Meryl Streep
Personalidades

Meryl Streep

  • Nascimento: 22 de Junho de 1949 (Summit, New Jersey, USA)
  • Idade: 68
  • Atividades: Ator

Meryl Streep (nascida em Summit, Nova Jersey, em 22 de junho de 1949) é uma atriz e produtora norte-americana.

Inicia sua carreira como atriz na década de setenta, após terminar seu mestrado em artes cênicas pela Universidade de Yale. Estreou no teatro em 75, participando de seis montagens nesse ano e, já em 1976, participa de montagens na Broadway, recebendo sua primeira indicação ao Tony por seu desempenho em Memory of Two Mondays, de Arthur Miller. Sua estreia no cinema acontece um ano depois na produção Júlia (Julia, 1977), seguida pela minissérie Holocausto (Holocaust, 1978), pela qual recebe seu primeiro Primetime Emmy na categoria Melhor Atriz em minissérie.

Em seguida, participa de Franco Atirador (The Deer Hunter, 1978), com Robert De NiroChristopher Walken e John Cazale, que há época era marido de Meryl e havia sido diagnosticado com câncer ósseo. Streep, afirmou que participou do filme somente para ficar mais tempo por perto de seu marido, no entanto, recebeu sua primeira indicação ao Oscar na categoria de Melhor Atriz Coadjuvante.

No ano seguinte faz parte do elenco de Manhattan (Manhattan, 1979), dirigido por Woody AllenA Vida Íntima de um Político (The Seduction of Joe Tynan, 1979) e Kramer vsKramer (Kramer vsKramer, 1979), produção pela qual conquistou seu primeiro Globo de Ouro e Oscar como Atriz Coadjuvante.

Sua capacidade artística fica ainda mais em evidência quando inicia uma sequência de aparições como personagem principal em produções como A Mulher do Tenente Francês (The French Lieutenant's Woman, 1981), com Jeremy IronsNa Calada da Noite (Still of the Night, 1982), até chegar em um de seus papéis mais marcantes em A Escolha de Sofia (Sophie's Choice, 1982), produção pela qual ganha seu primeiro Oscar na categoria de Melhor Atriz.

Durante os próximos anos, Streep manteve uma linha de escolhas ideal para destacar suas qualidades como atriz, sempre apostando em personagens complexos e marcantes. Os destaques ficam por conta de Silkwood - O Retrato de uma Coragem (Silkwood, 1983), com Cher Kurt RussellAmor à Primeira Vista (Falling in Love, 1984), com Robert De NiroEntre Dois Amores (Out of Africa, 1985), com Robert Redford, dirigido por Sydney PollackA Difícil Arte de Amar (Heartburn, 1986) Ironweed1987, ambos com Jack Nicholson. Seu papel na produção Um Grito no Escuro (Evil Angels, 1988), lhe valeu o prêmio em Cannes na categoria de Melhor Atriz.

A partir do final dos anos oitenta, Meryl participa de produções menos densas como a comédia Ela é o Diabo (She-Devil, 1989), que lhe rende mais uma indicação ao Globo de Ouro na categoria Melhor Atriz em Comédia ou Musical, Lembranças de Hollywood (Postcards from the Edge, 1992), Um Visto Para o Céu (Defending Your Life, 1991), A Morte lhe Cai Bem (Death Becomes Her, 1992), com Bruce WillisA Casa dos Espíritos (The House of the Spirits, 1993) e O Rio Selvagem (The River Wild, 1994). A segunda metade dos anos noventa presenta uma atriz mais seletiva, deixando as comédias de lado e retornando às apostas dramáticas. Seu primeiro trabalho nessa sequência é As Pontes de Madison (The Bridges of Madison County, 1995), dirigido por Clint Eastwood. No ano seguinte participa do filme As Filhas de Marvin (Marvin's Room, 1996), com Leonardo DiCaprio e Diane Keaton, para em seguida produzir e atuar no filme Pela Vida do Meu Filho (...First Do No Harm, 1997), pelo qual ganha mais uma indicação ao Globo de Ouro na categoria de Melhor Atriz em uma produção realizada para TV.

Suas participações seguintes acontecem em filmes como A Dança das Paixões ("Dancing at Lughnasa, 1998), Um Amor Verdadeiro (One True Thing, 1998), Música do Coração (Music of the Heart, 1999), A Adaptação (Adaptation, 2002) e retorna a destacar-se com sua personagem em As Horas (The Hours, 2002). Em seguida, retorna à TV para participar de um episódio de Freedom: A History of Us, 2003; e da série Angels in America, 2003; com presença de Al Pacino Emma Thompson.

Nesse segundo momento dos anos 2000 Meryl amplia novamente seu range de escolhas, participando de comédias como Terapia do Amor (Prime, 2005) e A Última Noite (A Prairie Home Companion, 2006). No mesmo ano destaca-se na adaptação O Diabo Veste Prada (The Devil Wears Prada, 2006) e retorna para produções mais pesadas como Fúria pela Honra (Dark Matter, 2007)Ao Entardecer (Evening, 2007) e participa de dois dramas com o terrorismo e guerra como pano de fundo: O Suspeito (Rendition, 2007), com Jake Gyllenhaal, e Leões e Cordeiros (Lions for Lambs, 2007), dirigido por Robert Redford, com participação de Tom Cruise e Andrew Garfield.

Em seguida faz parte do musical Mamma Mia! (Mamma Mia!, 2008), e, mais uma vez, destaca-se com um personagem marcante em Dúvida (Doubt, 2008). Seu próximo trabalho é o drama biográfico Julie & Julia (Julie & Julia, 2009), com Amy Adams, em seguida participa da animação O Fantástico Sr. Raposo (Fantastic Mr. Fox, 2009), dirigido por Wes Anderson, e da comédia Simplesmente Complicado (It's Complicated, 2009).

Depois de um grande número de indicações, recebe mais um Oscar na categoria de Melhor Atriz, por sua interpretação em A Dama de Ferro (The Iron Lady, 2011). No mesmo ano participa de alguns episódios da série Terapia Virtual (Web Therapy, 2011-), e, em seguida, está na comédia Um Divã para Dois (Hope Springs, 2012). Destaca-se na produção Álbum de Família (August: Osage County, 2013), com Julia Roberts e Ewan McGregor e em 2014 faz parte do elenco do drama dirigido por Tommy Lee Jones, Dívida de Honra (The Homesman, 2014), com Hilary Swank, e recebe mais uma indicação ao Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante por Caminhos da Floresta (Into the Woods, 2014).

Curiosidade

Para conseguir o papel principal no filme A Escolha de SofiaStreep conseguiu uma cópia pirata do roteiro, procurou o diretor da produção e implorou pelo papel.

Streep filmou a cena da “escolha” em apenas um take e se recusou a gravar novamente por achar a cena emocionalmente exaustiva e dolorosa.

Em 1989, Streep fez campanha para interpretar Evita (Evita, 1996) na produção de Oliver Stone. Dois meses antes da filmagem, Meryl desistiu do papel alegando exaustão. Algum tempo depois, foi comentado que o problema estava ligado ao salário cobrado por Streep. Quando o filme foi lançando em 96, Streep comentou a performance de Madonna no papel: Eu poderia arrancar a garganta dela fora. Eu posso cantar melhor que ela, se isso importar alguma coisa. “I could rip her throat outI can sing better than she canif that counts for anything.”

Para interpretar sua personagem em Música do CoraçãoStreep estudou violino por dois meses, entre cinco e seis horas por dia.

Meryl Streep já recebeu 18 indicações ao Oscar (recorde entre as categorias ligadas a atuação), vencendo três vezes. Também recebeu 28 indicações ao Globo de Ouro, vencendo oito. A atriz também ganhou dois Emmys, dois Screen Actors Guild Awards, o prêmio de melhor atriz no Festival de Cannes e no Festival de Berlim, cinco New York Film Critics Circle Awards, dois BAFTA, dois Australian Film Institute Award, quatro indicações ao Grammy Award e uma indicação Tony Award.