HQ/Livros

A saga dos super-heróis brasileiros

A saga dos super-heróis brasileiros
-

Pela primeira vez, um livro de referência focaliza os super-heróis criados e publicados por autores brasileiros. Escrito pelo editor e roteirista Roberto Guedes, a obra A saga dos super-heróis brasileiros apresenta uma extensa pesquisa sobre revistas nacionais que tentaram competir com as publicações estreladas pelos heróis importados em diferentes épocas.

Entre os destaques estão criações marcantes para a história dos quadrinhos brasileiros, como Capitão 7, Garra Cinzenta, Mirza, Golden Guitar, Judoka, Terra 1, Combo Rangers, Força Ômega e vários outros. Porém, mais importante do que apresentar a história de personagens, o escritor apresenta informações sobre os autores, fanzines, editoras e revistas envolvidas em cada trabalho, com depoimentos de profissionais da área. Completando a pesquisa, também são destacados os desenhistas brasileiros que desenvolvem trabalhos para editoras norte-americanas, mostrando um amplo painel do difícil mercado de histórias em quadrinhos no Brasil.

No próximo sábado, dia 16, haverá uma tarde de autógrafos com o autor em São Paulo, no espaço da livraria Comix Book Shop, na Alameda Jaú, 1.998, próximo à Avenida Paulista.

A SAGA DOS SUPER-HERÓIS BRASILEIROS
Autor: Roberto Guedes
Formato: 21 x 28 cm, com 112 páginas
Preço: R$ 28,90
Distribuição: livrarias e pontos de venda do HQ Club

LANÇAMENTO E TARDE DE AUTÓGRAFOS
Dia: 16 de abril (sábado)
Horário: 15h00
Local: Comix Book Shop
Endereço: Al. Jaú, 1998 - Jardins - São Paulo / SP

Discuta aqui no site Discuta aqui

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar. Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

blog comments powered by Disqus