Mulher-Maravilha
Filmes - Ação, Aventura
Mulher-Maravilha (2017)
(Wonder Woman)
  • País: Estados Unidos
  • Classificação: livre
  • Estreia: 1 de Junho de 2017
  • Duração: indisponível

Mulher-Maravilha | Crítica

Heroína da DC ganha história de origem forte, divertida e universal

Apenas um elemento ameaçava o equilíbrio de forças na trindade de heróis da DC formada por Batman, Superman e Mulher-Maravilha: representação. Enquanto Homem-Morcego e Homem de Aço acumulavam décadas de acertos e fracassos no cinema e na TV, a Princesa das Amazonas contava apenas com a série estrelada por Lynda Carter na década de 1970 e inúmeras tentativas frustradas de levar sua história para as telas (leia mais).

Chega então Gal Gadot, ex-miss, ex-recruta do exército Israel, ex-modelo e ex-estudante de Direito, para dar vida à heroína do novo universo cinematográfico da Warner/DC. Uma escalação recebida com desconfiança - “Como uma atriz inexperiente e de corpo esguio poderia dar vida a um dos maiores ícones dos quadrinhos?”-, logo rebatida na sua estreia em Batman Vs Superman: A Origem da Justiça. Forte, feminina e cativante, a Mulher-Maravilha finalmente ganhava uma representação nos cinemas, 75 anos depois da sua estreia nos quadrinhos. Era hora de dar o próximo passo: o filme solo.

Ciente da pressão em torno da tarefa - o primeiro longa-metragem estrelado por uma grande heroína dos quadrinhos - a diretora Patty Jenkins acerta ao optar por um caminho simples. Mulher-Maravilha é uma clássica história de origem, calculada para apresentar Diana e seu universo para um grande público. Inspirada pelo Superman de 1978 e pelo espírito de aventura de Indiana Jones, a diretora cria uma narrativa leve e encantadora, intercalada por empolgantes cenas de ação.

Diana é apresentada ainda criança, impressionada com o poder e os feitos das guerreiras de Themyscira, mas superprotegida pela rainha Hipólita (Connie Nielsen), sua mãe. O roteiro de Allan Heinberg, porém, não perde tempo em levar a história para frente. A origem das Amazonas é didaticamente explicada como uma história de ninar, o que inspira o treinamento secreto da jovem princesa com a tia Antíope (Robin Wright), leva a descoberta de sua força superior e culmina na chegada de Steve Trevor (Chris Pine), que por sua vez leva o contexto da trama para a Primeira Guerra Mundial. Uma trajetória completamente captada por Jenkins, que não esquece de criar a conexão com o público. Estão lá a força e a diversidade das Amazonas, a magia de Themyscira, a gana e a inocência de Diana, os segredos de Hipólita para proteger a filha de Ares, o deus da guerra, além do charme mundano e a convicção de Trevor.

Essa combinação - simplicidade narrativa e conexão emocional - dá a Mulher-Maravilha uma aura de cinema antigo, com uma ingenuidade que se distancia do “sombrio e realista” para abraçar o fantástico. É o que permite soluções doces, por vezes singelas, e dá espaço para cenas divertidas, como o contraste entre a princesa guerreira e um mundo conservador. O choque frente às regras sociais direcionadas às mulheres - restritas por roupas e sem direito a ação e opinião - expõe o ridículo da situação sem que seja necessário assumir uma postura de conscientização.

A naturalidade com que a história de Diana ganha forma também está na facilidade com que o filme a conecta aos outros personagens. Da relação com a mãe e a tia (que representam sua origem e seu chamado para lutar), passando por Steve Trevor (em uma história de amor equilibrada e sincera), Etta Candy (que mostra o tratamento destinado às mulheres no mundo dos homens) e o time formado pelo árabe Sameer, pelo escocês Charlie e pelo nativo-americano Chefe (que revela outras formas de preconceito e opressão), todos fazem parte da formação da heroína, tornando-a mais complexa. Um feito que passa por uma escalação precisa do elenco, que acerta no tom de cada cena, seja na demanda por drama ou humor.

Apenas a construção dos vilões destoa da lógica escolhida pelo filme. Ares está no centro da transformação de Diana em Mulher-Maravilha, mas o longa fica entre tratá-lo como um inimigo comum e um ser multifacetado, sem sucesso em nenhum dos lados. Há boas cenas com a Doutora Veneno e General Ludendorff, mas o ato final cai na velha síndrome hollywoodiana de elevar a ação em detrimento da coerência. São minutos de muito barulho por nada, sem qualquer contribuição direta para a lição que a heroína precisava aprender sobre a humanidade. É um momento que chega a divergir das escolhas visuais de Jenkins até então, que troca o tom retrô e prático pela pirotecnia digital.

Mulher-Maravilha, porém, não é uma vítima do seu vilão. A conexão estabelecida anteriormente com a personagem perdura para além dos créditos em uma sensação de realização. A heroína finalmente ganha o centro da ação em uma história forte e extremamente feminina, mas de alcance universal. Um filme dirigido e estrelado por mulheres que não cogita qualquer barreira de gênero, como a própria Diana jamais cogitou. A princesa das Amazonas só precisava mesmo de oportunidade para mostrar o que podia fazer nos cinemas.

Nota do crítico (Ótimo) críticas de Filmes
 

Vingadores mudou o cinema como conhecemos, só isso. Consolidou a maior franquia da história do cinema. Elevou o gênero pra outro patamar. Hoje todos querem um Universo Interligado, DCEU, Universal Monsters, Shaymalan, até o Japão com Jaspion e cia. Mudou tudo, só não vê quem não quer enxergar.

Bilheteria não indica em nada se um filme é bom, se assim fosse Transformers estaria sendo indicado para oscars e não para framboesas. Desde quando a grande massa entende de boas produções?

Achei o filme um porre, as cenas de ação são legais mas são poucas. O humor muito clichê, arranca apenas uns risinhos.

Se presta ao que se propõe, ou seja, filme bobo de sessão da tarde.

5? 2 ovos e lamba os dedos

É verdade...

Nada a ver! Sua opinião deve ser extremamente pessoal, o filme é muito chato, totalmente diferente de Superman e B x S (ok, nem tanto), a trilha sonora parece iguais a de mil filmes, os efeitos visuais são baratos pra um filme que fatura milhões (e na casa das centenas). Sem falar que é forçadoooooo... Ainda assim é bom em vários aspectos, com bons personagens, com exceção do ares. Não é aquelaaa coisaaa, mas vale a pena ver com certeza.

Achei o filme muito clichê e canastrão, sem falar nos efeitos visuais horríveis e um ares brochante, a reviravolta do vilão do final foi muito anticlimatica e tornou a luta fraca e sem sentido, um básico de "você é do mau, eu sou do bem, então vamos cair na porrada" seria muito melhor se ares não existisse e tudo o que a Diana perseguisse fosse uma ilusão, uma mentira pra desculpar as coisas ruins dos homens. O restante foi um compilado de clichês, mesmo a morte do piloto que deveria ser chocante era previsível e já vimos muitas vezes essa premissa em outros filmes, acabou ficando chato. Os efeitos visuais estavam bem ruins, gastaram tudo com Batman vs Superman? Ou será que não dão conta de dividir o orçamento com vários filmes de super herois solo? Ganhar nas bilheterias ta bom, investir nada né. Seria bem melhor se diminuíssem as batalhas desnecessárias (como Diana tendo que pular e destruir uma torre, não dava pra jogar o escudo que nem capitão América? kk) para investir na luta principal e entregar algo perto do real, aqueles gráficos a lá 2010 ficaram muito desfocados e deixou a luta chata demais. Não vou dizer que o filme foi ruim, ele tem muitos prós como os citados na crítica, mas tem muitos contras também, que deixaram de citar... Não vamos deixar a fanboyzisse ofuscar nosso conhecimento, somos cineastas com cérebro.

Rafael, não é Segunda Guerra e sim Primeira Guerra Mundial... É só observar as características bélicas e vestuário.

Por favor, corrijam: Segunda Guerra Mundial...

kkkk dorgas

Dos melhores comentários que lí aqui, com toda certeza 🛡️⚔️✨

ACONTECEU! isso e muito mais

4 ovos para um filme que merece 5? As críticas desse site chegam a ser absurdas, os números falam por si só quase 1 bilhão arrecadado de receita , um filme de super heróis como não se vê a muito tempo, Gal Gadot além de linda excelente atriz, não poderia ter mulher maravilha melhor , espero que Liga da justiça siga o exemplo 👏

resumiu muito bem o filme, tudo muito bom e prazeroso, ate vir o final, com efeitos a la CW. pelo menos teve aquela morte la pro final nao ficar pior.

e não ficou na conversa mesmo kkk otimo filme

No segundo ele não apaga não.

WONDER WOMAN AND MAN OF STEEL HAVE THE SAME STORY http://themidside.com/wonder-woman-and-man-of-steel-have-the-same-story/

Seila.....achei esse filme bemmmm mediano, e coloco ele abaixo dos outros 3 filmes baseados em HQ lançados esse ano '-'

Filme fraco e efeitos visuais fraquissimos, filme se resume apenas em mostrar detalhes da beleza da atriz seca e sem graça aff mil vezes a xena

kkkkkkkk

Honestamente eu nunca dei muita bola para as criticas de filmes. Principalmente depois dos anos 2000 com o crescimento de "especialistas" em todas as áreas. Na minha humilde opinião, o filme é só clichês do começo ao fim. O ator Chris Pine, não me pareceu uma boa escolha para estar ao lado da Gal Gadot (nitidamente parece mais baixo que a atriz), e o seu personagem não tem tanta profundidade necessária para gerar o amadurecimento na Amazona. A Gal Gadot é linda, estonteante mas infelizmente limitadíssima como atriz. Se em Velozes e Furiosos, que só só tem atores ruins, ela consegue ser ruim, aqui ela mostra realmente que ao lado de Ben Affleck e cia, futuramente ela vai ter que melhorar muito a atuação. Obviamente que a galera prefere um ator ou atriz que se pareça 100% com o personagem concebido nos quadrinhos, do que se preocupar com a atuação do mesmo. Então está ai, mais um filme genérico, e que coloca mais dinheiro nos cofres dos estúdios. De fato o cenário não vai mudar tão cedo. Eu bato palmas para James Mangold e Hugh Jackman pela coragem de peitar a FOX e entregar o filme Logan. Pois ali você percebe uma mudança na abordagem e na coragem do estúdio. Infelizmente essa competição de estúdios Marvel e DC, gera filmes muito nivelados por baixo, e que em seus trailers e marketing, apresentam o ar de desespero e angústia e que infelizmente não é apresentado nos filmes. Claro que se eu tivesse 12 anos ou se fosse um adolescente nos dias de hoje, iria amar esses tipos de filmes. Mas pegue por exemplo a molecada da época do primeiro Homem Aranha (que é um filme clichê, porém para a época foi inovador), e vejam o que eles acham dos filmes de super-heróis hoje em dia. Essas crianças crescem e vão amadurecendo o seus gostos e ideias. Hollywood vive disso, de persuadir o máximo de pessoas possíveis e abordar principalmente as crianças e adolescentes. E esse mal não é somente nos filmes de super-heróis. Estão ai Piratas do Caribe, Velozes e Furiosos, Transformers e Aliens... nenhuma dessas produções se pagou nos EUA esse ano. Mesmo fazendo muito dinheiro fora dos EUA. Isso demonstra um sinal de cansaço, e isso inevitavelmente vai acontecer com os quadrinhos em breve.

Nazistas na Primeira Guerra Mundial.......................................................................

Fui obrigado a ver o filme da Larissa Manoela com minha filha. O mais engraçado é que o personagem da menina teen decide muito mais sobre a própria trajetória do que a MM, apenas fazendo uma comparação hahahah

Pelo que eu vinha lendo de geral falando do filme esperava bem mais dele, ainda prefiro MOS,BvS, nessa ordem, BvS quando vi no cinema sai decepcionado, mais depois vendo a versão estendida gostei mais.

Sim cara. Mas o que eu estou falando é que tem que haver mais conexões entre os filmes. O universo DC não está nem 50% definido. Poderia pelo menos ter uma cena pós-crédito pra validar o universo.

Concordo com cada linha e ainda achei só "ok" a atuação da Gal. A expectativa com ela desde o BvS foi um tanto exagerada acredito. Ela é linda, ela é nova e tem muita estrela, mas acho que ela como protagonista se apagou.

O roteiro do filme é bem ruinzinho... muitas situações forçadas tbm.

Bons tempos!!! Quando teremos um filme do mesmo nível novamente??

Aproveita e compra um rennew pra esssa sua cara imunda!

mas quando salvou o Steve em Temscyra ela viu umas amazonas fazendo isso

na versão do Richard Donner ele apaga os eventos do II como fez no primeiro

Eu gostei bastante do filme que não só mostrou a origem da própria Mulher Maravilha como também mostrou a origem da foto que no Batman v Superman o Bruce Wayne encontra nos arquivos do Lex Luthor (essa foto foi a primeira aparição do Chris Pine no DCEU)

O Indiana Jones também tinha alemães falando em inglês. Talvez essa foi a homenagem que a Patty Jenkins fez

Até os filmes do James Bond tem esse clichê

uma das coisas que eu gostei do filme foi mostrar a origem da foto que o Bruce Wayne encontrou por acaso no Batman v Superman

Nada a ver! Sua opinião deve ser extremamente pessoal, o filme é muito legal, totalmente diferente de Superman ou B x S, a trilha sonora, efeitos visuais, a época que escolherem, muito bom. Vale sim, muito a pena, sair de casa para assistir, supreendente!

Outra crítica sobre o filme: https://cinematographecinemafilmes.wordpress.com/2017/06/08/mulher-maravilha-2017/

A Atriz é perfeita para o papel, parabens pra ela, pena que o filme é comum, enfim, não vale a pena sair de casa e pagar uma pipoca, filme pra ver em casa em um bom home theater.Entretanto, Mulher -Maravilha é bem melhor que o sonífero Batman- Superman. Critica do Omelete não é confiável.

A DC perdeu mais uma oportunidade de fazer um bom filme.

Achei horrível. Este filme parece uma propaganda da Avon.

São dois Deuses brigando... tem q ser CGI...

Eu gostei das atuações dela, nos dois filmes.

E tem a questão de o zod ser uma parte do planeta kpiton então não foi fácil matar ele mesmo sendo do mal, de certa forma ele teve q destruir o planeta natal pra salvar a terra

Kkkkk

Leio quadrinhos desde os meus 12 anos e acredite: o filme é excelente e fiel. Na verdade, até me surpreendi. O filme me lembrou muito da época do George Perez.

Não foi o fato dele ter matado o Zod somente. Olhe cada herói por seu cerne que você entenderá porque alguns não gostaram daquela atitude. Não foi condizente com o Super. Não foi aquela cena que me fez não gostar de Homem de Aço, não gostei do filme inteiro.

Acho que li muito Agatha Christie na adolescência então já esperava que o Thewlis não fosse aquele velhinho. Mas isso não é uma crítica, ao contrário, achei bem coerente com a história do filme e da própria MM. Faltou ela dizer "que Hera me dê forças".

É porque o inglês é uma língua universal!!! Até alienígenas falam... rsrs

Gostei muito do filme, nada a reclamar. Se vc tem o intuito de ir ao cinema, dar umas risadas, ver um filme de ação e bem legal, esse, realmente é o filme perfeito. Não é digno de oscar nem nada, mas é um filme bem divertido. Dou 4 ovos.

Poderia ser algumas escapulidas da ilha pra sondar o restante do mundo, mas sendo restrito a apenas algumas amazonas.

De fato! Fica mais essa questão em aberto. A não ser que haja alguma explicação mitológica, como a ajuda de Hermes, deus grego da Comunicação, por exemplo.

Perfeito, esse negócio de matar é MT relativo

foi por isso que o Superman do MoS matou o Zod! Claro que no filme como foi apresentado ele não tinha outra opção

Interessante. Isso me faz questionar como elas tiveram contato com essas línguas para estudo, já que vivem isoladas na ilha.

Entschuldigung Sie! Apenas um ponto que ficou a desejar pra mim: todo o filme é em inglês, e mesmo os antagonistas em sua terra natal - Alemanha - falam inglês. Na Marvel, que tb usa muito o nazismo e o hitlerismo como panos de fundo, qualquer diálogo em terras germânicas é falado em alemão. Isso ajudaria a criar mais veracidade para os diálogos, especialmente quando esses ocorrem lá nesse país. Ver um alemão no front de batalha da 1º Guerra ou nos laboratórios de um bunker falando em inglês faz a gente lembrar imediatamente que isso se trata de mais um produto hollywoodiano. E isso também tem um peso negativo pq as amazonas dominam mais de 100 línguas - Diana não teria problemas!

Não concordo com tudo que ele falou. Mas que o filme é superestimado é. Não é isso tudo que o povo fala não. Nem tecnicamente falando. O slow motion excessivo e forçado desse filme estava chato pra caralho, tinha hora que mesmo sem necessidade tacavam slow motion na cena. O final do filme é corrido pra carai. Os alívios cômicos são um saco. E o que me deixou com um embolo no estômago é uma amazona começando a gostar de um homem (Mas isso não desqualifica o filme). O que me agradou nesse filme foram os efeitos especiais. E não, não sou fanzin de Marvel nem de DC. Tô pouco me lixando para os quadrinhos e para as briguinhas na internet.

Eu achei foda, correspondeu bem com a época.

DC está na agressividade esse ano. Injustice 2, Lego Batman, Mulher Maravilha... dando uma aula de como roubar a cena mais do que já roubou ano passado <3

Nem tive interesse, se a mídia babou o ovo, deve ser ruim. Quando chegar na netflix e eu não tiver nada para fazer, eu assisto, mas dá bilheteria nunca! DC amarelou e seguiu a mídia, virou patético esses filmes.

Eu gostei MT do filme mas não dá pra levar esse tomatos a serio, achei os momentos slow MT precisos

Vi ontem adorei o filme e não entendo o que os críticos querem, como o 3 ato não vai ser grandioso numa luta de deuses q povo chato, tem filme adoram atualmente q é fora de tom exemplo guardiões 2 q é um filme bom mas MT fora de tom

Assisti e gostei do filme e ela mata sim tem um momento q ela dá uma espadada kkkk no cara q com certeza morreu acho q esse negócio de não matar uma besteira se for para salvar alguém ou evitar algo pior, adoro mos

Cara assisti o filme e acho a reclamação do 3 ato desnecessária , acho até q foi surpreendente a questão do vilão e vcs querem o que uma luta desse nível não quer destruição

Melhor filme da Dc! Importante, as pessoas são tão ignornates mesmo que não pensam no lado social do filme, ele é memorável sim, importante sim! Não é perfeito, mas é muito bom, foda mesmo! É ate injusto compararmos com Batman Cavaleiro das trevas, pois o mesmo tem um ton diferente um universo diferente mais realista. Então não é o melhor da história da Dc, mas é o melhor dos ultimos 5 anos sem dúvida alguma e melhor da nova fase de heróis.

Eu ainda prefiro BVS e Homem de Aço..

1/2/3 - sim, a heroína conduz a história. Trevor foi um catalizador para isso, para que ela saísse da ilha. Ela sempre tomava as rédeas das situações, porém, ali era outra realidade e ela dependia, querendo ou não, do Trevor para resolver questões. Mas ambos se ajudavam. Ninguém dependia 100% de ninguém. 4 - Ela estudava, ela observava. Tudo para ela era novo, era só observar os olhos dela com cada novidade que aprendia e costumes. Ou você queria ela sentada com um caderno? 5 - Lara Croft já era do nosso mundo, já conhecia tudo. Não teria o porque fazer essa consideração com uma Amazona que vivia presa e uma ilha e não conhecia o mundo exterior. 6 - Sim, os vilões foram fracos e mal trabalhados. Não tenho como debater com você sobre isso. 7 - os personagens secundários não foram desenvolvidos ( não do jeito que você queria) porque eles eram apenas coadjuvantes, mas cada história foi passada eficientemente. E se você prestar atenção em suas palavras entenderia o sobre quem era cada um e o porque deles estarem lá por serem a representação de minorias e povos massacrados pela guerra. 8 - Diálogos simples e didáticos. Sem muita exposição. Um filme para agradar todos os chatonildos de plantão que tem preguiça de pensar e estão acostumados com tudo mastigado. No fim isso também me irritou. 9 - As cenas de ação foram muito boas. Mas a luta final foi mal dirigida. É um filme de início. De inocência. Diana foi apresentada ao mundo. Você não a ve dependendo do Batman ou Superman no filme em que lutam contra Apocalipse. Ela apenas vai por que se acha na obrigação de proteger o mundo. Ela já não é tão mais inocente após um século ( como ela mesmo disse).

A questão é que o público que criticou, não lê quadrinhos, então isso soa meio hipócrita.

Me corrija se eu tiver errada. No filme Superman II, o Super não mata o Zod? Ele joga o Zod contra a parede da fortaleza da solidão, o Zod cai e desaparece. Ta certo que não mostra ele morrendo, mas, né morreu. Não gerou polêmica nenhuma. Ou to errada? Olha aí: https://youtu.be/07Rq1TlbFWY

Bom filme, fez bem o proposto, que é contar a origem da MM. Gostei muito da Gal e do Chris Pine, os dois são o melhor do filme. Achei só o final fraco, com discurso clichê, kamehameha e um Ares bem básico (inglês de bigode rs). Não é tudo isso que estão falando, não é um filme memorável, mas quem gosta de um bom filme de super herói vai se divertir, que é o que importa. Recomendo.

eu gosto de homem de aço, e não acho problema a solução dada a Zod, porem consigo entender toda revolta que gerou, pela natureza do próprio Superman, enquanto a Diana, a muito tempo faz isso nos quadrinhos...

É impressão minha ou esse ano estamos com vilões bem melhores que ano passado? Donald Pierce, Ego e Ares são bem melhores que Luthor, Zem0 e Apocalipse (xmen).

Chora mais.

Ares de bigode é a coisa mais engraçada do filme

filme mais superestimado do ano isso sim

Não é? Penso exatamente a mesma coisa. haha É meio WTF, de fato. Mas fazer o quê. O povo adora implicar com O Homem de Aço. Virou birra.

Alguém poderia me explicar por que no filme do Homem de Aço quando Superman mata o Zod, que no filme ele não tinha outra opção e ele (Zod)era um alienígena, gerou todo aquele clamor e bafafá e isso e aquilo. E nesse filme a Mulher Maravilha enfincou uma espada em um ser humano matou nazistas a rodo e não deu o mesmo choque e discussão? A opinião muda conforme se o filme é bom ou não, se você gosta ou não do filme?

Eu achei o filme muito ruim, o vilão parecia o magneto, a heroína parecia a vampira de x-man, mas cada um tem sua opinião, acho que poderia ser melhor, mas espero que o 2 seja melhor...

Eu gostei pra caramba do filme especialmente das sutis, mas extremamente impactantes referencias culturais e históricas (e não não estou falando das referencia ao feminismo que quase não teve.), o filme é muito bom, realmente muito bom, fazia tempo que eu não via um filme de supers tão bom quanto a WW. O interessante é que o filme reflete sobre alguns pontos cruciais na nossa sociedade atualmente, mas eu duvido que a maioria tenha sequer notado, ou pelo menos não notaram conscientemente.

O melhor filme da DC em anos !

Critica de mangina...

O email que ela mandou foi nos tempos atuais ... Meu Deus !!! Prestem atenção no filme . Teve a introdução nos tempos atuais e logo após ela relembra a historia dela ... kk Só loco !

Li que Mulher Maravilha chegou a marca dos US$ 600 milhões mundialmente

ata

Gostei muito do filme. e tenho visto gente indo duas vezes no cinema.

é, foi uma força de expressão, mas vlw

Cara, não leve tudo ao pé da letra.... Acho que ele quis dizer que foi a muito tempo antes, quase 1 século, 98 anos pra ser mais exato, e o Batman e o Superman nem sonhavam em nascer mesmo.

Vai te catarrrr cara, se poupe, como assim o Ares surgiu do nada seu juumentooo, sendo que desde o início do filme o Ares foi citadoooo, fora que o ator que faz o Ares aparece bem antes, pelo amor de Deus vamos prestar atenção nos filmes. em questão as lutas é um gosto bem pessoal, tanto faz a luta ser de dia ou de noite, que graça teria se todos lutasse de manhã...

Não foi séculos antes, foi décadas antes, durante a primeira guerra mundial.

Já falei meus argumentos, está lá embaixo na discussão, assisti no dia da estreia. Se resume ao seguinte: - Não é a heroina que conduz a história. - A emancipação da mulher guerreira vem pelas mãos de um loirão de olhos azuis. - o heroi de verdade é o personagem do chris pine. - Diana passa o filme todo como uma tonta, alienada do que está acontecendo [custava uma cena de 15 minutos com ela estudando o mundo e o que tava rolando?] - Um exemplo de heroina de aventura legal: Angelina, em Tomb Rider, com todo poder de super homem do mundo essa MM não tem 0,1% da presença e força daquela personagem. - vilões caricatos demais, tipo pink e cérebro, com risadinha e tudo. Ridículo. - personagens mal desenvolvidos e mal explicados, que aquele índio nativo faz ali? porque o escocês tinha pesadelos? roteiro muito ruim não explica as coisas. - diálogos infantis, sem inspiração, sem lucidez. - e as cenas de "ação", por favor né... tá de sacanagem. Meus argumentos vão por aí, jovem. E os seus?

o filme se passou seculos antes, era uma introdução da mulher maravilha, batman e super man nem existiam ainda

Não, o filme não é uma bosta, você que não gostou. Bosta é um termo muito chulo. Seja mais específico em ter contra argumentos.

Verba pra publicidade e babação de ovo ideológica são as únicas explicações para esse filme ser aclamado.

"The Joker" ???? Sério isso??? hahahah ... brincadeira, garoto. Gosto da Gadot e acho que a caracterização ficou ótima. Mas o filme é uma bosta.

Assisti ontem o filme. Cara...eu vi uma versão feminina do Capitão América, O primeiro vingador. Achei parecida as histórias. O filme é bom, engraçado e as lutas são bem feitas. A questão é não haver um link entre o Chefe do Steve Trevor, com o Ares. O cara surge do nada .Tem que ter uma ligação. Achei fraco também o conflito final. Muito escuro. Essas lutas À noite da DC deixa a gente perdido. tem que ser algo tipo pôr-do-sol, como transformers e vingadores. E também faltou o universo DC conectado. Só o e-mail pro Bruce Wayne, não foi o bastante. Mesmo que o filme se passando um século antes. Mas tá bom. O ingresso foi de graça.

Concordo. O filme é muito bom, mas diversas cenas de luta, que poderiam ser bem melhores, se passam de noite, com silhuetas, e fica complicado. As cenas em Temiscira eram excelentes. Poderia ter algum plot onde o Ares conduz a guerra para Temiscira, e a Diana precisa voltar para encerrar ali, com o Ares, a luta final, ao lado das Amazonas.

Só eu achei o filme superestimado demais? E antes que falem algo, eu achei que é um bom filme. Tem boas cenas, alguns bons diálogos, e o filme apresenta o que se propôs. Mas aí vem o problema: não é nada além disso. É a típica jornada de herói que eu já estou saturado de ver no cinema. E eu já estou comendo um kg de sal pra conseguir ver o Spider em seguida, porque eu quero filmes que me entreguem algo mais. Um EXTRA. Mulher Maravilha tem aquele Ares mediano, o chatão do Trevor tentando segurar a mulher o filme inteiro. O filme dá uns bons arrepios, mas não por conta da história, mas porque é a Diana na tela, a MULHER MARAVILHA, e ela é BadAss demais. O filme é maravilhoso, mas pros dias de hoje, com tantos filmes de herói, tantas boas premissas, infelizmente isso é só.

Consegui ver finalmente no fim de semana passado. É muito bom mesmo, é leve sem ser ingênuo, tem humor na hora certa, sem esculhambação, a Mulher-Maravilha não é uma humorista barata como seria se fosse de outra editora/estúdio, o vilão foi bem trabalhado (o segundo melhor da DC nessa nova fase, perdendo apenas pro Zod), a batalha final foi na medida certa, não deixou a desejar e também não foi exagerada, a ambientação e o clima de uma guerra, com destaque pras consequências sobre as vítimas inocentes e outros elementos correlatos também foram bem trabalhados, e as cenas de luta ficaram espetaculares, muito empolgantes. Enfim, foi muito bom mesmo, pra um primeiro filme solo de super-herói, que mostra a origem, que começa a trajetória da Mulher-Maravilha, foi excelente, pode-se afirmar que foi o melhor primeiro filme de super-herói já feito, por conta da história que foi muito bem trabalhada, diferente de outros cujas histórias geralmente deixam muito a desejar por ser só o 1º filme. Contudo, só discordo com a afirmação que alguns críticos e algumas pessoas fizeram de que este filme foi o melhor de super-herói do ano. Como eu disse, foi excelente como primeiro filme, mas como filme foi muito bom (bem acima da média, como diria Steve Trevor), mas não tem cara de ser o melhor do ano. Não sei dizer se foi o melhor até aqui porque este foi o único filme de super-herói que eu consegui ver no cinema este ano, mas pra este filme ser o melhor do ano, seria necessário que os outros filmes, cujas histórias estão bem mais adiantadas, bem além de um 1º filme solo de Super-herói, fossem decepcionantes, abaixo da média esperada. De qualquer forma vale muito a pena conferir este filme, gostaria de ver de novo, mas tá difícil...

HÁ TEMPOS ISSO

Mocreia-Maravilha, serio isso?

Discuta aqui no site Discuta aqui

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar. Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

blog comments powered by Disqus