O Matador
Filmes - Faroeste
O Matador (2017)
  • País: Brasil
  • Classificação: Não definido
  • Estreia: 10 de Novembro de 2017
  • Duração: indisponível

O Matador | Crítica

Filme brasileiro da Netflix capricha no visual, mas não acredita em seu protagonista

Quando teve seu primeiro trailer divulgado, O Matador gerou muita expectativa. Primeiro por ser a estreia da Netflix em filmes originais brasileiros, e segundo por ser um faroeste situado no sertão brasileiro. Uma história totalmente nossa, que tinha tudo para dar certo, mas o filme apresentado por Marcelo Galvão não alcança o esperado e o maior problema é a ausência de seu protagonista, o Cabeleira.

Acompanhamos sua história desde o começo, quando foi encontrado ainda bebê pelo matador Sete Orelhas. Apesar de ser um homem duro, Sete Orelhas adotou o garoto e resolveu criá-lo, mas um dia foi para a cidade mais próxima e não voltou. Depois de esperar por anos, Cabeleira resolve ir atrás dele e saber o que aconteceu. Com essa premissa, a relação entre Cabeleira e Sete Orelhas é o ponto crucial para conectar o público com a história, mas isso não foi bem desenvolvido.

Em uma tentativa clara de retratar o homem do sertão, o roteiro de Marcelo Galvão confunde dureza com falta de empatia e não entrega personagens com os quais conseguimos nos relacionar. A relação entre pai e filho é inexistente e isso tira o peso do abandono do garoto. O ponto de mudança da história - a saída de Cabeleira para buscar o pai - também se prejudica por essa falta de emoção e fica difícil torcer pelo sucesso da jornada.

Essa ideia central também se enfraquece quando o próprio personagem abandona essa jornada, que era a sua maior motivação, para se tornar o maior matador do lugar. Embora exista uma pequena justificativa para isso, parece que tudo não passou de uma conveniência do roteiro para colocar o personagem na cidade.

Ao longo de sua trama, O Matador mostra várias características do sertão na época: os próprios matadores, a violência contra a mulher, a compra de terras do Pernambuco por estrangeiros, etc. Tudo isso é extremamente relevante, mas dosado de forma errada e a consequência é que o próprio protagonista some do filme durante muito tempo. Seria mais interessante, por exemplo, se o próprio Cabeleira participasse e levasse o público através dessas histórias, mostrando seu desenvolvimento enquanto personagem.

Quando ele volta a ser o foco, sua relação com um novo garoto é interessante, inclusive corrigindo alguns pontos onde o filme errou no começo. Mas isso já acontece com mais de uma hora de filme e não há mais tempo para explorar o personagem de forma satisfatória. O clímax apressado quebra as expectativas e sacrifica um momento crucial, onde o filme poderia ter mostrado todo o seu potencial como um faroeste.

Sobre a parte técnica, a fotografia do nordeste é caprichada e a edição de som traz pequenos ruídos e detalhes que ajudam na imersão àquele universo. Já os efeitos visuais aparecem poucas vezes e são um demérito forte para o filme. As cenas em questão não são obrigatórias dentro da história e evidenciam um fundo verde que não precisava aparecer.

No fim, O Matador é um filme com visual caprichado, que agrada quem já foi ao nordeste ou é natural da região. Uma pena que conhecemos tão pouco de Cabeleira, um homem que parece ter feito coisas incríveis no sertão, mas ninguém viu.

Leia mais sobre O Matador

Nota do crítico (Regular) críticas de Filmes
 

clap clap clap clap Gostei muito também! Filmes bons têm suas falhas, mas é certo que O Matador pode ter outras vertentes com o que foi apresentado. Novas produções podem surgir a partir desse filme.

Acho que o "macaco" devia ser inserido como uma historia paralela ao do cabeleira, desde o inicio do filme para dpois se cruzar mais para o fim, pq no seu segundo ato o filme fica cansativo, e confuso com tanto personagem paralelo, para dpois voltar ao cabeleira, e o que foi aquele lapso de tempo que do nada ja se passaram uns 10 anos quando o filho dele aparece mas mesmo assim o filme é bom, que venham mais filmes assim

Tá certo que gosto todo mundo tem o seu, mas esses críticos brazucas seguem a cartilha ou o critico mor de referencia e sai destilando bobagens !!! Se O Matador fosse dirigido pelo Tarantino os mesmos diriam que é uma trama complexa bem construída e estaria babando 5 ovos !!! Na minha opinião esse filme é muito bom !!!

O filme faz um releitura ainda focada no conflito de posses de terras, de poder político, o preconceito contra a mulher, e a ação dos jagunços na região. a empatia falhou no filme, personagem cabeleira tem um sofrimento do abandono e a rudeza do árido sertão em sua trajetória.

Não é baseado mas o protagonista lê esse livro no filme por isso se auto entitula de Cabeleira

Gostei da crítica, eu percebi esses defeitos citados enquanto assistia o filme mas acho que a sensação de ter um filme nacional com aquela qualidade de fotografia foi mais forte, gostaria de ter tido mais o Cabeleira como um protagonista que carrega o filme.

O filme até que se saiu melhor do que imaginei quando vi o trailer. Em muitos momentos do filme eu realmente acreditei na veracidade daquela história. Os atores estavam bem, sou pernambucano e sei como é esquisito ver atores tentando falar com nosso sotaque e nesse filme no geral foram acima da média. Não chega a ser um Abril Despedaçado mas foi um bom filme!

não é apenas impressão. Eles realmente tem o formato globo de atuar. Mesmo o Santoro, ainda hoje qdo faz algum filme ou seriado la fora, carrega o mesmo comportamento de qdo atuava na globo e por isso vem levando um banho de qq ator gringo.

Esse povo do omelete deve beber água com o mindinho levantado...

O filme ficou extremamente confuso com essa questão do macaco, fazendo parecer por um período desnecessariamente longo do filme que ele se revelaria o verdadeiro herói da estória, pra depois voltar pro cabeleira, pra depois não mostrar nada e da maneira mais anti-climática possível. Um trailer muito bom, uma premissa interessante (um personagem do faroeste americano inserido no serão do cangaço? muito bom!), mas execução confusa e sem personalidade.

Eu gostei muito, mas muito mesmo fazia muito tempo que não via uma produção brasileira tão boa, parabéns a todos gostei muito final melhor ainda sem frescura perfeito

Sempre achei um porre ver no cinema, os atores que aparecem na telinha. Sempre dá a impressão de mini-série da Globo.

São muito ruins. Só isso.

Então tu queria mais um filme clichê de vingança e esse é ruim por ser diferente dos filmes americanos? Conte-me mais sobre

De onde vocês tiraram que um filme com tantos defeitos vai nos agradar, só porque retrata nossa região? Ainda mais quando vocês mesmo apontam problemas na forma como é retratado. Eu, hein...

Nao entendo esse preconceito contra atores globais

Eu não concordo com a critica e gostei bastante do filme, pra mim é 4 ovos. Fotografia e ambientação perfeitas, filme sem frescuras.

É baseado no livro "O cabeleira", de Franklin Távora??? Pq nenhuma crítica fala que é uma adaptação de um clássico considerado como o primeiro romance do cangaço???

O filme tinha tudo para dar certo, não deu. Ao menos para mim, não consegui criar empatia com o protagonista. Achei que o filme possui muitas cenas desnecessárias (como, por exemplo, tudo que envolveu o "Quatro olhos". Achei a ausência de Cabeleira de boa parte do filme algo mal pensado, e, particularmente, me simpatizei mais com o"Macaco" que busca vingar sua mulher e filho do que com o protagonista. Po, uma pena, pois acho a premissa (Bang Bang no sertão, na época do cangaço), excelente. Com um bom diretor e roteiro, além de orçamento adequado, daria para fazer um filme fantástico com este conceito.

Só porque o filme não seguiu o padrão da jornada do herói ele recebe 2 ovos? Desapeguem-se do usual, saia dessa bolha imposta pelos filmes norte-americanos. Eu dou 4 ovos fácil para esse filme. Até que enfim um filme sem atores globais

Na boa, eu daria 4 ovos. Nota 9. Bem produzido, texto bacana, bons atores (não globais, graças a deus) e boa história.

Realmente. Ele é creditado em Terra Selvagem?

Netflix tá lançando bons filmes esse ano, mas não são mais que isso. Tem que ter outro como Beasts of No Nation.

Vi Gerald's Game ontem, surpreendentemente bom, recomendo muito.

Filmaço!!!!!!!!!!!! bons personagens, trama bem construída e bem contada, com boas viradas e quebra de expectativa. Tem começo, meio e fim diferente de muito filme nacional fraco q acha q vai levar Oscar.

Não vai pq os produtores conseguiram pegar o filme de volta. E o Renner ta sendo cotado pra coadjuvante.

Está salvo na minha lista. Vou assistir assim que puder.

O Oscar vai boicotar o filme por causa do Harvey Wenstein.

Concordo @disqus_7gaWISOlHw:disqus ! filmes que não seguem Syd Field a risca, para críticos em geral não presta.. veja a critica de outros sites "brazucas" e compare com as "gringas" e os reviews são quase que opostos!!

Putz... Mas esse matador é bem ruim mesmo.... Gimme a break!!!

Para variar, crítica do omelete não serve de parâmetros para bom filme.

Eu gostei bastante do filme. Não era o que eu esperava, mas o que eu vi não me decepcionou.

Não vi nenhum "efeito ruim", com coisas que "claramente são fundo verde". Pra mim, os efeitos estavam muito bons, isso sim.

Sinto falta da crítica do baita filme. Terra Selvagem.

Estranho. Até hoje espero. Ahaha Não entendi o motivo. Um filme tão bom quanto esse, merecia mais destaque. Talvez, quem sabe, caso o filme seja indicado ao Oscar, eles resolvam falar algo.

eles acham que no nordeste deve ter tempestade de areia

Sobre a Parte Tecnica e Visual: Acho que vcs nunca foram ao Nordeste!

sugestão anotada pra ver de noite.

Quer um filme bom da netflix? Wheelman...uma mistura de locke com drive

Fui ver o filme pensando que era um Bang Bang à italiana e quebrei a cara. Se tivessem se focado no cabeleira e criado uma história de vingança onde ele vai e enfrenta, os matadores, os cangaceiros e no final um duelo com O Gringo deixando uma ponta com aquele Militar sangue no zolho prometendo matar o cabeira, porra já teria história até para um segundo filme, mas não, como sempre os diretores brasileiros são medíocres. E olha que aqui nem tem grande estúdios para meter o betelho para usar como justificativa

Nem teve critica de Terra Selvagem. Baita filme.

E quem está disposto a escrever sobre essa bomba?

um dia vão deixar a camila ver um filme decente

nem precisa perder tempo com essa merd@!

legal, mas com cenas desnecessárias, não precisa daquela trama da mulher, tinha que ser só ele e o Tenente lá, muita história pra pouco filme.

achei o filme curto, talvez se tivesse mais tempo e um poco de tempo para desenvolver relacionamentos, seria um filme melhor, mas é bom pra se ver. despretenciosamente.

Essa tá fácil, foi uma b*sta, 0 ovos... kkkkk..

Cadê a crítica da temp. de Inumanos?

Discuta aqui no site Discuta aqui

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar. Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

blog comments powered by Disqus