Séries e TV

She-Ra: A Princesa do Poder ganhará nova versão pela Dreamworks na Netflix

Animação inédita será produzida por autora da HQ Lumberjanes
-

A DreamWorks revelou que está trabalhando em uma nova animação da She-Ra: A Princesa do Poder para a Netflix. A informação é do Deadline.

A versão inédita acompanhará "uma épica e atemporal jornada que celebra a amizada feminina e empoderamento, liderada por uma princesa guerreira feita sob medida para os dias de hoje", segundo a descrição oficial. A produção executiva será de Noelle Stevenson, roteirista de HQs como Nimona e Lumberjanes.

Originalmente apresentada em 1985, She-Ra é um derivado de He-Man e os Mestres do Universo que acompanha a princesa Adora, irmã gêmea de He-Man também conhecida como She-Ra, lutando para livrar o planeta de Ehteria de uma tirania. O desenho foi originalmente exibido entre 1985 e 1987 nos Estados Unidos, tendo 93 episódios. No Brasil foi exibido pela Rede Globo.

A nova versão de She-Ra: A Princesa do Poder é prevista para 2018. Já a série clássica está disponível no catálogo da Netflix.

Eu vou ver kkk mas de certa forma concordo contigo. Vou fazer 30 anos esse ano e as colegas da minha faixa etária, ou mais jovens, me acham meio bestinha por ainda assistir desenhos avidamente sendo tão velha lol Mas creio que não flopa nao.

Que forma equivocada de pensar

E verdade tinha esquecido

Tudo muda no universo nada é estático! Até nosso sistema solar esta em constante movimento! É triste observar q existem tantos hipócritas disseminados no mundo! Pq face a face ninguém fala o q pensa realmente!

Cara vc ta mandando bem uma atrás da outra! Vdd as mulheres não tem a mesma representação desde a política até mesmo na mídia! Assim como elas outros grupos não são representados! Uns anos atrás era uma afronta uma criança brincar com uma boneca negra! Hj isso mudou um pouco! Porém existe muitos grupos q não se veem representados em absolutamente nada na mídia! São sempre os coadjuvantes dos coadjuvantes! Uma pena entrar aqui e ver poucos comentários como os seus!

Cara o lance do empoderamento é uma palavra recente nos dicionários, mas de fato ela ja fazia isso a 30 anos atrás! Só o fato de She-Ra ter a força física para lutar contra guerreiros da Horda isso já denota um empoderamento! Os pseu machos aqui falam demais, se querem ver machos vão numa balada gls! Talvez até voltem mais inclinados aos dilemas femininos!

Cara vc mandou muito bem !!!!!!!!!!!!! Isso ai!!!! Um bando de frouxos cheios de medinho! Até de desenhos. Sabe o motivo? Mulheres são temidas pelos babacas!!

Porque além de fazer comparações forçadas e sem sentido, deve fazer desenhos bem abstratos... haha

a questao nao era pq eramos crianças mais a simplicidade e dramatizaçoes dos personagens e a magia do proprio desenho ,veja o gorpo nao tinha como rir dele se emocionar com ele tambem,o pacto q era medroso e vira corajoso como gato guerreiro,os demas desnhos q foram criados nao sao assim,olha a caverna do dragâo,os thundecats, sem falar das tartarugas ninjas os 1 desenhos dela

aonde meu filho,o classico ate hoje nao se compara tanto no roteiro,na dramatizaçao e na simplicidade dos personagens nada se compara ,caverna do dragao,thundecats sao classicos

Matei muitos espermatozoides vendo o desenho dela....espera um pouco, o meu DEUS eu sou um genocida....o que eu fiz!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

A não que raiva. Não sabia disso. Quero todos os eps, de She-ra Netflix maldita.

she-ra gay, porque não pensei nisto em todos os anos em que assisti o desenho e olhava um monte de mulheres de biquíni.

A liberdade de expressão que temos hoje foi e é garantida por eles. Ou você acha que os criminosos que hoje atacam o trabalho da Justiça e que foram impedidos de tomar o poder outrora respeitam liberdade de expressão?

Só imagino um live action disso...

Nossa, foi citar empoderamento feminino que muito homem já ficou com medinho. Acordem! A Adora sempre teve um posicionamento bem feminista, independente. Mesmo quando fazia parte da Horda! Depois que passou a lutar do lado do povo e assumiu a espada da proteção isso só ficou mais evidente. Alguém já viu a She-Ra ou qualquer mulher da Grande Rebelião dependendo de algum homem? Sonhando em encontrar um príncipe encantado? Adora, Gélida e Rainha Mágica só queriam mesmo era dar uns amassos. E voces nao percebiam porque isso era bem sutil! Não temam!!

Sem falar que, enquanto o He-Man lutava ao lado do quem detinha o poder em Eternia, a She-Ra lutava contra um ditador que detinha o poder em Etheria. Bem mais interessante.

Como assim "agora"? A série antiga já tinha

kkkkkkk. Tinha sim! Era bem sutil! Até no do He-Man tinha muito empoderamento feminino, vide Teela! No da Shje-Ra a mulherada era quem tomava a dianteira!

Na verdade sempre teve isso no desenho da She-Ra e você nem percebeu. Tá com medo de que?

Eles usaram a mesma base dos DVD's lançados pela Focus. Os idiotas da Focus nao lançaram a segunda temporada.

ususuuauhauhau poderia desenhar, mas não vou.

Qualquer um pode usar, é óbvio, mas todos que usam são ativistas. É mais ou menos como hoje em dia com a palavra "golpista". Qualquer um pode usa-la, mas só petistas ou simpatizantes usam. Então, se falou golpista, pode saber que é petista. Se falou empoderamento, pode saber que é ativista, e ativista chato! Isso é uma ciência exata com 100% de precisão!

Não quando o mensageiro (ou a mensagem) é ruim. Os projetos são totalmente diferentes e se o problema é o "empoderamento", o que a She-ra sempre teve ao seu modo, isso não significa fracasso pois várias séries tem feito muito sucesso abordando temas como esse.

Para o bom entendedor... ;)

É que isso significa que ela não vai fazer poses, nem agradar alguns nerds como você que não são o público alvo.

Estar na CCXP não garante que irão assistir ao desenho. Se eu tivesse ido não seria garantia de que eu iria assistir o próximo filme do Esquadrão Suicida.

Mas também pode ser apenas uma opinião menos machista e não uma tentativa de falar por elas.

O que impede ela livrar Etheria sendo empoderada? Porque as duas coisas devem ser opostas? Zzz

"Lacração" e "mitagem" são a mesma coisa usada por públicos diferentes para dizer que o que alguém que defende suas ideias pisou nos outros, mesmo quando foi algo errado. Não querem "lacrar" com esse filme, só foi reforçado o fato da She-Ra ser poderosa e independente, algo que antes as produtoras tinham receio de falar para não assustar machos preconceituosos que tem saído das sombras atualmente para chilicar nos comentários de notícias. O filme nem tem sinopse ainda para alguém tentar julgar a história.

De que adianta She-ra na Netflix não tem todos os eps. Só a primeira temporada. Netflix ta dando molinho.

Acho que não, mas vão deixar brecha para incluí-lo futuramente. Tomara que seja algo barato e bem divulgado para aumentar a margem de lucro. Chega de apenas puxarem o saco da Marvel rivalizando ela somente com a DC. Tem outras coisas relacionadas a super-herói que podem dar certo.

O que uma coisa tem a ver coma outra?

Valeu, cara.

Qualquer um pode usar essa palavra quando ela fizer parte do contexto, como é o caso, seja ativista ou não. E se for, não tem que se calar só porque alguns discordam. Quanto mais fizerem drama com simples termos, mais impulsionarão esse tipo discussão, deixando evidente a ignorância sobre o tema. Ninguém estava problematizando aqui até uns começaram a dar chilicar com a uma palavra. Depois acusam os outros de mimimi...

Nem... lá pelo fim da temporada ele ganha outro interesse amoroso q

O remake de Thundercats foi legal até o episódio em que o Lion ficou de ciuminho e birra por causa do romance entre o Tigra e a Cheetara. Larguei o desenho na hora. E pelo visto, a história foi ladeira abaixo, porque foi cancelado logo depois. Falando em remakes, parece que o de Duck Tales está bom, apesar do traço do desenho causar estranheza ou não agradar a todos.

Só achei a sinopse com essa palhaçada de empoderamento meio desanimadora.

Cara,acho que sim. A DreamWorks é muito competente. Torço pra que introduzam o He-Man e a partir daí façam uma série dele também.

Ótimo não. EXCELENTE

O remake do He-man na minha opinião não foi tão ótimo assim. E o do Thundercats mais ou menos, os originais eram bem melhores, na minha opinião.

Por isso que há feministas e feministas radicais, mas, de todo modo, quase não há muita distinção quando surge alguma polêmica, tanto que algumas mulheres acabam optando por não serem classificadas como tal, mesmo sendo em objetivos individuais. Um exemplo, veja a Camille Paglia, feminista das antigas e hoje odiada pelas "modernas", o que ela acha da pornografia do ponto de vista biológico e também a opinião dela sobre a militância atual como um todo.

Você falou apenas de "protagonismo"! Foi o que eu respondi! kkkkkkkk Outra coisa! Feministas reclamam da objetificação da mulher, mas se contradizem dizendo que "se foi a vontade dela, tudo bem". Ora, qualquer mulher que protagonizar um filme erótico/porno está ali por vontade própria, fazendo (teoricamente) o que quer. Ninguém foi até a casa delas e as arrastaram até o set pra fazer esses filmes. Isso é "empoderar", pois a mulher tem essa liberdade de escolha. Por outro lado, como esses filmes são feitos geralmente pro público masculino as mulheres são colocadas em papeis de objeto sexual. Logo, segundo as feministas, é machismo.

Embora tenha faltado um contexto, nem de longe se vê que são casos iguais. Então seremos desonestos e faremos de conta que não sabemos do que estamos falando? Enfim, She-ra é uma heroína, uma mulher forte e todo esse blá blá blá. O argumento acaba aí. O tal empoderamento estava lá desde sempre. Já sobre Emmanuelle, se era o que ela queria, de uma perspectiva distorcida ou não ( sinceramente nem sei a história da personagem), quem sabe? qqqqqqq

Sylvia Kristel protagonizou "Emmanuelle". É um filme feminista? Tem "empoderamento"? rsrs

Só que estou falando das características originais da personagem. Eu não gosto de mudanças em personagens que me marcaram. Batman com Azrael é uma b*0sta. Superman elétrico é uma b*0sta. Hulk coreano é uma b*0sta. Capitão América nazista é uma b*0sta. Alan Scott gay é uma b*0sta. RoboCop com super-agilidade é uma b*0sta. Da mesma forma que She-Ra feminista é uma b*0sta! Quer fazer personagem mulher empoderada? Criem uma nova. Deixem a She-Ra em paz!

hahaha. valeu.

isso é o q irrita. tudo vira uma tábua pro povo se abraçar, tudo é razão pra se separar, pra segregar. q coisinha irritante. mundo besta, cada vez mais besta.

Em matéria de cronologia,história,e animação o remake é sem dúvida melhor, mas a trilha sonora e o próprio visual dos personagens o original ganha. A feiticeira Teela,Aquático, entre outros do remake perdem feio pros originais.

Eu sempre achei o universo de He-man e She-ra muito bons, os vilões então são ótimos, quando criança claro que levávamos mais a sério mas depois vemos que a coisa era bem infantil e amena,Mas mesmo assim tinha alguns episódios que não eram tão infantis, Já a versão do desenho do He-man de 2002 foi bem mais pé no chão e séria.

hahahahahahah... não era bem isso que eu estava pensando, mas..... tah valendo tbm.

Claro que tinha, cara... Uma personagem feminina protagonizando é isso aí. Apesar de que entendo que militantes levam mais pro lado de exigir uma personagem sem defeitos ou vícios em qualquer lugar.

Será que vinga? He-man e Thundercats também tiveram ótimos remakes

Cara nunca tivemos tanto acesso a informação mas parece que nunca fomos tão ignorantes,como um povo, nunca tivemos um povo com pensamentos tão unidimensional. Normalmente as pessoas procuram informação na internet que apenas confirme o que elas já pensam.

E tem que ter o Geninho escondido lá no meio do episódio.

Ou fazem por ignorância, ou fazem de má fé, tal qual alguns revisionistas e formadores de opinião por aí.

Pois é, até a iconoclastia já virou causa de fanatismo cego. Aí fica até difícil argumentar.

O empoderamento feminino é tão nocivo quando o capitalismo, o socialismo e todos os 'ismos' imbecis deste mundo. Porque imbecilidades na mão de imbecis só aumentam e aprofundam o abismo. O maior problema de vc colocar uma marca, uma placa, uma separação é que a ideia de grupo endurece e ensorbebece uma massa, mesmo que pequena de idiotas e esses idiotas, que se acham fortes, começam a virar antagonistas de tudo e de todos que meramente discordam de uma vírgula.

Sério...quando vão fazer uma série sobre homens pseudo engajados ou feministas oportunistas???

Sono, preguiça, má vontade, morosidade, monotonia...some tudo isso e multiplique por 50000 quando vem esses discursinhos panfletários e segregacionistas. Tudo agora passa pelo processo de ilha. Cada um na sua. Feministas, afros, indos, asiáticos, americanos, europeus, ricos, pobres, comunas, capitas...que negócio CHATO! CHAAAATOOOO!!!!

Obviamente vc não esteve na CCXP desse ano, pra ver a mulherada nerd em ação...

Vamos cruzar os dedos. Quero crer que vão introduzi-lo no desenho da She-Ra. Vão fazer o caminho inverso do que foi feito.

Flopar?! Vira essa boca pra lá.

Sim, sim, uma obra comercial é feita sempre para faturar grana, MAS isso não quer dizer que seja ético usar causa social para alavancar as vendas. Pense naquelas novelas da Globo que exploravam alguma doença grave na persobagem principal para comover o público e aumentar a audiência... Não me agrada esse tipo de apelação.

Hahaha boa

Amizada?

Vai flopar! A mulherada hoje só quer saber de facebook, instagram, e nem quer saber de desenho animado. O negócio hoje é tirar selfie fazendo aquele biquinho ridículo que lembra outro tipo de mulher!

Excelente comentário!

Ótima noticia, Poderiam voltar com He man tb, boa Netflix!

O remake do He-Man é bem melhor q o original!!!

O desenho mais recente do He-Man é melhor que o clássico!

As pessoas parecem esquecer que cultura muda, evolui, não é um objeto estático, mas grande parte dessa gritaria dos cretinos que acusam a tudo e a todos de SJW e de fazerem mimimi, são pessoas que não tem um pingo de conhecimento da historia, muito menos da historia recente , dos últimos 100 anos.

Quando eu era criança, eu via os Trapalhões ou a Escolinha do Professor Raimundo fazendo meio mundo de piada machista, homofóbica e racista e adorava. Cresci reproduzindo isso, mesmo que inconscientemente. Hoje isso não é mais aceito. Os tempos mudam, ainda bem. Lembra que mulheres eram queimadas na fogueira por serem acusadas de serem bruxas por não seguirem as regras impostas? Pergunta às mulheres que você conhece se elas se sentem representadas nos filmes, séries, desenhos, qualquer produto cultural e midiático. Não só quantitativamente (número de produções em que as mulheres são protagonistas ou pelo menos recebem a mesma atenção e tempo de tela dos homens), mas qualitativamente, no perfil do que é ser mulher. Não vou longe: mês passado, O Globo colocou UM HOMEM no comando da plataforma feminina deles, o Ela. E qual foi o grande tripé que elegeram pra abordar sobre o universo feminino? Moda, decoração e gastronomia. Acho que não preciso falar mais nada, só reforço: conversem com as mulheres ao redor de vocês e vejam se esse tel de "empoderamento feminino" é tão nocivo assim.

Poderiam colocar as Putinhas Aborteiras pra fazer a trilha sonora do Desenho,

Pra mim o problema é que eu via e curtia o desenho dela quando era criança e não tinha nada dessa coisa de "empoderamento feminino". Era só um desenho infantil de fantasia sobre uma princesa que ganhava poderes de uma espada mágica e lutava contra um tirano (Hordak). Se parar pra pensar, é exatamente a mesma coisa do desenho do He-Man, só que com uma mulher. No He-Man você tinha um príncipe que ganhava poderes de uma espada mágica e lutava contra um feiticeiro com cara de caveira pra proteger um castelo. Curioso é que na She-Ra ela também protegia um castelo (que era o Castelo de Cristal). Ou seja, a She-Ra nada mais é que um He-Man em versão mulher.

"Empoderada" ela já era. Só estão falando isso para fazer o marketing.

E existe alguém hétero nesse desenho?

Impressionante como uma galera se dói quando mulher ganha destaque, mesmo em DESENHO ANIMADO. O povo lê "empoderamento feminino" e já se enche de brotoeja. Se acalmem, rapazes! Ainda tá cheio de filme, série, desenho e o escambau sobre "os hômi" pra vocês ficarem se admirando nas telas, ok? Qualquer coisa, tem sempre o espelho de casa.

Bucet@ de piada?

Exato! Os americanos chamam isso de "ver com os óculos da nostalgia", onde você lembra e comenta o filme/desenho/seriado/jogo baseado nas emoções que você teve quando criança ao assistir pela primeira vez, e não como ele realmente é.

"Provavelmente?" Como o tempo é revelador e a infância ingênua. Olha a p...a das assas desse cavalo!

samurai jack é da adult swim/cartoon.

O que me leva à seguinte questão: será que os originais eram realmente bons ou a gente só acha isso porque éramos crianças na época e achávamos tudo legal? Digo isso porque o segundo remake do He-Man era, tecnicamente, muito bom e em certos aspectos menos infantil que o original.

Se não tiver lição de moral no final do episódio não será She-Ra.

Já teve 2 versões do desenho do he man depois do clássico e nenhuma se compara a primeira, agora a qüestão da she ha tudo vai depender da fidelidade da origem da personagem e também dos formatos dos desenhos,sem falar q a netflix sempre ta sendo fiel aos desenhos, veja o samurai Jack produzida pela netflix muito bom

No caso de She-ra até acho que funciona, Mas temos que ver de que forma vão usar isso. Agora as versões femininas da Marvel sem ser as clássicas, são umas negação.

Feminazismo em She-Ra... vai ser um sucesso como a mulher-de-ferro da Marvel e outros. Vai "causar" no lançamento, e depois ninguém mais compra, l}e ou assiste.

Espero que sigam a origem dela com algumas mudanças pontuais,mostrar a fase em que ela era má, cruel e assassina como capitã de tropas da horda chamada despera, ser um pouco mais séria, já que ela luta contra uma tirania de escala global que dominou o planeta Etéria Mas tem que ter participação do He-man nos episódios de origem e em alguns especiais. Se for assim ótimo.

hahaha. true story.

A princípio, tudo que é feito é para faturar grana. Ou você acha que um <i> spin off gender swap</i> do He-Man foi feito para caridade? O negócio é torcer que saia algo que preste.

Tipo, uma Rosie O'Donnel??

Acho que o problema não foi o "empoderamento" em si, mas a militância que foi feita em cima de um filme que nem merecia. Não tinha "empoderamento" nenhum no filme das Caça Fantasmas, era só aquela comédia boba de sempre. Bem diferente do filme da Mulher Maravilha, onde a militância acabou salvando o filme do pior (virar um Esquadrão Suicida ou um Liga da Justiça).

Não me agrada a sinopse que já miostra que a nova série vai se grudar numa causa atual (empoderamento feminino) visando apenas faturar uma grana.

huauhauhauh muito bom!

Meio difícil levar a sério alguém que diz defender a "liberdade de expressão" e tem "Partido Militar" escrito na foto de perfil.

A maioria dos episódios originais não tinha nenhuma relação com He-Man. Se não fossem alguns especiais <i>crossovers</i>, nem saberíamos do parentesco entre eles.

Se não tiver ligação com um futuro filme do He-Man, nem vejo !

She-ra em CGI? Prefiro a animação tradicional.

ergue uma espada que é uma beleza.... kkkkk

feministo que não corta o próprio pau pra mim é poser

Discuta aqui no site Discuta aqui

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar. Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

blog comments powered by Disqus