Filmes

O Senhor dos Anéis – A Sociedade do Anel | Lançado há 15 anos, filme mudou a forma de se fazer blockbusters

Tecnologias inovadoras e boa direção fizeram do longa um marco no cinema
-

Como muitos jovens de sua época, Peter Jackson cresceu como um fã do incrível mundo criado por J.R.R. Tolkien em O Senhor dos Anéis. Jamais imaginou, porém, que seria o cineasta responsável por levar esse universo aos cinemas. Mas o impensável tornou-se realidade e neste sábado (10), O Senhor dos Anéis – A Sociedade do Anel completa 15 anos.

O trabalho de Jackson começou bem antes de dezembro de 2001, mais precisamente em 1997, quando passou a trabalhar em um roteiro ao lado de sua esposa Fran Walsh. O diretor era um velho conhecido do cinema splatter, com Trash – Náusea Total (1987) e Fome Animal (1992), mas esse desafio era muito maior do que tudo que já havia feito.

Ao longo da história não faltaram projetos para levar O Senhor dos Anéis aos cinemas. Uma animação de A Sociedade do Anel foi lançada em 1978 e Os Beatles queriam estrelar uma adaptação nos anos 60 (que foi vetada por Tolkien), mas o que Jackson pretendia era algo que muitos consideravam impossível: criar a Terra-média de um modo grandioso, que fizesse jus à mitologia de Tolkien.

Animação de 1978
Animação de 1978

Inicialmente, o diretor não acreditava que alguém financiaria três filmes tão grandes, então a primeira versão do roteiro era para duas produções e a Miramax foi a primeira interessada no projeto. Com o passar dos dias, no entanto, o medo de fazer duas produções simultâneas aumentou e o estúdio queria toda a história em apenas um longa, algo considerado impossível: “Nessa época, o projeto estava quase liquidado”, afirmou Jackson. Ainda assim, ele procurou outros estúdios e mostrou o começo dos trabalhos de computação gráfica, armaduras e designs da Weta Workshop.

“Mostramos o vídeo para Bob Shaye, da New Line e, quando as luzes acenderam ele disse: ‘não são três livros? Você deveria fazer três filmes’. E por um momento você começa a se perguntar o que ele queria dizer com isso. Mas foi dessa forma: passamos de praticamente nenhum filme para três”, explica o diretor. Depois disso, o roteiro foi reescrito, época em que Philippa Boyens, outra grande fã de Tolkien, se uniu ao projeto, e os trabalhos começaram.

A Sociedade do Elenco

Muitos fatores contribuíram para o sucesso de O Senhor dos Anéis, em especial a interação entre o elenco. Diferente de grande parte do público brasileiro, que só conheceu Tolkien após as adaptações aos cinemas, muitos dos atores já conheciam a história desde pequenos e chegaram ao set com muita vontade de fazer o projeto dar certo.

Como poucos se conheciam, Peter Jackson começou o trabalho com o elenco meses antes, deixando, por exemplo, o quarteto de hobbits formado por Elijah Wood (Frodo), Sean Astin (Sam), Billy Boyd (Pippin) e Dominic Monaghan (Merry) em um laboratório de dois meses. A ideia era levar todo o conceito de amizade apresentado por Tolkien de uma forma real para as telas. O mesmo aconteceu  com outras partes do elenco, como Orlando Bloom (Legolas), Viggo Mortensen (Aragorn) e Gimli (John Rhys-Davies), que passaram muito tempo juntos por conta da trama de seus personagens.  

Elenco reunido
Elenco reunido

Ao todo, as filmagens e refilmagens da trilogia duraram dois anos, de 1999 até 2001, na Nova Zelândia. Com isso, todos que trabalharam nos filmes precisaram abrir mão desse período de suas vidas, deixando família e amigos, para se dedicar ao projeto, e isso espelha a jornada dos personagens em tela: “Às vezes tínhamos de escalar montanhas repetidas vezes e caminhar pelo campo sob clima adverso e levantar bem cedo. E, se você tem 61 anos, você se pergunta: ‘É assim que quero ocupar meu tempo?’ E a resposta é ‘sim’, porque o projeto vale a pena”, disse Ian McKellen.

Weta Workshop

É impossível falar de O Senhor dos Anéis e não citar o trabalho da Weta Workshop, fundada por Richard Taylor em 1987. A empresa já tinha trabalhado em séries com a temática medieval, como Hércules e Xena, mas ficou conhecida realmente após O Senhor dos Anéis.

Taylor explicou na época que uma dos primeiros passos da produção foi contratar especialistas em armas e armaduras. Ao ver os vídeos de bastidores do primeiro filme, é possível entender a dedicação de toda essa equipe em criar itens reais não somente para os protagonistas que aparecem mais perto da câmera, mas também para todos os coadjuvantes: “Adotamos a seguinte filosofia quanto às armas: em momento nenhum nossas criações pareceriam fantasiosas. Este não é um filme ao estilo Conan, o Bárbaro. É preciso sentir que a Terra-média é real, que essas peças são úteis”, afirmou Taylor.

Richard Taylor no set
Richard Taylor no set

A parte digital também impressionou na produção, com o desenvolvimento de vários softwares, como o MASSIVE, que permite a criação de vários personagens digitais, que agem de forma independente e permitem batalhas em grandes escalas, como vemos em parte em A Sociedade do Anel e de forma mais clara em As Duas Torres e O Retorno do Rei.

Prêmios e o público

Tanta dedicação fez de O Senhor dos Anéis – A Sociedade do Anel, mais do que um blockbuster. A produção recebeu diversas indicações ao Oscar de 2002, incluindo Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Roteiro Adaptado, Melhor Ator Coadjuvante para Ian McKellen, entre várias outras, e ganhou os prêmios de Melhor Fotografia, Melhor Maquiagem, Melhor Trilha Sonora e Melhores Efeitos Visuais.

Mas, além de tudo isso, o filme ganhou também o coração de diversos fãs, principalmente pela sensibilidade mostrada em tela. Miranda Otto, que entrou para a franquia apenas no segundo filme no papel de Éowyn, resumiu bem esse sentimento: “Acho que vivemos em uma época muito cínica, e esse longa não tem nada de cínico. É uma história onde amor, amizade e lealdade são as coisas mais importantes”.


Muitos criticam o mundo de Tolkien por essa “fantasia” de sentimentos tão perfeitos e personagens tão honrados, mas talvez seja exatamente isso que conquistou tantas pessoas: sabemos que a lealdade mostrada em O Senhor dos Anéis pode ser idealizada, que as pessoas no mundo real são mais egoístas e pensam apenas em seu próprio bem (algo que vemos muito em Game of Thrones), mas ver esses personagens nos faz ter esperança que possamos, um dia, sermos tão amigos quanto Sam, tão corajosos quanto Aragorn e Frodo, tão apaixonados quanto Arwen e tão dedicados quanto Gandalf.

Leia mais sobre O Senhor dos Anéis

O Senhor dos Anéis: A Sociedade do Anel
(Lord of the Rings: The Fellowship of the Ring) Direção: Peter Jackson
sobre o filme

Apesar de as idéias de Tolkien não serem todas originais, já que a ideia de um anel de poder que corrompe seu portador vem de uma lenda mais antiga, o anel do Nibelungo, é sem duvida uma produção de fantasia incrível, e Peter Jackson conseguiu , em sua trilogia, não só dar vida ao livro mas também contribuir para a construção da mitologia. A trilha sonora com seus leitmotiv (música ou melodia que remete imediatamente à memoria de um personagem ou sentimento) coroa essa grande obra cinematográfica. Agora é esperar pelo Silmarillion!

realmente, tem muito conteúdo lá. Tem pelo menos vinte gerações e dezenas de anos que se passam, em um filme isso iria ficar confuso demais. Tomara que alguem na Netflix pense nisso.

pois é, o mais legal no universo do Tolkien é a ideia de uma vida mais simples, com amizade, amor e companheirismo mais honestos, sem segundas intenções; além de um conceito de honra e sacrificio que remete a lendas arturianas e mitos do passado. Ah, LOTR também é um belo exemplo para explicar a jornada do heróis de Campbell

O que motivou Tolkien para a criação da Terra Média não foi só a ambição de "dar vida" às suas línguas, mas também a vontade de criar um universo poderoso e coerente, comparável ao das mitologias que havia estudado e que o tinham impressionado tão profundamente. E isso foi refletido em todo o esmero de Peter Jackson - que não tinha como dar errado, uma vez que um universo tão complexo como o criado para a Terra Média tem necessariamente de se desenvolver a partir de raízes bem mais profundas do que as indicadas pelo próprio autor (e o diretor tinha ciência disso). O grande mérito da história da Terra Média parte (principalmente) do gosto e conhecimentos profundos das estruturas míticas e linguísticas, aliados às suas capacidades imaginativa, criativa e conceitual - e Peter Jackson soube "transliterar" tudo isso de forma precisa para a tela.

Amigo tem muito filme de 2016 com gráfico e roteiro que não alcançam nem 1/3 do que Senhor dos Anéis alcançou.

Parâmetro é sim.

Se acontecer, com certeza sera através de um seriado. Seria o mais sensato tbm \o/

Melhor filme, melhor universo de fantasua, melhores livros. Sem mais.

Só o primeiro

Da hora! Eu adoro esse tipo de documentário

tem as aventuras de sharpe, sendo o sean bean o principal!

Eu entendi ^_^ Alias, acho que vc vai se amarrar num documentário da History Channel sobre o assunto! São pesquisadores fazendo o paralelo entre os dois.

Não digo em relação a eventos que existem no livro e não no filme e vise versa. Digo mais no tom de encantamento que o livro possui e o filme nem tanto. Tem a ver com a forma como o Tolkien escreve que de alguma forma se perde no filme.

A única coisa perfeita no mundo é a Scarlett Johansson, o resto, se procurar, tu acha defeito sim.

Em filme,eu acho que como épico Gladiador é melhor,mas como livro as obras de Tolkien são insuperáveis!!!

Já somos 5.

Os 3 são incríveis!!!

Sério? Olha pra ser sincero eu qdo vi a Sociedade do Anel gostei mas achei que algumas coisas poderiam ser melhores, não curti terem excluído o Glorfindel para darem destaque a Arwen. Li novamente os livros antes de sair As Duas Torres e gostei bastante. Foi melhorando com o tempo e tava claro que era um trabalho feito de fãs para fãs, tinha paixão envolvida. Fizeram a melhor adaptação possível, infelizmente algumas coisas como o expurgo do condado ficaram de fora mas acho compreensível.

Pode ser isso mesmo, não tenho certeza, na parte que mostra de cima, os exércitos em formação...

Eu vi o trailer no youtube!!! Quero muito assistir esse!!!

Sem dúvida. Tolkien jamais teria escrito O Senhor dos Anéis do jeito que escreveu (não só como um estudo linguístico mas como uma ode ao que há de mais elevado na humanidade e que resiste sempre ante ao mal encarnado) se não fosse a sua história de vida, a sua criação, a sua formação católica, o seu amor por sua esposa da adolescência até o fim de sua vida, as suas virtudes, os seus defeitos, os seus anseios e os seus desejos. A sua obra-prima é, em certa medida, um espelho do que ele era enquanto pessoa – e que testemunham todos aqueles que conviveram com ele em vida.

Valeu, Omelete. Agora eu vou ter que rever a trilogia toda.

Nossa, nem me fale. Mas precisa ser tão bom quanto à trilogia do Senhor dos Anéis. Tomara que consigam manter ou elevar o nível, seria um sonho.

ahhh pois é.

O primeiro é o melhor filme de fantasia já feito. O segundo é mais ou menos, e o terceiro é um cansativo festival de efeitos visuais, com situações dramáticas forçadas.

Somos 3

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk boa piada, champz!

Usa vírgula

É o que escrevi em um comentário que fiz à matéria. Existem pessoas nobres e intensas, somente não as compreendemos. Nunca li os livros de Tolkien mas vi os filmes. E sinceramente, isso que você escreveu bastou para eu crer que ele era uma dessas pessoas, que transferiu sua intensidade humana para a literatura. Você citou sobre o amor dele à esposa e isso era um diferencial monstruoso para ele. O amor não é um único sentimento, ele é a soma de uma enxurrada de emoções positivas e iluminadas, como a própria luz até, que é a combinação de todas as cores. O amor, portanto é essa união perfeita de esperança, amizade, coragem, paixão, dedicação, empatia, tranquilidade, etc, etc. O texto se pergunta se um dia iremos tratar a nós mesmos dessa forma, mas existe sim quem os faça, só não as enxergamos, ignoramos elas, que estão todo dia ao nosso redor, acuadas, por se sentirem tão incomuns nesse mundo superficial e sem discernimentos. E imagino que os livros dele sejam assim, tentando apresentar esses estados humanos elevados e que é inerente a todos nós, no fundo. Não é apenas guerra e aventura, na verdade imagino que isso possa ter sido apenas um pretexto utilizado pelo autor para transferir essa gama de qualidades e virtudes em seus personagens

Então tá.

Não tive a honra de assistir esse filme nos cinemas, mas assisti O Hobbit, no primeiro ouvi gente falando isso, e não tem final mesmo, ainda há várias histórias sobre o mundo de Tolkien.

Não tem excesso de CGI nesse filme, Peter Jackson é um excelente diretor, a trilogia rendeu 17 Oscars. O último é o melhor filme. O CGI foi a inovação nesse filme na época.

Para de tentar achar defeito no perfeito. Esses erros são invenções suas. 17 Oscars no total, não esquece.

Uma das maiores homenagens já feitas na cerimônia do Oscar foi a entrega da estatueta de melhor filme, pelas mãos de Steven Spielberg, a Peter Jackson em virtude do filme "O Senhor dos Anéis - O Retorno do Rei", no ano de 2004. A escolha não foi aleatória. Foi uma homenagem simultânea a Peter Jackson e também a Spielberg, na tentativa de se corrigir uma verdadeira injustiça: em 1983, o filme "E.T. - O Extraterrestre" (vencedor de vários prêmios na categoria "melhor filme", inclusive o Globo de Ouro) deveria ter sido o primeiro filme de fantasia a ganhar um Oscar de "melhor filme", tendo perdido, contudo, para "Gandhi" (também um excelente filme, mas inferior a E.T. na opinião de boa parte da crítica e do público). Peter Jackson conseguiu elevar os filmes de fantasia ao patamar de filmes de arte (ou, ainda que menos importante, ao patamar de filmes passíveis do reconhecimento da academia), quebrando um antigo tabu, que Spielberg (enquanto precursor e visionário) tentou quebrar (aliás, ajudou a quebrar).

Na época em que foram lançados, foi uma coisa de louco Todas as salas lotadas. Todo mundo queria assistir. Já assistiu as versões estendidas? Se ainda não viu, veja. São melhores que o corte original.

Indigesto foi esse seu comentário. Eu, hein...

nao

Acho que vc se perdeu no proprio ponto que levantou: vc disse q dá preguiça ler as descrições das paisagens do Tolkien; ora, uma criança tem paciência pra ler 3 páginas descrevendo uma paisagem? Não. Logo, não é uma leitura pra criança. Talvez as crianças da epoca fossem menos preguiçosas que os adultos de hoje.

ESTOU ESPERANDO VC ME FALAR UM FILME BOM DE SUA MÍOPE OPINIÃO.... ALIÁS, SEUS COMENTÁRIOS EM TDS AS CONVERSAS SÃO SEMPRE CHEIO DE ÓDIO E AGRESSIVOS. SÓ ME DIGA Q VC NÃO É UM ADOLECENTE BOBÃO E MIMADO ATRÁS DO PC, POR FAVOR.

Eita. 15 anos. Uma boa para rever essa trilogia maravilinda.

Dá preguiça de ler mesmo. Curiosamente, não é pra criança. Criança é melhor Harry Potter mesmo.

Mais um comentario babaca pra vc adicionar no seu historico.

Por mim são os 3 melhores filmes lançados até hj, mas eu nasci em 2000, e não pude acompanhar nos cinemas, é uma pena ;( ...

Com certeza Senhor dos Anéis/Hobbit >>> all

Sua vida não tem espaço pra fatos assim? Que pena.

Nem precisa, a História já argumenta.

Não pra uma criança que cresceu nutrindo aquilo que o ser humano tem de mais incrível: a imaginação. Infelizmente nem todos tem a capacidade de entender isso.

As batalhas da versão americana de Guerra e Paz são ótimas mas as da versão soviética, p*** que o pariu, são descomunais, é como se tivessem filmado uma batalha real do tempo de Bonaparte!

Que comentário bosta e infantil.

É daqueles tipos de filmes que cada vez que você revê você encontra algo novo.

Também, meu sonho.

Eu não concordo...Guerra nas estrelas e o Império contra-ataca realmente são clássicos do cinema, mas o Retorno de jedi é um ótimo filme mas não tem o mesmo nível dos outros dois. Nem vou me referir ao resto...mesmo os citados sendo clássicos do cinema ainda acho os 3 senhor dos anéis mais coesos.

Ainda acredito que o Silmarillion irá acontecer...algum dia...hehe

Envelheceu mal e hj tornou-se indigesto. Eu mesmo não tenho coragem de assistir tudo de novo.

Melhores livros e filmes já produzidos.....

Harry Potter >>>>>>>Senhor dos Anéis

Ao lado de Star Wars, são as 2 melhores trilogias de todos os tempos!!! :)

Melhor filme ever...

Eu idem kkk...

Quando estreou nos cinemas o primeiro trailer eu fiquei extasiado... Havia lido e relido os livros anos antes, durante a adolescência, e a história é tão grandiosa que eu jamais imaginava na época ser possível de ser adaptada e da forma magistral com que foi. Clássica, épica e faz jus a obra de Tolkien. Agora a trilogia caça niqueis poderia ser esquecível, mas na verdade é difícil esquecer, de tão ruim.

Melhor trilogia de todos os tempos.

Que cara chato... kkk

Rohan era o único reino com cavalos e msmo assim relutaram p aderir à iniciativa. As aguias falam q aquela guerra não era delas e por isso nao iriam se envolver (assim como as arvores), mas qdo veem q a ameaça é real acabam prestando um pqno auxilio. Ademais, larga de ser chato e querer atenção cara. É só um livro/filme sobre magos, elfos, anões etc...

Nossa! Como passa rápido. Lembro-me bem na época da estreia deste filme. Eu, como muitos brasileiros, não conhecia os livros. Cheguei ao cinema e fiquei perplexo, tinha tanta gente na sala de que várias delas estavam sentadas no chão (eu era uma desses). Ver este filme nos cinemas foi algo mágico. Foram as 2h50 mais rápidas da minha vida. Acho este filme perfeito. E o elenco demonstra um amor tão grande pelos personagens que é algo que vi poucas vezes nos cinemas. Sem contar a qualidade técnica do filme em tentar ser palpável e crível o tempo todo. Realmente a Terra Média existe, e a trilogia Senhor dos Anéis tornou isso possível. Só quem viu a trilogia nos cinemas é capaz de entender a viagem que foram estes filmes. O primeiro, assisti 3 vezes nos cinemas. O segundo, 6 vezes. O terceiro, duas vezes. Hoje tenho o corte dos cinemas em DVD, com aquelas edições duplas e o Blu-Ray da trilogia estendida, aquela edição com 15 discos. A segunda, recomendo, é algo inédito na história do Home-video. Tem tanto material extra que faz qualquer fã desta mítica trilogia se apaixonar cada vez mais por este universo. Ainda sonho com o dia em que farão a adaptação de Silmarillion, pra mim, o melhor livro do Tolken. Mas que não façam como a péssima trilogia caça níquel do Hobbit.

Jura ? Ficava mais bonito você admitir que falou merd@ rs Todo mundo que considera O Império Contra-Ataca o melhor filme de Star Wars atribui isso ao afastamento de Lucas da direção .

O roteiro, história e produção é dele. Ele estava constantemente nos sets monitorando o trabalho do Irvin Kershner. Se informe antes! É cada um Senhos dos Anéis é só um filme de 9 horas, cortado em três partes!

Lembro que acabou o terceiro filme e as pessoas dizendo ate que enfim .Eu por e muitos não estávamos aguentado tantos finas chatos .

Os filmes ate tem algumas qualidades , Peter Jackson se esforçou pois ele é um péssimo diretor .Mas algumas coisas como Sam carregando Frodo Disputa do Anão Com o Elfo e aqueles finais chatos arrastados e excesso de CGI fazem do terceiro um filme quase ruim .Minhas cotações para trilogia são ; A sociedade do anel" Ótimo "... As Duas Torres " bom"... O Retorno Do Rei "Regular pra ruim ".

Como voces sao idiotas..cresçam e apareçam!!!!!!!!!!

Infelizmente nao o vi nos cinema,pasmem vi em VHS em meados de Junho de 2002 quando tinha 22 anos,só vi os dois seguintes nos cinemas e me apoixonei para sempre uma das melhores trilogias do cinema com certeza!

Umas das melhores trilogias ao lado de O Poderoso Chefão e Star Wars (a clássica)!!!

A trilogia da minha vida... =D

Mas acho que nao da pra comparar os livros do Tolkien com os livros da Rowling. Só aí já perde.

Acho que tem alguma tecnica de composição de imagens em Spartacus pelo menos. Com a camera parada é fácil de fazer. (filma metade da area dos frames da pelicula e depois filma a outra metade) Podem ser os mesmos extras em cima e embaixo da tela.

Comentárip babaca, cara. O cara já demonstrou conhecer muito mais do que a média das pessoas, e vc tenta jogar ele pra baixo dizendo que ele nao sabe de nada... pffff!

Fiquei meio desapontado quanto assisti no cinema, pq era um dos meus livros preferidos. Mas revendo depois, fui achando o filme cada vez melhor. Tem muitas coisas boas, mas considero muito inferior ao livro.

Bem lembrado. Teve isso mesmo. Mas nao sei se foi em Senhor dos Aneis.

Acho que ele quis dizer que as armas dos extras não eram tão caprichadas quanto as dos extras em Senhor dos Aneis.

Acho que ter um livro muito bom fez toda a diferença. A maioria das trilogias possuem roteiros originais. Que roteirista consegue estar no mesmo nível que um Tolkien? Sim, outras trilogias são muito boas, mas nenhuma tem a elegância de uma historia do Tolkien.

Pra falar a verdade, quando eu vi no cinema, fiquei um pouco desapontado. Não consegui sentir o mesmo que senti enquanto lia os ivros. Mas depois revi o filme e fui achando ele cada vez melhor.

Bom texto, CAMILA SOUSA.

Assisti na estréia e outras cinco vezes só no cinema.

Zzzzzzzzzz..

Insuperável. Melhor definição.

Mano verdade...kkkk

Eu tbm!!!

Maravilhoso, todos os anos, desde que conheci os filmes, meu irmão e eu fazemos maratona da trilogia estendida.

Esse é um filme que saiu na época certa e com as pessoas certas, se fosse hoje seria bem diferente. Se fosse feito hoje provavelmente focariam mais nas batalhas, cenas grandiosas cheias de efeitos especiais e dividiriam o terceiro filme em 2, estendendo muito além do necessário (vide o Hobbit por exemplo). Mesmo com pequenas falhas O Senhor dos Anéis é e vai continuar sendo a melhor adaptação de um livro para o cinema. Conseguiram adaptar fielmente e capturar a essência.

Caralho qdo fui no cinema ver tinha 21 anos..se passaram 15 anos kkkkkkk to véio.

É, ele foi mestre num filme em que o diretor foi o Irvin Kershner. Cada uma ... Alem do mais opinião é pessoal.

''Primeiro: Não estou falando, sua anta estou digitando'' Sério? Eu li isso mesmo? Nossa, que retardado... Quando tu estava no saco do teu pai eu já comia livros do Tolkien... Para de ser mala guri de apartamento, senão tua m@e vai cortar teu Todynho

Menos, cara.Compreendo a importância de 'Star Wars' ter definido o modelo de 'blockbuster', mas como filme, só o segundo é realmente bom(Ah, não foi o Lucas que dirigiu?!?)...

Foi o "Star Wars" da minha geração.Só quem assistiu no cinema sabe o impacto que teve.Graças a deus a Disney recusou o projeto.

Concordo!

Melhor filme de fantasia-medieval já feito para o cinema!E olha que depois de todos esses anos,eu ainda não li o livro!Mas acredito que ele teve a adaptação que merecia.

Mágico é pouco! Acho que a grande maioria lembra de quando assistiu cada filme...

Menos kid. Star Wars mandou lembrança. Aquilo sim é uma trilogia bem construída. Senhor do Anéis é só uma grande história dividida em três partes. George foi mestre em o Império Contra-Ataca..

Acho que vc leu o hobbit e não entendeu o conceito...

na minha opinião é a melhor trilogia da historia do cinema

Pode passar 300 vezes por dia na tv que eu assisto, incrível. DeusTolkien =)

Discuta aqui no site Discuta aqui

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar. Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

blog comments powered by Disqus