House of Cards
Séries e TV - Drama
House of Cards (2013)
(House of Cards)
  • País: EUA
  • Classificação: livre
  • Estreia: 31 de Janeiro de 2013
  • Duração: 50 min.

House of Cards - 4ª Temporada | Crítica

Focado no casal Underwood, e só neles, a série da Netflix é uma das melhores coisas da cultura pop atual

House of Cards traçou a trajetória do casal Underwood com suspense e pitadas de espionagem ao longo de três temporadas. Durante os quase 40 episódios, a série da Netflix mudou o foco da trama algumas vezes, trazendo para os holofotes alguns coadjuvantes que não seguraram a história como as estrelas, Frank (Kevin Spacey) e Claire (Robin Wright). No quarto ano, esses altos e baixos somem e todos os causos dentro da Casa Branca se tornam um conto de horror que supera até a temporada de estreia.

Quase todos os elementos sugeridos ao longo da temporada são executados com primazia - da repentina e inédita fraqueza de Frank até o romance sincero e adúltero de Claire, nada soa sem propósito ou fora de contexto. Econômico como nunca, o seriado flerta com um terror psicológico factual e moderno e supera as todas as calamidades anteriores. O tom sereno das falas de Claire e Frank transmitem a psicopatia do casal, que em uma mistura de ganância e vingança faz o espectador identificar na ficção traços de uma realidade bem próxima.

O grande trunfo desta temporada é o ritmo com o roteiro divide a campanha pela presidência e o governo de Underwood. Ao mesmo tempo que precisa levar o país para frente, ele se preocupa em vencer a eleição dentro de alguns meses. A mescla destes dois arcos é feita com um equilíbrio perfeito, dando espaço para que Claire ganha uma importância ainda maior e complemente o vazio deixado nos outros anos, quando ela, apesar de ser primeira dama, só aspirava a ser uma protagonista. Aqui, ela não só está à altura de Frank, como carrega boa parte da história nas costas.

Ao lado disso, os coadjuvantes encaixam na história sem chamar atenção - o que é perfeito. Remy (Mahershala Ali), Hammerschmidt (Boris McGiver), Dunbar (Elizabeth Marvel), Goodwin (Sebastian Arcelus) e Doug (Michael Kelly) são os companheiros perfeitos de trama. Personagens compostos para aflorar características dos protagonistas e acionar gatilhos que evoluem o roteiro. Em outros tempos, metade dessas pessoas disputaram espaço com os Underwood, o que fez a série desviar o foco - este ano ficou provado que a receita do sucesso não é essa. House of Cards funciona como um time de futebol com dois craques, pois a vitória vem quando os outros nove jogadores decidem se sacrificar pelos dois melhores - no caso, Kevin Spacey e Robin Wright.

Não é como se ambos já não tivessem entregado performances excelentes. A diferença principal é a quantidade de momentos distintos que os personagens passam, exigindo assim uma atuação mais complexa e menos caricata do casal. Na última metade dos episódios, os dois assumem o manto dos vilões tradicionais, fotografados sempre na penumbra, com maquiagem que enaltece rugas e o olhar sem alma. Seja na Casa Branca (onde Claire tem ótimo diálogo com a mulher de Conway [Dominique McElligott]) ou no Salão Oval (onde Frank tem um surto psicótico com Cathy Durant [Jayne Atkinson]), os recintos de House of Cards aos poucos viram calabouços com ar digno da repressão medieval.

O contra ponto perfeito para os Underwood é Will Conway, jovem republicano interpretado por Joel Kinnaman. Usuário de redes sociais, casado com uma inglesa e pai de dois filhos, o político é a versão moderna de Frank. Usa de todos os artifícios possíveis para chegar ao poder, sem esquecer da importância da própria imagem. Com ele em cena, a vilania dos protagonistas fica mais evidente e torna o jogo de poder tão impactante quanto visto na primeira temporada. Ele, ao lado de toda família e staff Conway, é a adição perfeita ao terceiro ato de House of Cards, que envereda de uma vez por todas para um conto moderno de política e terror.

Transformar os trâmites do governo americano em uma tragédia parece banal devido à quantidade de histórias obscuras que envolvem os EUA. House of Cards, porém, torna essa façanha algo louvável por não descaracterizar seus protagonistas ao torná-los tão vilanescos quanto monstros vindos de fantasia. O cuidado técnico do seriado aumenta essa capacidade do roteiro, que toca em temas atuais sem soar datado e faz inúmeras alusões a política contemporânea sem parecer presunçoso. A história de horror em House of Cards assusta pela proximidade com a situação atual do mundo, e principalmente por seus personagens que passeiam entre a ficção e a realidade sem causar no espectador o desconforto de ser uma caricatura de políticos de carne e osso.

Leia mais sobre House of Cards

Nota do crítico (Ótimo) críticas de Séries e TV
 

Pra mim, essa série é a melhor de todos os conteúdos produzidos recentemente, por soar natural e real. Essa quarta temporada é fantástica, fiquei surpreso com muitas atitudes da Claire e do Francis. Não vejo a hora de chegar 30 de maio :'3

Claire igualou-se a Frank. Ela teve a ideia e tornou-se quase tão implacável como ele (quase porque pediu para cortar o som).

Terminei de ver hoje...hora que a Claire olhou pra camera junto com a Frank minha alma gelou!

Eu achei essa a melhor temporada sem dúvidas, o arco final foi de perder o fôlego e a cena final é de arrepiar rs

Achei o Conway um bom rival; é uma versão jovem do próprio Frank, ganhando experiência na politicagem e também armando várias da suas, não apenas reagindo. Um rival bem melhor que a Dunbar, diga-se de passagem.

Gostei demais dessa temporada. Para ser sincero, achei os primeiros episódios meio ruins, e achei que a série ia perder o rumo, mas depois tudo se encaixou e a metade final da temporada me lembrou a excelente primeira temporada. Acho que depois da primeira, essa é a possivelmente a melhor.

Indestrutíveis? No final da temporada ficou claro que eles tavam encurralados, as notícias da acusação ainda nem foram assimiladas. Só iremos saber na próxima temporada.

Sinto falta de oponentes à altura tbm. A impressão que dá é que ninguém quer ir tão longe quanto ele vai. Talvez o conway possa fazer algo assim nas próximas temporadas.

Adorei Romariz... a temporada realmente se destaca!

este seriado é um espetáculo , realmente é bom demais ver os protagonistas acabarem com tudo no caminho ..... DEEM UMA OLHADA NA SÉRIE BORGEN , VALE MUITO A PENA ASSISTIR .

bem colocado , ele foi brilhante .... ele fez borgen tbm

kkkkkkkkk relaxe , vc não tá sozinho

discordo , a temporada foi excelente do início ao fim .

Eu não falei que os produtores não explicaram. Falei (desde o primeiro texto lá em cima) que a adaptação não me agradou. Muito difícil pra você entender isso?

A inexistência de Euron Greyjoy e sua frota (praticamente a base do livro 4), a inexistência do enforcamento de Brienne de Tarth e Podrick Payne, a inexistência de Lady Stonehearth, a morte de Shireen, a morte de Myrcella, a morte de verme cinzento, Sansa no forte do pavor se casando e sendo estuprada por Ramsay, Jayme Lannister indo a Dorne ao invés de ir a Correrio, a morte de Mance Raider, a morte de Sor Barristan, a batalha de Durolar... Isso é apenas o que eu lembro agora, todo mundo sabe que a lista de alterações é imensa e nem todas foram necessariamente positivas, mas a mudança que mais me incomodou nessa última temporada foi a pobreza com que a série abordou o núcleo de Dorne chegando a suprimir personagens com grandes capítulos de POV nos livros, como foi o caso de Arianne Martell. Sinceramente, achei que essa temporada deveria abordar apenas O Festin dos Corvos e deixar A Dança dos Dragões para a sexta temporada, material para isso eles tinham de sobra. Não achei um decisão inteligente suprimir dois livros com conteúdo tão grande em uma só temporada de 10 episódios.

"Não sei aonde eles não seguiram a trama dos livros de forma fidedigna" COMO ASSIM??? Depois dessa fica meio difícil continuar um diálogo. Pensei que estava conversando com alguém que pelo menos havia lido pra ter um embasamento. Parei por aqui.

"poderia ser Game of Thrones se eles seguissem MELHOR a trama dos livros" Alguns sinônimos de "melhor" segundo o dicionário= mais sensato, mais adequado, mais razoável. Não tente encontrar incoerências nas frases onde você não teve um mínimo de atenção ao ler.

Amigo, até agora só assistimos material adaptado dos livros e eu não posso opinar sobre a 6ª temporada que nem estreou ainda. É por isso que mantenho o que disse anteriormente, Game of Thrones poderia ser melhor se não tivesse ignorado pontos tão importantes do seu material original. Fato.

Concordo. É melhor que ela termine em seu auge e nos deixe uma boa lembrança. Os produtores normalmente destroem as boas séries quando as prolongam por muito tempo.

Adoro a serie, e com certeza acho uma das melhores series drama da atualidade. Mas sinceramente nao gostaria de ver a serie se prolongando demais. Acho que mais uma temporada excelente como essa, estaria de bom tamanho para encerrar a serie. Eu pelo menos fiquei com a impressao de que a serie estaria chegando num ponto final, que se prolongarem demais, pode começar a cair no repetitivo. Mas temos que esperar pra ver como vai ser essa 5 temporada. Por enquanto apenas estou especulando.

Melhor serie da atualidade. Dialogos super inteligentes, com atores fabulosos. Sem contar que adoro a fotografia dessa serie, com cores bem frias, acho que combina demais com a trama e o estilo da serie. Essa temporada redimiu os pecados da 3 temporada. Mas acho que mais uma temporada otima como essa, esta bom para encerrar a serie. Mancada de vcs nao darem nota maxima para essa temporada. Engraçado que a gente ve vcs exaltando cada porcaria nesse site.

Sim Jessica Lange faz muita falta. Ja disseram que ela voltaria, mas nao acho que seja nesse ano ainda, ja que contrataram a Gaga de novo pra proxima temporada. Jessica Lange faz muita falta, praticamente a alma da serie.

Vinland eu ate achei legal, mas para chegar aos pes da jessica lange tem ralar muito.kkkkkkk

Impecável. Que temporada impecável! Melhor que a segunda, esta melhor que a terceira e a primeira qual foi muito boa. Confesso que só continuei a assistir a 'first season', pois ela, e a série em si, tem ótimos gancho entre os episódios, verdadeiros 'clinches' que o faz assistir ao próximo episódio mesmo entorpecido pelo anterior enfadonho - ah!, e claro, tem os amigos também. Principalmente no começo. Mas é algo que dá gosto de seguir e aos olhos - ótima fotografia. E para variar, esta última cena deles deste 'finale season'. Impecável casamento do mal. PS.: é uma série que suga as energias, ainda mais a cansativa primeira temporada.

BEM melhor que a terceira temporada que, diga-se de passagem, foi fraquíssima. Na minha opinião faltam duas coisas em House of Cards que sobravam nas duas primeiras temporadas: 1 - adversários à altura para o Frank, acreditar que na política o povo seja ingênuo ou amador, como o são os adversários do Frank, é demais para meu gosto; e 2 - Falta veracidade nos políticos da série, eles não convencem, todos sabemos que todos os políticos são bem parecidos com o Frank, mas a série foca demais no protagonista e esquece que o universo não deve girar entorno do umbigo dele tão somente...de qualquer forma acharam um bom antagonista para o Frank na primeira metade da série: a própria mulher, depois a série deu uma caída de qualidade absurda.

Não consigo concordar. Política (nos EUA, um pouco menos aqui) é implacável. Se ele for derrotado HARD ele não volta mais. Nunca mais! E eles não venceram nada no final. Eles começaram a tentar um novo plano depois de serem balançados como nunca. Sei lá, não vi a série desse jeito...

Ele quebrava a 4ª parede toda hora também pra explicar os planos e como funciona o congresso e o Senado dos EUA. Por lá e também por aqui, se fala muito pouco sobre isso. Ninguém sabe direito como as coisas funcionam no legislativo... AGORA, no executivo as coisas são mais tangíveis. Não precisa explicar pq é importante ele descreditar um candidato adversário numa eleição, Porém, explicar pq vc vai detonar um cara do seu próprio partido é bem importante. E OUTRA, isso que o Eduardo falou é também outro ponto. Se vc lembrar ele quase não falou conosco na segunda metade da 3ª temporada. Quando ele perde o controle da situação ele não fala nada. No começo da série ninguém era páreo pra ele, agora não é bem assim. Lembra quando no começo da 2ª temporada a Zoe tava enchendo o saco? Ele não quebrou a 4ª parede em nenhum momento... só quando ela morreu. Não dá pra sacrificar um aspecto técnico/criativo da série pra manter "parte da graça".

Temporada excelente. Os protagonistas mandaram bem do início ao fim.

Gostaria só de dizer que o episódio 10 desta temporada é fenomenal!

Ótima crítica, mas daria 5 ovos facilmente. Tão boa quanto a primeira. Apesar de não achar a 3ª ruim, essa melhora muito mais no que diz respeito à trama. Em termos técnicos, continua excelente como sempre. Facilmente a melhor série da atualidade, e minha preferida entre todas. Vamos ver como será essa 5ª sem o criador na equipe :/

Acabei de assistir o último episódio... Espetacular!! As saídas q os Underwoods inventam são espetaculares!! Achei a Claire ótima!! De chata e mimada da 3ª temporada para verdadeira cúmplice do Frank !! Mais até do que era antes! O q não faz a ambição e a prepotência hein!? Q venha a 5ª temporada e q o "Robocop" seja esmagado !! Rsrsrsrsrs

Desculpa amigo, errei na hora de postar, adorei na verdade a 4 temporada, a que eles deram 5 ovos e odiei foi essa 5 temporada. kkkkkkkkkkkkkkkk

Vinland me desculpe discordar de voce, mas a 4 temp AHS mereceu, nao foi igual a 1 e 2 temp, mas mereceu, pq para falar a verdade, a 3 temp foi um tiro no pe, em temas de bruxas, SALEM foi muito mais melhor.

senti falta tb, ele fez menos, mas nos ultimos episodios ele começou a fazer mais

Acho que nao, pelo q mostrou a ideia de ganhar encima do terror apareceu depois q o caldo entornou

Final maravilhoso. A quinta temporada promete, quero ver a verdadeira crueldade do casal Underwood.

Eu assisto me sentindo culpado, pq não consigo "não torcer" pros Underwood... Eles fazem cada féladaputagem e eu torcendo pra tudo dar certo.

O que vc queria, de um site que da excelente pra 4 temporada de AHS, e pra Magic Mike ? Esses caras nao sabem de bosta nenhuma. Melhor eles irem comentar sobre filme de super herois.

Esperava mais dessa quarta temporada, me decepcionou o fato de CLAIRE VS Francis nao ter ocorrido o embate esperado e ja está cansando o fato deles nunca serem pegos, o Hammerschiidt será desmoralizado ctz. estão criando barrigas para empurrar a serie para frente, esta é a razão do BEAU WILLIMON ter saido! fora que ROBIN WHRIGHT ( maravilhosa) ser mto dificil no set tanto como atriz, como diretoria, ( sim, ela dirigiu 3 episodios) fiquei decepcionada :(

A e mesmo Raphael, tinha me esquecido desse detalhe, principalmente na parte em presidente vai faz aquilo na frente do frank.

Esqueceu de falar também do presidente da Russia Petrov, a atuação dele na temporada anterior e na atual é sensacional.

Para min acho que a nota ai tinha que ser excelente, porque a serie se recuperou apos a 3 temporada, quem assistiu sabe o que estou falando. Essa temporada foi incrivel Claire mais uma vez se superou em sua atuaçao.

O maior trunfo de House of Cards é a forma que no envolve, que nos faz ter vontade de ver tudo de uma vez. A séria carrega o dna da Netflix na produção dos episodios pra favorecer o "binge-watch". Ponto para a Netflix, que apenas de 2013 pra cá se tornou um dos mais importantes "canal" à cabo de fazer série do mundo. Na minha opinião no topo estão: Netflix, HBO e AMC. Sobre está temporada: espetacular! Ainda estou do ep 10, mas já considero a melhor temporada desde a 1ª. Ponto alto até agora: Claire Underwood. A Robin Wright está dominando a temporada, chances grandes de ganhar o Emmy esse ano.

Helton Magno, vou te recomendar assistir Fargo , uma das melhores séries que eu já assistir. WinterIsComing

assistirei o resto da terceira antes ... confesso que achei um pouco mais fraca que as outras

No livro escrito por Dobbs, Frank é assassinado no final. Pode ser que não aconteça, afinal a série é uma adaptação independente. Mas pode acontecer.

O final é muito escroto!!! É de doer ter que esperar mais um ano :-(

Vai na fé, que não foi uma menção que estrague a série.

Pode ver sem susto, pq o que é mais aterrorizante é como os fatos se desenrolam até isso acontecer.

É a Santíssima Trindade da série -- Frank Pai, Doug Filho, Claire Espírito Profano.

Mas ele não precisa mais de nós para compartilhar. Agora ele tem Claire e você, eu, e todo mundo podemos ser deixados de lado, sendo tratados despretensiosamente como se trata um pet. E, ao final, ele e Claire nos olham no fundo dos olhos pra nos lembrar qual é o nosso lugar...

Isso tem um motivo. Nos primeiros episódios ele está em crise, colocado contra a parede pela Claire, desconcertado e sem rumo pela perda galopante de popularidade. Não é o mesmo Frank das primeiras temporadas. A falta de diálogo é proposital, para evidenciar a sua instabilidade e confiança decadentes. Após sofrer o atentado e quase morrer, ele retorna das cinzas, enterra a Dunbar de vez e restabelece a aliança com a Claire, voltando a ser o Frank psicopata e vilanesco de sempre, até pior. Aí o seu comportamento debochado e em relação ao espectador aflora novamente.

Esperando a critica da Segunda TEMPORADA de Agent Carter.

Às anteriores ele fazia o tempo todo, até durante diálogos com os outros personagens, ou aquelas olhadas.. Já nessa o 1º EP passou em branco! No segundo só um monologo.. No 3º do mesmo jeito! Isso tirou parte da graça da série!

Já eu acho que alguém aqui nunca assistiu as temporadas anteriores e ta se baseando no pouco que viu da 4ª. Nas temporadas anteriores ele não fazia isso às vezes... Ele fazia sempre! Principalmente em momentos de dialogo com outros personagens! Já nessa em pleno 1º EP não falou nada! Já no segundo só a história do guri da árvore! Aiai...

Temporada demais!

A melhor temporada sem dúvida nenhuma,

A primeira temporada é boa, mas a segunda é melhor ainda, a terceira pra mim foi a pior de todas e essa última que saiu essa semana é definitivamente a melhor!!

Concordo com a parte de que Doug foi subaproveitado, o resto discordo. Achei a temporada muito boa, mas como disse anteriormente, Doug é o melhor personagem da série depois dos Underwood.

Acho que alguém aqui não viu a temporada e tá se baseando no que os outros falam... Essa temporada ele quebra a 4ª parede diversas vezes...

Seria possível vermos um falso sequestro terrorista seguido da morte da família Conway orquestrado pelos Underwood? A quinta temporada traz inúmeras possibilidades.

Thiago, o texto é ótimo, parabéns. Como na maioria dos seus textos publicados (você é o cara que mais gosto de ler no omelete), só que o romance da Claire é desproporcional a ela. Ela é uma mulher forte e cheia de grandes projetos e aquele romance com aquele escritor é totalmente destoante à Claire. No mais, é ótimo ver a Claire, que é uma mulher que trucida, tão tocada por um romance. Tirando essa parte, eu me senti totalmente satisfeito em relação ao caminho que House of Cards está tomando atualmente e a esse texto. Mais uma vez, parabéns pelo ponto de vista.

Essa serie e uma obra de arte... ficara na minha memoria para sempre..."Essa serie mostra so a ponta do iceberg que e o lamaçal da politica,se levantar o tapete da politica nem urubu chega perto de tão podre que é esse cancer chamado politica!"

Eles são invencíveis. Só ver a maldade do casal tá cansando.

Enfim alguém que pensa como eu. Achei a temporada previsível.

Sensacional.

Parabéns Thiago, sua análise é primorosa como a série House of Cards. A trama é tão envolvente que não consegue-se parar de assistir. Pena que a próxima temporada será somente em 2017.

Ele faz isso várias vezes durante a temporada.

Nessa quarta temporada eu me decepcionei com o fato de ele não conversar mais com a gente! Poxa! Adorava aquela sinceridade ácida dele! Era muito bom... Espero que na 5ª isso volte!

Ai gente sério, ando com medo de assistir essa ultima temporada...ai esta dando medo...eles são muito mequiavélicos...muito sangue...muita morte,,,muita gente boa rodando...mas eu vou resistir...serei forte e assistirei até o final

Excelente artigo sobre house Of Cards feito pelo Thiago Romariz. Traça perfeitamente cada gota de suor transpirada pelas minhas mão aos assistir cada capítulo. Essa temporada está ÓTIMA.

Para mim, a melhor temporada da serie. Mistura politica, terror, mistério, com o mesmo nivel de intensidade. Fantástica. Perto do Underwood, o Eduardo Cunha é amador!

Essa temporada foi bem melhor que a outra, não que a outra tenha sido ruim, mas a outra pecou em dar mais enfase ao Doug e em termos de historia ela não evoluiu muito ao contrário dessa que aconteceu um pouco de tudo e tudo o que aconteceu fez com que a história evoluísse. Se na outra foi uma temporada de cortar as pontas soltas e dos conflitos externos (Russia), essa temporada além de ter um pouco de tudo isso foi aonde a merda foi jogada no ventilador. Geralmente a temporada termina sem um gancho digno que faça jus a grandeza da série, mas nessa temporada eles resolveram compensar com um gancho monstruoso. ( Que venha a 5º temporada !!) Detaques: Kevin Spacey: Brilhante como nunca! Robin Wright: Impecável na frente e por trás das câmeras, pra quem não sabia <strike> eu não rs</strike>ela já dirigiu 7 episódios de House of Cards, só nessa temporada foram 4 (episódios 3,4,9 e 10) Michael Kelly: Sempre competente interpretando o Doug <strike> Que ta dando um vacilo... rs</strike> Os Novatos: Joel Kinnaman: Parece que o papel caiu como uma luva, mandou muito bem. Neve Campbell: Fiquei preocupado quando anunciaram ela na série, ela não encanta mas também compromete a série de forma alguma.

cara adorei a critica, pois retrata minha opnião. A cena descrita na critica do surto de frank no salão oval me deixou sem folego. Notei isso quando acabei e por mais que tenha adorado as outras temporadas essa foi a melhor e o "gostão de quero mais" ainda mais forte a ponto de achar que os 13 episodios uma ofensa a qualidade da serie.

Critica muito boa, atipica do nivel de qualidade das demais do omelete

Estou no episódio 31.... terceira temporada....a série é sensacional....

excelente temporada assim como vendo sendo toda a série

Temporada impecável

Primeira e segunda temporada, na minha opinião, ainda são as melhores.

Só sei que já tá enchendo o saco essa coisa de "indestrutíveis " do casal underwood e de seus assessores ! alguém (importante na trama ) tem que morrer , caraio !!!

Eu já não gostei tanto dessa temporada. Não sei se pelo fato de ela ter sido renovada, senti que houve uma "enrolação" na história, isso sem contar o fato de até agora não aparecer um personagem que bata de frente com os Underwood's, me desculpem, mas o Conway's são iniciantes perto do Frank e Claire e é óbvio que eles nem chegaram a fazer "cosquinhas" no Frank. E outra, pra que matar o Lucas, ele podia ter sido mais utilizado na série, ele sabia de muitos podres dos Underwood's, veríamos um arco incrível, creio que a morte dele foi precipitada, assim como a do Meechum. Percebi também que o personagem do Michael Kelly foi subaproveitado, enfim, minha nota seria 2,5...E nem falo nada sobre o roteiro e o caminho que a história tomou no final da temporada.

Excelente crítica. Temporada de tirar o fôlego mesmo.

Acho que era a única pessoa que, de certo modo, amava o Frank '-'

ui

Havia me esquecido de Mr.Robot. Realmente muito boa! Dessas que vc mencionou eu só não assisti ainda Bates Motel. TWD eu acompanho mas já não sei se colocaria entre as melhores, pra mim ela já foi mais empolgante.

foi mo spoiler quando contratram o Nattan Darrow pra ser o Mrs Freeze em Gotham

... Ian Curtis se enforcaria depois de ler este comentário...

R.I.P Meechum.

Mr.Robot(Principalmente) , House of Cards , Bates Motel, Orange is The New Black ,TWD , Vikings , Sao as Melhores na minha opinião .

Ótima crítica, Omelete por favor mais espaço pro grande Romariz!

Romariz, crítica perfeita! Parabéns!

AMEI a critica Thiago! <3 <3 <3

cena nojenta

não queria ter lido isso ....... maldição

kkkkk, acontece, mas fazer o que, tem que aguardar...

ele é flex, véi. 2º temp explicita isso

A quebra da quarta parede com a Claire foi algo que eu esperei a temporada inteira, o olhar final foi sensacional.

HBO e Netflix dificilmente produzem séries de baixa qualidade. Eu já tinha interesse nesse The Leftovers há algum tempo, agora que você falou tão bem da série ela também vai entrar para a minha lista.

Nossa tirou as palavras da minha boca não tinha essa sensação com um seriado desde Breaking Bad, e Game Of Thrones é uma serie espetacular, mas sei lá falta alguma coisa que não sei explicar !

The Leftovers é MT bom tbm

Discuta aqui no site Discuta aqui

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar. Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

blog comments powered by Disqus