Filmes

One Hundred Percent Lunar Boy | Diretor de O Procurado planeja filme sobre garoto lunar

Timur Bekmambetov vai produzir e pode dirigir o longa
-
lunar
lunar

Timur Bekmambetov (O Procurado) planeja adaptar ao cinema One Hundred Percent Lunar Boy, ficção científica do escritor Stephen Tunney. Segundo a Variety, Edward Ricourt (do ainda inédito Now You See Me) escreverá o roteiro.

A história se passa dois mil anos no futuro, quando a Lua se tornou um experimento decadente em terraformação (o processo de modificação de uma atmosfera até deixá-la em condições adequadas para suportar um ecossistema com seres vivos da Terra) e colonização. Para o adolescente de 16 anos Hieronymus Rexaphin esse é o único mundo que ele conhece até que ele encontra uma garota da Terra , que é inexplicavelmente atraída por sua especial, e perigosa, condição. Hieronymus é um garoto 100% lunar que pode ver a quarta cor primária (a visão humana é "tricromática", percebendo três tonalidades distintas de cores: azul, verde e vermelho) o que lhe dá a habilidade de ver o caminho futuro do tempo e da matéria. Olhar nos seus olhos pode enlouquecer ou matar, as autoridades dizem, então ele é forçado a sempre usar óculos de proteção. Depois de quebrar uma das mais sérias leis lunares e expor seus olhos para a garota da Terra, Hieronymus embarca em uma desventura para proteger seus amigos, salvar sua família e escapar do exílio e da prisão do lado oculto da lua.

No momento, Bekmambetov está ligado apenas à produção, mas ele pode eventualmente assumir a direção do projeto. Seu mais recente trabalho no cinema, Abraham Lincoln: Vampire Hunter, estreia em 3 de agosto no Brasil.

Discuta aqui no site Discuta aqui
O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar. Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

blog comments powered by Disqus