13 Reasons Why
Séries e TV - Drama
13 Reasons Why (2017)
  • País: EUA
  • Classificação: Não definido
  • Estreia: None
  • Duração: indisponível
    Criação:
  • Elenco:

13 Reasons Why | Crítica

Com produção de Selena Gomez, série da Netflix discute suicídio, machismo, estupro e mais

Baseada no romance do estadunidense Jay Asher, 13 Reasons Why, nova série da Netflix, traz à tona um relato autêntico do conturbado período que é a adolescência. Depois de sofrer abusos físicos, sexuais e psicológicos, Hannah Baker (Katherine Langford), de 17 anos, vê-se destruída a ponto de enxergar apenas uma solução para seus problemas: pôr fim à própria vida.

Duas semanas depois, Clay Jensen (Dylan Minnete), colega de classe que nutria uma paixão secreta pela garota, encontra uma misteriosa caixa com várias fitas cassete à porta de casa. À medida que ele escuta, as fitas trazem flashbacks que revelam um mundo sombrio e cruel por trás do cotidiano juvenil: “Talvez eu nunca saiba por que vocês fizeram o que fizeram. Mas eu posso fazê-los sentir como foi”, diz Hannah, que, antes de se suicidar, decidiu narrar em detalhes os Porquês de sua ruína.

Produzida pela cantora Selena Gomez e pelo ganhador do Oscar Tom McCarthy (Spotlight), 13 Reasons Why triunfa ao ampliar de forma coerente a narrativa do livro, permitindo discussões que vão além dos conflitos da protagonista. Na série, a história não é contada de uma lente maniqueísta, com indivíduos inteiramente bons ou maus. O espectador se sensibiliza com os problemas de todos os personagens, mesmo sabendo que foram eles os responsáveis pelos atos que levaram Hannah ao suicídio. Estuprada, uma das meninas lamenta: “Você sabe o que acontece quando garotas pedem ajuda.”

Composto predominantemente por estreantes, o elenco empresta grande verdade aos dramas de seus personagens – ainda que, seguindo a constante hollywoodiana, alguns dos atores sejam evidentemente velhos demais para seus papéis. Com explosões emocionais capazes de deixar os nervos à flor da pele, Minnete e Langford são os que roubam a cena. Ademais, é emocionante ver Kate Walsh (Grey’s Anatomy) expressar genuinamente a dor e a indignação de uma mãe que perdeu a filha de maneira tão trágica quando sequer estava ciente do problema.

Além de corrigir graves deslizes de estruturação e continuidade da narrativa literária, os showrunners Brian Yorke e Diana Son denunciam a falta de atenção e a ineficiência com as quais o problema é tratado. No entanto, ao longo de 13 episódios, a série falha por inconstâncias de ritmo entre um capítulo e outro, algo que, somado à abordagem das temáticas perturbadoras, talvez não inspire o hábito do público da Netflix de maratonar a série.

Com intenções que vão além do entretenimento, 13 Reasons Why é chocante e assustador, mas autêntico e necessário. Deixa a certeza de que, quando uma garota morta decide contar uma história, você deve parar para escutá-la.

Nota do crítico (Ótimo) críticas de Séries e TV
 

Que o cu tem a ver com as calças?

desculpa felipe, era pro cara acima

maduro é o q vc adora, vai la pra venezuela apoiar seus ditador

Guilherme ,super maduro seus argumentos .PArabéns .

Concordo . Série bem fraca msm, e o doente aqui embaixo da achando que esses problemas que ele destaca são razões pra suícidio .kkkkk

Nossa que conclusão péssima!!! Quando uma garota morta decide contar sua história, VC tem que parar pra escutar!! É claro que depois da morte todos querem saber, cada um tem uma teoria, quer entender, não precisa fazer um seriado pra que os outros se interessem pelo suicídio de ninguém! A reflexão tem ser outra, devemos querer escutar quem está vivo!! As pessoas precisam começar a pensar um pouco mais no próximo! Se colocar no lugar das pessoas vivas, só assim elas poderiam ser salvas! Eu fico indignada com a superficialidade que as pessoas tratam o tema, colocando a Hannah num pedestal, mártir, e todos os outros tão mals e cruéis, e ponto, pq está lá na ficção, ninguém pensa nas hannahs da vida real, nem mesmo nos "vilões" da vida real, que podem ser qualquer um de nós. Pessoas ferem as outras o tempo todo, todos só olham para os próprios umbigos, ninguém se importa com ninguém!! Temos todos que pensar nas nossas próprias atitudes, pq todo mundo tem uma visão diferente das coisas, e de repente podemos nos deparar com uma Hannah por aí. Mas no final a culpa nunca pode ser de ninguém, todos cometemos erros, o professor cometeu um erro, não enxergou o desespero da garota, quem poderia imaginar?? Os pais não viram nada... Mas não podem ser culpados, no final de tudo,foi uma escolha dela, assim como tantas pessoas sofrem tanto, e decidem viver, e lutar!! E se não for pra refletir assim, acredito que a série não deveria nem ser recomendada, pq pode acabar dando mais um motivo para aqueles que já tem tendências suicidas, que sofrem realmente com maldades, mas que tbm se vitimizam,maximizam os problemas, assim como a heroína da série.

mimimimimimimi geração mimimi é osso

assisti o seriado e não conseguia parar, doida para saber o que ia acontecer no próximo episódio. Apesar de ser bem perturbadora, a série traz temas que exigem atenção, coisas que muitas vezes ficam por debaixo do tapete. Muitos acharam que a personagem faz muito drama e que não era pra chegar ao ponto de suicídio, mas ouvi uma vez que cada pessoa tem um tipo de reação diante das situações, e lembrando que ela tem 17 anos, então temos que imaginar como gira o mundo na cabeça de uma adolescente de 17 anos que foi ridicularizada, caluniada, estuprada e que acredita que ninguém se importa com ela =( A cena da morte dela é bem chocante e triste, mas achei muito interessante o seriado, um alerta para os pais ficarem atentos sobre o que anda acontecendo na vida deles fora de casa

Ah, agora sou eu que estou generalizando e julgando? Precisa entender melhor sobre relacionamentos, ou estar no lugar dela pra entender. Falar é fácil, quando você não sente a dor que ela sentiu. Não vou perder meu tempo pq já vi que suas convicções estão cristalizadas, e além do mais, pra que discutir com um perfil chamado "carpe diem"?? Adeus!

todos tem problemas de relacionamento. sinto pena de vc generalizar e julgar sem conhecer

É muito fácil falar isso quando não se está no lugar da Hannah. Em algumas cenas, colegas falam exatamente isso, que ela se vitimiza, que faz drama por tudo. Você não deve ter problemas de relacionamento e deve ser muito extrovertido para falar uma besteira dessas. Sinto pena de você!

Lembrando que o pai do Alex é policial (facilita o alcance as armas) e pela forma como a série retrata o pai dele, é provável que o Alex saiba usar armas muito bem. O fato de mostrarem o Tyler (fotógrafo) comprando uma arma no mesmo episódio acredito que é só pra gerar as teorias.

Boa análise Guga. Quando assisti achei que o Alex também teria tentado suicídio.

sim, entendi, e continuo na minha posição sobre essa série misandrica, estereotipada e sensacionalista

Cara, acho que você não entendeu nada. "Vidão" não é só dinheiro não. Ela sentia que era um peso para os pais, perdeu todos os amigos (aquela que ela achou que era a melhor amiga chegou a agredi-la fisicamente), foi sabotada, perseguida, ESTUPRADA. Poxa, se isso é um vidão... Ela se sentia só, e temos que lembrar que era uma adolescente, que não tem a maturidade completamente construída. Para ela, aquelas pessoas que lhe viraram as costas eram tudo, eram todo o seu círculo social, toda a sua vida. Quem não sente empatia pelos outros deve achar o tempo assistindo a essa série um desperdício mesmo.

O Bryce vinha depois do Clay na ordem das fitas. Como já estava próximo o julgamento, porém, o Clay achou melhor passar direto pro conselheiro, pra que talvez ele pudesse fazer algo a respeito.

Provavelmente vc não entendeu as coisas horríveis que aconteceram com ela.

tenho 20, e pelas historias dos meus pais não é diferente de hoje, e naquela época não tinha defesa dos pais e sociedade, la que devia se sentir sozinho, concordo com ele tempos faceis crian pessoas "fracas", não acho isso um demerito, sempre foi assim, do lutar pra protege o fogo e não ser comido por lobos a popularidade da escola.

Idai????

A teoria faz sentido, mas o Alex ter cometido suicídio, também! Ele dá vários sinais durante a série: o jeito que fala do futuro, a desesperança, o não se importar com as consequências do que faz, dizer que a Jessica era a única felicidade em sua vida. Até limpar o quarto ele limpa, exatamente como a Hannah fez antes de cometer suicídio.

Ele deveria receber depois do Clay, mas, com a confusão toda, eles acabam pulando o Bryce e vão direto para o conselheiro da escola para que ele faça alguma coisa a respeito.

Mas a Hannah dita as regras, ou vc ouve e repassa, ou eu tenho copias que vão direto pras autoridades. Claramente o Bryce seria o ultimo a receber, e justo o que culminou no suicídio, eu não passaria pra ele!

Ensino Médio é com S

Porque terá a segunda temporada

e vc é um criminoso por desejar que crimes sejam efetuados contra outras pessoas que simplesmente divergem de sua opinião. a série é cheia de clichês que conta a historia de uma menina que se vitimiza demais em muitos pontos

ela mesma se vitimiza demais chega a ponto de ser ridicula.

cheia de cliches

O adolescente de hoje é mais fragilizado acredite. As redes sociais a tecnologia fez com que muitos tenham um mundo à parte...é difícil julgar.

Nem todos são espertos muitos sofrem!

Já dei aula tb e cada um é um ! Já vi muitas histórias tristes mas ouvi

Melhor texto

Isso !

Sou professora..tenho filhos adolescentes ...isso tudo acontece sim e nos dias de hoje :(

Se mexeu com você e procure sim ajuda.

Acho a série interessante para os pais

Tá certo !

Ser estuprada é coisa séria e o suicídio seguido não acontece só em filmes.

Cuidado com essa ira isso é preocupante! Uma série não é uma vida real mas saiba que pessoas sao.caixinhas de surpresa e que vejo pais omissos e escolas que não sabem.fazer uma.mediação correta diante de acontecimentos. É para.refletir por.partes.

O Tyler não atirou no Alex. O Alex se deu um tiro. E o Tyler tira a foto do Alex do varal pq lembra q ele o ajudou uma vez a não apanhar (tem até o flashback na hora explicando isso): o Alex ia ser o único q o Tyler ia poupar.

Fiquei com a mesma indagação... Saber que Clay recebeu a caixa com a fitas, no início, não me incomodou. Mas, ao decorrer da série, ficou óbvio que os demais não repassariam as gravações. Só me resta crer, que apesar desses furos, Tony teria cópias para distribuir entre todos os 13... Afinal, ele foi o primeiro a ouvir as fitas e o responsável por repassá-las.

Como se eu me importasse com o que vc pensa.

Vdd mesmo que a pessoa não se identificou, não tem como imaginar como deve ser horrivel pra uma garota, não importa a geração, ser estuprada e assedia o tempo todo.

É por que não é a realidade de vocês pode ter certeza.

Pser cada pessoa reage de um jeito você nunca vai saber. O pessoal parece que não entende isso. Sobre a placa derrubada ela tava bêbada tinha acabado de ver um estupro e tava sem celular João stuart você acha que ela ia fazer o que?

Cara você é um babaca.! Queria ver se você fosse menina e te estuprassem e fizessem tudo que fizeram com ela e que fazem nas escolas do EUA, você ia se arrepender das suas palavras.

Se existissem menos lixos como ele no mundo ele seria um lugar bem melhor.

Bom eu não considero o que você falou como sendo de crítica... Tá mais pra um comentário hater de alguém que não sofreu bulling.

Cara não precisa ofender a série se você tem seu ponto de vista fale sem ofender a série pq tem gente que gosta.

O que você falou e pura verdade. A série não foi feminista... Foi realista.

Eu achei bom ter enrolação pra desenvolver os personagens. Se fosse curta como nós iríamos entender o drama é o lado dos personagens? No livro esses personagens só aparecem 2 vezes e o Tony só aparece 1. Eu queria ver uma trama meio que a redenção do Justin pq eu não achei ele esses babacas tipo o bryce e o Marcus. Fora a cobra dá Courtney.

A série retrata o ensino médio e a adolescência como ela é de verdade não é aquele mar de rosas que aparecem em filmes, isso que eu achei MT bom na série tbm concordo totalmente com você.

Cara como você quer ação em uma série dessas MDS.

Era o ex bairro dela MDS. Ela morava lá antes de se mudar.

Concordo em tudo. As vezes tem muitos por ques perto dá gente.

MDS cara como você pode falar isso?? Vidao você acha que ser estuprada e um vidao, você nem sequer deve imaginar o trauma de uma garota que foi agredida várias vezes, esse seu ponto de vista deve ser por causa do tempo em que você foi adolescente onde não existia o que existe hoje, sempre que ela tentava se levantar alguém derrubava ela de volta ela não tava culpando os outros ela tava mostrando os erros deles e tava tentando mostrar as outras pessoas como o bulling pode afetar a vida de uma pessoa.ela tava tentando evitar que outras pessoas passassem pelo que ela passou. Não quero ser grosso, mais você devia pensar melhor e analisar antes de postar um comentário desses.

Sim, um bom motivo mas Justin recebeu uma fita, e ele não iria querer que ninguém soubesse o que aconteceu com a Jessica

Aquela coisa: tempos difíceis, pessoas fortes. Tempos fáceis, pessoas fracas. Essa série mostra uma geração de fracos e mimados e muito por culpa dos pais que querem blindar os filhos como se fossem de cristal. Acabam criando seres indefesos, presas fáceis.

porque ele destruiria.

So não entendi pq o Bryce não recebeu uma fita.

Série ficou muito boa.. mas faltou um desfecho no final. Principalmente o que acontece com cada um dos personagens

Existe uma série assim, chama-se One Tree Hill. Quanto a 13 reasons why, creio que o objetivo, como já disseram aqui, foi simplesmente abrir pauta para o assunto suicídio, bem como sobre como tratamos as pessoas (seja na adolescência ou na vida adulta). É uma reflexão e não um incentivo. Eu - que já passei da adolescência há alguns anos - consegui me ver dos dois lados da história (como já tendo feito bullying e sofrido), e creio que isso seja algo recorrente e que muitas pessoas talvez tenham se identificado assim. Acredito que esse seriado é, principalmente, um alerta de mudança de atitude.

A intenção da série, ao meu ver, não é convencer uma pessoa com problemas a não se machucar, e sim, fazer com que a questão seja explanada pra quem não percebe o que está acontecendo à sua volta, para que as pessoas reparem nas outras, identifiquem os sinais de uma pessoa com problemas e que possam ajudar de alguma forma. A série deixou isso bem claro em diversos pontos dos episódios. Acho que o mais importante foi no último, que explana a conversa do conselheiro com a Hannah, onde ele não soube lidar com o assunto. Era a última chance dela e a pessoa que deveria oferecer a ajuda não soube agir adequadamente. Por isso eu acredito que o objetivo seja explanar essa situação, como coisas banais do dia-a-dia, misturadas com problemas graves podem se tornar uma coisa fatal e trágica.

Sim, pensei justamente isso.

Foi sim. Analise os fatos: No mesmo episódio que termina com um jovem de 17 anos baleado na cabeça dentro de uma ambulância, o fotógrafo compra uma arma de um cara. No último episódio da série, antes mesmo de qualquer um saber que o Alex foi baleado, o fotógrafo remove a foto dele da sala escura, onde ainda constam as fotos de todos os outros alunos que protagonizaram a história. Eu acredito que seja uma deixa para uma próxima temporada.

Pensei o mesmo, quando fui assistir achei que eram 8 episódios.

kkkkkk - A série tem um tema interessante, mas tem muitas falhas mesmo não entendi pqe falam tão bem dela..

To achando que foi ele que meteu bala no Alex..

Bom, deixei de adolescente tem pouco tempo,, posso dizer sinceramente que passei por situações e ainda passo bem parecidas com que Hannah passou, algumas delas bem mais traumatizantes do que as que a série relata,mas nuca nem por um momento passou por minha cabeça em me suicidar, claro que não é o caso de todos. O assunto merece ser discutido e deve ter uma atenção,mas não acho que uma série que justifica os motivos que uma adolescente tirou a própria vida vá ajudar outros adolescentes a passarem por suas crises emocionais, existenciais ou familiares,ela apenas fomenta a vontade dos telespectadores que passam por algum tipo de problema a tirar a própria vida, a série da ideias de como fazer isso, pelo amor de Deus, isso não é uma forma de ajudar ou de discutir o assunto. Adolescente é um ser inconsequente, sabemos disso, mas é forte e determinado... Eu não entendo como que eles conseguem força pra correr atrás de coisas superficiais e não lutam contra os medos, os rótulos e o tão " Temido" Bulling. Sou uma sobrevivente da adolescência, alias da vida, existem milhões igual a mim, e pq em vez de uma série relatando uma pessoa que se mata por fraqueza, não existe uma serie que encoraje a ser forte, a saber como lidar com os problemas, a ser você e ter uma identidade firmada naquilo que você acredita mesmo que todos digam ao contrario?

Ela não demorou. A série começa com ela morta já.

Exato. Todos que eu conheço maratonaram a série. Inclusive essa é a primeira série que vejo dessa forma.

Fui dar uma fuçada no seu perfil pra ver se pescava alguma info antes de responder seu comentário. O senhor parece ter seus 45, 50 anos obviamente passou por uma criação diferente e tem todo direito de achar que os jovens de hoje não passam de mimados. Pode até ser mas um cara na sua idade deveria ter consciência de adulto e uma visão ampla de como as pessoas sentem, lutam e sofrem de maneiras diferentes. Todos passamos a vida no colégio como agressores ou agredidos.. a intensidade disso nos molda para o futuro, ou ceifa a chance de chegarmos até ele. Seu comentário raso apenas mostra o quão as pessoas se põe na pele dos outros..

Série ridícula sobre uma menina que tem um "vidão" e resolve se matar e culpar os outros, pra completar deixa a entender que um moleque vai dar tiros na escola por conta de bulling, problema maior é que não tenho como recuperar o tempo de vida que perdi assistindo essa porcaria...

Tem de ter a 2 temporada, aquele fotografo ia abrir fogo na escola???

A serie é muito mal feita.

Niara, a qualidade da série é duvidosa quando se tem oportunidade de acesso a outros materiais mais profundos e realistas sobre o assunto. As críticas tem sido nesse sentido, o tema é realmente importante, e a série foi um tanto confusa ao abordar o assunto, ao mostrar que as pequenas coisas podem se somar ao turbilhão de problemas que a menina sofria, e volto a dizer porque não foi elaborada com consistência, e sim com pretensão. Eu não vejo problemas das pessoas gostarem porque eu gostei da série, mas não é o material que recomendarei para tratar do assunto com uma verdadeira seriedade, pois esse tem de ser mostrado com objetividade e clareza, para não gerar esse monte de comentários tolos das pessoas que andam dizendo que é mimimi.

a qualidade duvidosa do material não deve ser discutida com comentários vagos, lembre-se que ela foi estuprada, aos menos esse motivo já destroi qualquer argumento seu para justificar mimimi.

concordo contigo, o problema é que existem materiais muito melhores sobre o assunto como The bulling project. penso que a série tem de melhorar nas próximas temporadas, ser mais profunda, dar o verdadeiro tom e não elevar o suicídio como peça fundamental e sim combater ele como deve ser realmente feito.

kkkkkkkkkkk

cara eu pensei a mesma coisa, por mais confusa que a personagem estivesse, essa cena foi muito mau justificada, não faz o menor sentido!

A série é "longa, enrolada, cheia de clichês, tedioso, arrastado e pré-adolescente" porque não é uma série de ação. Isso é drama! E como todo enredo dramático, ele precisa dessas características para tentar fazer você sentir o que o personagem sente, que no caso é o Clay. Se você quer ação, realmente nessa série você não vai encontrar. Achei que tudo isso ajudou a me sentir na pele do personagem, de ficar mal por ele, de me fazer parar pra pensar "Cara, e se isso acontecesse comigo? Eu estaria de pé igual ele está?" Precisamos analisar tudo em conjunto. O tema da série pede para que ela seja dessa forma e no final isso faz toda diferença. Se você achou a série chata ou desnecessária, provavelmente você é uma pessoa que nunca enxergaria que alguém do seu lado poderia precisar de ajuda, assim como Hannah. Provavelmente você ganharia uma parte da história das fitas só pra você.

Meu Deus. Impressionado com os comentários superficiais, além da crítica acima bem fraca. Na verdade, a série peca em não mostrar que os adolescentes são muito mais retardados. Espero realmente q essa molecada aprenda algo com a estória. Ao invés de fazer pouco caso.

Estou no quarto episódio e estou assistindo de teimoso, pois até agora eu não gostei!!! É verdade que melhora nos últimos episódios?

Não, eu tenho 19 anos e não consegui também. Acredito que seja porque a série tem uma pegada muito juvenil, clichê, mal trabalhada. Ou talvez porque não seja a nossa realidade.

Melhor comentário. A série tem um hype tão alto, achei que seria impressionante. Ledo engano. Não é ruim, o tema é importante. Mas a abordagem é totalmente clichê. Poderiam ter passado muito mais informação nos episódios de quase 1 hora de duração.

Eu estou no episódio 5. Depois de ver tanto clichê adolescente, não dá a mínima vontade de continuar assistindo. Dizem que os ultimos episodios são os melhores, é verdade?

EU DEMOREI

Verdade. E acho que quando eu era criança ou adolescente os limites das coisas era mais definidos​.

ola usuaria que não me importa saber o nome. te convido a parar de absorver tudo que te jogam como verdade absoluta. na verdade te convido a conhecer o mundo não somente o pregado pelas ideologias feministas misandricas que vc deve tanto adorar. boa sorte

nenhum pouco.

Também acho que não me identifiquei poe causa da minha idade, mas a questão com a geração milênio é que a internet potencializou tudo! Na nossa época nada era registrado e compartilhado para sempre como é agora.

A pessoa sai de casa a noite, passeia pela cidade, por um acaso que ninguem sabe para no bairro de gente rica ela percebe q ta rolando uma festa na casa do estuprador, e por outro acaso q ninguem sabe, ela entra na festa do estuprador e aceita ficar de calcinha e sutiã na banheira dele what?????? q cena porcamente construida

n da pra aturar uma coisas dessas

Paranoico?

Completamente pré adolescente, fraco tedioso, apenas marketing por quem escreveu e dirigiu, num contexto de enredo.... pessimo, para quem já tem uma base estruturada do que é um seriado bom, resumindo Muita promoção de pessoas sem base de criticas.

Eu conheço e sou uma delas. A série é boa, passa uma mensagem muito importante, mas de fato, ela se arrasta pra que pudesse se estender por 13 episódios. Achei também algumas situações forçadas por serem bem distintas acontecendo com a mesma pessoa em tão pouco tempo. Mesmo que aconteça tudo isso na vida real, eles não souberam desenvolver isso muito bem na série. Talvez se eles se focassem em um problema apenas, com os roteiristas e diretores certos e construindo uma boa história com menos episódios, acredito que saíria bem mais interessante.

O que achou Leonardo? Abraços

Olá usuário que não é capaz de expor o nome. Sinto lhe informar, mas seu ponto de vista está um pouco limitado. Te convido a enxergar o mundo e as pessoas além de suas limitações e pontos de vista já aplicados anteriormente. Boa sorte.

Olá Adriano. Muito bom ver que você teve esse olhar crítico, essa empatia em entender a proposta da série e dos personagens. Fico imensamente feliz em saber que você está bem hoje. Isso aí! Força e lembre-se que, nada do que te falaram é verdade. Acredite em si mesmo!

ação rsrsrsrsrsrsrsras

Discuta aqui no site Discuta aqui

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar. Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

blog comments powered by Disqus