notícia sobre o filme foi dada no ano passado. É capaz de um monte de animações da Disney confirmadas depois de Frozen 2 serem lançadas antes, e Frozen 2 não. Se a Disney fizer mesmo aquele filme Princesses, são capazes de cancelarem Frozen 2 e aproveitar sua equipe e quem sabe uma das personagens. Talvez a Elsa.

Sem falar que foi a própria avó que aconselhou a fazer isso. E não era viajar pra se conhecer ou se tornar independente, e sim, atravessar os corais na busca de uma solução para ajudar o seu povo com os problemas da ilha.

Mas ela não abandonou todo mundo. O espírito da avó (simbolizando o quanto ela valoriza os valores ancestrais da comunidade) vai com ela. Ela precisa sair sem se despedir por que o pai dela temia que ela se ferisse, se saísse da ilha. Não é abandono, Moana sempre tencionou voltar para casa, mas ela queria conhecer o mundo e viver aventuras. Não me parece despropositado, no fim, ela volta. E ajuda a toda a comunidade dela a buscar novas ilhas, não é uma ação egoísta. Ela saí, aprende, e volta para ajudar e levar outros com ela, como era a antiga tradição.

Eu só fico imaginando se Frozen 2 será o mesmo sucesso do primeiro... Das animações 3D, quero continuação de Zootopia, tem muito mais para explorar, vide as outras cidades e demais interações com animais distintos, além de tramas modernas relevantes Moana 2 Big Hero 6 Detona Ralph 3

Pra poucos, deve ser uma pena mesmo.

A Disney deu uma recuperada na fase das vacas magras? Deu. Mas daí a dizer que os últimos lançamentos são "novos clássicos" acredito ser um exagero. Afinal, mesmo tendo levado um grande número de pessoas aos cinemas, a imensa maioria dessas histórias pode ser classificada, no mínimo, de mediana - dotadas de boa parte visual e narrativa medíocre. Só o tempo dirá quais as que permanecerão por suas qualidades, e quais as que cairão no limbo do esquecimento.

Eu achei que We Know the Way, aquela música que mostra a tribo viajando bem melhor e que deveria ser indicada ao Oscar. Amei a animação. Bom, todas as músicas são ótimas. Uma pena não ter ganhado Oscar e uma bilheteria não tão expressiva assim. Quero uma continuação.

Na minha opinião não tem.

Tem sim. Basta ser um desses fenômenos instantâneos pouco esperados, como o Frozen. Ou apresentar alguma inovação que influencie toda a indústria. Como o Matrix com seu bullet time e sua narrativa. Ou o Star Wars original que tirou o foco da indústria do cinema sobre o elenco e passou para os personagens, além da exacerbação da importância dos licenciamentos e uma série de outras inovações, como créditos no fim do filme, não no início.

Não concordo. Na minha opinião não existe essa de classico instantâneo.

Não me refiro à casa dos pais, mas toda a sua ilha, sua comunidade, seus pais, as pessoas que gostavam dela. Ao abandonar tudo isso, Moana se torna forte e independente? Se uma pessoa ABANDONA sua casa, ela se torna forte e independente por conta disso? Não, ela pode ser qualquer coisa, inclusive um adolescente burr0 que acha já estar crescido. E quando digo "abandonar", quero dizer o que exatamente esta palavra significa, ou seja: abandonar; deixar para trás; no passado; ir e nunca mais voltar, etc.

Ah, pensei que vc estava falando da Pixar.

Tem filmes que viram marcos históricos e viram clássicos instantâneos. Desses aí, só o Frozen. Obviamente não pelas falhas no roteiro e na concepção da Anna, mas pelos recordes positivos já na época do lançamento e pelo acolhimento das personagens, até hoje ultrapopulares em tudo quanto é canto do mundo.

Sim, houve verdadeiras "bombas" recentes na Walt Disney Pictures. Com animações, inclusive. Filmes ruins e/ou que deram prejuízo ou lucro abaixo do esperado. Mas a Disney fatura tanto com os outros filmes que ela está aguentando.

Tem varios filmes deles que a historia não é "muito boa."

"Desde 2012, com a estreia de Detona Ralph, a Disney tem lançado novos clássicos um atrás do outro. Neste meio tempo estrearam Frozen: Uma Aventura Congelante, Operação Big Hero, Zootopia e, por fim, Moana" Pelo amor de deus! É preciso um distanciamento de anos e anos pra chamar um filme de clássico.

Isso é verdade. A migração total pro 3D veio exatamente após comprarem a Pixar e levarem alguns de seus animadores para a Walt Disney Pictures. Mas a Walt Disney Pictures e a Pixar tem diferenças. A Walt Disney Pictures ainda conserva nas animações aquelas antigas fórmulas narrativas do velho Walt que sempre deram certo. Já a Pixar continua experimentalista e ao mesmo tempo perfeccionista. E os caras só fazem filmes se a estória for muito, muito boa.

Disney começou a melhorar depois que comprou a pixar... XD

Há de se dar os parabéns pros caras da Disney que trouxeram de volta John Musker, Ron Clements e outros mestres animadores da era do 2D. Estúpidos foram os que demitiram os mestres. Com relação ao renascimento das animações da Disney, se os executivos de lá tiverem mais visão e forem menos estúpidos, toparão fazer o tal filme de ação das princesas (o nome provisório é Princesses, no plural mesmo), cujo roteiro está sendo oferecido em vários estúdios. Os caras podem ainda inserir personagens exclusivas da Disney e ainda fazer disso uma animação, não o live-action que os autores do roteiro imaginam. Anotem aí.

Existe uma cultura muito forte nos EUA que o jovem após se formar no nivel médio TEM que sair de casa, seguir sua vida.... Morar com os pais é sinal de fracasso. Aqui já não pesa tanto dessa forma.

Big hero é muito ruim !

É um marco de amadurecimento para a vida adulta, né? A maioria de nós saí da casa dos pais e vai construir a sua (eu saí aos 17, voltei agora aos 34 para ajudar a cuidar deles, mas sair foi importante e me fez mais forte e independente, o que não significa que os ame menos e que não me importe com eles), e há, na minha modesta opinião, uma crítica ambiental ali, bem sutil. Ela preciso sair por que não era possível salvar seu povo só ficando e se tornando a líder. Ela precisou lidar com causas ambientais para manter sua ilha a salvo. É uma boa metáfora para refugiados ambientais, se ela permanecesse, pereceria com eles. Ela saiu, e pode salvar todo mundo. Fofinho...

Zootopia é um filmaco, mais num sei se tem espaço p continuação, so se transformarem em um Bodycop movie meio procedural. Como assim cara? Big Hero é muito legal tbm kkkk.

Tbm não achei Big Hero isso tudo.

Pow, eu acharia legal ver uma continuação de Zootopia, os personagens principais são muito bons. Big Hero eu não gostei.

O filme é muito bom. E How Far I'll Go era a melhor canção de 2016 na minha opinião.

Quero uma continuação de Operação Big Hero 6!!! Zootopia e Moana são bons mais já concluíram suas histórias.

Moana e Zootopia me surpreenderam muito positivamente. Zootopia pela história e roteiro incrível e Moana pela narrativa simples, mas visual arrebatador. Espero mais produções assim do estúdio... nada de Operação Big Hero pelo amor de Deus kkkkkkkkkk.

Fico imaginando como uma pessoa pode chegar a conclusão de que abonar seu lar representa força e independência... Mas, ainda que fosse assim, não abandonou sua casa, ela teve que sair para poder salva-la.

Pena que Moana e Zootopia são só animações com roteiro mediano :(

Discuta aqui no site Discuta aqui

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar. Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

blog comments powered by Disqus