Filmes - Ação, Ficção Científica
Resident Evil: O Hóspede Maldito (2002)
(Resident Evil)
  • País: Alemanha, EUA, Inglaterra
  • Classificação: 16 anos
  • Estreia: None
  • Duração: 100 min.
  • Direção:
  • Roteiro:
  • Elenco:

Resident Evil | Crítica

Os filmes baseados em videogame já provaram ser um bom negócio.

Depois do sucesso de Lara Croft: Tomb raider, que custou 80 milhões de dólares e obteve 131 milhões apenas nas bilheterias dos Estados Unidos, nada mais lógico que outra adaptação de um game de sucesso ganhasse as telonas. Resident Evil - O Hóspede Maldito (Resident Evil, 2002) pode não ter atingido o mesmo sucesso (o filme custou 33 milhões e fez 40 só na terra do Tio Sam) que Lara, mas, pelo menos, consegue ser mais fiel ao espírito da franquia do que foi a curvilínea heroína da Eidos.

Não espere, entretanto, uma adaptação literal do primeiro jogo Resident Evil, lançado em 1996 para o Playstation. O filme não utiliza nenhuma das personagens da série de videogames, nem segue a mesma história. Porém, reúne com mestria todos os elementos presentes nos jogos, tais como a Corporação Umbrella, os zumbis, o laboratório secreto onde é estudado o vírus T, o monstro mutante chefão e os sustos. Principalmente os sustos.

Dirigido por Paul Anderson, que já provou que videogames e terror são sua praia (ele dirigiu Mortal Kombat - 1995 - e Enigma do Horizonte - 1997), o filme é bastante competente nos quesitos ação e suspense. Em momento algum, o diretor perde a atenção da audiência ou a deixa descansar. Mérito também da ótima (e altíssima) trilha sonora eletrônica, composta por Marco Beltrami (Blade II) e o controverso músico Marilyn Manson.

Comendo carne humana

Quilômetros abaixo da cidade Raccon, a Corporação Umbrella, um dos maiores grupos empresariais do mundo, mantém uma gigantesca instalação secreta na qual realiza experiência perigosas - e ilegais - visando o desenvolvimento de armas biológicas. Quando uma falha no sistema libera o terrível vírus T no ar, todos os empregados do laboratório sucumbem à letal substância, que também coloca a cidade acima em risco iminente de contaminação.

Cabe a uma equipe de seguranças de elite da Corporação, auxiliados por dois misteriosos sobreviventes, chegar ao centro do complexo para desativar o computador que causou a falha. No entanto, o que eles não sabem é que esse é apenas o menor de seus problemas, pois a exposição ao vírus T transformou todos os ocupantes da instalação em famintos zumbis comedores de carne humana (existe outro tipo?).

Digerindo a Milla

O maior destaque do filme fica por conta da bela Milla Jovovich, que consegue emprestar credibilidade à sua personagem, Alice. A atriz ucraniana de O Quinto Elemento (The Fifth Element, 1997) e Joana D´arc (The Messenger: The Story of Joan of Arc, 1999), tem um olhar e uma entonação convincentes, além de arrebentar a cara de alguns mortos-vivos com estilo. Fique de olho no momento em que ela quebra o pescoço de um afortunado zumbi com as coxas... ;-)

Enfim, se você é fã da série e a ideia do filme não seguir os passos de sua fonte de inspiração não lhe agradou, uma ótima notícia: A continuação, Resident Evil: Nemesis, atualmente em fase de roteirização, deve retomar a franquia exatamente da perturbadora cena em que parou e promete fundir o que jogamos nas telinhas com o que foi apresentado nas telonas. É esperar para ver.

Nota do crítico (Bom) críticas de Filmes
 

NOSSA

O 3 t tem uma boa ambientação,apuro visual e direção de Russel Mulcarry e os 3 últimos podem ser aproveitados como filmes de ação pelo seu deleite visual inspirado em Matrix!

Depois de 14 anos e 5 meses, quero ver a opinião do Erico ser a mesma.

o melhor filme da série,realmente muito bom!

Milla Jovovich Michelle Rodriguez Eric Mabius James Purefoy Martin Crewes fizeram um filme que foi ótimo mais decaiu demais nas continuaçôes.

resident evil 1 e 2 são otimos,depois deram inventaram poderes,monstros sem explicação,etc... eu não sou fanboy,mais acho q tinha que ter mantido a essencia.Não entendo o porque ficou tão distorcida as sequencias.

Até que é legal... 3 ovos.

Discuta aqui no site Discuta aqui

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar. Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

blog comments powered by Disqus