Música

Liam Gallagher - As You Were | Crítica

Álbum mostra que cantor sabe se virar sozinho
-

Liam Gallagher é uma das figuras mais icônicas - e polêmicas - do rock nos últimos 20 e poucos anos. Sempre disposto a arrumar uma briga e a manter vivo o espírito clichê do roqueiro rebelde, ele fez do Oasis - junto com seu irmão Noel - um dos maiores fenômenos da música pop da década de 90 e emplacou hit atrás de hit com seu jeito único de cantar e com sua atitude obstinada.

Mas de uns tempos pra cá, ele vem amansando a fera interior e tentando mostrar que agora, aos 45 anos, é uma pessoa mais tolerante e disposta a “curtir as pequenas coisas da vida”, como apreciar a paisagem de um parque (como ele mesmo contou numa entrevista recente) ou subir numa árvore.

Se por um lado isso reflete maturidade, por outro significa que quem espera o Liam de sempre pode encontrar algo um pouco diferente do que o “Rock N Roll Star” estava acostumado a fazer. Mesmo no Beady Eye ele ainda abusava de sua persona provocadora e sempre pronta a discutir. Aqui, em seu primeiro disco totalmente solo, ele mescla esse lado com outro menos agressivo, com a guarda baixa, com a vontade de mostrar ao mundo que sabe fazer muito mais. E o resultado é muito bom e interessante.

Liam vem promovendo As You Were há muito tempo e já divulgou alguns singles do álbum que mostram essas pequenas mudanças na sua direção mas que ao mesmo tempo tentam dizer que, apesar de mais calmo, ele ainda é o Liam de sempre. Às vezes isso causa um nó na cabeça porque faixas como "Greedy Soul" ou "Bold" ficam meio em cima do muro: a primeira nem é tão agressiva e a segunda nem é tão melancólica - dois lados que o Oasis sempre soube trabalhar muito bem, diga-se de passagem.

Mas quando ele acerta, é golaço!

"For What It’s Worth" é um dos singles que ele já tinha lançado e mostra que sabe fazer música tão bem quanto seu irmão. A faixa é uma das melhores baladas do disco. Como não poderia deixar de ser, influência escancarada de Beatles e uma sequência de acordes que poderia muito bem estar no disco “Imagine” do John Lennon. Inclusive, qualquer semelhança com “How?” não é mera coincidência. E isso é um elogio.

"Wall Of Glass "é excelente. Aqui sim ele se solta no lado mais roqueiro e entrega uma música empolgante do começo ao fim e cheia de pegada: os ataques agressivos da gaita, a levada constante, as guitarras distorcidas e o baixo pulsante fazem desse single uma das melhores coisas que Liam já fez. Poderia ter sido um super mega hit do Oasis se tivesse sido lançada na época da banda. Tem a marca registrada dele e um dos melhores refrões do álbum. Perfeita para grudar na sua cabeça por horas e horas a fio. E perfeita pra berrar junto no show.

"Paper Crown" é uma balada imponente. Acústica com uma pegada folk, a música traz uma melancolia densa e emocionante e é daquelas que fica cada vez melhor quando se escuta várias vezes. Já nasceu com cara de clássico.

O disco é um triunfo e mostra que ele sabe se virar muito bem sozinho. Claro, as turbulências de Liam como pessoa estão refletidas na criação de Liam, o artista, mas o disco tem ótimas composições (ainda que com a ajuda de muitos parceiros), uma produção impecável e - sim - muito carisma em seu vocal. E esses ainda são os ingredientes que ele guarda na manga pra lembrar ao mundo que Liam Gallagher ainda tem muita lenha pra queimar e não vai sossegar tão cedo.

As You Were não é o disco que vai mudar a sua vida, mas está cheio de bons momentos e referências de um tempo glorioso. É Liam sendo Liam, e isso já é muita coisa.

Ouça As You Were:

Leia mais sobre Liam Gallagher  

Nota do crítico (Ótimo) críticas de Música

Concordo! Embora Noel viva classificando Be Here Now como o pior álbum do Oasis, é um discaço!

Eu vou ao U2 só pelo Noel (sorte que ganhei o ingresso, rs). E já tô me preparando pra facada do Lolla pelo Liam. Se bem que se o headliner for RHCP ou Pearl Jam tá mais que ótimo, adoro as duas bandas.

Queria muito ir no show do Noel.....mas achei muito puxado o valor pois na verdade o show principal é do U2 (não tenho interesse). Os show do U2 tem um valor agregado pois dizem que é um mega show com uma produção impecável e efeitos visuais bem legais. Quem sabe na tour do novo albúm do Noel ele faça um show solo no BR com seu palco simples e sua mega sonoridade com um preço acessível. Pois show solo do Liam em 2018 pode esquecer!

Os pífios críticos das letras são entendedores pra caralho de rocknroll e esquecem que a essência do rocknroll é foda-se toque e se divirta, pule, cante, dance e viva a musica eterna juvenil kkk o disco ta da hora, realmente não é pra todos, criticos melhor que não escutem mais mesmo! VIVA O LIAM VIVA O ROCKNROLL !!

Curti pacas o disco...mas sempre que escuto um disco solo dos irmãos parece que falta algo. No caso seria o outro gallagher kkkk....é como diria aquela música "Fico Assim Sem Você"....poderia encaixar o nome deles na letra da música sem problemas kkkkk!!! Mas já que é assim segue o jogo.....O que acho engraçado que tem gente que ainda leva a sério as trolagem e em alguns casos a sinceridade dos irmãos nos anos 90.....nem eles levavam a sério o que falavam nas entrevistas.....O que importa é o som....principalmente ao vivo...e o Oasis sempre foi melhor ao vivo do que em estúdio...o que acontece o inverso nas maiorias das bandas!

Eu achei que ia sair domingo.. Estou ouvindo agora, fico feliz por ver que o Liam está de volta a boa forma. Ainda espero uma reunião do Oasis ( que vai acontecer $). E espero que ele amadureça; Tipo eu curto essa atitude rockeira e talz.. Mas nos palcos, você não precisa ser um idiota fora deles..Tipo os anos 90 já foram, está na hora de amadurecer.

Ele é co-autor de todas as músicas e escreveu outras sozinho. O problema é que tem muita gente que sabe disso, mas mente descaradamente nos comentários em redes sociais, pra colocar o Noel Gallagher num pedestal em que ele não merece estar (vide o prêmio da NME, Godlike Genius, que Noel ganhou sem votação). Tbm adoram falar que o Noel escreve as músicas sozinho. Pesquise sobre a banda The Real People. Até mesmo o refrão de Don't Look Back in Anger teve ajuda do Liam.

Heresia

Já ouvi os singles e os vi em apresentações recentes do Liam. Me surpreenderam muito, são realmente bons. Comprei o CD hoje (sou velhinha mesmo, gosto de tê-los em casa) e acho que os 32 reais valerão a pena. Aliás, estou bem ansiosa pelo show dele no Lolla, quero ver a quantas anda sua voz. Liam é de longe meu Gallagher favorito, mas também gosto do Noel e irei vê-lo abrir pro U2 no Morumbi - afinal, já que nunca pude ir a um show do Oasis (a banda da minha vida), só me resta ver os irmãos tocando separados. 😉

Mandou bem

Olha, eu li uma review do The Guardian dizendo que as letras são tão ruins que vai fazer ter vontade de bater a cabeça em uma mesa HAHAHA "The younger Gallagher now has better ballads than Noel – but his lyrics will have you beating your head against a table" Conhecendo o trabalho desse compositor e outro cara que inclusive trabalhou com a Florence, duvido muito que eles escreveriam letras tão ruins assim. Já o Liam, que sabemos que no beady eye não era lá um compositor gênio, tem histórico ruim em relação as letras kkk

Não sei... parei na quinta música... quem sabe em outro dia eu esteja inspirado e consiga escutá-lo inteiro.

Será que ele escreveu alguma coisa? ouvi dizer que outras pessoas escreveram as letras.não sei se de TODAS as letras.

Normal na carreira solo o cara só cantar. acontece tbm de não escreverem nada. tipo a Cássia Eller, que não sei se já compôs algo, mas era mais uma interprete. nada demais. só disse que ele não tá sozinho ué.

Normal na carreira solo o cara só cantar. acontece tbm de não escreverem nada. tipo a Cássia Eller, que não sei se já compôs algo, mas era mais uma interprete. nada demais. só disse que ele não tá sozinho.

Sim, o cara que escreve ele já trabalhou com Adele e Sia, por exemplo. Mas pelo o que entendi ele é co-autor, como ele escreve a letra em cima da melodia/base de outro compositor os dois recebem autoria da letra.

Concordo, agora é torcer para esse novo do Noel ser melhor do que o segundo.

Entao todo cantor solo, alem de cantar, toca guitarra, bateria,violão e o resto? Claro que não ne!

Olha, quando esses irmãos Gallagher não estão com essa presepada de se ofenderem mutuamente ou ofenderem o resto do mundo com provocações de nível quinta série, conseguem fazer músicas bem bacanas. Essa crítica me deixou bem curiosa pra ouvir este álbum. Acho que vou dar uma chance...

Eu gosto muito do High Flying Birds.

Oasis é Oasis. MADFERIT.

Desde Morning Glory? Que nada, Be Here Now é um discaço!

sim cara, ele não toca nada mas mesmo assim é um disco solo, todos os artistas solo chamam outros musicos pra tocar os outros instrumentos né

No Beady Eye, ele levou o que sobrou da ultima formação do oasis pro grupo(sem o noel, lógico!), agora está sem esses integrantes.

Sozinho? kkkk. Ele não toca nenhum instrumento, e dizem que todas as letras do disco são de outras pessoas.

ótimo disco. Liam adiciona pitadas de david bowie, T.rex, roxy music...gostei

O primeiro disco solo do Noel é a melhor coisa que um deles/os dois já lançaram desde Morning Glory. Acho difícil o Liam supera-lo.

Não ficou ruim não, o som é agradável, mas se for para comparar, acredito que ele ainda esteja um pouco atrás do irmão. Enfim, questão de gosto também.

O irmão caçula me surpreendeu... Gostei também!

Quando ele anunciou que lançaria um album solo eu não botei fé, achei que seria mais um album fraco como os do Beady eye. Mas felizmente eu estava errado, esse é um baita album e creio que até consegue bater de frente com os albuns do Noel. Alem disso, a voz do Liam tanto nas gravações quanto ao vivo está muito boa, melhor que nos últimos 8 anos de Oasis e nos poucos anos de Beady Eye, mas não como nos anos 90.

Que diria?

Discuta aqui no site Discuta aqui

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar. Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

blog comments powered by Disqus