Feito na América
Filmes - Suspense, Crime
Feito na América (2017)
(American Made)
  • País: EUA
  • Classificação: 16 anos
  • Estreia: 14 de Setembro de 2017
  • Duração: 115 min.

Feito na América | Crítica

Barry Seal volta às telas em registro panorâmico das confusões caribenhas da Guerra Fria

Em pouco menos de dois anos já é a terceira vez que Barry Seal é representado nas telas. Depois de aparecer em Narcos e Conexão Escobar, o piloto de carreira que virou traficante e informante do governo americano agora é vivido por Tom Cruise em Feito na América (American Made, 2017) O viés do filme de Doug Liman, como o título já sugere, é o clássico ponto de vista econômico irônico do self-made man e do consumo, e mostra como um dos mais jovens comandantes de aeronaves comerciais da TWA se tornou um milionário aproveitando-se das altas confusões da Guerra Fria no Caribe e da explosão do narcotráfico entre os anos 1970 e 1980.

O filme toma algumas licenças em relação à história de Seal para - como seria de se esperar num veículo para Tom Cruise - romancear as habilidades e o charme do piloto, que no fundo parece ser menos um gênio da lábia e dos esquemas do que um homem que estava nos lugares certos nas horas certas. Liman incorpora os acasos ao seu filme e cria uma narrativa que parece se importar mais em explicar a geopolítica da época, de forma pedagógica, através da figura de Seal (que inclusive aparece gravando um didático diário em vídeo entre segmentos da trama). Embora Cruise seja onipresente, Feito na América não está tão interessado em entender como seu protagonista via o mundo.

A fotografia do brasileiro César Charlone segue um receituário que parece imutável: como se trata de uma trama latinoamericana, sobre questões sociopolíticas e criminais, então a única saída é saturar cores (o que rende momentos interessantes, como a iluminação de cena no apartamento onde Barry conhece Pablo Escobar, com o insulfilm na janela sublinhando um mundo completamente à parte da realidade solar, febril, do lado de fora). A fotografia e a narração, que costuram uma trama de múltiplos personagens, evocam o tipo de thriller criminal que Steven Soderbergh havia feito em Traffic e seus três Onze Homens.

Poucos diretores se oferecem a realizar um filme assim, impessoal, com tanta disposição quanto Doug Liman. Ele é o mestre da emulação, fazendo filmes sem assinatura, de consumo rápido, que se adequam a qualquer gênero e qualquer identidade visual. Nem sempre funciona. Para cada No Limite do Amanhã, que equilibra bem a descartabilidade com um ou outro elemento de gênero bem encaixado, Liman faz meia-dúzia de Jumpers. Feito na América fica no meio termo; é um filme que tira sua força de uma envolvente história real e recorre ao carisma de Tom Cruise para tentar sustentar uma narrativa didática que não parece muito disposta a fazer com o espectador um jogo mais arriscado de sedução.

O filme é o vai e vém, no fim. Um evento se desfaz assim que o seguinte se coloca, e o único acúmulo que sentimos é o das informações - ficamos sabendo o suficiente para que as relações de causa e efeito se organizem e se justifiquem. Não é um acúmulo dramatúrgico. Para os padrões da cinematografia hollywoodiana, obcecada com arcos de personagens bem definidos, Feito na América parece bem despreocupado com esse tipo de construção, e o resultado é um filme acima de tudo panorâmico.

Na comparação, Conexão Escobar, por exemplo, é bem mais satisfatório, porque também se propõe panorâmico, mas pelo menos tenta entender e problematizar o gênero em que está inserido. Já Feito na América, ironicamente, termina se fixando menos no aspecto glamuroso do sonho americano, a realização do individualismo, do que no seu lado banal, que é o sucesso pré-formatado, da repetição e da uniformização. Quem são Barry Seal e seu filme, no fim, senão peões na fila da linha de produção.

Nota do crítico (Regular) críticas de Filmes
 

Gostei do filme, usa e abusa do carisma de Cruise. Pena que os outros personagens sejam tão pobremente explorados. Poderia ser muito melhor. Mas não é essa bosta que o crítico diz.

O que o Hessel quer é isso, polemizar!!! Muito Chatooooooooooooooooo esse cara!!! Mas o pior é que estamos sempre conectados no Omelete!!! kkkk

huahuahuah verdade

Bem lembrado.

A pessoa estuda pra ser papagaio! O pior é o jornalista "especialista" em economia! Só rindo!

Verdade minha querida, a mídia esquerdista adora transformar um crime absurdo, como o tráfico de drogas num espectáculo, como se fosse uma novela inocente, mas a realidade é muito diferente disso!

hehehh go go power rangers

ótimo filme...não entendi essa crítica do omelete...rsrsrsrs

Assisti ontem, me surpreendi filme muito bom, o jeeiito que o filme é feito é diferente, voce se importa com o personagem e o humor do filme também muito bom . Vale a pena assistir.

kkkkkkkkkkkk po... n consigo mais olhar e não rir..

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk rpz

Hessel não gostou!!! Então o filme é bom!!! kkkkkkk Porque alguém que dá 5 ovos p Árvore da vida e Magic Mike, não pode ser levado a sério!!!!

Alguém que paga pra estudar jornalismo merece ser criticado!

Esse Ranger Verde "Malvadão" kkkkk

Pior mesmo são os "críticos" da crítica do Hessel. kkkkkkkkkk

Hessel, Hessel, Hessel... tsc tsc tsc. Cara, escolha teus filmes preferidos. Não deixe que o Omelete escolha. Pega mal. Crítica mundial gosta e você odeia. Crítica mundial odeia e você ama. Cara... tá chato isso. Não bate uma única vez... isso é grave.

O fotógrafo Cesar Charlone não é brasileiro, é uruguaio.

O Tom Cruise é um bom ator, mas ultimamente está fazendo mais do mesmo! Deve estar arrecadando para a igreja dele!

Você está correto!

"Forma de vida superior"? Você é bobo ou ainda tá fazendo curso?

A Lei Rouanet é um desrespeito a nação, o lulo-petismo deturpou completamente os investimentos em cultura, hoje em dia além dos grandes desvios de dinheiro, até youtubers, ex-BBBs, estão fazendo uso dessa verba! É uma vergonha!!

Verdade!

Oh filhão esse filme é sobre um estadunidense! Não sobre um brasileiro! Mas você está correto, aquele filme "Lula, filho do Brasil" é um desrespeito a nação, a moral, aos bons costume!

https://thechive.files.wordpress.com/2016/01/mv5bmtq1mjawnzq1mf5bml5banbnxkftztgwmtuxmzcxmde-_v1_sx640_sy720_.jpg?quality=85&strip=info&w=600

Até suspeito que o Hessel é do contra de propósito. Afinal, ele sabe, quem não gosta de entrar aqui só pra cornetar as criticas dele? Quanto mais visualizações melhor pro omelete, pro bem ou pro mal. :) Pensem nisso.

Estava revisando mentalmente alguns filmes do tom cruise e percebi que ele tem uma carreira com filmes muito bons. Negocio arriscado, top gun, dias de trovão, entrevista com o vampiro, rain main, o ultimo samurai, vanilha sky, de olhos bem fechados, no limite do amanhã, jerry mcguire, missão impossivel, questão de honra, collateral, magnolia, nascido em 4 de julho, cocktail, a cor do dinheiro, a firma. O único problema do tom cruise acho que é a vaidade. Ele deveria fazer papeis em que ele mudasse mais a aparência.

se esse tosco ai achou ruim .. provavelmente é bom .. cara que acha "death note" .. pufff.. bem, uma bosta opina melhor que esse ai..

Como omelete elevou os mediano guardiões da galaxia e mulher maravilha as alturas e deu nota ruim pra esse aqui entao vou assitir! E com a certeza de no minimo me entreter sem compromisso maior!

Tom cruise tem quase um milhão de anos e continua homão da porr@

Porque o protagonista não é o ''Xani Tato''.

Pq n tem o Xaning Tatum no filme.

Caramba, só nos ultimos 3 anos eu ja vi tanta producao na Tv e no Cinema abordando Pablo Escobar.

A glamourização do tráfico de drogas é um absurdo. O Ministério Público deveria proibir a exibição dessa obra. Essa tal Bibi perigosa é um péssimo exemplo para nossas crian.... Oops, aba errada.... Apesar da crítica de negativa, pretendo assistir ao filme. Primeiro porque o narcotráfico sempre rende boas histórias. Segundo porque tenho certa simpatia pelo Tom Cruise, acho que ele poderia ser bem maior do que é. Na pior das hipóteses acho que o filme será bom entretenimento.

Confessem, vcs adoram criticar as criticas do Hessel. Olha como rende comentários...hahahaha

Eu gostei do filme....

Cara não tem como nada ser pior que Death Note mano, sem maldade mesmo ....

Só lembrando que César Charlone apesar de amar o Brasil é uruguaio.

Caras, nesse poster o Cruise parece o Quico do chaves . XD

Esse Hessel sei não, o filme é bom, não tem nada de ruim, não da para entender como o Omelete dá dois Ovos a um filme desse e três a Quarteto Fantástico, sei que são pessoas diferentes mas é o Omelete,Tom Cruise tá muito bom nesse filme, vale a pena assistir!!!

Narcotráfico está substituindo "Zumbis" como nova temática favorita da TV/cinema, rs

Então acho que você não acompanha muitos os posts, pq não sei onde você me vê reclamando de tudo !

Esqueceu do Collor. Esse é ladrão, mas é amado por milhares no país (talvez até milhões).

Transformar bandido em herói? O que rouba é o esperto? Brasil tbm é assim, na vida real.

Ia dizer a mesma coisa....rs. Se dizem que é ótimo, o filme ou é ruim ou tem o Tatum nele.

Passou batido nos cinemas, um filme chamado Na Mira do Atirador, desse mesmo diretor. Filme ótimo. O final não é hollywoodiano.

Cara, admita, a esquerda adora glamourizar bandidos, não é coisa de bolha, basta vc olhar ao seu redor

Se Hessel achou ruim, é porque é bom

Se você entendeu isso, não tenho muito para escrever então

Cara, que monte de besteiras. Parem de se achar engajados politicamente só porque assistem a alguns youtubers, leiam um livro ao invés...

Depois de Narcos surgiram mil adaptações de Pablo Escobar ou traficantes da mesma época, isso já tá muito batido.

não vi o Anabele, mas duvido.

Que dó de você, cara, "esquedistas", "cristã", "trump", a mentalidade das pessoas vai muito, mas muito além de "esquerda ou direita", "cristão, judeu, hindu, ateu", etc. Essa de transformar o bandido em herói é muito mais antigo do que eu, você, Lula ou Trump, nossos avós ou até mesmo o próprio cinema. Enfim, conversa chata e batida essa de culpar "esquerdistas" ou "conservadores de direita", acorda e sai dessa bolha.

Estou confuso pois a falta de complexidade foi exatamente o que apontei, seu comentário serviria adequadamente como resposta a qualquer um aqui exceto a mim. Só posso pensar que lhe faltou capacidade interpretativa dessa vez.

Pergunta de um milhão de reais : Por que o hessel não deu 5 ovos pra este filme ?

É bem por aí; parece que a expulsão do petê da presidência do país atiçou os ânimos dos descoletes.

death note é tao ruim que chega a ser bom kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, é melhor que o anabele pelo menos

o brasil tambem transformou o l u l a em heroi kkkkkkkkkk

Isso não é coisa de "estadunidense" apenas; isso é típico de esquerdistas. A hegemonia da esquerda na mídia é evidente. Vai de Hollywood ao PROJAC. O povão de la é em sua maioria conservador; não nutre amor por marginais, valoriza a instituição familiar, é cristã, vota em Trump, etc.

omelete falando mal, ja sei que é bom

nao pode falar mal do hessel???

falou tudo auhsuahsuahsuahsuhhsau

eh que o hessel eh o ser diferentão. queria saber se critico de cinema ganha pra fazer isso.

eu ia ler a critica, mas quando vi que era do hessel desisti. é certo que ele nao gosta de nenhum filme se não tiver moççççççççosssssss ssssssem camisssssssas

A última chance desse Jovem é se ele Entrar na Marvel ou Warner DC, pq não há nada de que faça que não é repetitivo....ser um Herói HQ é o que lhe falta.

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Se não tem empoderamento, diversidade e massacre da classe média branca america.....regular

Filme é legal, já vi, vale a pipoca!

Uma coisa eu digo a vcs: Peguem um dicionario e ponham ao seu lado sempre que derem de cara com as criticas de alguem ai em cima. Credo!!! Agora sobre o filme parece que Tom Cruise anda fazendo uns filmes que ta osso, vide A mumia.

Opinião própria qualquer um pode ter, expressar todos deviam fazer, agora chorar como mimizentos recalcados que precisam de atenção é para poucos. Se fosse críticas em um post e depois o povo parasse de dar atenção ao Hessel é uma coisa, mas os mesmos que reclamam em um post dele, reclamam nos outros. Sei que isso é um tipo de falta de capacidade mental, mas enche o saco de todo mundo.

Nossa meu amigo, se você acha as críticas "difíceis, complexas e rebuscadas" você tá mal! Hein? O Hessel só tenta, mas não sei o que ele quer provar com isso! Vide Magic Mike!

Os estadunidenses tem a mania de desvirtuar a moral e os bons costumes, transformam o bandido em herói, aquele que rouba é visto como o esperto, isso é representado em vários filmes, O Lobo de Wallstreet, Inimigos Públicos, o próprio Al Capone, e muitos outros!

Ele gostou de Death Note?! Que vergonha desse cara.

Eu leio, sou muito bom em Português etc., mas achei o texto um saco. Pelo menos ele encurtou essas críticas, atendendo ao apelo geral. Mas ainda falta melhorar, porque é maçante mesmo.

Vejo um bando de retardados que tem um coisa chamada "opinião própria"; que eu particularmente acho algo bem legal e acho que o pessoal ta de parabéns porque não tem nem 15 anos e já tem opinião própria, coisa que muita gente mais velha não tem ou ao menos sabe o que é isto e fica falando umas coisas por ae ...

nem ele sabe o que escreve, não da pra entender nada, cara chato kkkk

Eu nem li a critica, eu sempre vejo quantos ovos tem, depois quem fez a critica e vejo se vou ler ou não ... Fiz exatamente isto, vi os ovos quem fez e ignorei, agora não entendi o que tem a ver ignorar a critica, com comentar ? Porque meu comentário, não tem nada a respeito da crítica e sim a respeito da minha opinião pessoal ... Assim acho que não faltou Sinceridade, já que meu comentário não se diz respeito a critica do autor ! Precisa praticar mais sua interpretação geral, sugiro que leia sempre mais de 1x entre intervalos e dentre estes intervalos tente raciocinar o significado que está sendo passado, para que possa compreender melhor o sentido das coisas. OBS: Votei positivo em você também, para você não ficar apenas com seu "Auto voto" =)

Vejo um bando de mimizentos recalcados que querem atenção sempre que o Hessel escreve. Mas para nossa sorte, logo esse povo faz 15 anos e começam a ter maturidade.

prefiro hessel nos podcasts e vereditos do que escrevendo. Nos vídeos ele parece mais terráqueo enquanto nos textos eles assume uma forma superior de vida.

tem hora que o cara que mantém uma linearidade, mas acaba acertando a mão e fazendo algo que agrada mais que o normal. acho que pra ele é tudo igual, mas uns acabam sendo mais legais..

hessel é muito chato escrevendo crítica. problematiza tudo e busca perfeição em um filme que, por escolher um tema forte, tem a obrigação de não ser só um pipoca. Buscar camadas, complexidade e profundidade em um filme de tom cruise é andar em círculos. Qdo cruise voltar a fazer filmes como magnólia aí pode ser que hessel consiga entender a proposta.

Caraca que texto chato, no segundo parágrafo eu já desisti.

Ler críticas do Hessel é fácil, difícil é acreditar que vocês ao menos tentam. Acham tudo difícil, complexo, rebuscado... Peguem em um livro de vez em quando, rapazes.

Pelo menos no Rotten ele está bem avaliado.

Kkkkkkk

Não li, nem vou ler, não dá para confiar na opinião maluca do Hessel, o cara conseguiu gostar da porcaria do Death Note, além de ser um hater de longa data de filmes bons.

Depois do titulo, pulei logo pros comentários pra ver se sou eu tinha desistido desse jeito.

Vão me desculpar mais não entendi nada dessa crítica, muito blá blá blá sem objetividade e olha que o site é feito para nerds...

"Na comparação, Conexão Escobar, por exemplo, é bem mais satisfatório, porque também se propõe panorâmico, mas pelo menos tenta entender e problematizar o gênero em que está inserido." Ótimo!!! Era justamente o que eu esperava do filme... apenas uma história de "criminoso garboso" e menos problematizações!!!

minha unica pergunta é, tem o Tom Cruise correndo nesse filme ?

Se ignorasse mesmo as criticas não estaria comentando não é? Então, Sr. "sinceridade" acho que faltou sinceridade né não?...pessoal gosta de fazer uma média.

não sei não...filme com Tom Cruise ultimamente tem sido meio bost@ mesmo

Só uma correção, o diretor de fotografia César Charlone é uruguaio, apesar de radicado no Brasil.

"Barry Seal volta às telas em registro panorâmico das confusões caribenhas da Guerra Fria" e foi aí q eu parei na critica

Hessel fazer Crítica de filme do Tom Cruise é como colocar feminista pra fazer avaliação de p*teiro

Sério que acha Sr. e Sra. Smith regular??? pra mim não serve nem pra limpar a bund a de tão ruim.

E o mimimi sobre o crítico continua alimentando a audiência do mesmo. Ninguém lê o cara e todos comentam. Impressionante

Que critica é essa que agonia, afinal o filme é bom ou não kkkkkk

Não leio mais as críticas do Hessel, é um misto de empáfia e prolixidade que irritam. Tava torcendo pra ser da Natália, que é excelente quando não está vociferando sandices em críticas do circuito Marvel/DC.

Pra que tanto blablabla ao invés de uma critica objetiva?

"Ninguém pode reclamar da sua crítica se ninguém entender" <pre>http://i0.kym-cdn.com/entries/icons/original/000/022/138/reece.JPG</pre>

Discuta aqui no site Discuta aqui

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar. Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

blog comments powered by Disqus