HQ/Livros

Jerry Lewis | Como o comediante encontrou os maiores heróis da DC nos quadrinhos

Editora publicou uma HQ focada no ator por quase vinte anos
-

Jerry Lewis, que faleceu neste domingo (20) aos 91 anos, foi um dos maiores nomes não apenas do cinema, mas da cultura pop nos EUA. Desde que sua parceria junto com Dean Martin o tornou uma celebridade em 1946, ele passou a fazer parte do imaginário popular e era tão adorado que a DC Comics decidiu fazer um quadrinho especial focado nas aventuras da dupla – The Adventures of Dean Martin and Jerry Lewis.

Lançado em 1952, a HQ era uma espécie de extensão do número dos atores – onde Martin era um cantor galanteador e Lewis interpretava um homem atrapalhado e inocente que sempre entrava em confusões. A publicação contou com 40 edições e durou até 1957, quando conflitos externos fizeram com que a dupla se separasse e cada um buscasse a carreira solo.

Contudo, o quadrinho era muito popular entre o público e apesar de Dean sempre ser colocado como o herói, a DC Comics logo entendeu o potencial de Lewis junto às crianças e manteve a HQ com o nome The Adventures of Jerry Lewis. Decidida a investir ainda mais na publicação, agora a DC colocaria na revista participações especiais dos maiores nomes da editora.

Ao longo de suas edições, Lewis encontrou ninguém menos que o Batman, a Mulher-Maravilha, Flash, Superman e até mesmo o vilão Lex Luthor. A publicação contou com mais de 100 edições e foi finalizada somente nos anos 70. Apesar de contar com um clima mais bem humorado e divertido, ela também serviu como porta de entrada para grandes nomes dos quadrinhos.

O maior deles, provavelmente, é ninguém menos que Neal Adams, quadrinista que mais tarde ajudaria a remodelar grandes heróis da DC Comics dando características mais realistas a personagens como o Lanterna Verde, o Superman e o Batman. Adams fez sua estreia na DC em 1967 com a antologia Our Army at War, de 1967, e no mesmo ano, o editor Murray Boltinoff o colocou para desenhar a HQ de Lewis onde trabalhou até o fim dos anos 60.

Apesar de ter feito um relativo sucesso, a HQ nunca foi republicada pela DC por conta de um problema de direitos autorais. Segundo Tony Isabella, escritor e criador de personagens como o Raio Negro da DC, as empresas de Lewis detém os direitos do material, mas as histórias são da DC. Até o momento, não há nenhuma intenção das revistas ganharem novas edições.

Jerry Lewis deixou para o mundo um legado no cinema, na televisão e até mesmo nos quadrinhos. Incansável, ele foi um dos maiores nomes do entretenimento da história e marcou gerações com seu humor infantil - divertindo milhões em todas as áreas que atuou. Definitivamente, um showman muito à frente de sua época. 

Leia mais sobre Jerry Lewis

Galeria de imagens (7)

Sim, a criança aqui entendeu, mas chamou atenção que a sua frase "a palavra não foi escrita errada porque intensão e intenção existem" está equivocada, pois o significado da palavra é tão (ou mais) importante para se classificar um erro de sentença (ou de intenção) do que uma grafia inexistente. Resumindo: se a palavra está errada na frase, a reclamação do amigo de cima, criticando o GRAVE erro do texto, é justíssima, já que, obviamente, a pessoa que escreveu o texto não sabe que intenção naquele caso só pode ser escrita com ç. Se soubesse escreveria certo, rsrsrs!

Não sou professor e a palavra apenas está fora de contexto. É claro que o autor errou por não saber como escrever "intenção", mas eu estou querendo dizer que a palavra Intensão não está errada, ela existe, apenas não de encaixa na frase. Termino minhas aulas por aqui, estão dispensadass crianças hahaha

Vc está bem errado, professor. Grafias diferentes sevem justamente para dar o significado certo das palavras. Se a intenção deles era escrever que não há o objetivo de haver relançamento das revistas, a grafia obviamente está diferente da correta.

Esse filme só marcou TODA a minha infância. A paixão que ele tinha pela Bat Lady, rsrs! Eu era Eugene. Só não tinha os meus sonhos aos berros. Mas de resto, eu era o mesmo sonhador, rsrsrs! (E sou até hoje, graças a Deus!)

Muito triste para conseguir dizer algo! :'-(

Quem sabe agora a DC se interesse em comprar esses direitos

Mais um mestre da comédia da era de ouro de Hollywood que se vai...RIP J.Lewis.

Jerry Lewis é anterior aos Beatles,

Saía pela EBAL, meu pai, que me passou o vício bom de gibi, tinha a número um. Lewis, fez um sos primeiros filmes sobre artistas de quadrinhos, chamado Artistas e Modelos, com a então belíssima Shirley McLaine no papel do interesse amoroso do personagem de Lewis, que em seus pesadelos,falava dormindo e o desenhista, vivido por Dean Martin, usava os sonhos para escrever seus gibis. Recomendo.

Se não me engano a DC já publicou uma HQ onde o Batman se encontra com os BEATLES! rsrs Então... nenhuma novidade o Jerry Lewis aparecer nas HQs da DC. A editora fazia essas coisas antigamente.

Gostei muito dessa matéria, pois não sabia que a DC tinha publicado uma revista com historias comicas do Jerry. Curti muito saber dessa fase do ator como personagem de gibi....

Então, ela não foi escrita com a grafia diferente do correto de acordo com a norma culta do português, ou falando de forma resumida, não foi escrita errada, intensão e intenção existem.

kkkkk. que pisade de bola..

ué... se a palavra foi escrita com a grafia diferente do correto de acordo com a norma culta do português.. acredito que é erro ortográfico. Aliás, são estes detalhes que costumam cair nas provas de português.

Na verdade existe a palavra Intensão, com S, portanto não há erro ortográfico. Mas a palavra intensão refere-se ao aumento de força enquanto intenção refere-se a propósito ou objetivo. De qualquer modo esta errado o texto mas não pela ortografia, a não ser que o texto esteja falando de força ou energia kkkk

E Harold Loyd, Buster Keaton e Chaplin que foram anteriores a ele?

Esse cara é um gênio, tudo que existe hoje em matéria de comédia foi ele que criou.

"Artigo" escrito na pressa para pegar carona na morte do cara e lucrar um pouco. O omelete sempre forçou muito a barra com essa ligação de TUDO com os quadrinhos. Mas as vezes eles exageram.

Porra, gente. "nenhuma intensão"... Intenção se escreve com ç. Vamos melhorar a ortografia, né?

Discuta aqui no site Discuta aqui

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar. Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

blog comments powered by Disqus