Séries e TV

Por que a volta de David Letterman à TV é tão importante

Talk show da Netflix, O Próximo Convidado Dispensa Apresentação começa com entrevista de Barack Obama
-
 -

David Letterman está de volta. Depois de dois anos de hiato, o apresentador retorna ao protagonismo em seu próprio programa de entrevistas na Netflix. My Next Guest Needs No Introduction (ou O Próximo Convidado Dispensa Apresentação em português) terá seis episódios, um por mês - e o primeiro, que coloca o ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama frente a Letterman, já está disponível no serviço de streaming.

Mais despojado, fugindo completamente do clássico formato estabelecido nos talk shows noturnos americanos, o programa explora uma das melhores qualidades de Letterman: as entrevistas. Mas para entender melhor a relevância de uma produção como My Next Guest, é preciso conhecer melhor seu apresentador.

Tido como referência absoluta entre os atuais apresentadores de talk shows, Letterman começou sua jornada no segmento em 1982, no Late Night. O programa vinha logo depois do Tonight Show with Johnny Carson, uma das mais consagradas versões do programa, apresentado por aquele que é hoje conhecido como "o pai do late night", Johnny Carson.

Assim como Letterman influenciou seus sucessores, foi Carson quem não só influenciou Letterman, mas o incentivou e acabou virando seu mentor. A importância de Carson na vida de Letterman era tão grande e intensa que, depois de se aposentar, Carson enviava piadas que Letterman geralmente usava em seu monólogo de abertura, comumente acompanhadas de um gesto imitando uma tacada de golfe - marca registrada de seu mestre.

Em 1992, entretanto, quando Carson se aposentou, era esperado por todos - principalmente pelo próprio Carson - que Letterman o sucedesse. Não foi bem o que aconteceu. A NBC, emissora responsável pelo programa, decidiu contratar Jay Leno para substituir o lendário apresentador - que não ficou satisfeito com a desfeita. Sendo assim, Letterman também deixou o canal e seguiu para a CBS, onde criou e apresentou o Late Show por 22 anos seguidos.

Apesar de ter seguido praticamente sem percalços até agora, a carreira de Letterman sofreu um grande baque em 2009, quando uma ameaça de extorsão o levou a assumir em um monólogo que ele tinha tido relações íntimas com funcionárias suas enquanto casado. Alguns dias depois da declaração, Letterman dedicou um segmento de seu programa para se desculpar de sua esposa e sua equipe.

A longa carreira de Letterman foi composta por inúmeros convidados importantes, como presidentes, atores e atrizes, colegas apresentadores, entre vários outros nomes importantes. Porém, com o novo formato e com os convidados já escolhidos para compor essa sua nova etapa na jornada televisiva - George Clooney, Malala Yousafzai, Howard Stern, Jay-Z e Tina Fey, que representam diferentes assuntos e aspectos a serem abordados num projeto como My Next Guest -, Letterman promete ser ainda mais ácido em suas perguntas, sem deixar nada para trás. Está de volta um dos melhores da TV.

Assisti a entrevista com Barak Obama e realmente foi incrível como foi uma conversa pessoal, entre amigos. Mal pareceu uma entrevista, sem piadinhas prontas, sem discursos exagerados e respostas na ponta da lingua. Cada vez que o Obama respondia como se ele tivesse ouvido a pergunta pela primeira vez, isso não existe em nenhum outro talk show. As perguntas humanizaram o ex-presidente de um jeito que eu nunca tinha visto. Não vejo a hora de ver a próxima já que é com um dos meus atores favoritos, o Clooney.

David Letterman sabia tornar qq entrevista interessante independentemente do convidado. Aqui no Brasil ninguém chegou perto disso.

Mano é como vou deixar minha opinião contrária seu burro mulo

Porque me trata-se assim sou tão bonzinho

"Extorsão" seria o fato de que ele recebeu um indiciamento pelo processo que foi aberto contra ele, e sabia que ia ser publicada matéria no NYT, já que ele foi procurado pra dar entrevista? Ele apenas antecipou a publicação da história, não fez nada por "extorsão";

Animal, esses programas são no minimo nota B-, por isso vc não vê nada D+ neles.

Vc não gosta de talk show, então porque se importa em se manifestar? Ou acha que alguém se importa que vc não goste desse tipo de programa?

Não vejo nada D+ nesse tipo de programa. Não falei onde o tom Cruise estava

Atrás de vc sou um jumento

Vida longa ao mestre dos talk shows

Quis lacrar mas a ignorância falou mais alto.

isso foi na Oprah....

Não vejo nada D+ nesse tipo de programa, cara chato, teve uma vez o tom Cruise em cima do sofá pulando feito um macaco feliz porque estava com aquela atriz feia como o capeta, e pouco tempo depois separação

O que me importa é a qualidade do trabalho do cara, to nem aí pra vida pessoal.

Era meu entrevistador favorito. Fiquei órfão quando a GNT parou de apresentar seu programa.

Calma que ainda pode aparecer alguma acusação

Se esse caso polêmico dele tivesse acontecido hoje, seria acusado de assédio e perderia seu programa e sua carreira.

Assisti uma boa parte do Late Show do Letterman. Até lançamento de bons álbuns aconteceram no programa, como o Wasting Light do FF, em estilo Beatles.

Num guento Jimmy Fallon. Péssimo entrevistador e...sem graça.

Podia ter um programa com o Tom Hanks e o Bill Murray, convidados historicos nesses 22 anos

não sabia dessa história de assumir ao vivo as puladas de cerca por causa de extorsão. choquei. acho que vai ser interessante as entrevistas, eu irei assistir.

Discuta aqui no site Discuta aqui

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar. Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

blog comments powered by Disqus