Filmes

Um Sonho de Liberdade | 10 coisas que você não sabia sobre o filme

Filme baseado em novela de Stephen King completa 20 anos
-
um sonho de liberdade
um sonho de liberdade

Frank Darabont apresentou o seu primeiro longa-metragem no Festival de Toronto em 1994. Foi também o seu primeiro fracasso. Alguns dias depois, em 23 de setembro, Um Sonho de Liberdade (The Shawshank Redemption) chegava aos cinemas, fazendo pouco mais de US$ 18 milhões. Nem as críticas positivas, nem as sete indicações ao Oscar, conseguiram alavancar filme, que somou apenas mais US$ 10 milhões à arrecadação, mal cobrindo os US$ 25 milhões do orçamento.

Ironicamente, o filme, que tem como base a novela de Stephen King Rita Hayworth and Shawshank Redemption, entrou para a história do cinema como um dos filmes mais queridos pelo mesmo público que o rejeitara nas bilheterias. Bateu o recorde de locações de vídeo em 1995 e figura há anos no topo dos 250 melhores filmes do IMDB, que leva em conta a nota dos usuários. O filme também aparece na lista de American Film Institute entre as melhores produções norte-americanos de todos os tempos.

Pela história de dois homens condenados - Andy e Red - Um Sonho de Liberdade mostra que o estado de espírito pode ser mais limitador do que os muros de uma prisão. Para celebrar os 20 anos do seu lançamento, separamos algumas curiosidades sobre o filme:

1. Stephen King nunca descontou o cheque de US$ 5 mil que recebeu pela venda dos direitos de adaptação

O escritor conhecera Darabont quando o roteirista e diretor, hoje também conhecido como o responsável por levar The Walking Dead à TV, o procurou para adaptar o conto The Woman in the Room em um curta-metragem (veja acima). King, que tem a política de permitir que aspirantes a cineastas adaptem seus contos por apenas US$ 1, ficou bastante impressionado com o trabalho de Darabont e os dois começaram uma amizade por cartas. A dupla se conheceria pessoalmente apenas quando Darabont decidiu adaptar Rita Hayworth and Shawshank Redemption. King, que continuou generoso em relação aos direitos de adaptação do seu trabalho, recebeu um cheque de US$ 5 mil pela novela. Depois que o filme foi lançado, o escritor mandou emoldurar o cheque e o enviou a Darabont com um bilhete: "Caso você precise de dinheiro de fiança. Amor, Steve". Darabont também dirigiu e roteirizou À Espera de Um Milagre e O Nevoeiro, baseados em livros de King.

2. Rob Reiner ofereceu US$ 2,5 milhões pelo roteiro de Frank Darabont

Um-Sonho-de-Liberdade

Rob Reiner (Conta Comigo, Louca Obsessão) gostou tanto do roteiro escrito por Darabont que ofereceu US$ 2,5 milhões para dirigir o script. O roteirista chegou a considerar a oferta, mas concluiu que era a sua "chance de fazer algo realmente bom" e acabou ele mesmo dirigindo o filme. Para tanto, precisou aceitar um grande corte do pagamento para que o estúdio aceitasse um novato no posto.

3. Os Bons Companheiros é uma das grandes influências do filme

Um-Sonho-de-Liberdade

Darabont assistiu a Os Bons Companheiros, de Martin Scorsese, todos os domingos enquanto filmava Um Sonho de liberdade para se inspirar no uso na narração em off e da passagem do tempo. Excepcionalmente, a narração foi gravada antes e era tocada durante as filmagens para ditar o ritmo de cada cena. A "gravação guia" foi feita por Morgan Freeman em apenas 40 minutos. Para o filme, os engenheiros de som não conseguiram contornar um erro do off original e Freeman precisou narrar tudo novamente. Desta vez, a gravação durou três semanas.

4. Clint Eastwood, Harrison Ford, Paul Newman e Robert Redford foram cotados para o papel de Morgan Freeman

Um-Sonho-de-Liberdade

Clint EastwoodHarrison FordPaul Newman e Robert Redford foram cotados para o papel de Red. No original de King, o personagem de Morgan Freeman, é um irlandês ruivo de meia-idade. Darabont, porém, conta que sempre teve Freeman em mente para o papel por conta da sua presença dominante e a sua voz profunda. No filme, eles mantiveram a explicação de Red para o seu apelido - "Talvez seja porque sou irlandês" - como uma piada.

5. O filho de Morgan Freeman faz uma ponta no filme

Um-Sonho-de-Liberdade

As fotos de um jovem Morgan Freeman que aparecem na ficha de Red na prisão são, na verdade, fotos do filho mais jovem do ator Alfonso Freeman (ele também faz uma ponta em uma cena do filme).

6. Tom Hanks, Kevin Costner, Tom Cruise, Nicolas Cage, Johnny Depp e Charlie Sheen estiveram no páreo para protagonizar o filme

Um-Sonho-de-Liberdade

Tom HanksKevin CostnerTom CruiseNicolas CageJohnny DeppCharlie Sheen foram considerados para viver Andy Dufresne (Tim Robbins). Hanks, que trabalharia com Darabont em À Espera de Um Milagre (1999), recusou o filme pois estava envolvido em Forrest Gump, o Contador de Histórias (1994) e Costner não aceitou o papel pois estava filmando Waterworld - O Segredo das Águas (1995) - depois o ator confessou se arrepender da decisão. Brad Pitt foi considerado para o papel de Tommy Williams (que ficou com Gil Bellows), mas preferiu protagonizar Entrevista Com o Vampiro (1994).

7. Os sets do filme em Ohio foram mantidos e fazem parte do tour de um museu

O reformatório do estado de Ohio, que fez às vezes da prisão de Shawshank, hoje funciona como um museu. Na época das filmagens, porém, o local estava prestes a ser demolido. Como o prédio foi mantido, diversos sets foram mantidos, incluindo o túnel usado por Andy e a sala do administrador da prisão (Bob Gunton). Outros prédios locais, usados no filme, fazem parte de um tour especial (como explicado no vídeo narrado pelo próprio Freeman).

8. Fazendeiro vendeu pedras do muro do filme no eBay

Um-Sonho-de-Liberdade

O muro de pedra em que o "tesouro" de Red é enterrado foi construído especialmente para o filme e permanceu no local por muitos anos. Mais tarde, o fazendeiro dono das terras em que o muro foi construído, vendeu as pedras, uma a uma, no eBay. A árvore que aparece ao fim do muro permaneceu intacta até 2011, quando foi atingida por um raio. O que restou da árvore pode ser visto hoje no reformatório do estado de Ohio.

9. Personagem de Tim Robbins e a prisão de Shawshank aparecem em outras histórias de Stephen King

Um-Sonho-de-Liberdade

O personagem Andy Dufresne também aparece em Apt Pupil, novela de Stephen King que deu origem a O Aprendiz (1998). Andy cuida dos investimentos do nazista Dussander (personagem vivido por Ian McKellen no filme de Bryan Singer). A prisão de Shawshank também é mencionada em outras histórias de King, que costuma situar seus personagens no Maine. Em Eclipse Total, por exemplo, Dolores (interpretada por Kathy Bates no filme de 1995) grita para o marido que ele ficará um tempo em Shawshank por ter tocado de maneira inapropriada na filha.

10. História que deu origem ao filme foi publicada na mesma coleção que deu origem a O Aprendiz e Conta Comigo

Um-Sonho-de-Liberdade

Rita Hayworth and Shawshank Redemption foi publicada originalmente em Different Seasons, coleção de novelas curtas de Stephen King que também inclui Apt Pupil (que deu origem O Aprendiz) e The Body (que deu origem a Conta Comigo, 1986). The Breathing Method é a única história da coleção que não foi adaptada ao cinema.

Veja também o OmeleTV em que falamos sobre Um Sonho de Liberdade e os melhores filmes baseados em histórias de Stephen King:

Um Sonho de Liberdade
(The Shawshank Redemption) Direção: Frank Darabont
sobre o filme

Discuta aqui no site Discuta aqui

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar. Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

blog comments powered by Disqus