Séries e TV

3% | Gravações da segunda temporada, com novos atores, já começaram

Maria Flor e Fernanda Vasconcellos estão entre os noves nomes
-

As gravações da segunda temporada de 3%, série nacional da Netflix, já estão acontecendo. Nos novos episódios, um novo processo seletivo se aproxima e a série acompanhará Rafael (Rodolfo Valente) e Michele (Bianca Comparato) já como moradores de Maralto, enquanto Joana (Vaneza Oliveira) e Fernando (Michel Gomes) continuam no Continente. 

A Netflix anunciou também que Fernanda Vasconcellos (Pequeno Dicionário Amoroso 2), Maria Flor (Pequeno Segredo, Proibido Proibir), Bruno Fagundes (Bellini e o Demônio), Thais Lago (Cúmplices de um Resgate), Laila Garin (Eu Me Lembro), Samuel de Assis (Chico Xavier, 5x Favela) e Silvio Guindane (Sonhos Roubados, O Crime da Gávea, Sem Volta) estão entre os novos nomes do elenco da nova temporada.

3% é um thriller ambientado em um futuro pós-apocalíptico, onde somente 3% da população é aceita em uma sociedade privilegiada após todos serem submetidos a um processo intenso e competitivo. 

A segunda temporada de 3% será lançada globalmente na Netflix em 2018.

Leia mais sobre 3%

3%
Estreia em 25/11/16 Produção: 2016
sobre a série
Galeria de imagens (22)

O negócio pra mim é bemmmmmmmm legal. Adoro a série, principalmente as duas primeiras temporadas. 3% é bem fraco msm, desde de roteiro a atuações. HBO Brasil ainda está bem a frente da Netflix local.

Essa série foi uma decepção , verdadeira porcaria. No quesito séries brasileiras ,O Negócio é legal e gosto muito de Magnífica 70 <3

Tomara que melhore a produção. Porque a primeira temporada e muito tosca. Perde feio até paras produções da TV Aberta.

Tá....

Darei uma chance então... Dps eu falo

Mas ai você tá agindo de má vontade e preconceito aspira. Como se não respingasse um monte de porcaria dos EUA aqui. Saiba que a série foi a mais assistida, de língua não inglesa. Outra coisa as produções que mais ganharam prêmios são as séries da Globo, HBO e FOX. 1 Contra Todos é uma grande série nacional. Considerada a Breaking Bad do Brasil

Ótimo, estou aguardando a segunda temporada, assim como parte dos EUA, Europa que deram maior audiência pra série. Pena que a Netflix não aumenta o orçamento da série.

O problema da HBO acho q foi a cota. Depois q aumentou consideravelmente a produção nacional tem umas coisas bem abaixo do que eles faziam. Mas Magnifica 70 é muito bom, e O Negocio apesar das atuações artificiais é legal tmb.

o meu feedback é que é ruim pra caralho. Atuações sofríveis, roteiro preguiçoso, bem a cara da maioria das produções brasileiras.

o cara que faz o Ezequiel é um excelente ator, mas nessa série ele ta bem zuado.

Passo.....

Olha sinceramente, prefiro as séries nacionais pela HBO, são em sua grande maioria muito boas. Esperava que 3% fosse assim.

Espero que o roteiro melhore

A primeira temporada não é excelente, mas é uma série interessante. Eu particularmente gostei. Verei a segunda temporada.

Pô, eu achei o Ezequiel animal.

Essa Maria Flor tbm é boa.

Assiste, e se não gostar critica bastante. Produções assim no Brasil só melhoram se a galera assistir e dar o feedback. Eu pessoalmente até que gostei, mas estaria mentindo se falasse que todos os atores lá são bons

Fui baixar essa série pelo torrent parou em 3%. Será que a série tá completa?

Tenho medo de ver essa serie, parece ser horrivel...

Série ruim demais, os atores são os piores. Pelo menos a Fernanda Vasconcellos é uma excelente atriz, quem sabe salve essa bomba como o Rodolfo Valente salvou a Season 1

ansioso para ver como eles vão retratar o Maralto.

Discuta aqui no site Discuta aqui

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar. Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

blog comments powered by Disqus