BoJack Horseman
Séries e TV - Animation, Comedy
BoJack Horseman (2014)
(BoJack Horseman)
  • País: Estados Unidos
  • Classificação: livre
  • Estreia: 22 de Agosto de 2014
  • Duração: 25 min.

BoJack Horseman - 4ª Temporada | Crítica

Série acerta em seu quarto ano com o que faz de melhor: tratar de temas profundos com situações absurdas

“Histórias nos confortam, nos inspiram e criam um contexto para nossas experiências no mundo”. É assim que Princess Carolyn começa o último episódio da quarta temporada de BoJack Horseman e isso é um grande resumo de tudo o que essa série animada é. Desde sua primeira temporada, o seriado sempre se destacou por conseguir tratar de temas profundos com situações absurdas, afinal estamos falando de uma realidade bem parecida com a nossa, em que o mundo é habitado tanto por pessoas, quanto por animais que agem como pessoas. Mas o quarto ano conseguiu ir ainda mais fundo nas questões de relacionamento e família, criando uma atração que tem o sentimento agridoce tão buscado por várias obras de entretenimento.

Quando começamos o quarto ano, BoJack Horseman está desaparecido. No fim da temporada anterior, ele quase se entregou à sua tristeza, mas mudou de ideia ao se deparar com algo totalmente diferente de sua realidade em Los Angeles, que remeteu à sua própria natureza. Isso é uma coisa que a série já explorou várias vezes: depois de erros, derrotas e decepções, BoJack foge de sua vida comum e tenta encontrar uma forma diferente de viver, antes de perceber que a mudança física não necessariamente significa uma mudança de personalidade e ele continuará sendo quem é, não importa onde. Apesar de ser um conceito repetido dentro da trama, essa é uma das lições de vida de BoJack Horseman e sua recorrência dentro da série só mostra como esse é um ponto importante para o criador Raphael Bob-Waksberg.

Ao deixar o personagem um pouco afastado no começo, a nova temporada acerta ao desenvolver os coadjuvantes, como Princess Carolyn, Todd e o Sr. Peanutbutter, que agora está concorrendo ao governo da Califórnia. Durante muitos episódios, os paralelos políticos e as situações inusitadas promovem uma boa diversão, principalmente para quem acompanhou de perto as eleições americanas. Não há nenhuma citação direta a Donald Trump, mas as referências são engraçadas e certeiras. Afinal, não é nada estranho disputar o governo de um estado em uma competição de esqui. Em paralelo, Diane teve o papel de levantar discussões pertinentes com a realidade atual, como a falta de segurança das mulheres na sociedade, tema que rendeu tantas frases absurdas que é impossível não rir, apesar daquele gosto amargo de saber o quanto daquilo é verdade.

A temporada também desenvolveu a trama de Princess Carolyn, que foi do céu ao inferno ao longo dos 12 episódios. Prestes a mudar de vida e conseguir algo que sempre quis, Carolyn viu tudo ruir na frente de seus olhos e agiu como os personagens da série costumam agir: de forma exagerada e auto-degradante. Esse arco foi um dos mais emocionantes da série, principalmente pelo apego do público com a personagem. Todos queriam um final feliz para Princess Carolyn e suas derrotas conseguem doer até mais do que as do protagonista.

Já o personagem Todd pareceu um pouco perdido ao longo das tramas, embora participe da maior parte delas. Afastado de BoJack, com quem fazia uma dupla interessante entre o inocente e o mal-humorado, Todd precisou encontrar outras motivações dentro da narrativa e algumas coisas ficaram um pouco forçadas. Uma pena, mas nada que comprometa o personagem por completo ou a temporada.

Voltando para BoJack, a temporada fez um movimento arriscado, porém necessário, ao mostrar mais sobre a família e a origem do personagem. Com isso, sua relação conturbada com os pais ficou mais explicada, mas não totalmente justificada, o que é um grande acerto. A mãe de BoJack é totalmente dura com o filho e nem mesmo todos os problemas e traumas de seu passado podem apagar isso. Afinal, o cavalo protagonista da série não tem culpa das circunstâncias em que veio ao mundo, ou dos sacrifícios de sua mãe, ou de tudo o que aconteceu com ela antes de seu nascimento. A culpa não é de ninguém, a não ser da própria vida.

A introdução de uma suposta filha de BoJack, algo já pincelado no fim da temporada anterior, também levou o personagem em várias novas jornadas de questionamento de sua índole, de sua capacidade e de seu lugar no mundo. Vale destacar aqui o episódio que mostra o que se passa dentro da cabeça de BoJack e como ele consegue tomar decisões tão questionáveis com aqueles que ama. Em seu interior, o protagonista é inseguro, pessimista e tem medo de perder as pessoas, apesar de sempre conseguir fazer algo para afastá-las. BoJack é o protagonista dessa história e, apesar de ser impossível não ter empatia por ele, suas decisões erradas geram um tipo de revolta do público que o acompanha. É exatamente por isso que esse episódio se torna tão importante ao mostrar que, no fundo, ele não é um cara ruim, apenas alguém machucado que comete erros ao tentar lidar com suas feridas. Novamente, a culpa é simplesmente da vida.

Apesar de tocar em tantos pontos pessimistas ao longo da quarta temporada, BoJack Horseman termina mostrando que sim, ainda existe esperança de algo melhor. A vida, aquela mesma que traz coisas ruins a todo momento, também pode ser responsável por trazer algo bom. Não será perfeito, como nunca é. As feridas, dores e traumas ainda estarão com nosso protagonista, como estão com todas as pessoas do mundo, mas ele pode finalmente conseguir se relacionar com alguém de forma completamente verdadeira. Um final agridoce e muito bonito de assistir.

Leia mais sobre BoJack Horseman

Nota do crítico (Excelente) críticas de Séries e TV
 

Essa temporada teve alguns episódios que invadiram o meu psicológico, é angustiante ver as personagens tomando decisões erradas, o episodio 11 (aaaaa que foda) e o episodio "Ruthie" são incríveis e sádicos. Só eu que shippo o Bojack com a Diane?

Velho aquele episodio, fiquei tão angustiado, um dos melhores da serie.

Excelente crítica. A quarta temporada de BoJack Horseman fora muito intrigante e explicativa em relação a sua arrogância e horrenda habilidade de conseguir afastar as pessoas que ama, ambas características inerentes ao protagonista. Além de apresentar uma árdua realidade á vida de Princess Carolyn, realidade de que nossos dias de glória são esplêndidos, mas basta uma derrota para nos debilitar de forma estarrecedora. Na quarta temporada foram esses dois personagens que tiveram maior relevância em minha opinião, acho que por conta de sua notável ligação a realidade de muitas pessoas.

Cara, aquele episódio no fundo do mar é simplesmente espetacular.

Não achei essa temporada tão boa quanto a anterior, mas tem muitos pontos fortes. Acabei dando 4,5/5 para ela. Algo me diz que a série do BoJack está chegando ao fim, pelo menos foi o que senti vendo o final dessa 4ª temporada. Espero que essa série não tenha um final decepcionante, ela é boa demais, merece um fim digno a sua qualidade. https://pequenoborrao.wixsite.com/pequenoborrao

valeu pela recomendação, parceiro! MAs eu já acompanho Ricky & morty já. eu e minha esposa somos fãs e não perdemos um episódio.

ah, então é isso.. comecei a ver a primeira e parei. Vou tentar reiniciando da segunda então..

Foda !

Te recomendo Rick and Morty, ele lida com assuntos parecidos, porém de forma diferente e engraçada.. Aqui tem um vídeo causo se interessar.. https://www.youtube.com/watch?v=AOfgokcEgII

as vezes sinto a mesma coisa com FAMILYU GUY, mas aí eu revejo tudo mesmo assim :D

Verdade creio que a primeira temporada tem seu altos e baixos, tentando trazer o publico com uma comedia clichê até ganhar, a personalidade de bojack horseman

Poh mas aquele questionamento da primeira temporada de oque é ser uma boa passoa mecheu muito cmg!!!

Eu quase desisti na primeira temporada, é bem fraquinha, mas vale muito a pena a partir da segunda temporada, os episódios melhoram consideravelmente e a terceira...aquele episódio "aquático"... bah...muito bom!

achei a morte da sarah lynn bem tristei também

exato, pensei a mesma coisa, tá tudo se encaminhando pra amarrar bem a trama, eu apenas de achar triste por perder uma serie que admito tanto, acho uma atitude que poucos tomam hoje em dia, aonde tudo gira em torno do dinheiro e gerar dinheiro. finalizar uma serie no ponto alto e fazendo isso como planejou, sem deixar fan service interferir, é uma baita atitude de coragem

kkkkkkkkkk mas o mundo é cheio dessas pequenas loucuras, tem gente que se diverte vendo homens correndo atrás de uma bola, tem gente que bebe apenas pra sentir a brisa de ficar embriagado e assim por diante

Te invejo, queria poder apagar tudo da memoria e assistir tudo de novo

Os animais são usados como metáforas na série, isso gera ótimas reflexões sobre o mundo e excelentes piadas usando a característica de cada bicho

Acho que foi a melhor temp da série, um dos melhores retratos que já vi do Alzheimer, e a própria depressão do boo jack é mostrada de uma maneira incrível no ep narrado na crítica.

Ainda não comecei a ver temporada nova, espero que seja tão genial quanto as anteriores, melhor série cômica de animação que já vi, junto com South Park.

O pessoal veio ver a crítica e ver a reação do povo shaushau mas beleza agora foi editado.

serie altamente recomendada pro meus amigos e fico feliz de ter começado a asistir. asisti apenas aos dois primeiros episódios da primeira temporada e ja tenho um sorriso no rosto ao saber que ja tem mais três temporadas inteiras à minha frente.

Comentei na crítica da temporada pra poder conversar sobre com quem viu, presume-se que o pessoal vem aqui depois de ter visto.

Cara vc ta spoilando ai a série que acabou de estrear e muita gente ainda nem terminou de ver.

É cada uma que a gente vê, série com um cavalo kkk.

Essa temporada conseguiu ser tão boa (talvez até melhor) que as anteriores. As piadas foram muito bem inseridas, os exageros, a execução de algumas ideias (como a forma que retrataram a demência), e principalmente o drama de cada personagem. É impossível não se sentir um pouco triste pelas escolhas dos personagens. No final da temporada, cada um deles ganhou um apelo dolorosamente verdadeiro, e esse é o ponto forte da série. A história de um cavalo dolorosamente humano.

BoJack talvez seja a melhor coisa em exibição na Netflix atualmente. Espero que os executivos malucos não cancelem essa delícia de série.

Sou apaixonado por essa série. É o topo da minha lista porque me vejo muito no protagonista e já passei por situações bastante semelhantes. Ainda passo... mudanças são difíceis. Aceitar nossa natureza e saber lidar mais ainda. Essa temporada me surpreendeu. Eu achei legal o foco nos coadjuvantes, mas senti falta dos holofotes no Cavalo de um truque só. Enfim, realmente o episódio 11 é brutal. Explicativo e muito denso... mas o prêmio vai pra forma em como o autor conseguiu encaixar passado e presente nos mesmo quadros sem ser piegas e no fim contar e ligar várias história em uma só. Como sempre: fantástico. Aguardo a quinta temporada, mas infelizmente pressinto que ela seja a última, pois os arcos estão se fechando.

Terminei de ver tudo já no sábado passado e concordo com a crítica. Porém eu não achei o Todd perdido, achei que mostraram ele mais prestativo nessa temporada sem ser apenas um personagem que dormia no sofá do Bojack. E sim...foi a melhor temporada até agora. Eu gostei!

Ótima temporada respondeu muita coisa, esclareceu mais ainda e vários plot twist e claro aquele episódio 11 memorável

kkkkkkk Bravo!

assistiu o ultimo episodio ?

Aaaaahhhh tá! Realmente! Tinha esquecido dessa bela obra de arte!

Começa com FU e termina com DENCIO!!

Putz, o 11 é provavelmente o episódio mais triste da série inteira

O primeiro é Rick and Morty

Tem sim, só que é bem pesado!!!

Começa com Rick e termina com Morty?

Qual o primeiro?

Série sensacional! Episódio 2 foi perfeito, ainda não vi o aclamado 11 que estão falando, estou no 10. Estou triste pela PC, mas acho que o final pode surpreender, vamos ver

A unica coisa ruim dessa serie eh que eu sempre vejo a temporada em um dia, e tenho que esperar um ano pela proxima. Os episodios 2, 6 e 11 dessa temporada, sao uns dos melhores da serie!

Ah melhor série da Netflix, teve uns 4 episódios que me deram um aperto no coraçao, nem imaginei que seria tao boa essa temporada!!! Pena que parece estat chegando na reta final, os comflitos estao ou se fechando ou chegando a o apice!!! Mas ta sendo uma jornada fantastica pq de alguma forma, todos somos 1 pouco Bojack!!!

Discuta aqui no site Discuta aqui

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar. Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

blog comments powered by Disqus