Séries e TV

Mr. Robot | 3ª temporada começa intensa com nova missão de Elliot

Seriado abraça seu lado distópico virtual e segue com comentários à sociedade moderna
-

Nos últimos anos, a televisão foi palco para diversos criadores de conteúdo mostrarem suas mentes brilhantes com narrativas complexas e detalhistas, como David Lynch (Twin Peaks), Noah Hawley (Fargo) e Vince Gilligan (Breaking Bad), por exemplo. Sam Esmail conseguiu se unir à esses grandes nomes com seu trabalho em Mr. Robot. Com a estreia da terceira temporada, é possível ver que o diretor/roteirista ainda tem muitas surpresas planejadas na jornada de Elliot Alderson (Rami Malek).

Como já foi divulgado, o terceiro ano começa acompanhando o metódico Irving (Bobby Cannavale) sendo contatado para limpar a bagunça deixada por Tyrell Wellick (Martin Wallström), efetivamente salvando a vida de Elliot. Acontece que isso faz algo clicar na cabeça do hacker: ao invés do que acreditava no fim da segunda temporada, Elliot está vivendo uma situação real e não tem controle algum. É apenas uma peça na luta entre a Evil Corp, Dark Army e o próprio Mr. Robot (Christian Slater).

Poder é o tema principal de "eps3.0_power-saver-mode.h", visto em tramas como a inutilidade do protagonista, a onipresença do Dark Army ou o crescimento absurdo de Angela Moss (Portia Doubleday), que ao longo dos anos evoluiu de amiga desinformada para uma das principais responsáveis pelo andamento da narrativa ao perseguir seu desejo de justiça.


Em um dos melhores momentos do capítulo, Esmail também usa essa abordagem ao poder para discutir o momento atual dos Estados Unidos. Elliot passa por um excelente monólogo onde nota como momentos difíceis são aproveitados pela mídia e mercado, que tornam resistência em produto, e pelo governo, que vê o pavor da sociedade como uma oportunidade para tomar os direitos do povo sem maior resistência, utilizando o próprio medo como arma.

Essa reflexão faz com que Elliot assuma a culpa pela queda da sociedade e crie novos inimigos, dando início à uma guerra solitária contra o Dark Army - mencionando até mesmo juntar-se à Evil Corp para fazer isso. É uma mudança brusca para o personagem, mas que faz todo o sentido: o começo da terceira temporada dá forte sinais de que Mr. Robot passou de uma história sobre tecnologia e corporativismo na sociedade contemporânea para algo ambientado em um futuro distópico não-tão-distante.

Mr. Robot continua tão intenso, brutal e pé no chão como sempre foi, sabendo utilizar seu próprio universo para construir uma narrativa intrigante ao mesmo tempo que faz comentário ácidos e pontuais ao mundo real. Esmail já afirmou anteriormente que tem o final planejado, e cada vez torna-se mais claro que o criador sabe a estrada que está trilhando.

Mr. Robot estreia no Brasil em 12 de outubro, às 00h, pelo canal pago Space.

Leia mais sobre Mr. Robot

Mr. Robot
Estreia em 27/05/15 Produção: 2015 10 episódios
sobre a série
Galeria de imagens (37)

Agora começa a maratona de séries... Mr. Robot, TWD e Stranger Thinks.

Eu tento não baixar da internet, mas o canal Space transmite o episódio às 0h de quinta-feira sem horário de reprise... Pqp né??

muito bom o inicio desta 3 temporada... vale a pena, ansioso pelo proximo episodio.

Assista, é viciante, um episódio leva a assistir o outro. A única coisa que posso dizer é que o Senhor Robô não é um desconhecido.

Tudo que podemos te dizer: Continue vendo e se surpreenderá.

Vi apenas 3 episódios da primeira temporada, não sei se continuo acompanhando. Alguém poderia me dizer se esse rapaz é drogado ou possui algum distúrbio psicológico? Ele é esquizofrênico?

eu e meu amigo tivemos a mesma impressão de que foi falado sobre viagem no tempo, deve ser mais uma situação onde o que é mostrado não é o que está acontecendo.

Passa no dia seguinte a 00:00 com legenda...

Sim, esteticamente é uma maravilha também. Além da narrativa ser mais rica e autoral, como eu já falei, a estética da segunda também é mais bem elaborada, a série ganha coesão, uma identidade própria. A primeira temporada houveram vários diretores, e percebia-se uma identidade visual mais convencional em muitos episódios, sem o mesmo brilhantismo técnico e cuidado com as composições visuais da temporada seguinte. A melhor coisa que o Sam Esmail já fez foi assumir - a partir da segunda temporada - todos os episódios. Ele é extremamente talentoso com a câmera. Infelizmente as pessoas só querem saber de dinamismo, do plot andar. Por isso que preferem a inferior primeira temporada.

onde eu assino?

Também acho a segunda muito superior, tem episódios que você jura que quem dirigiu foi David Lynch. A primeira é mais linear...

Normal, o ritmo da 1° temporada é mais acelerada que a segunda, tem muito de thriller hacker. Ou seja, agrada às massas. Já a 2° temporada tem um ritmo bem mais lento, poucas tramas envolvendo hackers e com uma alta carga de confusão mental por parte do Elliot, fazendo-nos ficar ainda mais confusos com o rumo que a história está tomando... E é muito mais drama do qualquer outra coisa, foca mais nos personagens do que na trama. Então é óbvio que o pessoal não iria digerir bem, a maioria dos telespectadores ainda são limitados acerca de absorver uma obra artística particular, que difere demais do que ele está acostumado a ver. E esse é um dos principais motivos que fazem o Sam Esmail ser especial; ele não tem medo de arriscar, cada temporada de Mr. Robot parece ter um pegada diferente, que segue a degradação psicológica do protagonista. Eu revi as duas temporadas mais de uma vez, e não tenho dúvidas nenhuma que a segunda é superior. Você pode preferir a primeira, tudo bem; mas como narrativa, a temporada passada é mais rica e inventiva. E isso não é uma opinião, é uma informação.

Que episódio FODA, excelente início de temporada!

Muita gente achou a 1ª temporada (bem) melhor que 2ª.

Tão elogiando bastante essa temporada mesmo, mas fico meio desconfiado... A primeira temporada recebeu aclamação semelhante e apesar de ser sim muito boa, não é lá essas coisas como alguns tentam enfiar. Já a segunda é o contrário, não recebeu muitos elogios, mas é disparada a temporada mais bem realizada, com uma linguagem mais autoral e uma estética mais coesa, particular. Enfim, aguardemos.

não é simultânea, infelizmente

A critica está elogiando bastante a temporada, estou ansioso pra conferir, uma pena o Space passar os episódios aqui no Brasil tão tarde, vou ter que optar pelo torrent mesmo.

Excelente retorno, esperando o desenrolar desta temporada.

Discuta aqui no site Discuta aqui

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar. Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

blog comments powered by Disqus