Estrelas Além do Tempo
Filmes - Drama
Estrelas Além do Tempo (2016)
(Hidden Figures)
  • País: EUA
  • Classificação: livre
  • Estreia: 2 de Fevereiro de 2017
  • Duração: 127 min.

Estrelas Além do Tempo | Crítica

Filme sobre mulheres negras da NASA emociona com empoderamento

Entre as décadas de 50 e 60 a corrida espacial já era uma realidade na NASA, uma vez que a União Soviética já começava a lançar seus primeiros satélites, enquanto os EUA tinham alguns problemas de lançamento. Nessa época, a Agência Espacial Americana tinha os chamados “computadores humanos”, mulheres negras que eram contratadas para fazerem os cálculos e análises de trajetórias. Estrelas Além do Tempo, filme dirigido e escrito por Theodore Melfi (Um Santo Vizinho), conta a história de três dessas mulheres que fizeram a diferença, venceram preconceitos e hoje são reconhecidas pelos seus feitos: Katherine G. Johnson (Taraji P. Henson), Dorothy Vaughan (Octavia Spencer) e Mary Jackson (Janelle Monáe).

Embora a trama tenha um foco claro em Johnson, que é descrita como um prodígio da matemática desde a infância, o filme consegue equilibrar muito bem a história das três protagonistas: enquanto ela enfrenta novos desafios ao mudar de setor, Vaughan precisa se adaptar com a chegada de um computador da IBM (que poderia tirar seu emprego futuramente) e Jackson quer estudar para se tornar uma engenheira. Porém, todas essas metas são permeadas pelo forte preconceito racial da época, mostrado no filme tanto de forma aberta, quanto velada.

Nessa parte, os coadjuvantes Kirsten Dunst e Jim Parsons se destacam, embora o último pareça uma versão ainda mais mal-humorada de seu personagem Sheldon, de The Big Bang Theory. Não é ruim, apenas não entrega nada novo. Kevin Costner também se destaca no elenco de apoio ao personificar uma espécie de “mentor” para a personagem de Taraji P. Henson, como o diretor da NASA Al Harrison. As conversas entre os dois são as melhores do filme ao mostrarem toda a diferença de oportunidade entre os dois - um homem branco e uma mulher negra - apesar da paixão em comum pelos números.

Estrelas Além do Tempo, porém, se destaca ao não apostar no vitimismo de suas protagonistas. Seria muito fácil, com uma história assim, ficar no sofrimento oriundo do preconceito. Ao invés disso, a trama mostra que cada derrota faz com que elas tenham mais vontade de lutar, mais vontade de serem aceitas, mais vontade de verem seu trabalho dar certo. E lembrar que tudo isso é baseado em uma história real só torna essas atitudes ainda mais admiráveis.

Nota do crítico (Ótimo) críticas de Filmes
 

Racista.

Por sorte não foi a Natália q fez tal crítica.

Quando li a palavra 'vitimismo'' em plena época de segregação racial nos EUA, eu parei de considerar a crítica de vocês, lamentável.

Errado, branquelos. Putz, ser branco = não conseguem ver além da própria vivência? pra mim o nome disso é burrice (limitação extrema de capacidade intelectual)

traduzindo o que você disse "nossa, quanto dramalhão" então fique sem mijar por um dia, e quando for ao banheiro, ganhar uma bronca por perder um minuto de trabalho. E sinta isso na pele TODO dia POR TODA SUA VIDA. ai você me diz se não ficou tenso quando um babaquinha que cresceu a base de leite com pera fala você tá fazendo drama à toa. Que não deveria ficar grilado com tão pouco, etc.

Se é historia que aconteceu na FakeNASA então é mentira.

Vocês podem conferir também nossas opiniões sobre o filme e deixar a de vocês. Visite: https://thethinkersgirls.wixsite.com/oclubedolivro/single-post/2017/02/21/Estrelas-al%C3%A9m-do-tempo-As-mulheres-desconhecidas-da-NASA Todos nós em prol de levar o Óscar para todos.

Acho difícil colocar essa explicação, principalmente se disser que está em uma posição privilegiada. Uma definição que se acha muito por aí, sobre a palavra: "2. [Psicologia] Tendência obsessiva para se fazer de vítima." Poderíamos ter uma conversa hipotética, como abaixo: - Quero falar com você... - Agora não, estou com dor de cabeça, por favor, volte mais tarde... - Tá vendo? Você não quer falar comigo só porque sou negro! - Não, apenas estou com dor de cabeça, não quero falar com NINGUÉM agora! - Seu racista! Aí, tipo, WTF, uma coisa não tem nada a ver com outra, e aí entra um vitimismo. "Estrelas Além do Tempo, porém, se destaca ao não apostar no vitimismo de suas protagonistas. " <- meu entendimento é que não fazem uso gratuito disso no filme, e sim colocam as situações do preconceito de forma inteligente. Mas, ainda não vi o filme, então estamos aqui discutindo mais interpretação de texto que outra coisa...

Copiando e colando algo que já comentaram aqui: "Vitimismo" é quando quem está em posição privilegiada tenta se colocar no papel de vítima. E posição privilegiada passa longe do papel das protagonistas." Apesar de ser apenas uma palavra, o uso equivocado deixa a situação complicada. E não, ela não foi bem colocada.

Acho que sou péssimo mesmo, então... Porque entendi que, no filme, a questão do preconceito foi feito de forma correta e inteligente, e não um "vitimismo gratuito", que pode fazer com que a proposta seja vista de forma equivocada por quem não sofre esse tipo de preconceito. Concordo com você, sou homem, e branco, e acabo tendo, sim, privilégios por conta disso. Mas sou do time que acha isso ERRADO. Por ter esse privilégio, acabo não vendo, naturalmente, os problemas que este tipo de coisa apresenta. Por isso que estou sempre aberto a conversar, e tentar entender o que se passa. Obrigado por responder, e por trazer isso à tona. Quero muito mesmo entender tudo isso, pra podermos trazer uma coisa mais justa para todo mundo...

Você nao é pessimo em interpretar textos, você só é branco, brancos tem tendência em nao ver problemas nessas coisas, por que sera ne!?

Uma linda história, fiquei surpreso com a existência de computadores humanos, genial. Quanto a crítica postada aqui, lamentável, quer dizer que o preconceito sofrido pelas protagonistas tem o nome de "vitimismo"?

"Vitimismo" é quando quem está em posição privilegiada tenta se colocar no papel de vítima. E posição privilegiada passa longe do papel das protagonistas. Favor rever esses conceitos antes de escrever uma crítica...

Grande filme, a trilha sonora é sensacional.

E por que é que as mulheres trabalham "menos" mesmo, hein? Pq precisam passar mais tempo arrumando o cabelo e fazendo a unha, né? Não é pq precisam cuidar da casa e dos filhos como se esse fosse um dever só dela não, né? Ufa! Menos mal. Detalhe para o "menos" entre aspas, pq na verdade o serviço doméstico normalmente é muito mais desgastante.

todo mundo é burro

Se ele tivesse feito à critica do filme "12 anos de escravidão" diria que Solomon Northup foi vitima do vitimismo cinematográfico.

Concordo!

O último parágrafo foi bizarro. A mulher corria não sei quantos metros para ir ao banheiro e depois explodiu quando foi criticada pela ausência no trabalho, mas mesmo assim a autora do texto acha que reclamar ou desistir é vitimismo. E a parte que ela venceu o preconceito? Ela venceu o que? Mesmo depois de ter feito um excelente trabalho continuo discriminada. Texto bizarro!

Nossa...achei a crítica bem interessante e condizente com o que o filme se propõe. O mais interessante é que focaram exclusivamente em uma palavra da crítica, pra descer a lenha, embora, ainda assim,a palavra tenha sido muito bem colocada. Ou então eu que sou péssimo em interpretar textos mesmo...alguém me explica o que deixou o povo tão irado?

Mas está certíssimo. O filme poderia cair facilmente no vitimismo e no dramalhão, mas não vai por esse caminho.

Esse filme me surpreendeu. Pelo tema abordado, esperava um dramalhão, mas não é. É um drama, mas com leveza, com humor e cor. Algumas situações são tão absurdas que você ri num primeiro momento, antes de se dar conta do preconceito por trás daquilo (como a parte em que Johnson precisa ir no banheiro). Adorei demais o filme. O elenco é ótimo, com destaque para o trio principal e Costner, todos ótimos. Achei um baita filme.

Realmente, gostaria de entender isso: "Estrelas Além do Tempo, porém, se destaca ao não apostar no vitimismo de suas protagonistas."

Onisciência é dom de Deus. Acho que você não acredita nessas coisas.

O vitimismo não refere-se às pessoas, refere-se há filmes. As pessoas são complicadas mesmo. Querem ver defeito em tudo. O filme por si só uma denúncia a exclusão das pessoas.

Você não consegue nem defender a si mesmo, de se expor à tosquice.

Ela não falou de pessoas vitimistas. Ela falou de filmes vitimistas. Há vários que descambam pra isso, exemplo, Um homem entre gigantes.

Qual erro cara? Não vi problema nenhum na crítica, ainda que rasa (as críticas do omelete são assim).

É isso mesmo. O filme se destaca por não vitimizar, pois isso já é de uma obviedade. Ele se destaca por mostrar que existem diferentes formas de buscar espaços. Desde das lutas de rua até adentrando espaços dominados por brancos e homens.

Faustão: ERROOOOOOU

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk é engraçado demais ver o povo grilado por causa de uma palavra

"Estrelas Além do Tempo, porém, se destaca ao não apostar no vitimismo de suas protagonistas". Sério que eu acabei de ler isso? (X) "Desver" deveria existir.

Né? E ainda tem gente que tem coragem de perguntar vitmas do quê.. e ignora a segregação racial que os EUA impunham.

Pensei a mesma coisa quando li.

Crítica sobre o filme: https://cinematographecinemafilmes.wordpress.com/2017/02/05/estrelas-alem-do-tempo-2016/

Escolha errada da palavra. Dá para entender o que ela quis dizer mas um errinho causa isso. Boa sorte na próxima(sem ironia). Não dá pra julgar o trabalho todo da pessoa por uma escolha errada de palavra.

vítimas do que seu idiota?

Crítica corajosa e verdadeira. Nem parece que é do omelete.

Eu nem tinha percebido quase nada de errado quando li. Só depois senti o problema. Entendi a mensagem, mas foi uma escolha complicada de palavras e uma comparação duvidosa. Pelo que entendi, as personagens não ficam se lamentando e odiando todo mundo por sofrerem preconceito pelo fato de serem mulheres negras, mas sim buscam seus direitos e sonhos a todo custo para assim mostrar que elas tb podem, que são iguais a qualquer um. Claro que é uma visão exagerada a comparação, foi uma infelicidade inserir isso na crítica, já que, apesar de existirem vitimistas, não convém ao caso, não são a maioria e nem representam a luta do movimento.

Dados manipulados pela esquerda? Acho que alguém não tomou seu rivotril hoje...

Nem sei quem é essa Camila Sousa, mas já podem demitir e dar as análises na mão da Natália pra evitar uma queda de nível dessas como foi esse texto. Sem substância, mal fala dos aspectos técnicos e ainda se usa de termos como "vitimismo" em uma crítica profissional. Lamentável.

Aos arrombados do Omelete; "Não é “vitimismo” apontar e denunciar injustiças presentes e históricas. Vitimismo é alguém que conta com todos os privilégios do mundo reclamar quando quem tem pouco consegue algo. É alguém que vê personagens de sua raça, credo, gênero e orientação sexual protagonizando 90% dos filmes produzidos por Hollywood e ainda protesta quando vê minorias estrelando o restante das modestas produções que se arriscam a contar histórias que fujam do padrão. Vitimismo é, enfim, se mostrar irritado porque três mulheres negras que, seguindo desconhecidas mesmo contribuindo para um dos grandes feitos da Humanidade, finalmente ganharam um pouco de reconhecimento."

Vou só deixar essa CRÍTICA aqui: http://deliriumnerd.com/2017/01/30/estrelas-alem-do-tempo/

Sério que eu acabei de ler "não apostar no vitimismo de suas protagonistas" no OMELETE? PUT# QUE PARIU.

Socorro, não acredito que li vitimismo numa crítica profissional.

De acordo com essa mesma pesquisa da FEE (que é excelente), 7% da diferença salarial não é explicada pelos turnos de trabalho reduzidos e outros itens abordados nesta pesquisa. A que tu atribui esta diferença, se inclusive as mulheres tem mais escolaridade em média? Outra pergunta Lucas, essas diferenças que puxam o salário para baixo das mulheres, observadas na pesquisa (dois fatores puxam o salário das mulheres para cima, mas outros três o empurram para baixo- tem mais anos de estudo e começam a trabalhar mais tarde, mas interrompem a carreira com mais frequência, têm uma jornada um pouco menor que a dos homens e tendem a se concentrar em ocupações que remuneram menos), o que explica essas diferenças, porque mulheres interrompem a carreira, tem menor carga horária e profissões que pagam menos?

Se mulheres realmente ganhassem menos que homens que trabalham na mesma função você realmente acha que os empresários não contratariam apenas mulheres, já que eles vão poder pagar menos pra elas?

As pesquisas que apenas dizem que existe uma diferença de 20% no salário total ignoram as diferenças entre os Empregos, Formação e Número de Horas Trabalhadas. Homens começam a trabalhar com 14,2 anos, mulheres com 16,2. Homens trabalham 41,8 horas por semana, mulheres 37,3. Homens permanecem 6,2 anos no mesmo emprego, mulheres 5,5. Se quiser mais é só olhar o gráfico e fazer suas próprias pesquisas. http://www.fee.rs.gov.br/wp-content/uploads/2015/04/20150429tabela_recortehem1.png

só os privilegiados reclamando, interessante kkkkkk

"Estrelas Além do Tempo, porém, se destaca ao não apostar no vitimismo de suas protagonistas" é serio isso? Suas criticas sempre foram ruin, ok, até ai tudo bem. Mas agora vocês escalaram pra um novo nível, além de ruim é imbecil e desrespeitoso.

Olá. Não vi La La Land ainda. E nem sei se vou, pois não curto musicais. É raro assistir um. A crítica em geral tem falado bem, mas a melhor maneira de saber é indo conferir.

crítica mal escrita.. mas concordo com o conteúdo.

Ótima critica, quanto menos vitimismo melhor

E lá lá land é???

Eu amei o filme.muito bom

Camila Souza que escrotidão do crl essa crítica, onde você comprou seu diploma?

"se destaca ao não apostar no vitimismo de suas protagonistas..." Dona Camila Sousa, mulheres negras nos EUA nas décadas de 50 e 60, não eram vítimas?

Explica pra nós então porque a mulher ganha menos que o homem.

Filminho bem meia boca.

Ótima critica, acho ótimo que o filme não apele para vitimismos. Alguns aparentemente não entenderam que filmes que mostram o quão vitimados os negr0s foram ou são já se tornaram clichês, assim como os 194938438 mil filmes sobre o holocausto. Pelo que eu entendi da critica o filme se destaca exatamente por subverter essa abordagem, mas parece que virou moda problematizar tudo desnecessariamente.

Meus ancestrais não sofreram durante 500 anos, sendo escravizados, torturados, assassinados, estuprados pra hoje você chegar e dizer que filmes que retratam isso e o reflexo dessa violencia é "vitimismo".

EEEETA MUNDÃO BOM DE ACABAR HEIN, OMELETÃO DE CHORUME!

a discussão sobre a personalidade do mercado é mais abstrata... mas você nega que a sociedade seja machista e racista?

Vitimismo é o caralho sua escrota

Janelle Monáe está melhor que a Octavia, merecia mto mais a indicação ao Oscar.

alienação

o privilegiado ficou revoltado.

Digo o mesmo para você, vai atrás dos dados completos e não os pela metade, falar que mulher ganha menos que os homens através de números totais é fácil mas ir atrás dos dados que explicam o pq disso vocês não vão, preferem falar que é pq o mercado é machista e ponto.

Camila, explica pra nós o que tu entende por vítimismo por favor. Só pro público entender a que tu te refere.

Pensei que a Natália que esceveria essa crítica. tem a cara dela.

Que resenha honesta, adorei! Quero ver o quanto antes esse filme. <a href="http://www.insanosdezembros.blogspot.com.br">Insanos Dezembros &#9825;</a>

E essa resposta revela o quanto as estruturas concretas de assimetria social penetram forte nas mentes sem auto-crítica e perpetuam o modelo tornando o que é social e histórico algo naturalizado e mesmo defendido com unhas e dentes. O fato de você supor que um dado pode ser "descontaminado" das relações da qual é produzido - a ilusão da pura objetividade em se tratando de relações sociais - é só a cereja do bolo de uma profecia autorrealizada.

Depois de duas edições do "Oscar branco" (não sei nem o que dizer), fica difícil de dizer se essas indicações são de fato por serem boas ou se são pra preencher uma cota porque chamaram a academia de "racista".

Também não foi isso que falei

Filme lindo, atual, relevante, uma história que merecia ser contada. E os atores estão muito bem!

Não sei pq uns ai estão tão irritados. Você ta falando que não existem filmes que apelam para o vitimismo, é isso mesmo?

Que tanto vitimismo nesse texto, vai atrás dos verdadeiros dados (não os dados manipulados da esquerda) em relação ao salário das mulheres e você vai se surpreender. E olha também quem é o responsável pelo "extermínio da juventude negra"

Você que ta falando asneira ele nem disse isso, apenas disse que o filme não parece ser tão bom a ponto de merecer indicação.

O melhor são os retardados do twitter chorando devido ao subtítulo kkkkkkk

Não sei se você conhece mais tem um crítico muito bom no youtube (Tiago Belotti), ele diz não saber o que esse filme ta fazendo nas indicações, e como confio muito na crítica dele acho que indicaram pela "cota" mesmo rsrs

Ai, parem de curti o Omelete no Twitter e no face para ver se ele param para refletir

Cara, na boa... o filme tem cheiro de Oscar bait.

Não falei isso.

Pq mulheres negras com uma historia de vida do krl não merecem um filme que nao seja pra agradar o oscar né? Fala asneira nao

Não sei o que é pior, se é o subtitulo da critica ou os comentarios. Vitimismo é o krl

é bom que ela destaque que o filme não cai no vitimismo, pois quem gosta de cinema não quer ver um melodrama apelativo, e sim uma boa história.

esse é um texto vitimista.

tive a mesma sensação

Estrelas Além do Tempo é um entretenimento necessário: http://bit.ly/2jxFidn

No trailer uma das mulheres negras diz que a outra é melhor com numeros do que qualquer um ali, pena que a nasa nao sabia disso nos anos 50, pois ela poderia ter substituido todos os homens por mulheres negras, com certeza ja teriam pisado em plutao e ido alem

Parecia ser um filme vitimista mesmo, mas se for quem é que vai ter peito e falar que ele realmente é, então o jeito é ver e tirar as propias conclusões!

Não é não. O filme é bom, mas não acho que seja filme/Oscar. Mesmo assim, vale a pena.

Recebeu 4 ovos, a nota está debaixo do último parágrafo.

Pq ela é baseada na ideia de que oprimidos e oprimidas historicamente pela sociedade tiram atualmente vantagem de sua condição de oprimidos. Ou seja, ela não é material, pois não leva em conta as estruturas sociais atuais que perpetuam a opressão. Ou seja, de acordo com essa perspectiva a opressão está na mente do ser, e não na estrutura social. O "vitimismo" não responde aos dados que atualmente mulheres recebem menos do que os homens, sofrem violência doméstica, de que existe um extermínio da juventude negra e ainda por cima essa teoria se posiciona contra qualquer política pública de combate as opressões, pois ela acredita que o único responsável por sair do ciclo de opressão é o próprio indivíduo.

pra mim ta muito politicamente correto

Quando vi o trailer a primeira coisa que pensei foi que parecia um filme cotista pra agradar o Oscar. Vamos ver, né...

Porque a teoria do vitimismo é uma falácia? Explique melhor

A crítica simples e muito boa. O filme mostra como as personagens conseguiram " se virar" em um mundo completamente averso às mulheres negras e igualmente competentes. Cada uma se destaca sem baixar a cabeça. Filme atraente, vela a pena conferir.

"Estrelas Além do Tempo, porém, se destaca ao não apostar no vitimismo de suas protagonistas" Isso me fez se interessar pelo filme, porque essa era a impressão que tive quando fiquei sabendo do filme, enfim... vou conferir

essa critica foi "castrada" (sem ovos).

Discuta aqui no site Discuta aqui

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar. Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

blog comments powered by Disqus