Okja
Filmes - Fantasia
Okja (2017)
(Okja)
  • País: EUA, Coréia do Sul
  • Classificação: Não definido
  • Estreia: 29 de Junho de 2017
  • Duração: 1h58 min.

Okja | Crítica

Bong Joon-ho vai de Disney a Ghibli e une o mundo em torno de sua fábula satírica

Okja é o passo definitivo do cineasta sul-coreano Bong Joon-ho na direção de um cinema multinacional que atende os chamados quatro quadrantes do público: mulheres e homens, adultos e crianças. O fato de ser um filme produzido para streaming pela Netflix - embora Bong mostre na tela que Okja tem escopo e vocação para a tela grande - só confirma essa intenção de chegar a um público mais amplo possível.

Bong basicamente une Ocidente e Oriente ao referenciar Disney (o porco gigante geneticamente modificado tem as orelhas grandes e os olhos pequenos de Dumbo, e passa por altos e baixos emocionais que também evocam a animação clássica) e Hayao Miyazaki (em entrevistas a atriz Tilda Swinton conta que ela e Bong são fãs de Totoro, e mesmo as irmãs gêmeas que ela interpreta no filme são como uma releitura das irmãs de A Viagem de Chihiro), unidos por sua matriz fabular. Seu filme parte de uma premissa simples que não parece envenhecer: uma criança e seu bicho de estimação têm entre si a relação mais pura que pode haver num mundo onde deixar a infância significa perder a inocência. "Tirando ela e Okja todos os outros personagens são estúpidos", brinca Bong.

O que torna Okja interessante dentro da cinematografia do coreano é que, mesmo em busca desse discurso universalizante, Bong não lima as arestas que fazem seu cinema tão particular, principalmente em relação à variação de tons e gêneros. A modulação arriscada entre o humor e a violência - cujo ápice ele atingiu cedo na carreira, já em Memórias de um Assassino - volta em Okja sem se diluir demais. Nessa oscilação entre a caricatura e a gravidade (quando os ecoterroristas de Okja apanham da polícia, por exemplo, a câmera lenta tem ao mesmo tempo um efeito lúdico e agravante), ele encontra um meio termo que aos poucos se expande, e é por onde sua visão de mundo transita.

Assim como em O Expresso do Amanhã, o filme anterior de Bong e o primeiro falado em inglês, esse meio termo inequivocamente toma a forma da sátira. A sátira é o meio de expressão mais caro a Bong, para dar conta de todos os absurdos que ele vê na relação entre capitalismo e geopolítica hoje, embora o discurso ambientalista-anarquista de Okja já pudesse ser sentido há anos desde O Hospedeiro, o blockbuster de monstro sul-coreano que colocou Bong em evidência mundial.

Em certo momento de Okja, o líder dos anarquistas vivido por Paul Dano, num acesso de fúria, diz aos seus companheiros globalizados que "tradução é sagrado", e ao combinar uma variedade de registros e discursos fica claro que Bong Joon-ho está atrás de um esperanto próprio, um idioma capaz de resumir o desmanche e a fluidez de valores que presenciamos no mundo, capaz de capturar tanto a caricatura mais grotesca do homem quanto o gesto mais discreto de empatia.

Nota do crítico (Ótimo) críticas de Filmes
 

Esse filme realmente fala sobre o capitalismo, porém fala sobre como os animais que estão em seus pratos são tratados antes da morte. O ser humano é cruel, não respeita a vida alheia, e a maioria das vezes não compreende que os animais tem sentimentos também. Sim, devemos consumir carne, porém os animais devem ser tratados com respeito antes da morte. Pelo menos terem uma vida boa antes.

Então assista a Túmulo de Vaga-lumes do estúdio Ghibli. (http://www.imdb.com/title/tt0095327/?ref_=nv_sr_1) Fica a dica. Inté.

O melhor filme que eu já vi na minha vida. Me fez chorar como um bebê e pensar em coisas que eu nunca havia pensado antes. Eu vi coisas horríveis nesse filme, coisas que pessoas fazem, sem nem pensar duas vezes, com os animais. Eu acho que num mundo justo isso não deveria existir, esse desapego pela vida animal. Os maus tratos que os porcos sofriam, tratados de forma tão bárbara me fez pensar no quanto nós estamos indo longe por causa de dinheiro, o quanto esses animais sofrem nas nossas mãos, sem poderem fazer nada contra isso. Eu não desejo menos do que a morte para pessoas de pensameto tão obscuro, capazes de tamanha crueldade.

Eu também

Era para ser uma crítica do filme ou uma matéria sobre a carreira do Bong Joon-ho? Em tempo: o filme é ótimo!

Filme razoável. Para mim, a mensagem principal vem do amor entre Okja e "Mija", amor simples de quem dedica tanto tempo na criação de seu "pet". Nós criamos animais para o consumo e para a nossa vida como companheiros. Talvez a discussão deve ser na direção de uma criação para consumo, da forma mais digna possível. O filme vale para reflexão e entretenimento.

O cara acha q nao é assim nos celeiros de animais. Q caralho sabe, vc parece q esqueceu q nem tudo é propaganda esquerda ou direita. Se vc se sentiu tocado ou encomodado com a peça, pensa, pq? A culpa é desse filme q quer q eu me sinta culpado de comer carne ou ele mostra uma realidade que me encomoda?

Nunca chorei tanto assistindo um filme.

não exagera. O animal do filme, criado em laboratorio, fruto de experiências, era inteligente. A indústria não analisou isso. Talvez até soubessem, mas grana era grana. Vc ta dando tanto hate na história que está tão chato quanto ativista vegano

Eu pensei nisso tbm, Gustavo. Era uma espécie inteligente. Ficou subtendido até qd a Okja bolou o plano pra salvar a Mikha no inicio do filme. Aquele lance da corda etc

eu gritei: O GLENN OIA

Eu sentiiiiii!!!!

Acho engraçado e um tanto quanto peculiar a recusa de algumas pessoas em compreender princípios tão explícitos em uma fábula como essa, ainda mais tendo um diretor que possui um trabalho voltado para tais princípios. O filme é anticapitalista e não um filme pró vegetarianismo ou veganismo. A protagonista e seu avô comem peixe, galinhas, etc. o problema está na indústria, na relação com o alimento, não em uma dieta específica. Acho igualmente deplorável usuários desmerecendo a fabulação sobre a inteligência dos animais (ignorando não só a referência ao trabalho de Miyazaki como a milhares de pesquisas feitas sobre comportamento animal que demonstram não apenas uma "esperteza" rasa, mas a complexidade das relações que os mesmos estabelecem entre si e com os seres que convivem). O que mais admiro nesses dois trabalhos de Bong Joon-Ho sobre o ocidente é colocar os ocidentais no lugar que merecem, como idiotas alienados por sua autoimagem de competência e prepotência sobre o mundo... Snowpiercer é uma história da humanidade reduzida - o trem do progresso e a luta de classes é uma história ocidental, os mesmos que através da geoengenharia acreditavam estar "salvando" o planeta do aquecimento global causado por suas formas de produção. Proletários querem tomar o trem (ou os meios de produção), burgueses na ponta mantém um modo de vida sustentado na miséria (mas é do modelo burgues que os proletários querem se valer ao serem eles os comandantes do trem). No meio disso tudo existem dois coreanos, e é neles que devemos ater nossas atenções. Eles não querem tomar o trem, mas sim sair dele. Assim como em Okja, a protagonista quer apenas voltar com sua amiga para casa e deixar os problemas criados pelos ocidentais com eles mesmos. Só ela e seu companheiro não parecem de alguma forma patéticos durante o filme. Espero por mais filmes de Bong Joon-Ho, um diretor que sabe falar de ambientalismo e anticapitalismo de uma forma única que não se restringe a públicos seletos - precisamos de filmes como Okja!

O que os veganos/vegetarianos de fizeram? Não aceita que alguém tenha uma opnião ou estilo de vida diferente do teu?? Quer continuar comendo tua carne, come a vontade.... Mas para de encher o saco. Tenho certeza de que tua saúde deve estar ótima né, e se isso te faz bem, continue assim. Já foi comprovado que uma alimentação vegetariana é muito benefica a saude, e alem disso estamos ajudando a diminuir a exploração animal. E se somos chatos, é pq muitas pessoas como tu são piores ainda, e alem de chatas são cruéis, gostam de falar coisa do tipo: "Olhei o filme enquanto como bacon". E não conseguem entender o quanto isso dói em quem defende os animais.

Cara, como tu é chato. Tu só ta aqui pra contrariar os vegetarianos. Se ao menos tentasse entender que os vegetarianos só querem causar o bem. Pq tanta revolta nesse coração?? O

O que esta acontecendo com a humanidade? Pq as pessoas aqui nos comentários estão tão revoltadas com o filme? Só pq ele mostra a realidade? Por favor... o planeta terra não é só ser humano, tem MUITOS OUTROS seres vivos nesse planeta. Pq tanta arrogância? Não conseguem ter o minimo de compaixão com outro ser? Pq tanta revolta com veganos? Só pq eles conseguem enxergar o mundo diferente de vcs? ENTENDAM UMA COISA: A pessoa que para de comer carne, faz isso por amor, por compaixão, por querer tornar o mundo um lugar melhor!! Pensem mais alem do prato de vcs, pensem que tem uma vida por trás daquele bife. Sejam menos egoístas, e procurem amar mais outras vidas alem da sua, pesquise, leia, assista documentários para se informar mais sobre a influencia da carne na destruição do planeta. E depois disso, nunca mais falaram que é bacon é vida.

O filme é divertido e despretencioso. Não é uma peça de propaganda vegana.

pretenção divina... quando na verdade estamos muito longe disso. Somo mais um tipo de bicho, e a maioria de nós nem pensa, só copia. Vide "planeta dos macacos" , o livro, não o filme.

Eu adoro carne, e vou continuar comendo, e se for proibido viro terrorista e mato até a vovozinha (e como também). Agora, é fato que antigamente se comia MUITO menos carne. Que a dieta baseada em carne foi um período do caçador-coletor de transição de espécie secundária, passando a espécie dominante, e por fim a transição para a civilização com o cultivo dos alimentos nos quatro grandes vales férteis do mundo (rio amarelo, gangis, nilo e triangulo fértil do tigres-eufrates). Só que naquela época o cara caçava né. Esse é um hábito que está se perdendo mas eu tenho por mim que é o futuro do consumo de carne. Tu caça, tu pesca e tu come. A carne não é algo que se deva vender em mercados. Não era assim até uns duzentos anos atrás. Acho que a reação vegana é exagerada, e que no caminho do meio seria o certo. Mas enquanto isso, vamos comprando friboi... ou não.

ai... estragou o filme, foi? q coisa... eu não sabia q o diretor, equipe e elenco estavam fazendo o filme pra te agradar (e muitos outros críticos q simplesmente não entendem q filmes não são feitos para agradá-los). cinema, pelo q se consta, ainda está no terreno da arte. é claro q arte e entretenimento podem se confundir e se beneficiar, mas o aspecto artístico ainda está todo lá. cara, qdo um diretor resolver fazer um filme, ele não faz pra agradar ninguém... ele faz, pq quer contar uma história. se essa história é bem ou mal contada, aí é outra história e geralmente um crítico consegue explorar esses aspectos dentro da filmografia q ele domina e apresentar brechas, soluções ruins e acertos... mas pra fazer isso é preciso ter referências. muitas referências. sem falar q hj, dadas as múltiplas referências q diretor e plateia têm, é preciso enxergar a intertextualidade de tudo isso. o fato da netflix ter dado carta branca ao diretor, coisa rara na indústria do cinema, passou batido e isso permitiu q ele, dentro dos limites dele, contasse uma história bem provável de acontecer. com exceção do animal fantasioso, todos os aspectos estão presentes hj. o problema é: vc é péssima audiência. de quinta categoria... não tem condições de apreciar o filme e ver os problemas q ele põe na mesa. se ele é tendencioso ou não, dane-se. uma pessoa minimamente capaz tem condições de lidar com isso. o problema é q a audiência anda tão medíocre, q o q vem pra fomentar debate serve apenas de esteio pra uma série de sortilégios... sem falar no basbaque ênfase juvenil da maioria das considerações e análises. é osso ser cineasta hj em dia. e como vc é um carnista convicto, de ossos vc e cadáveres vc entende... quer dizer, acho q entende, pq, pelo q consta, mastigar e digerir não requer muita inteligência. felizmente essa sua condição tem solução, amigo. livros e cultura te ajudam a sair dessa. já me ajudaram um dia. era um panaca, talvez mais q vc qdo tinha uns 20 anos. boa sorte. https://flic.kr/p/WhDKHw

olha aí: vc defende um hábito alimentar, q é fruto de uma escolha e não de uma necessidade, e ninguém pode se opor a isso. q feio, jovem. tenha mais maturidade. isso vai te ajudar na vida, com certeza.

ai, não pode falar nada pro jovem sensível. nossa... q geração incrível essa.

enche o saco a indiferença com os animais... o egoísmo generalizado... a celebração da estupidez... e o predomínio do obscurantismo. isso realmente enche o saco. agora uma pessoa defender suas convicções... ah, isso não. pq é com isso q se faz, entre outras coisas, uma sociedade melhor. mas vcs são uns bunda-moles. mimadinhos e filhos da mamãe. não pode falar nada, absolutamente nada, q questione o modo de vida egoísta de vcs, q já começa a choradeira. façam um favor a si mesmos: cresçam.

opinião não é argumento, jovem. busque informação, traga as referências e podemos começar um debate. agora, vir com falácias e bobagens... aí não. isso é perda de tempo. pra um ser iluminado e para um ser sem luz - seja lá o q isso signifique.

"O menino do pijama listrado" não te diz nada, provavelmente...

Fiquei com vontade de experimentar a carne desse bicho.

Hoje em dia é mais pelo prazer sim, poisa ciencia ja mostrou que é possivel adquirir todos os nutrientes e proteinas através de outros alimentos, leguminosas etc. Não é questão de culpa, me sinto mal pelos milhares de animais encarcerados por toda a vida e assassinados ao final dela (acho que todo ser vivo tem direito a uma vida), pretendo em um futuro breve abandonar a carne, mas é um processo lento.

Tanto é que a menininha do filme come peixe e menciona que adora ensopado de frango...

Pregam os ensinamentos da religião, mas só praticam aqueles que lhes convêm. Pregam o amor aos animais, mas só protegem aqueles que lhes convêm. Pregam a preservação dos recursos naturais, mas só preservam aqueles que lhes convêm. A hipocrisia humana escrota, só isso!

pode ser... e mesmo q seja, vc notou q a coisa ali é equilibrada, né? não tem a ver com criar peixes pra mandar pra prateleira pra gente como vc q se acha top ir comer uma parte e jogar o resto fora, pq não te agrada isso ou aquilo. teu lance é o master chef, jovem, e não cinema.

é justamente o contrário... se me sinto uma pessoa melhor isso tem a ver com o ingresso no mundo dos adultos, jovem. não sei se vc passou por esse processo ainda. um dia vai - talvez. o ser humano q vc diz não ter maturidade talvez só exista na sua cabeça. não diga o q é a humanidade é. vc não conhece todos os humanos pra der uma ideia geral deles. e mesmo se tivesse, o q vc conseguiria com isso? o máximo q vc conseguiria algumas pessoas já conseguiram: q é identificar o nosso lado animal. este sim negado até não poder mais.

poderíamos deixá-los vivos, por que não? e se eles existem aos montes, isso não é natural. tem a ver com a exploração, tem a ver com o fato deles serem reproduzidos para o consumo. deixá-los vivos é um ato de generosidade q podemos ter. agora, vc ignora e aprova e ignora o fato deles serem criados para o consumo. e ignora tb o impacto brutal q isso tem no meio ambiente.

ótimo!

qual a indicação classificativa de 'okja'!? e qual a classificação indicativa de 'black fish'? e qual o problema dos documentaristas explorarem um caso? então tá... assista 'the cove'. já q vc tá preocupado com quantidade. tem outros documentários interessantes q podem te dar a boa e exata medida do descalabro q é a indústria da carne... o fato de terem fantasiado com um animal q não existe não tira de cena a questão principal: q a indústria existe por uma opção nossa. todos esses elementos estão lá. e graças à carta branca q a netflix deu ao diretor, ele pode explorar tudo q quis.

se vc fizesse isso tem gente q até chamaria de homem... mas como vc prefere q a mamãe faça a sua lancheira, acredito eu q possa ter conquistado o direito de lhe tratar por idiota, apenas... mas vc quem sabe. já disse: idiotice tem cura.

então vc não se acha um animal!? nossa, cara. então vc não deve ter instinto. deve ser ou abstração pura ou supra sumo do racionalismo. vc deve ser aquilo q o iluminismo sempre idealizou, mas q nunca existiu. fico feliz por vc. deve ser um tipo de existência única. vc, diferente dos mamíferos, então, não tem medo da morte, não tem alegrias, não tem fome, não protege seus filhos ou pais etc. incrível, jovem. és um exemplar único no cosmos!

esqueci de dizer: tem um documentário, q eu não sei se vc já viu (presumo q não) q mostra o tratamento dispensando aos funcionários dessa indústria assassina. procura. tem no youtube. passou na globonews até. veja o sofrimento dos trabalhadores dessa indústria. mas tô falando dos trabalhadores mesmo e não do pessoal do marketing q fica no ar condicionado e só trabalha com animações e nem desconfia como os animais vão parar em seus pratos...

ah, não é uma indústria assassina!? q coisa... então qdo tem um bife no teu prato vc acredita mesmo estar diante de qualquer coisa, mas menos de diante do pedaço de um cadáver? sério mesmo?

como eu desconfio q vc não trabalhe em um abatedouro, deve ser tudo bem engraçado pra vc, né? mas vc sabe q o riso basbaque diante de uma atrocidade tb pode ser uma espécie de espasmo ante o incompreendido? em suma, talvez vc ria por ser um idiota apenas. e deixo claro: nada contra os idiotas, afinal, idiotice tem cura.

se vc é onívoro pode comer até o cabo do seu carregador do celular e deixar os bichos em paz.

desculpe, jovem... não sabia q esse era um ambiente em q apenas coisas q te agradem devessem ser ditas. vou me esforçar mais na próxima vez, asseguro.

já estava meio desconfiado q vc tava todo cagado, dada a bebedeira... qto ao orifício alargado, vc sabe como é, né? esse tipo de xingamento diz mais sobre quem profere do q qualquer outra coisa...

Somos onívoros, comer carne é uma opção. "Fala isso pras crianças que morreram de inanição pois seus pais os forçaram a viver uma dieta vegana em uma idade onde uma criana precisa muito de seus nutrientes" Fanfic não é argumento.

ZZZZzzzzzZZZZZZ Verdades, os veganos possuem um articulado plano de dominação mundial.

Realmente, cada um tem sua consciência, o fato da pessoa achar errado comer carne é uma opção dela, eu não acho e não fico pregando que um é correto e o outro não.

Estou cag@ndo e andando pro que vc acha seu arr0mbaado.

vai a merd@.

ele não foi verossimil pq exagerou, um abatedouro não é auchewitz

comer carne não é opção, não somos vegetarianos...e não somos carnivoros... essa falácia de substituir TODOS os nutrientes animais por vegetais é a ladainha que repetem a anos e todo nutricionista no 1o da facultada já sabe que é mentira. Fala isso pras crianças que morreram de inanição pois seus pais os forçaram a viver uma dieta vegana em uma idade onde uma criana precisa muito de seus nutrientes

bom..o filme conseguiu o seu objetivo, transformar os que já eram chatos em chatíssimos, agora vão exigir que passem isso em escolas, etc... É pregação sim, já tá virando religião

pq só faltava isso para caracterizar a vilâ, ela sendo louca

Eu sou ateu.

"pregação incessante" kkkkkkkkkkk "Tem atrocidade nenhuma não" Aparentemente alguém está mal informado... "os animais precisam ser mortos.." ?????????????? Precisam para seu prazer? "NA média a industria da alimentação funciona direitinho, bem regulada, bem inspecionada, etc.." Funciona direitinho promovendo um holocausto, muito lindo...

"não somos vegetarianos..." E onde disse que somos? Que interpretação de texto precária a sua, o que eu disse foi: "Na realidade somos ONÍVOROS, se comemos carne é por opção". Aliás, um individuo saudável consegue substituir todos os nutrientes de carne por vegetais, a exceção é determinadas pessoas que possuem algum tipo de anomalia/deficiência alimentar, mas para essas é possível o complemento com nutrientes sintéticos.

olha o outro colocando sua mitologia acima das outras...

continuem, continuem....cada um desrespeitando a religião do outro

sim, igual as duas crianças que morreram de inanição pq os pais tentaram criar bebÊs dentro da crença vegana..sim é uma CRENÇA

mas são naturais

chocolate é totamente animal.... Não me lembro de onde vem a batata-frita...é parente do Bacon?? E óleo de soja, vem da baleia? Para de tentar argumentar...só tá piorando,.

atingimos o ponto onde não precisamos? Falou o evoluido em sua forma final...QUEM É VOCÊ pra tentar dizer se já evoluímos ou não?

pescou sim, aquele era o método de pesca dela...na boa, nem isso você conseguiu enxergar

parar de comer carne só vai acelerar o emburrecimento que essa geração está sofrendo

PQP..chato bagarai Claro que tem...pq se não fosse a industria eles não existiriam (não nessa quantidade)

o filme já bate pesado demais, e voce queria um documentário cheio de pintinho sendo jogado em triturador, etc..

é nutricional sim, não temos papo, dois estomagos, etc... e nem temos um sistema digestivo proprio para digerir somente vegetais Somos ONÍVOROS, necessitamos sim de elementos de ambos os reinos

não é por opção, não somos vegetarianos... necessitamos de nutrientes tantos de vegetais como de animais...

achou um fiel em potencial, investe, investe, manda em pvt...salve mais uma vida, traga ele para a luz

caraca, isso é o que mais me espanta, as pessoas não saberem da realidade...esse pessoal nunca cozinhou, nunca pescou, nunca comprou um frango vivo e pediu para abater e levar o sangue pra casa e fazer uma galinha cabidela ...diliça... Enfim...como assim não saber o que acontece? Sei lá, mas tem gente assim, anda de carro e não tem a minima noção de como um motor funciona...to falando minima noção...

esse é o problema "incitadas a refletir", refletir o que? reflita você o quanto vocÊ é incomodo com essa pregação incessante Tem atrocidade nenhuma não, os animais precisam ser mortos..não adianta dourar a pílula...e não fiquem pegando exemplos de maus tratos, não é interessante ter um animal maltratado, todo stress, toda doença que ele tem reflete na qualidade do produto...até na hora do abate tenta-se diminuir o medo e o stress pq afeta a qualidade também... NA média a industria da alimentação funciona direitinho, bem regulada, bem inspecionada, etc..

mas o mais importante é virar vegetariano e não ficar pregando isso...

orra..ele não tem que negar nada não, está lá, o filme é um panfleto 100% do tempo

exato, tentam forçar um sentimento de culpa, que é o argumento inútil e infantil usado por todo pregador da causa veg...pois nós "pobres" carnívoros assassinos temos que nos "iluminar" e chegar ao "nirvana" e assim sermos pessoas "melhores"...puta papinho chato esse

pronto..falou o que estava engasgado né? Não é uma industria assassina, é só uma indstria que alimenta a todos inclusive os milhoes de pessoas que trabalham nela e dela tiram seu provento

kkkkk verdade seria mais interessante assim.

não é puro prazer...aí é onde o povo se engana, não comemos só pelo puro prazer, até concordo que comemos carne além do necessário e muita gente não tem a alimentação balanceada como deveria...mas tirando o prazer ainda sobra a necessidade e ainda a nossa propria natureza, somos onívoros, não se deve sentir culpa pelo que somos

como assim só de uns e não de outros... como indiscriminadamente todo e qualquer animal vivo que dê para ser comestível...e se o gosto for bom.ehehe

nada que eu veja ou aprenda irá me fazer parar de comer carne...bando de imaturos que descobrem da onde vem a carne ficam chocados...

meu Zeus, quer dizer que temos que voltar a ser nomades...e caçar nosso alimento??? Que deselegante, imagina passar a manhã na empresa e no almoço sair pra caçar uns coelhos, colher umas frutas.... Na boa, vc tem alguma noção de como o mundo Real funciona?

bingo..não sabia dessa informação sobre o abatedouro...vlw...mas realmente essa cena vai contra toda a dinâmica do filme...é quase como uma realidade a parte...e pra mim estraga o filme como um todo...mas serve pra os abraçadores de árvores se emocionarem

Gostei da comparação, mas são fatos completamente distintos e opostos...o Black Fish mostra o que aconteceu com 1 animal, que teve toda sua trajetória de vida alterada para algo que não necessitamos primordialmente (entretenimento), agora temos um animal fictício, forçado sendo torturado, estuprado, e com consciencia disso tudo...para ser simplemsente gostoso (no filme nem se fala na função de nos alimentar, somente para petiscos...e frisando que tem que ser gostoso).. Concordo que comer por prazer e nos divertir são algos parecidos...mas já que somos obrigados a nos alimentar pq não nos alimentar bem... E a indústria de carnes como um todo não é o que se viu no filme...

kkkkkkk.....de lá para cá xeu ver...comi carne ....todos os dias...então...continuo comendo carne, pricipalmente pq o filme exagerou tanto que fugiu da realidade

obviamente esse filme é feito para um publico especifico...

eu achei os vilões clichês demais...até achei que em algum momento não existiria a tal irmão e sim que eram a mesma pessoa

pra mim me associou mais ao totoro

nossa...parece até que vi filmes diferentes, é um filme raso, feito pra sessão da tarde como a infindável coleção de filmes sobre mascotes que americano adora fazer...mas com doutrinação vegetariana no mesmo..onde toda a industria é maligna, os americanos são uns idiotas comedores de carnes e os vilões são mais rasos que posa em asfalto liso

assim como qualquer outro animal procriador...pega-se uma fêmea no Cio e o animal vai lá e cruza...não há estupro quando não há consciencia..já que se a fêmea está no Cio, ela "quer" reproduzir

Mas a Okja falou não? No means No

Sim, fora toda a sequencia da cópula mostrada como se fosse um estupro...forçada de barra troll nivel master 2

eles atr4ibuiram uma inteligencia exagerada aos super porcos, até para estimular uma identificação, uma empatia maior...a sequencia do filhote na cerca foi uma forçada master de barra, identica a já vistas em campos de concentração...é uma visão simplista demais do que acontece...a iluminação (ou a falta) dão um clima exageradamente sombriou a esse "mockmentary"

perfeito o comentário incial e sua resposta, essa pregação enche o saco

essa é a postura que falei...se sente o iluminado, se temos uma opinião contrária..é pq não "temos clareza"...estamos no lado negro da força... Dark Side forever...e em homenagem a isso..picanha no almoço

intelectual nunca mesmo...mas pagam de seres iluminados, superiores, que ascenderam

livros podem induzir a uma alienação sim...doutrinação inclusive, pois esses livros são tendenciosos, e nunca tem uma visão objetiva , são verdadeiras biblias disseminando uma visão religiosa

pensa nisso, se todos virassem vegetarianos...a primeira coisa que acontecerá é o abate imediato de centenas de animais, que foram criados só para o abate e só existem devido a isso..

acho muito interessante como todo discurso começa com "entende melhor a questão", "se informar melhor" etc...e a informação principal é...comemos carne, o bife que está no mercado veio de um animal vivo e parece que o ser humano está perdendo a maturidade de entender isso "Me sentir melhor como pessoa"....soa até infantil esse tipo de discurso, ao tentar impor um sentimento de culpa aos que não lutam contra a natureza ....pois somos o que somos...onívoros

Pra mim esse filme é so uma peça de propaganda anti-carnivorismo recheado de clichês, a comparação feita com um campo de concentração nazista mostra o quanto passou do ponto...por se tratar de um filme supostamente infantil ele tem um tom sombrio demais

ainda bem q, nessa sua idade, vc descobriu q boi não nasce em árvores (mesmo entre aspas)...

começo a duvidar q vc tenha visto o filme...

isso tb se confunde com preguiça mental. mas cada um sabe de si.

alienar indicando livros e reflexão pra pessoa pensar por si mesma? cara, vcs não sabem nem o significado das palavras q usam. busquem orientação... um dicionário pode ser um bom começo.

Discuta aqui no site Discuta aqui

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar. Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

blog comments powered by Disqus