HQ/Livros

Morre Moebius, um dos maiores nomes do quadrinho mundial

Jean Henri Gaston Giraud tinha 73 anos; causa ainda não é divulgada
-
Moebius
Moebius

Moebius
Moebius

A rádio Europe1 anunciou nesta manhã de sábado que faleceu Jean Henri Gaston Giraud, o quadrinista que há mais de cinquenta anos assinava suas obras como Jean Giraud, Gir ou com o pseudônimo Moebius. O falecimento foi confirmado pela esposa e pela filha do artista. A causa da morte não foi divulgada, mas a revista Le Point fala em "uma longa enfermidade" - eufemismo que a imprensa francesa costuma usar para câncer. Giraud tinha 73 anos.

Desde que vendeu suas primeiras ilustrações, aos 18 anos, Jean Giraud era dedicado aos quadrinhos. Começou carreira nas HQs de western, como sua criação Frank et Jeremie, mas chamou atenção a partir do momento em que virou aprendiz de Jijé, um dos nomes mais famosos do quadrinho francês. Blueberry, que criou junto a Jean-Michel Charlier em 1963, foi seu primeiro sucesso.

Nesta mesma época, o artista começou a assinar o pseudônimo Moebius para HQs de fantasia. Aí, ficou praticamente desaparecido durante uma década, retornando com destaque em 1975 como co-fundador da Métal Hurlant (ou Heavy Metal), a famosa revista com ênfase em HQs de ficção científica e fantasia. Lá desenvolveu obras como Arzach e A Garagem Hermética, que lhe renderam um público internacional por conta da criatividade e da imaginação sem limites nos cenários e figurinos.

Também em 1975, o autor começou a colaboração com o escritor chileno Alejandro Jodorowsky. Os dois trabalharam numa adaptação do livro Duna para o cinema, mas o projeto terminou engavetado. Jodorowski acabou sendo seu parceiro de muitos trabalhos nos quadrinhos, sendo o principal deles O Incal. Hollywood continuou procurando-o, o que o rendeu créditos de desenhista de produção em Alien: O Oitavo Passageiro, Tron, Mestres do Universo, Willow, O Segredo do Abismo e O Quinto Elemento, entre outros. Giraud chegou a morar nos EUA nos anos 1980, época em que seus desenhos influenciavam tudo relacionado a fantasia e sci-fi no cinema e nos quadrinhos. É também dessa época sua colaboração com Stan Lee numa graphic novel do Surfista Prateado.

Nos anos 1990, criou várias obras onde atuou primariamente como roteirista, como Mister Blueberry, Marshall Blueberry, Le Monde du Garage Hermétique e o remake de Little Nemo. Naquela década e na seguinte, esteve dedicado como autor solo das séries de álbuns Le Monde d'Edena e Inside Moebius. E nos últimos dois anos estava tocando sua própria editora, Moebius Productions, com novas histórias de seus personagens Arzach e Le Major.

No ano passado, sua obra voltou a sair no Brasil através da editora Nemo, que começou a lançar os cinco volumes da sua Coleção Moebius. Depois de Arzach e Absoluten Caufeltrail, há outros dois planejados para este ano: O Homem é Bom? e Garagem Hermética.

Jean Giraud ganhou dezenas de prêmios pelo mundo, virou documentário e teve várias exposições de sua obra. Uma das últimas, na Fundação Cartier em Paris, aconteceu no final de 2010 e foi a maior de sua carreira. Infelizmente, foi também um dos pontos finais dessa expressiva carreira.

Leia mais sobre Moebius

Moebius
(Moebius) Direção: Éric Rochant
sobre o filme

Discuta aqui no site Discuta aqui

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar. Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

blog comments powered by Disqus