M. Night Shyamalan
Personalidades

M. Night Shyamalan

  • Nascimento: 6 de Agosto de 1970 (Mahé, Pondicherry, Índia)
  • Idade: 47
  • Atividades: Ator, Diretor, Produtor, Roteirista

M. Night Shyamalan (nascido em Mahé, Índia, em 6 de agosto de 1970), é um produtor, roteirista, diretor e ator indoamericano.

Com uma história peculiar, Shyamalan, antes dos 20 anos, já havia escrito, dirigido e produzido mais de quarenta curtas-metragens caseiros. Assim, já na década de noventa, com 22 anos e ainda aluno da New York University’s Tisch School of the Arts, realiza a sua estreia em uma produção independente, escrevendo, produzindo, dirigindo e atuando no longa Praying with Anger, 1992. O filme não chega a ser lançado comercialmente, mas coloca o nome do jovem diretor no radar da indústria norte-americana.

Seu segundo projeto é Olhos Abertos (Wide Awake, 1998), com Julia Stiles, longa que também escreve e dirige. No ano seguinte, chega aos cinemas O Pequeno Stuart Little (Stuart Little, 1999), com Michael J. Fox, Geena Davis e Hugh Laurie, projeto no qual participou como um dos roteiristas. Nesse mesmo ano, lança sua primeira produção com ampla distribuição, O Sexto Sentido (The Sixth Sense, 1999), com Bruce Willis, Haley Joel Osment e Toni Collette, nesse projeto, mais uma vez, desempenha as funções de roteirista, diretor e ator. O filme faz grande sucesso e recebe indicações ao Oscar nas categorias de Melhor Filme, Melhor Ator e Atriz Coadjuvante, Melhor Diretor, Melhor Roteiro Original e Melhor Edição.

Em seguida, produz, escreve, dirige e atua em Corpo Fechado (Unbreakable, 2000), com Samuel L. Jackson, Robin Wright e mais uma vez com Bruce Willis. A partir desse momento, Shyamalan está estabelecido como um diretor conhecido do grande público, logo, dois anos depois, inicia uma sequência de obras com controle criativo total, escrevendo, dirigindo, produzindo e com pequenas participações como ator. O primeiro longa dessa fase é, mais um sucesso de bilheteria, Sinais (Signs, 2002), com Mel Gibson e Joaquin Phoenix, seguindo para A Vila (The Village, 2004), com Sigourney Weaver, William Hurt e Joaquin Phoenix.

Ainda como parte dessa sequência, Shyamalan lança seu primeiro fracasso de bilheteria, após tornar-se conhecido, A Dama na Água (Lady in the Water, 2006), com Paul Giamatti e Bryce Dallas Howard, seguindo para Fim dos Tempos (The Happening, 2008), com Mark Wahlberg, Zooey Deschanel e John Leguizamo, e uma versão live action do desenho da Nickelodean, Avatar, O Último Mestre do Ar (The Last Airbender, 2010).

Ao final dessa fase, Shyamalan escreve e produz o roteiro do longa Demônio (Devil, 2010), e segue para mais um projeto o qual escreve, dirige e é produtor executivo, Depois da Terra (After Earth, 2013), com Jaden Smith e Will Smith. No ano seguinte, escreve roteiros para dois episódios da série After Hours, 2010-; dirige, escreve e produz o longa independente, filmado em segredo, A Visita (The Visit, 2015), posteriormente distribuído pelos estúdios Universal, dirige um episódio e ganha o crédito de produtor executivo em outros três na minissérie Wayward Pines, 2015; com Matt Dillon, Juliette Lewis, Melissa Leo e Terrence Howard, e anuncia a retomada de um roteiro que permaneceu por mais de 20 anos na gaveta, Labor of Love, -; longa no qual retoma sua parceria com Bruce Willis e, mais uma vez, escreve, produz e dirige.

Curiosidades

O filme ‘Olhos Abertos’, de acordo com o IMDB, contou com aproximadamente sete milhões de dólares de orçamento, e obteve, nas bilheterias americanas, somente $258.212.

O roteiro de ‘Labor of Love’ foi vendido em 1992 para os estúdios FOX. A primeira ideia era ter Harrison Ford como protagonista com possível direção de Sydney Pollack. No entanto, o roteiro de Forrest Gump: O Contador de Histórias (Forrest Gump, 1994), tinha uma premissa parecida e o estúdio optou por não produzir o projeto. Porém, outras fontes afirmam que o longa não chegou a ser produzido, pois o estúdio não concordava com Shyamalan na direção.

Falando sobre seu sucesso como diretor, Shyamalan afirma: “Fora a Pixar, eu fiz a sequência de quatros filmes originais de maior sucesso de todos os tempos”.

Entre os filmes que foi convidado para dirigir estiveram Homem-Aranha e Batman, mas não aceitou os convites por já ter realizado um projeto com super-heróis, ‘Corpo Fechado’.

Foi convidado para dirigir filmes da série Harry Potter em três momentos diferentes: A primeira vez foi por indicação de Steven Spielberg, que já havia declinado o convite para dirigir Harry Potter e a Pedra Filosofal (Harry Potter and the Sorcerer's Stone, 2001), posteriormente dirigido por Chris Columbus. Pouco tempo depois, foi convidado para dirigir Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban (Harry Potter and the Prisoner of Azkaban, 2004), dirigido por Alfonso Cuarón, seguido por Harry Potter e o Cálice de Fogo (Harry Potter and the Goblet of Fire, 2005), dirigido por Mike Newell.

Shyamalan chegou a envolver-se de forma direta com a adaptação do livro Life of Pi, em 2005, mas com a estagnação do projeto, optou por iniciar a produção de ‘A Dama na Água’. Ao final do processo, As Aventuras de Pi (Life of Pi, 2012), foi dirigido por Ang Lee.

Shyamalan abriu um novo precedente para valores de roteiros ao receber cinco milhões de dólares pelo roteiro de ‘Corpo Fechado’.