Filmes

Ligeiramente Grávidos

Da arte do palavrão ou Como falar a língua do seu público
-

Já faz alguns dias que a alta linda loira apresentadora de TV Alison (Katherine Heigl) descobriu-se grávida do gordinho desempregado maconheiro Ben (Seth Rogen), fruto de uma noite de bebedeira. Ela decide não só ter o filho dele como, para nosso espanto, resolve também dar uma chance ao relacionamento.

Muito sinceramente, e ainda assustada, Alison pede a Ben: "You're a sweet guy, right? Don't fuck me up, ok?".

Traduzida, a frase não tem o mesmo efeito. "Fuck" sempre ganha no Brasil versões amenas como "sacanear", no máximo "ferrar", raramente sua versão literal, "foder". Nos Estados Unidos, a vigilância é tamanha que os censores anotam a quantidade de "fucks" que um filme pode ter - como Ligeiramente Grávidos (Knocked Up, 2007) tem níveis scorseseanos de palavrões, pegou um Rated R, proibido a menores de 17 sem acompanhamento de um adulto, o que não impediu o filme de estourar na bilheteria.

A grande questão - e aí está meu ponto - é que "fucks" são insubstituíveis. A sinceridade com que a garota pede ao cara "vê se não vai me foder" não dá para expressar com outras palavras. Sem ironia: o palavrão é também uma forma de sensibilidade.

Desde que estourou como produtor em O Âncora e como diretor em O Virgem de 40 Anos, o diretor/roteirista/produtor de Ligeiramente Grávidos, Judd Apatow, tem sido alvo de análises em Hollywood. Muitos dizem que ele descobriu o que o público procura em termos de comédia hoje, e outros tantos acham que Apatow é o único que entende a mente de um espectador adolescente na atualidade, dado o sucesso de filmes teen que ele produz, como Superbad.

Assistindo a um filme desbocado como Ligeiramente Grávidos, fica claro que a fórmula mágica de Apatow, evidentemente, e antes de mais nada, é falar a língua de seu público, especialmente o masculino. Mas isso não significa apenas reproduzir o linguajar chulo, mas entender como se expressam tipos socialmente bem demarcados como o nerd maconheiro. Sempre que Alison aparece na sua frente, Ben repete na maior honestidade: "Nossa, você está linda hoje...". Não há, na fala dele, sinal de cafajestagem, ou qualquer conotação outra. Ele simplesmente acha-a linda todo dia, e diz. Os personagens de Apatow são cristalinos.

E assim como os personagens igualmente cristalinos, ingênuos por vezes, dos filmes de Wes Anderson (Os Excêntricos Tenembauns) e Jared Hess (Napoleon Dynamite), os tipos criados por Apatow são absolutamente cativantes, tanto os críveis quanto os implausíveis. Se como contador de história Apatow ainda é um tanto artificial - O Virgem de 40 Anos e Ligeiramente Grávidos não conseguem se libertar de cacoetes da comédia romântica, como as reviravoltas cronometradas, e esse esquematismo é no fundo uma espécie de falsidade - sua autêntica cumplicidade com os personagens que elabora compensa os tropeços.

Ligeiramente Grávidos
(Knocked Up) Direção: Judd Apatow Estreia em 21/09/07
sobre o filme

Discuta aqui no site Discuta aqui

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar. Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

blog comments powered by Disqus