Filmes

Star Wars Celebration | Amor dos fãs é a maior atração da convenção

Público celebrou os 40 anos da franquia e homenageou Carrie Fisher
-

A Star Wars Celebration de 2017 foi um pouco diferente das suas edições anteriores. Ainda mais nostálgica por conta do aniversário de 40 anos da franquia e com uma constante tristeza pela ausência de Carrie Fisher, o evento foi uma jornada emocional para os fãs, com novidades e outras comemorações em segundo plano.

Claro que o evento não deixou de gerar notícias, a começar pelo painel do aniversário de 40 anos da saga, que reuniu boa parte do elenco principal, fez uma bela homenagem a eterna princesa Leia e ainda contou com uma apresentação surpresa de John Williams - saiba como foi.

No segundo dia, o painel de Os Últimos Jedi satisfez os fãs com a revelação de uma nova personagem - Rose (saiba mais) - um pôster impactante e enigmático (veja aqui) - O que significa para a saga a imagem de Rey como a luz entre Luke e Kylo Ren? - e um teaser ainda mais misterioso (veja aqui) - O que aconteceu a Luke? O que descobriremos sobre a história da Ordem Jedi? E qual será o papel de Rey em tudo isso? Perguntas suficientes para alimentar a ansiedade do público até o lançamento da próxima prévia (que deve chegar em julho, com a D23).

O painel de Star Wars Rebels também foi revelador. Dave Filoni relembrou a terceira temporada da animação com o elenco e anunciou que o quarto ano será o último do programa: "Foi minha decisão como criador que essa fosse a última temporada. Acredito que a nova geração de fãs precise ter algo de Star Wars, e essa série foi tão importante para as crianças como são os filmes", explicou o diretor/roteirista, que prometeu os retornos de Mon Mothma e Saw Gerrera, além da introdução de Rukh, o assassino guarda-costa da Trilogia Thrawn, escrita por Timonthy Zahn. Rukh será dublado por Warwick Davis, que vem tentando ser escalado por Filoni em uma animação desde Clone Wars (o ator quase onipresente de Star Wars chegou a enviar uma montagem dublando todos os personagens da série).

Uma oportunidade perdida foi o painel Heroínas de Star Wars. Um dos maiores feitos da saga - o de construir personagens fortes independente do seu gênero - acabou se resumindo a um encontro fofo entre Dave Filoni, responsável por Star Wars Rebels, e as dubladoras Tiya Sircar (Sabine, Star Wars Rebels) e Ashley Eckstein (Ahsoka Thano, de Clone Wars e Rebels). Por breves instantes, Daisy Ridley apareceu, apenas para revelar do que a conversa realmente se tratava: a nova linha de bonecas Mattel, que virá acompanhada da série animada de curtas Forces of Destiny. Brinquedos e produtos licenciados são intrínsecos à história de Star Wars, sendo o que manteve a franquia por muitos anos, mas com o título do painel e tantas personagens interessantes nesse universo, o público ficou esperando mais conteúdo e menos publicidade.

Ainda no segundo dia da feira, o painel de Mark Hamill para homenagear Carrie Fisher foi uma grande sessão de terapia. Claramente emocionado, o eterno Luke Skywalker contou anedotas sobre a atriz, descreveu como a imagina agora - em um céu estrelado dando o dedo do meio - e atestou o seu amor eterno pela irmã espacial. Um depoimento ao vivo de Warwick Davis e vídeos de George Lucas, Kathleen Kennedy e Rian Johnson completaram a apresentação como um rito de passagem para Hamill, que deixou o palco abalado. Foi um painel estranho, um pouco desconjuntado, e que por isso mesmo agradaria a homenageada.

Fisher era uma das maiores alegrias da Celebration, com painéis em que levava o público a gargalhadas com o seu jeito desbocado e frenético. Sua ausência foi sentida. Cheia de espaços vazios, a organização dessa edição da Star Wars Celebration parecia não saber como ocupar o gigantesco do centro de convenções em Orlando, tomado por lojas simples amontoadas e espaços de ativação impressionantes, mas mal distribuídos. O estande mais elaborado era o da live oficial da franquia, que ficava apenas parcialmente aberto para o público.

Ao contrário de outras convenções, a Star Wars Celebration não transforma os seus corredores em um grande parque de diversão. E talvez não o faça por não ser necessário. A maior atração da convenção, afinal, são os fãs. São eles que deram vida longa a Star Wars e são eles que mantém a franquia viva. Por todos os lados se via famílias passando o amor pela aventura espacial de uma geração para outra. Todos satisfeitos por encontrar outros fãs, por compartilhar cosplays (fiéis ou extremamente criativos), compras e lutas de sabres de luz. Entusiastas do modelismo, de LEGOS ou tatuagens têm seu espaço, assim como artistas, animadores e engenheiros (a cada passo é possível encontrar um R2D2).

Para o fã de Star Wars, a Celebration é uma experiência sem igual. Seja pelo encontro com seus ídolos (as filas para fotos e autógrafos estão sempre lotadas), seja pela chance de descobrir novidades sobre a franquia em primeira mão, seja pela oportunidade de encontrar por alguns dias tantas pessoas que amam tanto Luke, Leia, Darth Vader, Yoda, Rey e Cia. e assim se aproximar um pouco mais daquela galáxia muito, muito distante.

*O Omelete esteve na Star Wars Celebration a convite da Disney e participou dos três principais dias da convenção, que encerra as suas atividades no domingo (16).

Leia mais sobre Star Wars

Star Wars - Os Últimos Jedi
(Star Wars - The Last Jedi) Direção: Rian Johnson Estreia em 14/12/17
sobre o filme
Galeria de imagens (117)

Parabéns Natália, excelente texto! É admirável Star Wars se manter vivo através dos anos, e grande parte disso se deve aos fãs! :)

Parabéns Natália, pelo texto e pela cobertura!. Foi muito bom me divertir e emocionar nesses quatro dias.

Eu pude acompanhar os quatro dias e posso dizer que é muito mais que trailer. Eu como fã de Star Wars curti praticamente tudo. Teve painel com o Ian McDiarmid (Imperador), com o Ray Parker(Darth Maul), Anthony Daniels(C-3PO), teve campeonato de cosplay, muito divertido, teve painel com novidades de Battlefront 2, teve o melhor host possível o Warwick Davis. Enfim, essa é a magia de Star Wars. O trailer do filme que pode ser a maior bilheteria do ano, foi só uma parte ótima de um todo incrível que é esse universo criado por George Lucas.

sei que incomoda hoje elas serem protagonista de alguma coisa, mas o mundo mudou, você também pode mudar e evoluir tb!

Outro hater do episodio 7? Vá ver Ameaça Fantasma, filme maravilhoso.

Simplesmente tu não deve ser fã de verdade, talvez seja apenas mais um hater do episodio 7 querendo aparecer por sentir falta do Jar Jar Binks

O Omelete fez parte de um grupo de diversos jornalistas de diversos veículos do Brasil e do mundo.

Um trailer não sustenta quatro dias de convenção, e nem todos conseguem entrar no auditório para ver a prévia. Não são apenas fãs emocionados, são pessoas que compartilham a mesma paixão pela mesma coisa.

As mulheres eram as protagonistas. Só não foi um bom painel.

Normal isso... Todas produtoras fazem exatamente o mesmo, mavell e dc idem... Para de viajar...

Tinha q reclamar do painel das meninas, nunca estão satisfeitas com nada, parece q se mulher nao for protagonista em tudo nunca esta bom...

Não, a maior atração foi o trailer. Quem é atraído para uma convenção só porque tem vários fãs la emocionados?

Ah, idolatria <3

acho que existe possibilidade de adiarem esse filme do han solo. Não tem material nenhum dele, e não vao soltar nada pra não atrapalhar o ep 8. Eu acredito que vao lançar ele é no final do ano que vem. Sinceramente, eu sonho é com o cancelamento desse filme do han solo e colocarem o do obi wan no lugar.

Essas Celebrations são feitas principalmente para promover os novos filmes de Star Wars (Esse ano, foi para promover o Episódio VIII, ano passado foi para promover Rogue One, etc) e como o filme de Star Wars do ano que vem, Han Solo, estreia em maio, a Celebration seria muito próxima do lançamento do filme, por isso acabaram decidindo adiar o evento pra 2019, pra promover o episódio IX

"O Omelete esteve na Star Wars Celebration a convite da Disney" É, acho que os 5 ovos pros Últimos Jedi já estão garantidíssimos, independentemente da qualidade do filme.

Que bom que só teve alegria, risadas e lembranças de bons momentos nos painéis da Carrie. Pelo o que dizem dela, era o que ela preferiria, que a alegria e a felicidade dominassem ao invés da tristeza e luto. :)

Desculpa a ignorância, mas pq?

Ah Palhaça

Foi lindo!! Pena que ano que vem não teremos celebration.

Discuta aqui no site Discuta aqui

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar. Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

blog comments powered by Disqus