HQ/Livros

Quadrinista processa seriado Heroes por plágio

Jazan Wild diz que circo da quarta temporada é inspirado em seu trabalho
-

O quadrinista Jazan Wild abriu um processo contra a Tailwind Productions, produtora do criador de Heroes, Tim Kring, com uma acusação de plágio. Ele alega que o "circo das almas perdidas" que fez parte de uma das histórias da quarta e última temporada de Heroes é uma cópia de ideias e visuais de sua HQ Jazan Wild's Carnival of Souls, publicação independente.

O processo menciona cenas inteiras e até diálogos do seriado que teriam sido copiados da HQ. "Algumas das cenas em Heroes parecem ter sido feitas usando a obra do queixoso como storyboard", diz o processo. A única diferença estaria no final da temporada, que, segundo Wild, teria sido modificada para "diminuir as semelhanças".

Wild - cujo verdadeiro nome é Jason Barnes - quer 60 milhões de dólares por infração a direitos autorais, interferência intencional com vistas a vantagens econômicas, concorrência injusta e enriquecimento ilícito. Além disso, quer proibir que a quarta temporada seja reexibida na TV.

A Carnival Comics, editor de Wild, forneceu ao site Robot 6 o documento do processo, que mostra comparações em imagens do seriado com a HQ.

Não é o primeiro processo contra Heroes. Em 2007, um caso foi julgado improcedente. O seriado também já foi acusado de plagiar ideias de Watchmen e dos X-Men.

Leia mais sobre Heroes

Discuta aqui no site Discuta aqui

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar. Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

blog comments powered by Disqus