Punho de Ferro
Séries e TV - Science Fiction, Action
Punho de Ferro (2016)
(Iron Fist)
  • País: EUA
  • Classificação: livre
  • Estreia: None
  • Duração: indisponível
    Criação:
  • Elenco:

Punho de Ferro - 1ª temporada | Crítica

Falta misticismo na série mística da Marvel na Netflix

A promessa de Punho de Ferro já pairava sob a parceria entre a Marvel e a Netflix desde que ela foi anunciada, junto de suas companheiras Demolidor, Jessica Jones e Luke Cage. A ideia era que cada um dos personagens representasse algo na equipe que se formará a seguir, trazendo unidade e diversidade aos Defensores .

Até então, todos os heróis apresentaram uma ótima nova personalidade e qualidades úteis ao grupo, ao qual Danny Rand (Finn Jones) traria o misticismo e as artes marciais. Apesar de introduzir uma interessante mitologia com K’un-Lun e se aprofundar ainda mais na trama do Tentáculo, falta algo à Punho de Ferro. Falta o prometido misticismo.

A trama de Danny Rand é simples: após sofrer um acidente de avião nos Himalaias e perder os pais, o jovem é resgatado por monges e treinado para se tornar sua nova Arma Viva, o Punho de Ferro. Mesmo que apresente inúmeros conceitos interessantes, a série falha em lhes dar continuidade, focando apenas na dor e perda de Danny, que retorna para Nova York na intenção de vingar a morte de seus pais.

Punho de Ferro tinha tudo para não ser apenas mais um conto do herói urbano, apresentando grandiosas lutas performáticas e interessantes vilões super-poderosos - mas a série parece querer fugir disso. Enquanto não está presa em infindáveis salas de reunião, repete movimentos que já vimos nas duas temporadas de Demolidor.

Há boas lutas de Kung Fu, mas Punho de Ferro peca quando não aborda exatamente o que a diferenciaria de sua antecessora. São belos socos e chutes, mas muito semelhantes àqueles que já vimos Matt Murdock aplicando. Não fosse o brilhoso punho indestrutível, ambos os heróis seriam indiferenciáveis - e esse poder ainda é pouco usado ao longo da trama.

É compreensível que Danny, assim como seus colegas, seja falho. Ele está longe de ser um Punho de Ferro completo e precisa de ajuda para terminar seu treinamento e realmente se tornar um guerreiro - essa é a base na qual os Defensores serão formados, heróis incompletos. Por mais que pareça ser o mais despreparado dos quatro, uma das coisas que faltava no grupo era essa ingenuidade trazida por ele. O tempo todo Danny ouve conselhos, seguindo-os cegamente na esperança de acertar alguma vez - mas acaba se dando mal quase sempre. Talvez conhecendo outros heróis ele fique mais seguro de si.

Um herói não é nada sem seu vilão

Um dos problemas mais visíveis de Punho de Ferro é que a série não tem um vilão definido. O papel de nêmesis permanece quase que o tempo todo no controle do Tentáculo, mas a falta de personificação prejudica o andamento da trama. Seja Madame Gao, Bakuto, Harold ou Ward Meachum, a posição de inimigo muda muito facilmente e a ameaça nunca é a mesma, tornando o objetivo final de Danny confuso e leviano.

Em um momento ele quer vingança; no momento seguinte quer salvar os Meachum, que agora vê como sua única família restante; logo em seguida quer proteger K’un-Lun... Falta coesão à trama, que não sabe ao certo por qual caminho seguir, escolhendo soluções que às vezes parecem simples demais para grandes problemas e focando em cenas desconexas que não são necessárias para o avanço da história.

Por mais que Punho de Ferro tenha tantas questões a resolver, a série também introduz interessantes personagens, que têm seus próprios problemas pessoais. Criando profundidade e motivo, tudo é justificável na base do erro e tanto Danny quanto Colleen, Ward, Joy, Harold e até Claire são retratados como humanos tentando seu melhor o tempo todo.

Os defensores de Nova York

Por ser a última série antes de Defensores, Punho de Ferro é a mais recheada de easter eggs e referências, além de emprestar alguns personagens que completam a equação - afinal, todo o universo Marvel dos quadrinhos está conectado.

Mesmo entre falhas, é bonito ver a integração de tudo e a colaboração dos atores nas narrativas de seus personagens. Rosario Dawson é a mesma Claire Temple em todas as quatro produções e traz consigo tudo o que já passou nas temporadas anteriores como bagagem para Punho de Ferro, dando veracidade à sua personagem.

Por mais que tenha uma introdução conturbada, Danny Rand e seu Punho de Ferro serão uma boa adição ao time. A questão que fica é: como Defensores vai resolver as questões deixadas ao fim de cada uma das séries, unir a equipe e seus personagens secundários, introduzir uma ameaça e resolvê-la em apenas oito episódios? Nos resta ver pra saber.

Nota do crítico (Regular) críticas de Séries e TV
 

Eu achei a série boa, por incrível que pareça. Na minha opinião o erro, se é que se pode dizer isso, foi a quantidade de episódios. Em 13 episódios eles tinham "tempo demais" pra fazer algumas coisas, como os problemas psicológicos do Danny (que convenhamos pra um monge que treinou 15 anos é um pouco forçado), tanto que esse "problema" ocupa 4 episódios. Se a série tivesse 8 episódios, ao "comprimir" a história, as lutas contra o Tentáculos teriam brilhado mais.

Realmente concordo muito fraca a série, na maioria dos episodios em alguma cena vc fala nossa que ridiculo.

é mais ação tem porem os dublês e efeitos especiais da Jessica são de longe muito melhores

Tem mais ação que Jessica Jones!

Esta série punho de ferro , estar totalmente fora Do conceito da Marvel um dos estúdio mais bem conceituado, acabou criando uma série que não caiu no gosto dos fãs da Marvel , uma série que parece mais uma novela, não tem ação, sem falar que a escolha do ator que resolve tudo do modo fácil pra quem é o ator principal da série, esperávamos mais desta série porém não foi bem isso que veio,. Tá faltando um pouco mais de ação! Pra quem é bem conceituado nas criações de super heróis do mundo! Marvel não acertou desta vez!

É difícil defender essa série. Ela erra miseravelmente em diversos aspectos. Danny Rand é o monge esquentadinho, imaturo, que após 15 anos treinando está longe de ser um grande guerreiro. Acho que justamente esse é o problema de quem concebeu a série. Voltaram atrás demais. Colocaram ele cru demais. Esse caminho de amadurecer o guerreiro é manjada e sacal. E vou além. O erro de todas as séries Marvelenses na Netflix são suas cenas de luta. Na primeira temporada de Demolidor as lutas eram eternas, parecia dois magrelos lutando com travesseiros. Coisa que foi resolvida na segunda temporada com louvor. Já Jessica Jones e Luke Cage são uma sucessão de agarrões e inimigos voando que dá vergonha. Os caras não são lutadores ok, mas dar soco e chute qualquer um sabe. Eu achei que Punho de Ferro seria o top disso. A resolução dos erros antigos. Mas... O que acontece é justamente o oposto. Quem não viu grandes filmes de Kung Fu com Jet Li, Jackie Chan e etc? Quem viu sabe que cenas de luta podem ser memoráveis e criativas. Coisa que não se vê em momento algum na série (exceto em algumas lutas da Collen, a maravilhosa). Já as demais cenas são enjoadas, mal coreografadas e com cortes péssimos. Não se sente realmente diferença em poder entre Danny e os demais. As lutas facilmente perdem para filmes dos anos 80/90. E são copias como a critica diz das brigas em Demolidor. E isso é gravíssimo. Danny Rand deveria ser um mestre em Kung Fu mas ainda assim é menos hábil do que um Neo após um download rs. A infantilidade que é varias vezes mencionada pelos oponentes parece ser uma forma dos roteiristas de didaticamente martelar na cabeça de quem vê, que seu honorável personagem principal ainda esta verde. E não só verde mas bobo e chato. O irritadinho Danny Rand parece sofrer para convencer como personagem. Todos já sabemos de cor a personalidade de muitos heróis. Sabemos que Superman é escoteiro e não mata. Que Batman vai longe demais para impor justiça em seus momentos perturbados. Que Wolverine é brutal mas amoroso e protetor com alguns. Mas Danny Rand em 13 episódios não demonstra ter uma, o personagem não é bem trabalhado o que dificulta em se ter qualquer tipo de simpatia por ele. Certamente Punho de Ferro mantém o posto de série fraca da Marvel/Netflix junto com Jessica Jones e até Luke Cage. Demolidor ainda é a melhor. Mesmo com 13 episódios Punho de Ferro soa longo demais. Claro que longe de ser Malhação como Arrow mas cansa ao se ver em maratona. Espero que melhorem as cenas de luta. Escolher essa coisa visceral e meio realista da certo quando bem coreografadas e dirigidas. Como em Oldboy por exemplo. (de onde tiraram a ideia das cenas de luta de corredor que repetem exaustivamente sem acertar plenamente). Falta dose de fantasia nas lutas pois não adianta fugir das origens. No fim são um bando de herois fantasiados.

O Demolidor, com um só braço da uma surra nesse punho de ferro. Faltou misticismo, treinamento de 15 anos pra ser um guerreiro e uma ingenuidade de uma criança de 5. Pior série da Marvel/Netflix.

Nunca li muita coisa do Punho de Ferro, li algumas coisas das aparições dele em Homem Aranha e da fase "Heróis de Aluguel" até pq acho ele um herói B/C da Marvel. Achei que o personagem não caiu bem no Finn Jones e não é nem por causa do Danny Rand dele ser meio bobo (pois nunca vi essa faceta dele nos quadrinhos) é por ele não lutar bem, as coreografias não ficaram convincentes. Sei que nos quadrinhos é comum os personagens terem várias fases e serem retratados de forma diferente mas não me fale que esse Danny Rand é o Punho de Ferro imortal de K'un-Lun, ele parece mais o Keanu Reeves em Matrix kkkk. O Whitewashing não foi exatamente um problema pra mim mas a qualidade do elenco de apoio, pois não me convenceram como série de artes Marciais. Enfim. Destaque para a sempre ótima Rosário Dawnson (conectando as outras séries) e a Jessica Henwick fazendo a Coleen Wing que eu só havia visto em Game of Thrones, personagem ruim mas ela é bem carismática. No resumo boa sorte pra quem for assistir e tente não dormir kkkk.

É complicado, pois como disseram gosto cada um tem o seu. Mas para quem leu os gibis do mestre do kung-fu na qual havia as histórias do punho de ferro vai entender o que eu vou dizer. A série buscou mostrar o que estava no auge do kung-fu dos anos 70 e 80 que era fantástico, eu gostei de mais, dos sons que colocaram das lutas e personagens, é claro que os tempos são outros e nós ficamos cada vez mais exigentes e conseguimos pegar cada efeito mal elaborado e treinos toscos de lutas, mas para mim conseguiu relembrar do quanto o kung-fu era adorado antigamente, se levasse uma série desta para passar em 1980, ganharia todos os premios possiveis, mas como disse é uma serie diferente do que o publico busca nos dias de hoje e precisa que os caras revirem para que possam mostrar algo novo, e que realmente prenda a atenção, e para que isto funcione precisa melhorar mais nas histórias e colocar com inteligência os vilões, que no caso o Demolidor se saiu muito melhor.

A série é ÓTIMA. Muito melhor que Luke Cage e superior a Jéssica Jones. Mas,nos tempos atuais,ela peca em um sentido. Falta aquele "tempero" multicultural: Gays,negros e tudo que se encaixe como minoria sendo os personagens principais. Um produto como Luke Cage receber avaliação máxima ao lado da modorrenta Jéssica Jones me levaram a essa conclusão.

seria bom se tivesse o mesmo nível, mas é difícil acertar sempre...(foi mal não ter respondido antes...)...

Ainda bem que opinião é que nem fiofó, cada um tem um seu. Foram tantas as críticas negativas que eu acabei desanimando de ver o seriado. Aí eu resolvi ver de qual é e achei SENSACIONAL! O tom, atuações e trilha sonora são muito muito boas. A história é bem envolvente.

Finalizei a série agora. Não é uma série ruim... Mas deixou MUITO a desejar. Esse Punho de Ferro leva uma surra do Demolidor na questão das Artes Marciais. Quase não tem misticismo. Assisti de maneira arrastada... Das 4 séries produzidas, só foi um pouco melhor do que JJ. Fiasco!

Além disso, vale ressaltar que ele conseguiu o poder do dragão há pouco tempo e não desde que chegou a Kunlun.

Po... Concordo com vocês. Ainda mais porque sou fascinado por ninjas.

A série melhora lá pelo décimo episódio (mais precisamente quando Harold ressuscita pela segunda vez), o que pra mim, é MUITO POUCO pra uma série de 13 episódios com expectativas tão altas igual Punho de Ferro tinha. Ainda mais depois do filme Doutor Estranho, todos apostavam em uma imersão significativa no universo místico da Marvel, coisa que foi quase que completamente ignorada na série. Eu não gostei de Jessica Jones, mas ao menos apresentou o segundo melhor vilão do universo Netflix (perdendo apenas pro genial Rei do Crime). Sendo assim, infelizmente sou obrigado a colocar Punho de Ferro como a pior série da parceria Marvel/Netflix. Senti que pouca coisa realmente funciona nesses 13 episódios. Acho que as unicas coisas realmente boas são as atuações dos atores de Ward e Harold Meechum (este ultimo um pouco mais forçado), que ao menos conseguem transparecer a psicopatia e quase-loucura dos personagens. As lutas são quase todas bem ruinzinhas. Pensei que eu veria algo muito bom, dado o flerte com as artes-marciais que o personagem tem, mas incrivelmente conseguiram perder pra TODAS as sequencias de luta de Demolidor. Se não fosse a luzinha (tosca) no punho de Rand, capaz de Demolidor dar um pau sinistro no moleque, de tão ruim que a maioria das cenas de luta foram coreografadas. É uma pena, mas nada que possa estragar Defensores. Espero que aprendam com os erros e façam algo melhor na provável segunda temporada que estar por vir.

Embora tenha considerado a série abaixo das minhas expectativas, ainda achei a série muito melhor do que Jessica Jones. Esta série do Punho de Ferro a produção não foi muito feliz na escolha do elenco principalmente o ator que interpreta herói. O cara parece meio idiota, muito viajandão o que difere bastante do Daniel Randy - Iron Fist dos quadrinhos que é sério, focado. Outra que durante a temporada tem muita enrolação (principalmente os 5 primeiros episódios, acho que muitos desistem ali mesmo de ir ao final) com um desfecho muito chulo, fraquinho onde nem houve apelo visual pra animar um pouco. A coisa mais interessante na minha opinião é o que se desvenda sobre o Tentáculo e a atuação da manipuladora Madame Gao.

A série demonstra potencial, mas foi um tanto irregular. Assisti com certo esforço calibrado pela curiosidade e expectativas de evolução no potencial, mas sempre pensando se conseguiria continuar. Esse ritmo oscilante afeta a disposição do espectador, que acaba ficando mais feliz em ver um novo coadjuvante, geralmente mais interessante e carismático do que o protagonista. Faltou um vilão digno que o final não trouxe, mas apesar dos pesares a série tem seus momentos, algumas cenas inspiradas, mas a direção peca ao reservar climaxes com apelos visuais, invés de um desenvolvimento mais equilibrado na trama central. Felizmente, todos os demais atores empregam muito mais carisma a seus personagens do que o protagonista (mesmo quando tem pouco tempo em cena), e por isso, roubam mais a cena. Por outro lado, isso contrasta ainda mais as limitações do ator principal. Já que o protagonista era constantemente submetido a instabilidade emocional, poderia ter se destacado nessa pegada do personagem e não pela maestria dos dublês, mas... Aguardemos um tanto mais além do que uma testa franzida como sinônimo de expressividade.

Também estranhei isso. Mas quem sabe ela mesma tenha se deixado levar e fingido estar de fato coagida, já que ela é quem manipula tudo e todos. Ainda assim, ficou realmente mal explicado...

Vdd, o ator tem mais "carinha bonita" do que força no papel. Embora seja compreensível que a idéia também seja evidenciar a imaturidade dele, a produção também procurou explorar ao máximo o carisma dos demais atores para dar mais força a relevancia do ator protagonista, que carece de carisma, de fato.

Verdade @P@philipejunqueira:disqus. Já vimos que ele possuia habilidades marciais por mais que se mascarasse, e no final, ficou bem aquém do que realmente prometia. Fora que Danny "gastar" o punho para quebrar um vidro de escritório, ficou estranho...

Concordo. Achei a escolha do ator principal muito ruim. O ator não sabe lutar, e isso devia ser pré-requisito pra esse papel. Em nenhum momento da série eu vi nele o punho de ferro. Acho que esse ator cairia bem na franquia do American pie, bem longe de ação e lutas.

Bakuto é uma piada de muito mal gosto. Killgrave deve estar se contorcendo em seu túmulo.

Ah eram sim kkkk ta com o coração muito fechado pequeno Grafanhoto kkk

Não era não. Rsrs

Querida, vc, assim como eu, temos o direito de achar o que for de qualquer coisa, série, filme, o que for. Mas que façamos tudo dentro do respeito, até pq quem não concorda com a gente nem sempre é nosso inimigo.

A série está sendo subestimada. O personagem ainda vai evoluir muito. Quando ele assiste aquela filmagem de um antigo punho de ferro, que tem até uniforme, fica claro que ele ainda está imaturo. A série , assim como muitos filmes, são adaptações. O audiovisual é uma outra linguagem, diferente dos quadrinhos. Achei uma bela série. Volto a dizer, tem muito potencial.

Entao a Netflix nao pagou a ninguem...media da serie é de 37/100 no metacritic. mas basta vc ler as opinioes aqui mesmo...maioria nao gostou da serie...nao e horrivel, mas é fraquinha sim

Concordo com vc. Assistia um eps e já queria ver o próximo. Das 4 da Marvel/Netflix só Demolidor e Punho me fizeram sentir isso.

cara, uma coisa é ser imaturo ou perdido na foma comportamental ou de identidade, outra coisa é ser considerado arma viva e apanhar de varios ze ruela, Jet Li disapproved rsrs

eu disse isso aluns posts atras, era pra ser uma bela exibiçao de lutas de kun fu, o cara era pra ser quase um Pai Mei ou um Li Mu Bai, mas apanha de qq idiota, esse q é o mestre do kun fu? Sem contar q ja encheu o saco colocar a Claire nas 4 series e nessa ela comprando briga com um clã de ninjas sendo uma simples enfermeira. Essa historia de nao matar ninguem tb, pqp, ja deu ne. Coloca a Noiva de kill bill no legar dele q fica bom.

Gostosa? Parece um graveto de terno, deliciosa feito picolé de chuchus... A japinha eh bem mais interessante!

Bakuto é uma piada ambulante, essa serie horrivel fez ate a GAO perder sua essência que tinha conquistado em DEMOLIDOR! SAD!

FRACO!! Harold foi mal explorado, aguardei o seriado inteiro pra assistir HAROLD mostrando suas habilidades como lutador no ultimo episódio contra o punho de ferro e a PRODUÇÃO prefere dar uma Glock na mao do cara e faze-lo atuar igual um amador fanático que deu as costas após desmaiar o fcking nb punho de ferro, nunca vi tanta falha em uma serie hauuhauhahauuhahu HAHAHAHAH!!

2 ovos asuhasuhuhsuhs vai ver que nao ganharam presentinho da netflix

Achei fraca. Das quatro, coloco ela por último. Para um cara que passou 15 anos treinando kung fu, 'dominou' toda a arte e foi aprovado pelo dragão imortal, o cara é muito fraco, apanha de qualquer um. A coreografia é muito ruim também. E ainda teve que um cara de fora ensinar pra ele como usar o punho para curar... ele tinha que ser, pelo menos nas lutas, melhor que o Demolidor (sem dúvidas a melhor série das quatro). A história também é confusa, uma hora é um vilão, depois vem outro e outro... no final já são quatro diferentes. Enfim, esperava mais.

"ele passou 15 anos treinando pra isso", precisa rever a série, o que ele enfrenta ali, no contexto da série, ele não estava preparado ainda. Não é questão de saber de lutar ou de super poderes. Se quer ver só porrada, assiste algum filme do Chan kk. Mas, segunda temporada do Punho de Ferro não deve ter tanta enrolação e sim mais cena de ação se é isso que deseja. Abraços

Não sei se foi por causa das críticas negativas, mas eu curti bastante a série. Claro q os primeiros eps são lentos, mas vc fica na expectativa dele revelar logo os poderes rs. Tb gostei de como "brincaram" com a origem dele, toda vez q ele tenta contar alguem debocha dele. Tb acho q o punho dele vai evoluir e realmente pegar fogo nas proximas temporadas, levando o fã ao delírio, assim como Demolidor foi evoluindo.

Acho que sou anormal ou pouco exigente. Adorei a série. Achei até viciante. Não tenho nenhuma crítica para fazer.

Estou achando a série razoável, estou na metade praticamente, melhor que Luke Cage (que a crítica pirou por causa das músicas e por ser negão), mas bem atrás de Jessica Jones e mais ainda de Demolidor. Eu não jogo a culpa no ator pela série não estar em outro patamar, pois foi claramente uma trajetória escolhida no roteiro, a coisa do personagem estar dividido, imaturo, não saber seu lugar. Mas ele não poderá seguir sempre nessa direção, em algum momento terá que amadurecer e entregar o que a galera quer ver. Acredito que a Netflix sela cabeça aberta para entender isso e mudar para melhorar a série.

Quanto ao bêbado Sobre ele "Aí vai da cagada dos caras em mais um inimigo jogado fora. Aquele cara deveria ser possuído por um espírito ancestral, é quase tão forte quanto o serpente de aço, seu destino é destruir todos os punhos de ferro...Apenas dois o venceram até hj...O punho de ferro da era de ouro que treinou Rand e o próprio Rand...Cagaram de novo"

Aí vai da cagada dos caras em mais um inimigo jogado fora. Aquele cara deveria ser possuído por um espírito ancestral, é quase tão forte quanto o serpente de aço, seu destino é destruir todos os punhos de ferro...Apenas dois o venceram até hj...O punho de ferro da era de ouro que treinou Rand e o próprio Rand...Cagaram de novo

Ai já vai da intensidade/força...

péssimo ator nada

Não recomendo. Fraquíssimo

kkkkkkkk Bakuto militante da esquerda foi F#$%! kkkkkkk

Fora que as lutas, alguns golpes não condiziam com o resultado. As vezes ele levava um soquinho e soltava sangue pela boca, outras vezes, apanhava legal e não acontecia nada... mas o que mais deixou explicito o quanto o punho de ferro é ridiculo, fraco e crianção, foi quando apanhou do cara bêbado. Esse foi o fim para mim. Como um cara tão ruim, consegue receber o premio de punho de ferro. Vai proteger o que? muito fraco mesmo, tanto de físico, quanto de atuação. horrível.

Após assistir ao segundo episódio, achei a crítica muito dura. Seguindo adiante, ainda no quarto, já achava a crítica até generosa. A trama é muito fraca e inconsistente, desanimadora mesmo.

Se conseguir ser pior que Luke Cage nem pretendo assistir.

Série conseguiu ser mais chata que a do Luke Cage. Péssimo ator, traminha cansativa de acompanhar e os monólogos dele ( Danny Rand) são tediosos demais. Sinceramente, está sendo uma tortura acompanhar a série. Espero que se tratando da Marvel, os Defensores faça jus a finalidade de tanta história fraca e desconexa. Vcs foram bem generosos na nota... tá muito abaixo de ser regular! De mal a pior seria uma definição apropriada.

Você é muito debilóide pra ser opressor, babaca

Pai Mei sim é fodão! "A madeira deve temer a sua mão e não o contrario!" kkk muito foda, ele sim seria um otimo Punho de Ferro

As lutas sao muito mal coreografadas. Falta ritmo. Intensidade. Esse punho de ferro nao tem sal nenhum. Mestre pai mei derrotaria ele só com a barba kkkkkkk e ainda falaria que o punho de ferro dele éra uma porcaria

ele quebra portoes com o punho brilhando mas qdo deu uma porrada com esse msm punho no peito do lutador bebado este so caiu e apagou, nao era pra ter feito um rombo no peito dele? ¬¬

concordo plenamente... ainda insisto q os chineses é q sao peritos nessa arte marcial, deviam ser os produtores das cenas de luta. A personagem Madame Gao tem potencial pra ser uma otima antagonista, mas nao desenvolveram ela tao bem como poderiam. E o ator q faz o Danny, poderia ter feito um trabalho fisico de alguns meses antes de começarem as gravaçoes.

tb percebi isso e nao entendi nada... a principio achei q ela q tivesse se deixado aprisionar e q ela seria uma mestra, mais ou menos como a Anciã em Dr Estranho.Tem esses pontos q acabam deixando a desejar

é exatamente isso daniel, achei tb q veria cenas epicas de luta like O Tigre e o Dragão, O Clã das Adagas Voadoras, Herói, etc, e vemos lutas mais breves e simples como em Demolidor, eu ate gosto mas como esse filme é embasado num mote de kung fu tem q fazer jus, como eu disse jet li poderia ter coreografado as lutas. A serie tem msm alguns pontos interessantes como a trama empresarial, o Ward q morre e volta vivendo nas sombras, etc, mas o resto q é meio bobo acaba deixando a serie pobre pro q ela tinha de potencial.

Talvez a pessoa fique com poucos resquícios da memória da outra vida, até que elas sejam "incentivadas". Ficando tipo uma folha em branco, podendo colocar outras coisas, porém com um "backup". Foi isso que eu entendi.

Eu fui uma das pessoas que foi contra a contratação do Sir Loras pro papel. Tinha que ir para um Scott Adkins ou Matt Mullins da vida, senão não faria sentido. Mas na parte que toca à personalidade do Danny ele fez bem, mas como um cara disse lá embaixo, ele não parece que sabe lutar quando faz aquelas posições de luta, ao contrário do Davos e de outros personagens...

Parei no sétimo capitulo, sem nenhum tesão de ver mais nada. Roteiro idiota,incoerente. Luke Cage pode não ser boa, mas tem as músicas que ajudam a apreciar a série. Nesta o único incentivo é a gostosa da Joy Meachum. O ator chega a dar pena ou raiva. Devia sair da empresa Rand e se empregar numa firma de demolição.

Vocês esquecerem de uma coisa: O Punho de Ferro ta mais pra chaveiro de ferro pois ele so usa seus poderes para abrir portas e portões kkkk

as cenas de lutas nao sao boas nao. E isso é fato. A primeira luta, quando Danny chega na empresa, é triste demais. Tem dublê que gira antes mesmo do danny dar o golpe. E se lutar tao mal e tão travado faz parte da atuação do Finn, ele atuou mal sim.

Sem falar que o vilão teve uma interpretação fantástica... Dava realmente medo, era realmente uma ameaça, bem desenvolvido pra caramba.

demolidor tem uma fotografia muito boa, boa cenas de luta (voce sente o peso dos socos, existem lutas em plano sequencia). Então apesar de poder ter erros de roteiro ( o que pode ser muito pessoal) demolidor é sim uma série muito bem dirigida e os atores vivem seus personagens plenamente, diferente do punho de ferro, que poucos ali convencem que nao sao atores.

Quis dizer pelo personagem e pela premissa ela não é ruim, mas tem muitas coisas ruins como você falou...

a serie nao eh ruim? tem incoerencias no roteiro todo, os personagens sao mal desenvolvidos. No inicio da série nao aparece uma gota de sangue ,as lutas sao banais (tem ate duble que gira antes de levar o golpe) logo na primeira cena de luta de uma serie do punho de ferro! isso é ser mal diretor (no caso de nao limar as cenas de lutas pateticas), mal ator no caso do punho de ferro (que apesar de nao atuar muito mal nos dialogos, luta muito mal, o que faz parte dele atuando como um todo) e outros erros

Esqueci de outra coisa, Numa hora a Madame Gao morre de medo dele, na outra ela da um golpe com a palma da mão que o arremessa longe (assim como fez com o Demolidor)???!!! Incoerente, pois depois ela parece indefesa. Achei que ia ter aquela luta entre os dois, ela numa espécie de Yoda, kkkk

Cara é meio decepcionante. A série em si não é ruim, mas a adaptação do personagem ficou aquém do esperado. Você tem razão. Apanha de todo mundo caramba! Demolidor e Stick aparentam ser muito mais "mestres", ou "armas vivas" do que ele. Isso me decepcionou bastante, esperava ver mais kung fu despirocado também, tipo "O Tigre e o Dragão", sabe?! Piruetas, chi fazendo o cara saltar mais alto, etc... Ficou muito "dentro da caixinha"... Uma pena!

a serie tinha tudo pra ser otima, mas pra um cara q diz ser a arma viva, mestre absoluto do kung fu, ele apanha do cara dentro do caminhao, q é apenas um capanga comum, eu achei q fosse ver lutas do nivel dos filmes de kung fu de vdd como de jet li, bruce lee, chow yun fat, etc. A personagem Coleen poderia ser tao habilidosa qto Zhang Ziyi ou Michelle Yeoh, achei a habilidade dela ao nivel de Karatê Kid. Em Demolidor o nivel de luta podia ser este q eu critiquei pq ele nao é mestre de kung fu, mas em punho de Ferro a abordagem desta arte marcial secular deveria ter sido mais valorizada, as lutas nao sao boas como diz o texto, sao no maximo razoaveis, o filme Matrix tinha lutas melhores, ate filmes do Jason Stathan tem lutas melhores. Sem contar q estao forçando a barra com a Rosario Dawson, querendo q a personagem Claire, uma enfermeira de mao cheia viaje à China pra se meter numa luta contra uma organizaçao de ninjas assassinos segundo ela msma. Nunca q uma enfermeira em sã consciencia faria isso. A personagem Gao e a atriz q a interpretam sim sao bons aspectos na serie e a deixam melhor. O ator q faz Danny tb poderia ter trabalhado no fisico pra fazer esta serie, parece um playboyzinho mimado como comentaram. Se ele chegou ao nivel de ser um Punho de Ferro deveria ter habilidade semelhante ao de um Pai Mei, q derrotou a Noiva em Kill Bill sem q ela sequer tocasse nele, e Danny Rand apanha feio em alguns momentos.

ah, gente. encheu o saco mesmo, mas faz sentido ele ser tão instável. Ele vivenciou o acidente na infancia e o treinamento em Kun Lun era abusivo. Ainda mais que ensinam a eles a reprimir toda a raiva com a cara de paisagem. O resultado disso só pode ser alguem maluco cheio de coisas pra resolver na cabeça. Em relação a isso, talvez um ator realmente bom pudesse ter exprimido esses conflitos pessoais de forma mais sutil e elegante. A série tem outros problemas, contudo. Muitos.

A crítica do omelete serve pra vocês mesmos, vocês não sabem se fazem uma​ crítica construtiva ou negativa no mesmo texto. Esse texto, tem as mesmas nuances dessa série, e a parte mais terríveis dá crítica em si, é querer comparar ao Demolidor, que é um série interessante, mas não é nada tão espetacular, é uma série cheia de problemas, não sei a onde vocês acham que o Demolidor é base pra ser espelhado. Vocês se impressionam com qualquer coisa.

Eu quis dizer logo quando ele ressuscita, que fica bobão (nao sabe o que é um hot dog, pegando na salshicha fervendo no carrinho), com dificuldade de falar e um pouco de amnesia, nao foi explicado esse efeito na serie.

Luke Cage n consegui passar do 3° episódio, punho de ferro não consegui nem dar play

Com muito custo terminei de assistir, tinha travado no oitavo episodio e nao conseguia progredir.. Eh luta ruim neste episodio, punho bebado mto ruim, um lix*.. Depois deste oitavo eu achando q estava ruim, fica pior.. O roteiro decai a níveis absurdos, tem um momento q o Danny abandona os celulares e do nada aparece com o proprio. Conseguem descaracterizar muito os personagens, coisas q eles mesmos tinham criado.. Fora as tramas q nao levam a nada, e coisas q eles mesmo explicam minutos antes de acontecer, e depois nao tem impacto (dao spo***r deles mesmos).. E' um li*x de serie, ela faz nao ter muito sentido ter os defensores, pois enfraquecem os inimigos.. E eu achando q o Luke Cage q era bund mole, esse Danny consegue ser bem mais.. Um cara muito chorão e mimado.. Antes de assistir td eu falava q compensava assistir, nao tenho certeza mais..

me senti assistindo filmeco de artes marciais, daqueles que nos anos 90 os meninos imitavam fazendo sons de luta com a boca. e ainda tem o Caio Blat de vilão

O comecinho estava até interessante, com o personagem ao estilo "dingão" e sendo escorraçado por quase todos de NY. Eu lia os quadrinhos do Punho de Ferro na saudosa revista Heróis da TV e que eu me lembre, não se travava de um rapaz muito inseguro, franzino, chorão e com cara de cantorzinho do programa de calouros do Raul Gil. Os personagens satélites não ajudaram muito o protagonista evoluir, ao contrário, deixou a série monótona, piegas, desconexa entre cenas e sem desafios relevantes. Saudade dos tempos quando bons enredos eram criados por escritores como John Byrne e Frank Miller, a Netflix deveria se espelhar em histórias com teor mais adulto e menos linear pueril, do tipo que saiu de um pote de papinha de criança. E os inimigos então, dava até pena. Aquele Bakuto parecia mais um militante de esquerda do que um mestre de artes marciais.

"PS: Alguem ai entendeu o modo estranho que o Harold ficou depois de voltar a vida?" Acho que essa agressividade é o que vai explicar o temperamento violento da Elektra quando ela voltar dos mortos.

Terminei de assistir Punho de Ferro da Marvel/Netflix. E mais uma vez, quem dá créditos pros Tomates Podres tem que apanhar de cinta. Porém, também não é um primor como Demolidor. S P 0 1 L 3 R S __________________________________________________________________________________ - A história de origem se manteve bem fiel à do personagem.O Finn Jones realmente incorporou o espírito jovial e determinado do Danny Rand, Só realmente ficou faltando aquele "quê" de super herói mesmo, pelo menos ele vestindo um uniforme, para fins de fan-service, semelhante ao que houve com o Luke Cage. - Colleen Wing <3 -As cenas de luta são boas, mas as de Demolidor foram bem melhores mesmo. A câmera se mexia e cortava demais nas cenas de luta. -O arco dos Meachum foi interessante. O Faramir fez um ótimo vilão, e os irmãos Ward e Joy fizeram muito bem os papeis de filhos mimados e poderosos que começam a questionar tudo o que tem feito e enxergado que a vida deles dependia toda do papai deles, até a chegada do Danny. Mas o final da Joy com o Davos foi muito "Hã?". Por que ela iria querer destruir o Danny se ela era amiga e defendeu ele sempre desde o início? Ele foi tão vítima quanto ela da história toda. Extremamente forçado. - Escolheram um ator bem b0st@ pra interpretar o Davos, deu muito desgosto. O cara que é filho do Lei Kung, que deveria ser um chinês fortão, da idade do pai do Danny, arrumaram um baixinho cortador de cana com sotaque britânico. Essa b@$ta de "representatividade étnica" c@gou com o personagem, e com o tal do Bakuto também, o cara com nome japonês interpretado por um latino, o que queriam que o público pensasse? -Os 4 últimos episódios decaíram o nível da série, contrariando tudo o que a serie tem apresentado do Danny, mostrando ele com raiva, querendo se vingar, ou seja, os 15 anos de treinamento em K'un-Lun não serviram pra nada em fazê-lo controlar a raiva, o ódio, a vingança. Ele termina a série sem saber quem ele é e o que fazer, ao contrário dos outros heróis, querendo treinar de novo se encontrar. Mas apesar disso, a série não é ruim como a crítica fala, ela sofre do mesmo efeito do BvS. Muitas das críticas vêm de quem nunca leu os quadrinhos e analisa a coisa superficialmente, sem conhecer os personagens. Daria nota 7/10 ou 7,5/10.

Foi o pior de todos. O personagem parece um meninão se irritando com coisas simples, e depois voltando atrás, e novamente se irritando e novamente voltando atrás. Sinceramente só assisti até o fim porque quero ficar por dentro quando os defensores estrearem. Mas pra mim foi muito mais irritante ver essa série do que minimamente divertido.

Essa série é um verdadeiro cocozão. Acho que se a Aline não fosse incumbida de entrevistar Finn Jones, e o fato de que o mesmo estará na CCXP, ela teria dado apenas 1 ovo. Se em JJ tinha uma boa premissa e uma execução ruim, podendo ser resumida em 7 episódios, saporra de série não serve nem para se distrair durante a evacuação. Luke Cage pelo menos tem uma trilha sonora muito boa, apesar de todo o resto ser absolutamente patético e clichê. Complicado... sem nenhuma esperança de qualidade pra essa Defensores.

Isso mesmo ! Gostei da lascívia deturpada. A velhinha aqui agradece. 😚😚😚

concordo ele vive falando que viveu enfrentando desafios difíceis, sendo espancado a cada falha e tendo conselho de vários mestres sábios que deve ter la em K'um-lun, acho q ele deveria mostrar mais sabedoria ao lidar com alguns assuntos que rola na trama, no começo da serie ele era mais interessante depois foi se perdendo, acho q alguém que teve esse treinamento e conseguiu por merecimento se tornar o punho de ferro deveria ser um pouco mais sábio e não tão ingenuo!

Eu achei essa serie bem inferior as outras de heróis da netflix, a diversas incoerências no roteiro, o desenvolvimento dos personagens não é bem feito, e a maioria das lutas foi mal coreografadas. Nem mesmo a atuação dos atores é grande coisa, os atores dos irmãos Meachum são os únicos que realmente merecem elogios, já que foram os melhores a representar a personalidade de seus personagens. Ao menos a serie cumpre na parte de te entreter, isso se vc não for do tipo que vê algo pensando o tempo todo nos seus defeitos.

Filho.. ele passou 15 anos treinando pra isso.. QUINZE! Se ele não estava pronto, pq voltou? Quer dizer que agora temos que engolir tudo? Se ela não foi feita pra nós (espectadores) pra quem foi feita?

Que bonito, estereotipando, reduzindo os homens a simples objetos sexuais, brinquedos para satisfação de sua lascívia despudorada. O punho de ferro é muito mais do que isso. hahahah

Concordo plenamente com a crítica de vocês! Achei ele perdido . O próprio bebê chorão. Não chega aos pés do Demolidor. E achei ele magrinho demais.E feio. Mulheres gostam de heróis bonitos e fortes. Não vou ver a 2 temporada.

Foi o mais fraquinho da franquia...

Não é nenhuma obra-prima, mas tem suas qualidades. As lutas são boas (semelhantes as de Demolidor certas vezes), os vilões são fantásticos, mas essa série foi faixa preta (hehe) em enrolação na trama. Na verdade Danny Rand é tão "ingênuo" que não sabia se estava assistindo Punho de Ferro ou as primeiras temporadas de Arrow dado o dramalhão dele em muitas partes. Creio que com exceção de Demolidor e Jessica Jones (esta última por ter um arco fechado adaptado sem frescuras maiores), tanto Luke Cage quanto Punho de Ferro serão séries que mostrarão a que vieram em suas segundas temporadas. A Netflix-Marvel Television precisam mudar a abordagem dessas séries, pois do ponto de vista de quem assiste, elas são bastante "monocromáticas" entre si, o que pode (depois de algumas poucas temporadas) desgastar o público mais rápido do que as séries de mesmo gênero da CW. Eu gostei, mas faltou justamente o místico, o diferencial que tornaria Danny pros Defensores o que Thor (em uma escala maior) é pros Vingadores, mas a série se recusou a fazer isso antes de Defensores, o que praticamente torna ele apenas um demolidor que pode lutar no escuro (hehe)...

O ponto não é esse, a questão é que tanto JJ quando LC são medianas mas a imprensa não criticou já PF...

Para o LC a Netflix fechou uma parceria e lançou um site lembra? Como com PF não teve isso...

Cri cri cri...

A série tem alguns problemas, mas ainda assim, se colocada ao lado de FILMES como Homem-Formiga, Homem-de-Ferro 3, Thor 1 e 2 ou Cap. América 1, parece uma obra-prima. E nem preciso dizer que é infinitamente melhor que os Fiascos da SHIELD e as séries da DC da CW.

Por isso mesmo. Em menos de 3 anos foram 5 séries e TODAS apresentaram esse problema da enrolação, do ritmo um pouco lento, de episódios inúteis, falta de efeitos especiais, etc. Parece até que não aprendem com os erros passados. A melhor ainda é Demolidor 1ª temporada. Super-herói é algo difícil de se cansar, mas problemas de produção repetidos tantas vezes seguidas não são perdoáveis. Parece até que o que não tiveram coragem de dizer ao falar de Luke Cage os críticos compensaram derrubando o Iron Fist. Uma crítica excessivamente positiva (Cage) foi "compensada" por outra excessivamente negativa(Fist).

Pq não pode ter o mesmo nível de Demolidor? Ou vc esqueceu que Demolidor tb é uma série de "super héroi" do mesmo estúdio ainda por cima?

No último ep o cara resolve usar o punho de ferro de forma felomenal na cena do andar. Podia ter usado o poder de maneira parecida logo no começo da série pra manter o interesse.

Esgotamento? Pelo amor de Deus, o bagulho não tem nem 3 anos que começou.

Ok, agora vai la disfarçar sua infantilidade assistindo os filmes obscuros da dc

As interpretações são boas. Os atores estão bem e convencem nos papeis. Mas achei a série meio descasada, como se houvesse duas séries Iron Fist que foram juntadas numa só. Problema de roteiro. Falta liga. E sobram furos. A evolução dos personagens é confusa, também, errática. Numa cena acontece um evento x, na outra, os envolvidos comportam-se e interagem entre si como se nada houvesse acontecido, como se a sua história tivesse progredido até duas cenas antes.

Viram a nova HQ do punho? Está bem melhor que a série.

Talvez o que esteja acontecendo seja um esgotamento da fórmula dessas séries. Todos os problemas sérios apontados em Iron Fist também estão presentes nas outras. O ritmo de Iron Fist é até melhor que o de Luke Cage e Jessica Jones e as cenas de ação só perdem para as de Demolidor. O politicamente correto da preferência por um ator asiático, somado ao fato de essa ser a última série a ser lançada antes de Defensores, quando a fórmula já dá sinais de cansaço, deve ter pesado muito. Luke Cage só fazia tomar bala e Jessica Jones no fundo foi um seriado do Killgrave, que foi fantástico e salvou a série. Apesar das falhas, Iron Fist me parece mais equilibrada nesses quesitos de ação e de ritmo. Tem CENAS de enrolação enquanto as últimas duas foram EPISÓDIOS inteiros.

Discuta aqui no site Discuta aqui

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar. Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

blog comments powered by Disqus