Filmes

Desconhecido | Omelete Entrevista Jaume Collet-Serra

Diretor fala sobre filmar em Berlim e como se comportar em um gênero que é tão conhecido
-

Publicamos agora a nossa última entrevista sobre o filme Desconhecido (Unknown). E quem encerra a maratona é o diretor espanhol Jaume Collet-Serra (A Órfã), que volta a trabalhar com o produtor Joel Silver, desta vez na Alemanha. E com uma primeira cena tão emblemática, com a neve emoldurando Berlim e seus cartões-postais, nada mais justo do que perguntar como foi filmar a sequência inicial. Veja o que ele respondeu:

Primeiro, muito obrigado por me receber.

Obrigado.

E parabéns pelo filme. Eu gostei muito da primeira cena em que você mostra Berlim. Quando o casal chega. Berlim era uma cidade que você já gostava antes?

Eu nunca tinha ido a Berlim antes.

É mesmo?

Eu nunca havia estado em Berlim, então tentei filmar a cidade da perspectiva de alguém que nunca havia estado lá. Basicamente, como você pode ver na cena de abertura, eu logo mostro alguns pontos turísticos porque aquelas são as coisas que você vê pela primeira vez quando chega na Alemanha. E você fica: "Nossa, olha isso! Olha aquilo!" E então queríamos mostrar o outro lado de Berlim. E o personagem, ao passar por sua história, me ajuda a visualizar seu estado de espírito. Berlim é uma cidade que busca por sua identidade, assim como o meu personagem. Essas são as coisas que eles têm em comum.

E como foi filmar lá? Foi mais fácil ou...

Não... Fazer um filme é difícil em qualquer lugar. No sentido prático, o tempo não ajudou, mas foi muito importante para ajudar a dar o clima.  Estava frio e cinza, o que foi ótimo para nós no sentido da história mas fisicamente estávamos congelando. Foi muito difícil realizar algumas cenas com dublês, porque as ruas estavam congeladas e tivemos que esperar um mês para o rio descongelar. Mas fora isso tivemos muita colaboração da cidade. Pudemos filmar nesses lugares incríveis com total liberdade.

E é a quarta ou quinta vez que Joel Silver tem uma produção lá, então ele deve conhecer algumas pessoas.

Ele conhece tudo. Na verdade, o hotel em que filmamos é o hotel em que ele normalmente fica.

Esse gênero já foi usado em outros filmes.

Claro.

Que tipo de coisas você quis fazer diferente, ou igual, para chamar a atenção do público?

As coisas que são iguais são as coisas que funcionam. Sabe? Não podemos fazer uma comédia que as pessoas não riem. Então você não pode fazer um thriller sem introduzir a tensão. Você tem que pegar o público e levá-los para um jogo de adivinhação, fazer um quebra-cabeças, fazê-los pensar. Essas coisas são feitas na fase do roteiro, que você sabe que pode manipular o público. Em termos do que trazemos de novo, eu acho... Recentemente, esses filmes têm sido "emburrecidos", então tentamos fazer algo um pouco mais inteligente. E também fazer com que você se identifique com o personagem. Não estamos mentindo para o público, estamos enganando eles. E toda a ação é conduzida pelo personagem, e não o contrário. Acho que o público irá respeitar que o respeitamos, sabe?

Normalmente você tem uma loira e uma morena, para ajudar as pessoas a entender os diferentes personagens. E você tem duas loiras.

Eu sei mas...

Duas bem diferentes. Mas isso foi uma preocupação ou... Ou nem te passou pela cabeça?

A Diane estava sempre usando um chápeu, então... só colocamos um chapéu azul nela. Tínhamos a loira e a de chapéu azul. Elas são personagens muito diferentes. Obviamente uma tem um estilo da garota bonitinha que mora na casa ao lado, uma beleza americana. Uma loira Grace Kelly, hitchcockiana. A outra é mais da rua... Ela também é bonita, mas é mais estilosa, uma garota das ruas. Então elas são muito diferentes.

Só para encerrar: tem algum problema político ter um imigrante em um filme ou...

Não, não tem nenhum manifesto sobre imigração. O filme é sobre identidade. Liam está tentando provar que ele é quem ele é. E a personagem de Diane, Gina, está tentando conseguir sua identidade legal. Ela sabe quem ela é, mas também não tem seu passaporte. Então todos esses personagens estão na mesma luta, com problemas de identidades mas não tem nenhuma história pregressa sobre imigração.

Certo, muito obrigado.

Certo, obrigado.

Desconhecido já está em cartaz nos cinemas.

Desconhecido
(Unknown) Direção: Jaume Collet-Serra Estreia em 25/02/11
sobre o filme
Galeria de imagens (45)

Discuta aqui no site Discuta aqui

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar. Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

blog comments powered by Disqus