Sem Dor, Sem Ganho | Omelete Entrevista Mark Wahlberg e Dwayne Johnson

Atores falam sobre seus próximos projetos

Diretamente de Hollywood, Marcelo Forlani conversou com Mark Wahlberg e Dwayne Johnson sobre Sem Dor, Sem Ganho (Pain & Gain). Os atores falaram sobre como é trabalhar com Michael Bay e projetos futuros, inclusive Transformers 4 e Hercules.

 

Gente, obrigado por me receberem. O filme é muito divertido, muito engraçado. Mas antes de começarmos, eu tenho uma dica para pedir para vocês. Desde que meu segundo bebê nasceu, eu também tive uma lesão no joelho, e agora eu estou relaxado. Quais as dicas que vocês podem me dar?

Dwayne Johnson: Você não deu à luz.

Não.

DJ: Do que você está reclamando?

Não, mas eu fiquei... acordado a noite toda.

Mark Wahlberg: Você estava em forma antes?

Não. Não como vocês.

DJ: Você fez uma cirurgia?

Sim.

DJ: Você fez. Que tipo de cirurgia você fez?

Eu não sei como chamar.

MW: Onde? No menisco? Essa é uma difícil. Você pode fazer bicicleta. Fique longe dos agachamentos, essas coisas, mas você ainda pode se exercitar.

DJ: Cuidado com a sua dieta.

Sim.

DJ: É o que você tem que fazer.

Sim, claro.

MW: Coma certo. A dieta é provavelmente 85% disso.

Obrigado. Bom, vamos falar sobre o filme que estamos aqui para falar. Como vocês se envolverem com o filme?

MW: Eles me mandaram o roteiro, eu me encontrei com Michael Bay, me apaixonei pelo roteiro e pelo personagem e foi isso. Aí eu assinei.

DJ: A mesma coisa. Na verdade, eu li roteiro anos atrás, provavelmente há 8 ou 9 anos e, depois, ele foi fazer... E eu queria fazer o filme na época. Eu li na época, eu amei. Ele foi fazer um pequeno filme chamado "Transformers". Você deve ter ouvido falar.

Eu ouvi falar.

DJ: Eu não sei se você ouviu, é um filme pequeno. E eu amei na época. E, depois, como o nosso mundo funciona, as coisas vão embora, voltam anos depois e foi o que aconteceu aqui.

Quanto o roteiro mudou da época até agora?

DJ: Não muito. Não muito comparado com a primeira vez que li. Você lê o roteiro e é fascinante. Aí você faz a sua pesquisa, percebe que você vê onde se passa a história e que é uma história real, coisas reais acontecem. Então, não mudou muito não.

Vocês acreditam em autoajuda?

MW: Autoajuda? Sim. Se funciona para você, por que não?

Vocês são do tipo que fazem?

MW: Com certeza.

As pessoas falam que é difícil trabalhar com Michael Bay. Como foi para vocês? Ele puxa os atores, como dizem? Ou foi mais divertido, como foi?

DJ: Ele puxa os atores. Ele realmente puxa.

MW: Sim, eu amei. Esta é a forma que eu gosto de trabalhar. Só há um tempo limitado durante o dia, nós tínhamos um orçamento limitado nesse filme e você tem que fazer de alguma forma. Para mim, ele é o melhor motivador e líder. Não há ninguém melhor para ir para a "batalha". Se você vai entrar nessa... E também criativamente. Ele tinha tantas ideias interessantes e nos deixava tentar tantas coisas diferentes. Foi uma ótima experiência para mim, obviamente. Eu vou fazer "Transformers 4" com ele. Então, eu amei.

Estão dizendo que esse foi o menor filme do Michael Bay. Vocês conseguiam perceber isso de alguma forma? Porque há explosões, há...

MW: Um filme pequeno para Michael é um filme grande para outras pessoas. Ainda haviam... Eu lembro de perguntar para ele no set. Ele tinha 39 câmeras. Eu nunca estive em um set onde tivéssemos mais de três câmeras. É uma loucura.

Como você está se preparando para "Transformers 4"?

MW: Estou simplesmente tentando entrar em forma e me preparar para o que ele jogar em cima de mim, mas eu estou empolgado com isso.

Por que o projeto  "Black Adam" não continuou?

DJ: O que aconteceu com isso?

Sim.

DJ: Está na Warnner Bros. e, como em um negócio, as coisas vão e vem, ideias são sugeridas, as pessoas gostam, outro diretor se envolve. Não tenho muita certeza.

Quão empolgado você está para "Hercules"?

DJ: Muito.

O que você pode falar sobre o filme?

DJ: Eu posso falar que vamos fazer a melhor versão de Hércules e foi uma preparação de 14 semanas.

E você filmou "Dose Dupla". É de um artista brasileiro. Como foi?

MW: Incrível. Eu fui filmar diretamente desse filme. Eu tinha 30 dias para perder mais ou menos 15 kg. Eu fiz isso jogando basquete, mudando a minha dieta, minha rotina. Mas foi uma experiência maravilhosa trabalhar com Denzel Washington. Este filme é o Dwayne que você nunca viu e é o mesmo com Denzel. Fazendo comédia e... Estou ansioso para o filme.

Tudo bem. Obrigado, gente.

MW: Obrigado.

DJ: Obrigado, cara.

 

 

 

 

Sem Dor, Sem Ganho estreia 23 de agosto nos cinemas.

Leia mais sobre Sem Dor, Sem Ganho

Discuta aqui no site Discuta aqui

O Omelete disponibiliza este espaço para comentários e discussões dos temas apresentados no site. Por favor respeite e siga nossas regras para participar. Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas.

Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

blog comments powered by Disqus