HQ/Livros

Os vilões do Homem-Aranha - Parte III

Os vilões do Homem-Aranha - Parte III
-

Quanto mais poderoso o vilão, mais valoroso é o herói que o derrota.

Se for verdade o que diz esta sentença, então não é de se surpreender por que o Homem-Aranha é considerado um dos maiores super-heróis de todos os tempos. Seu elenco de adversários reúne alguns dos mais emblemáticos nomes de todo o gênero. Confira a seguir cada um destes expoentes da malvadeza.

[ Os vilões do Aranha - PARTE III - FINAL ]

Besouro
Primeira aparição: Strange Tales #123

Abner Jenkins era um simples mecânico-chefe de uma fábrica cuja principal ambição era ter o mesmo reconhecimento que os engenheiros da empresa. Frustrado nisso, ele resolve usar seus conhecimentos mecânicos e de pilotagem para desenvolver um traje voador que lhe dê superforça e permita iniciar uma carreira criminosa.

Se a idéia já não parece boa de início, Jenkins deveria ter desistido de vez quando, ao testar o seu traje pela primeira vez - ainda antes de ter encontrado um único super-herói sequer! - ele quase morre quando o equipamento sobrecarrega.

Ainda assim, Jenkins mostra sua principal característica - a teimosia - e insiste em se tornar um supervilão. Ele cria um uniforme horroroso, com asas de metal similares às de um besouro (e tão feias quanto um), luvas com ventosas na ponta dos dedos e um capacete em forma de balde, e sai por aí (vale mencionar que o criador do uniforme original do Besouro, o já na altura idoso artista Carl Burgos, estava muito aquém de sua melhor forma na época da criação do personagem. E nunca fora um grande artista mesmo...). Nem bem iniciou sua carreira criminosa, o Besouro foi derrotado e preso pelo Tocha Humana. Apenas a primeira de uma looooooooonga série de derrotas.

Decidido a se vingar do Tocha, o Besouro acaba inadvertidamente enfrentando ele e o Homem-Aranha (de quem se tornaria inimigo recorrente) ao mesmo tempo. Derrotado (e preso) mais uma vez, o Besouro não desiste e continua saindo por aí com seu uniforme horrendo e poderes banais (e uma pouco justificável megalomania, ainda por cima!), sendo derrotado repetidas vezes. Além de teimoso, ele se revela bastante cruel, chegando a jogar a inocente Tia May de grande altitude! A pobre senhora é salva por seu sobrinho, que logo depois manda o infeliz Besouro novamente para a cadeia.

Depois de mais uma série de derrotas, o besouro decide mudar. Compra um novo uniforme, com muito mais capacidades e um visual mais agradável (cortesia do artista John Byrne), do Consertador e faz seu ato mais vil, surrando e obrigando o ainda mais incapaz supervilão Fraude a enfrentar o Homem-Aranha contra sua vontade só para testar as capacidades do aracnídeo.

Nada disso melhora a sorte do pobre Besouro, que continua grande freqüentador da penitenciária. Decide então formar o seu próprio grupo de vilões, o Sindicato Sinistro, um grupo de bandidos ainda menos brilhantes que ele próprio! Apesar de ter integrantes bastante poderosos, a equipe nunca foi muito eficiente (não que a liderança do Besouro ajudasse...) e foi derrotada diversas vezes pelo Homem-Aranha.

Nesse meio tempo, o Besouro conquistou a simpatia do público. O vilão azarado e incompetente que nunca 7conseguiu fazer nada certo na vida protagonizou duas mini-séries do Sindicato Sinistro e uma história de um dos títulos do Homem-Aranha (em todas as quais ele foi novamente surrado pelo aracnídeo...). Isso culminou com seu ingresso na equipe de supervilões regenerados conhecida como Thunderbolts (na qual se tornou o super-herói Mach-1, desta vez com um bom uniforme criado pelo artista Mark Bagley), onde rapidamente se tornou um dos personagens mais populares. Mas até nisso ele se deu mal. Para se tornar um supergrupo honesto, os Thunderbolts (quase todos ex-matadores) tiveram de entregar a polícia seu único integrante que tinha assassinato na ficha policial... Adivinhem quem era?

Novamente em cana, Abner Jenkins continua a epítome do vilão de segunda linha: Nunca se dá bem em qualquer coisa que faça, mas nem por isso deixa de tentar!

Bumerangue
Primeira aparição: Tales to Astonish #81

Fred Myers era um arremessador de beisebol com um talento inato para arremessar objetos. Porém sua carreira esportiva foi interrompida por acusações de suborno. Sem ter o que fazer da vida, Myers acabou ingressando na organização criminosa conhecida como Império Secreto, na qual se tornou um assassino profissional, utilizando um uniforme que o permite voar e bumerangues como sua principal arma, embora seja capaz de arremessar qualquer objeto (inclusive clipes de papel!) com precisão mortal.

Digamos que você seja um vilão que utiliza bumerangues como arma, quem você escolheria como seu primeiro inimigo? O Bumerangue teve a infelicidade de escolher o Incrível Hulk...

Tendo percebido a razoável obviedade de que o Hulk estava muito acima de suas capacidades, Myers passa a enfrentar heróis menos poderosos, especialmente o Homem-Aranha. Sempre com sucesso limitado. Ele chega a se oferecer como assassino contratado para o Rei do Crime, que sabiamente rejeita a oferta.

Depois de seguidas derrotas, ele ingressa no Sindicato Sinistro, grupo de supervilões de segunda categoria chefiado pelo Besouro. Mesmo como parte de uma equipe, Bumerangue não conseguiu sucesso algum e ainda atrapalhou a maior parte das operações do Sindicato Sinistro ao passar a maior parte do tempo tentando tomar a liderança do grupo (muito embora ele fosse ainda menos qualificado para a tarefa que o Besouro...).

Com o fim do Sindicato, o Bumerangue voltou a ser assassino profissional, normalmente a serviço de agenciadores especializados como Justin Hammer. Mas ele passa a maior parte de seu tempo é na cadeia mesmo. Quando não está atrás das grades, ele ainda enfrenta o Homem-Aranha e outros super-heróis ocasionalmente, sempre sendo derrotado com enorme facilidade.

Rino
Primeira aparição: Amazing Spider-Man #41

O homem que se tornaria o Rino trabalhava originalmente para um grupo de espiões que atuava nos EUA. Ele se ofereceu como cobaia para uma experiência que aumentaria exponencialmente sua força e resistência. A experiência foi um sucesso completo e o criminoso assumiu a identidade de Rino, vestindo um traje especial (similar a um rinoceronte) que o tornava quase indestrutível. Ele retribuiu a ajuda destruindo o círculo de espiões para poder trabalhar sozinho...

Apesar de sua força descomunal, ele não era particularmente esperto e foi derrotado pelo Homem-Aranha em sua primeira aparição depois que o aracnídeo inventou um composto capaz de dissolver o traje ultra-resistente do vilão e expor o corpo (mais vulnerável) deste aos seus golpes.

Em suas aparições posteriores, o Rino começou a usar uniformes progressivamente mais resistentes (e a enfrentar heróis com níveis de poder comparáveis, como o Incrível Hulk). Até que colocou um traje tão resistente que ele próprio não conseguia mais tirar (brilhante...)! Ele se juntou então ao Sindicato Sinistro para tentar obter ajuda para remover seu uniforme (difícil dizer que ajuda exatamente mentes brilhantes como o Besouro e o Bumerangue poderiam lhe dar...). Inacreditavelmente ele consegue se livrar do uniforme que estava grudado em seu corpo (não graças à ajuda do Sindicato Sinistro!)... E logo após arranja outro uniforme similar para voltar à sua carreira de supervilão (tem gente que nunca aprende mesmo!).

Apesar de suas limitações intelectuais, o Rino é, sem dúvida, o mais poderoso dos inimigos habituais do Homem-Aranha, sendo forte e, com seu traje especial, resistente o bastante para enfrentar até mesmo o Hulk! O que já fez várias vezes antes! Ainda assim, ele nunca teve inteligência o bastante para se livrar do estigma de vilão de segunda linha (embora, diferente de seus ex-colegas do Sindicato Sinistro, ele tenha consciência dessa limitação) e é invariavelmente derrotado por qualquer super-herói que encontra. Mas ele nunca permanece preso por muito tempo...

Lobisomem
Primeira aparição: Amazing Spider-Man 1, Amazing Spider-Man 124 (Lobisomem)

O astronauta galã John Jameson é filho de J.J. Jameson, o dono do jornal Clarim Diário, no qual trabalha Peter Parker.

O personagem foi criado por Stan Lee e Steve Ditko e sua primeira aparição (ainda inofensiva) foi em Amazing Spider-Man 1. Mais tarde, depois de uma viagem à lua, o cosmonauta é infectado por um vírus alienígena. De volta à Terra, desenvolve superforça e ganha um traje especial para controlar seu novo poder. Convencido por seu pai, eterno detrator do herói aracnídeo, John começa a caçar o Aranha e o teria matado, não fosse a intervenção do próprio J.J., que descobre que o Homem-Aranha era inocente da acusação pela qual estava sendo caçado. Ao final da história, John perde seus poderes.

Foi só em 1973, na edição Amazing Spider-Man 124, que o astronauta transformou-se, nas mãos de Gerry Conway e Gil Kane, no Homem-Lobo, um poderoso lobisomem que acaba inimigo do Homem-Aranha. Sua transformação acontece devido a uma estranha pedra lunar que gruda em seu peito e inicia a mutação de homem em lobo furioso na lua cheia. Depois de muita luta, o Aranha finalmente consegue prender a besta e - com a ajuda do Dr. Curt Connors -, livra-o da maldição.

Homem-Hídrico
Primeira aparição: Amazing Spider-Man #212

Tripulante de um navio cargueiro, Morris Morrie Bench, foi lançado acidentalmente à água junto com um gerador experimental. Ele foi salvo pelo Homem-Aranha, mas a energia do gerador misturada com o gás vulcânico diluído na água afetou a estrutura do corpo de Bench. Após o resgate, Bench começou a suar assustadoramente até se transformar completamente em líquido (!). Quando conseguiu reformar o seu corpo, ele culpou o Homem-Aranha por ter lhe transformado em uma aberração e decidiu se vingar.

Com essa origem improvável e poderes pouco criativos (ele é essencialmente uma versão líquida do Homem-Areia), o Homem-Hídrico já nasceu com o estigma de vilão de segunda categoria. Além disso, seu intelecto limitado e falta de uma motivação coerente garantem que ele seja um dos vilões menos interessantes do Homem-Aranha e eterno perdedor. Tão ridículo é o personagem que em sua primeira aparição o Homem-Aranha fez a piada de que o Homem-Hídrico deveria se juntar ao Homem-Areia para formar um lindo monte de barro e, poucos meses depois, isso realmente aconteceu!

O personagem mais tarde se juntou ao Sindicato Sinistro, onde era o menos interessante (e o menos inteligente...) do grupo! Quando o grupo se desfez ele continuou tendo aparições esporádicas, enfrentando o Homem-Aranha e o Homem-Areia, que nunca gostou de ter se misturado com ele para formar um monstro de lama...

Embora o personagem nunca tenha mostrado a que veio nas HQs, ele teve um momento de brilho no desenho animado do Homem-Aranha dos anos 90, onde teve uma aparição marcante, seus poderes (que visualmente são muito interessantes) sendo explorados com raro brilhantismo pelos animadores da série.

Corisco
Primeira Aparição: Avengers #70

Criado pelo ancião do universo conhecido como Grande Mestre como parte do Esquadrão Sinistro, um grupo de vilões baseado na Liga da Justiça (superequipe da DC Comics da qual fazem parte, entre outros, o Super-Homem e Batman!), James Sanders tem poderes (supervelocidade) e aparência similares aos do famoso Flash (personagem da DC Comics que já teve até sua própria série de TV!). Em sua primeira aparição, como Ciclone, ele enfrentou a mais poderosa superequipe da Marvel, os Vingadores! Não exatamente a origem típica de um vilão de segunda!

Mas com o tempo, o Esquadrão Sinistro se dispersou, sendo Sanders o seu último remanescente. Com sua supervelocidade reduzida, ele mudou seu codinome para Corisco e tentou iniciar uma carreira solo como supervilão, mas foi derrotado em sua primeira tentativa pelo... Homem-Sapo!

Depois dessa humilhação, a carreira do Corisco desmoronou. Sem muita capacidade para tomar decisões próprias, o Corisco ingressou no Sindicato Sinistro, onde se mostrou um dos integrantes mais eficientes (talvez por não ser tão burro quanto o resto...). Ainda assim, ele nunca consegue se dar bem, já foi derrotado várias vezes pelo Homem-Aranha. Só não tem a mesma freqüência de entrada e saída da prisão que o Besouro ou o Bumerangue porque é esperto o bastante para correr quando as coisas esquentam...

Shocker
Primeira Aparição: Amazing Spider-Man #46

Herman Schultz era apenas um arrombador barato, preso em um de seus assaltos por fazer barulho demais ao tentar arrombar um cofre. Na cadeia, ele se dedicou a criar um equipamento capaz de faze-lo arrombar cofres silenciosamente. Acabou construindo um projetor portátil de ondas sísmicas, que o permitiu escapar da cadeia (embora ele quase tenha morrido soterrado no processo...) e iniciar uma carreira de supervilão como Shocker! Nada mal para alguém sem qualquer tipo de ensino formal!

Usando um uniforme protetor capaz de absorver impactos e um vibro-shocker capaz de criar ondas sísmicas em cada braço, Shocker é muito mais mortal que a média de supervilões de segunda, tendo até derrotado o Homem-Aranha um punhado de vezes! Mas sua covardia e inabilidade nunca o permitiram usar suas capacidades no máximo de eficiência e Shocker é cliente assíduo da cadeia.

Ele chegou a ajudar o Sindicato Sinistro uma vez, mas nunca foi membro formal da equipe.

Prof. Smythe e seus robôs Esmaga-Aranha
Primeira aparição: Amazing Spider-Man #25

Um belo dia, um cientista chamado Spencer Smythe entra na redação do Clarim Diário com uma oferta irrecusável para J. Jonah Jameson. Ele usaria seu recém-construído robô Esmaga-Aranha para localizar e capturar o herói em troca de uma recompensa, Jameson hesita, mas é, ironicamente, convencido por Peter Parker, que vê no robô uma oportunidade fácil de ganhar dinheiro vendendo fotos do Homem-Aranha enfrentando o Esmaga-Aranha. Ele depois se arrependeria amargamente dessa decisão...

O primeiro Esmaga-Aranha, controlado diretamente por Jameson, chega até a capturar o aracnídeo depois de uma longa perseguição, mas o herói consegue fugir. Essa derrota não chegou a afetar Smythe que, a partir daí, começa a construir robôs ainda maiores e mais poderosos. Depois de sucessivas derrotas, Smythe fica obcecado em pegar o Homem-Aranha, a ponto de espalhar câmeras por Nova York inteira, só para perseguir o herói! No processo ele chega a descobrir a identidade secreta do herói, mas, como o Dr. Octopus antes dele, acaba acreditando que fora enganado por um impostor. Além dos robôs, ele também faz uso de um gás (cloreto de etila) capaz de enfraquecer o Homem-Aranha, no que curiosamente nunca foi imitado pelos outros inimigos do aracnídeo. Mais um inimigo do Homem-Aranha do que um criminoso, ele não era um cliente assíduo da penitenciária como a média dos inimigos do Aranha, mas também sofreu sua cota de derrotas humilhantes.

Com o tempo, ele descobre que ter passado anos trabalhando com os materiais radioativos usados nos seus Esmaga-Aranhas o deixou com câncer terminal! Totalmente enlouquecido, ele decide se vingar das duas pessoas que ele considerava responsáveis por sua desgraça: Jameson e o Aranha! Ele chega a manipular o filho de Jameson (que na época ainda era o Homem-Lobo) para tentar capturar os dois. Quando finalmente consegue, ele prende Jameson no Aranha com algemas explosivas inquebráveis, programadas para detonar em 24 horas! Tendo que trabalhar juntos pela primeira (e única) vez em suas vidas, Jameson e o Aranha conseguem se livrar das algemas. Smythe morre no processo, sem conseguir sua vingança.

Anos depois, o filho de Smythe, Alistair Alphonso Smythe, decide vingar seu pai, criando uma nova leva de robôs Esmaga-Aranha (como sempre maiores e mais poderosos que seus antecessores...). Como o pai, ele sofre seguidas derrotas (ficando paralítico depois da mais séria) e desenvolve a mesma obsessão em destruir o aracnídeo. Depois de uma prolongada estadia no hospício, ele retorna e decide criar o Esmaga-Aranha Supremo: Ele próprio, transformado em um ciborgue superpoderoso! Porém, ele é novamente derrotado pelo aracnídeo e está de volta ao asilo desde então.

Os robôs Esmaga-Aranha desenvolvidos por Alistair e seu pai eram maravilhas tecnológicas. Quase indestrutíveis, com sofisticados localizadores capazes de localizar o Homem-Aranha (ou qualquer aracnídeo) aonde quer que ele fosse, cobertos com uma substância que impedia a adesão da teia do Aranha e armados até os dentes com tentáculos (ou membros extensíveis), lâminas, armas de raios e às vezes até lançadores de teia, eles sempre foram uma grande dor de cabeça para o herói. Além dos Smythe, a Dra. Marla Madison, atual esposa de J. Jonah Jameson, chegou a construir um modelo de Esmaga-Aranha, mas depois disso ela desistiu de ajudar Jameson em sua eterna perseguição ao herói.

Magma
Primeira Aparição: Amazing Spider-Man #28

Mark Raxton, meio-irmão de Liz Allen, era sócio do cientista Spencer Smythe em vários dos seus projetos (não relacionados com os robôs Esmaga-Aranha). Os dois desenvolveram (a partir de um meteoro que haviam descoberto) uma nova liga metálica líquida que, eles esperavam, iria valer uma fortuna. Ambicioso, Raxton decidiu roubar a liga para si. Smythe tentou impedi-lo e, durante a luta, o vidro que continha a liga se quebrou e Raxton foi envolvido pelo líquido. O líquido cobriu todo o corpo de Raxton e infiltrou-se pela pele até que esta se tornasse da mesma composição que a liga. Isso transformou Raxton em um homem metálico com superforça e uma pele dourada quase indestrutível! De posse desses poderes, Raxton decide iniciar uma carreira criminosa com o nome de Magma.

Sua carreira criminosa começa com o pé esquerdo, já que ele é derrotado pelo Homem-Aranha antes de cometer o primeiro crime! Preso pelo roubo da liga metálica, ele começa o entra-e-sai da cadeia que caracteriza os inimigos de segunda linha do aracnídeo...

Com o tempo, a liga que cobria o corpo de Raxton começou a emitir calor de forma incontrolável. Raxton tentou numerosas vezes reverter o processo (normalmente com a ajuda de sua irmã), mas era atrapalhado pelo Aranha, que queria que o Magma se entregasse às autoridades para ser curado. A situação persistiu por bastante tempo, até que Raxton finalmente achou a cura e, após uma estadia na prisão, acabou se regenerando!

Desde então, Raxton, diferente da maioria dos inimigos do Aranha, tem levado uma vida honesta, trabalhando para a irmã. Embora seja ocasionalmente jogado contra o Homem-Aranha devido à manipulação de algum vilão (normalmente o Duende Verde), os dois se consideram aliados e já trabalharam juntos diversas vezes.

Mestre dos Robôs
Primeira Aparição: Amazing Spider-Man #37

O Prof. Mendel Stromm, inventor brilhante, teve a péssima idéia de ser sócio de Norman Osborn. Embora tenham sido as criações de Stromm que geraram a fortuna de Osborn (e acabaram transformando-o no Duende Verde), este era ambicioso demais para dividir os lucros com seu sócio e denunciou Stromm por roubo na primeira vez que este pegou fundos da empresa sem autorização. Stromm passou dez longos anos na cadeia e jurou vingar-se de Osborn quando saísse.

Uma vez livre, ele e seu assistente Max Young construíram uma panóplia de robôs destruidores (inclusive um esquisito robô amebóide) e os lançaram contra as empresas de Osborn. Isso atraiu a atenção de ambos Osborn (na época já transformado no Duende Verde) e o Homem-Aranha, que destruiu os robôs de Stromm e desbaratou seus planos. Logo depois de haver subjugado Stromm, porém, o Aranha foi surpreendido por um atirador (o próprio Norman Osborn) que tentou matar Stromm. O herói conseguiu bota-lo para correr (embora não tenha descoberto quem ele era), mas a tensão foi demais para Stromm, que sofreu um ataque cardíaco fulminante e faleceu logo a seguir.

Mas essa não seria a última vez que o Aranha teria problemas com Mendel Stromm. Antes de morrer, Stromm construíra uma cópia robótica sua, que recebeu seus padrões mentais e, disfarçado como o irmão de Mendel Stromm, voltou a construir robôs criminosos. Até que o Homem-Aranha o descobriu e transformou-o em sucata...

Seu assistente Max Young também decidiu seguir seus passos como construtor de robôs criminosos. Totalmente ensandecido (ele chegou mesmo a pensar que era o próprio Stromm!), ele acabou sendo mandado para um hospício pelo Aranha.

Mas nem assim o aracnídeo conseguiu se livrar de Mendel Stromm. Este, como vários outros vilões, voltou da morte durante a Saga do Clone por cortesia de seu antigo inimigo Norman Osborn. Aparentemente, Stromm tinha testado em si mesmo uma versão primitiva da fórmula que transformara Osborn no Duende Verde e, como Osborn, ganhou capacidades regenerativas que o preservaram mesmo após a morte (!). Porém, diferente de Osborn, seu corpo já tinha decaído demais e Stromm acabou se tornando uma criatura deformada que precisava de um traje especial para manter-se vivo, o Ogro. Ele trabalhou para Osborn durante a Saga do Clone, atazanando a vida do novo Homem-Aranha Ben Reilly. Porém, após ser derrotado por Reilly, ele foi morto novamente por Osborn. Ao menos por enquanto...

Lápide
Primeira Aparição: Web of Spider-Man #36

Lonnie Thompson Lincoln, conhecido como Lapide, é um delinqüente desde a mais tenra infância. Embora fosse de etnia negra, ele é um albino. Sentindo-se deslocado das outras pessoas por sua aparência, com o tempo ele desenvolveu um grande desprezo pelos outros seres humanos. Com ajuda de seu grande porte físico e sua brutalidade, ele iniciou uma carreira meteórica no crime organizado. Logo ele era o assassino mais bem pago da Filadélfia.

O Lápide tem uma estranha relação de amor e ódio com Joe Robertson do Clarim Diário. Robertson fora seu colega na escola, onde Lápide o intimidara a não publicar matérias incriminatórias a seu respeito no jornal da escola. Essa intimidação chegou ao auge quando Robertson, já adulto e como jornalista profissional, testemunhou um assassinato cometido pelo Lápide mas não teve coragem de denunciá-lo.

Anos depois, o Lápide retorna à vida de Robertson ao se tornar o executor particular do Rei do Crime. Robertson cria coragem, resolve enfrentá-lo e é seriamente ferido. Então o Homem-Aranha resolve levar o Lápide à justiça. No combate entre os dois, o Lápide obtém uma vantagem inicial, devido a sua força e brutalidade, mas os poderes do Homem-Aranha fazem a diferença e o Lápide é facilmente derrotado. Ele é preso, mas, ironicamente, Robertson também é e os dois acabam na mesma penitenciária. Os dois acabam fugindo (Robertson contra a vontade) e se refugiando em uma fazenda, aonde Robertson finalmente confronta seus medos e vence o Lápide, retornando à cadeia a seguir. O Lápide escapa e volta à carreira criminosa.

Mais tarde, Robertson, já inocentado, confrontou o Lápide em uma fábrica de produtos químicos. Robertson baleou Lápide e este caiu em uma câmara de testes de um gás experimental. O resultado, bastante óbvio para uma história em quadrinhos, foi que o Lápide finalmente desenvolveu poderes (força, invulnerabilidade, o pacote completo) que o permitiam enfrentar o Homem-Aranha... E deixou de ser um dos vilões mais interessantes que surgiram nos últimos anos para se tornar mais um vilão de segunda linha.

A carreira de Lápide é uma prova cabal de que às vezes menos é mais. Enquanto o Lápide era somente um criminoso comum e brutal, que impunha respeito com sua presença (e seu magnífico visual, principalmente desenhado por Sal Buscema no auge de sua carreira!) e as histórias giravam em torno de seu bizarro relacionamento com Joe Robertson (um coadjuvante até então muito pouco utilizado), ele era um personagem interessante. Ao tornar-se mais um supervilão que troca sopapos com o Homem-Aranha ele perdeu aquilo que o tornava único e rapidamente desapareceu da série.

Fraude
Primeira Aparição: Defenders #51

Ex-técnico da NASA, Anthony Davis decidiu largar tudo para tornar-se um supervilão cuja principal arma eram... Anéis! Ele usava anéis de todos os tipos e tamanhos para imobilizar e incapacitar seus adversários (em teoria eles eram armas mortais também, mas Davis nunca chegou nem perto de ameaçar qualquer herói com seu poderoso armamento).

Depois de um início de carreira indistinto, o Fraude logo notou que seu equipamento não o tornava páreo para nenhum super-herói digno de nota e decidiu pedir ao Consertador (sempre ele!) para aperfeiçoar suas armas. Foi seu grande erro.

Quando voltou à oficina do Consertador para buscar seu novo equipamento, o Fraude não encontrou o velho inventor, mas um outro supervilão que também viera buscar seu equipamento. Davis foi rapidamente surrado pelo recém-chegado, que prendeu ao seu uniforme uma bomba (falsa, na verdade...) e o obrigou a lutar contra o Homem-Aranha, que o surrou facilmente (a ponto do pobre Fraude precisar de um sério tratamento dentário a seguir...) e o botou em cana. Quem era o poderoso supervilão que obrigou o Fraude a passar essa vergonha? Ninguém menos que o medíocre Besouro...

Depois dessa humilhação, o Fraude não ficou vivo muito tempo, sendo liquidado pelo Carrasco do Submundo.

Mas esse não foi o final da carreira do vilão! Um segundo Fraude surgiu tempos depois mas teve uma carreira muito curta, aparentemente largando essa vida de vilão ordinário antes que precisasse também se valer de um bom dentista...

Tempos depois, Leila (viúva de Davis) decide vingar a honra de seu falecido marido. Ela se infiltra no Sindicato Sinistro, posando como namorada do Bumerague, e por muito pouco não consegue matar o Besouro (que é salvo, para sua eterna humilhação, por seu velho inimigo Homem-Aranha), provando assim quem era realmente o gênio do crime na família...

A incursão criminosa de Leila acaba se pagando mais tarde, quando a moça encontra seu marido vivinho da silva! Aparentemente Davis fora revivido como um ciborgue a serviço da organização criminosa I.M.A.! Decidido a afastar sua esposa da vida criminosa, ele foge com ela para um local ignorado, onde ambos poderiam construir vida nova. Ei, quem disse que vilões vagabundos não têm finais felizes?

A Legião dos Perdedores (Urso, Gibão, Mancha e Canguru)
Primeiras Aparições: Gibão: Amazing Spider-Man #110, Urso: Amazing Spider-Man #139, Mancha: Spectacular Spider-Man #98, Canguru II: Spectacular Spider-Man #242

Também conhecida como A Legião dos Babacas, o grupo de vilões formado por Urso - um ex-profissional de luta livre contratado pelo Chacal para desafiar o Aranha e que adotou esse nome por ter recebido do vilão um traje semelhante a esse animal - Gibão - um desastrado criminoso com força e agilidade superiores ao da maioria dos humanos normais (ou, pelo menos, assim ele pensa), e que se veste como o animal do qual adotou o nome - Canguru - a segunda versão. O primeiro, Frank Oliver, podia saltar como um verdadeiro canguru e morreu anos atrás. Seu herdeiro prefere compensar a falta de poderes comprando seus equipamentos do mal pela Internet - e Mancha, um ex-pesquisador a serviço do Rei do Crime que, quando conduzia uma série de experimentos visando duplicar os poderes do Manto, adquiriu uma variação dos poderes do vigilante. Antes humano, agora Jon Osterman tem a incrível capacidade de abrir buracos dimensionais onde quiser, bastando tirar uma das manchas de seu corpo e posicioná-las onde quiser, formam um dos grupos de vilões mais ridículos da história dos quadrinhos. Seu objetivo comum: Destruir o Homem-Aranha, vingando-se do herói que prendeu cada um deles pelo menos uma vez. Isso e roubar um banco foi o que motivou a formação do grupo que não durou mais de uma noite.

No dia em que formaram seu grupo criminoso, o bando teve seu primeiro confronto com o Homem-Aranha, que se deixou capturar e ser levado para a base deles. Base que na verdade não passava do apartamento alugado do Urso. Lá, o grupo não chegou a um acordo sobre o que fazer com o aracnídeo e acabaram brigando entre si. Ao final, o Urso e o Gibão decidiram devolver o dinheiro roubado e libertar o aracnídeo, que apensa fingia estar desmaiado. O Mancha e o Canguru foram presos e Urso e Gibão decidiram que seria melhor se passassem a ser heróis. Com isso, surgiu a lenda do Urso das Trevas e Gibão, o Símio Prodígio. Como heróis, a dupla não se saiu melhor do que quando vilões.

Fim da Parte III - Voltar ao ESPECIAL HOMEM-ARANHA

Besouro
(Besouro) Direção: João Daniel Tikhomiroff Estreia em 30/10/09
sobre o filme

Faltou o Cabeça de Martelo,Rosa e Ratus mas muito bom esse post

Discuta aqui no site Discuta aqui

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar. Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

blog comments powered by Disqus